Areia, gafanhoto, coronga e brasileiros. 2020 tá ótimo!

Pessoal muito impressionável está tendo ataques de pelanca porque leram que alguns ventos fortes, daqueles bem quentes e intensos, sopraram no deserto do Saara e levantaram areia com tanta força que trouxeram aqui pro Brasil, dando aquela viagem maneira por milhares de quilômetros através do Atlântico.

Todo mundo em estado de alerta, mas . Os fortes ventos quentes sobre o deserto do Saara levantam areia nesta época do ano, assim como costumam levar a poeira por milhares de quilômetros através do Oceano Atlântico para as Américas. Este ano, o pó é o mais denso em meio século, com direito a redução drástica da visibilidade.

Continuar lendo “Areia, gafanhoto, coronga e brasileiros. 2020 tá ótimo!”

Desvendando os segredos da Praga de Justiniano

O sinistro poder está à espreita. O poder que não tem paixão alguma, amor ou simples complacência. Durante o reinado do imperador Justiniano, (entre 541 e 542 da Era Comum), uma verdadeira praga assolou todo o império romano oriental. O número de mortes, de acordo com o relato de Procópio de Cesareia, chegou a 10 mil pessoas e 10 mil pessoas já é muita gente hoje, ainda mais no século VI. Ela teria começado em Pelusium, perto de Suez, no Egito.

Hoje, cientistas tentam entender o que aconteceu, por que aconteceu e se pode acontecer de novo.

Continuar lendo “Desvendando os segredos da Praga de Justiniano”

O império das abelhas kickboxers contra-ataca

No doce e ético mundo natural, as espécies vivem em harmonia. Cachorrinhos sorridentes, gatinhos brincalhões rolam pelo carpete, cabritinhos cantantes voando para o sul no inverno etc. Essa visão idílica é lindamente maravilhosa, mas ela só existe na mente de criaturinhas de bom coração (ou otárias, mesmo). O mundo natural é mau feito o Pica-Pau de avental; e um perfeito exemplo disso é da briga entre abelhas melíferas e ácaros fedorentos.

Continuar lendo “O império das abelhas kickboxers contra-ataca”