Tag Archives: exterminador

Células artificiais exterminam bactérias

Bactérias são como parentes. Algumas ajudam, outras atrapalham. Existe bactéria-cunhado que chega junto, ajuda na digestão, produz vitaminas, sem elas você não vive. E existe a bactéria-cunhado que ferra com a sua vida, vive às suas custas, e se bobear te manda um monte de contas (do hospital). Você não quer esta segunda bactéria-cunhado, e, para isso, foram desenvolvidos antibióticos para dar cabo dessas sem-vergonhas. O problema é que a Seleção Natural, essa danadinha, tem feito o que melhor sabe fazer: selecionar quem está apto a viver, e isso nos deu as superbactérias.

Mas e se pudéssemos criar artificialmente células caçadoras de bactérias?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

O Medinho da Inteligência Artificial

Mais uma vez, pessoal fica com frescura sobre os medos da Inteligência Artificial. Eu não sei como eles conseguem dormir, já que a qualquer minuto o Skynet será ativado e instalará a Matrix e todos nós estaremos ferrados.

Esta bobagem é propagada até pelo Stephen Hawking, que eu acho que já morreu faz tempo, sua cadeira criou consciência e está trollando todo mundo.

E sim, eu sei que já tinha falado sobre isso. Essa é só a versão em vídeo, pois parece que pessoal do Tubo não lê meus artigos.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Templo budista apela para monge robô para ter maior visitação

Eu acho que cada um tem o direito de acreditar no que quiser. Se você arria despacho ou reza pra action figure do Nazareno Mágico, quem sou eu para criticá-lo? Cada um paga o mico que quiser, mas tem horas que o que já era ridículo cai para as raias do absurdo.

Um templo budista chinês, imagino eu, meio que perdeu a paciência com seus fiéis. Daí substituiu um monge de plantão por um robozinho que canta mantras e mantém conversas limitadas com as pessoas. Como a maioria que cai nessa roubada não pode ser um primor de inteligência, o robozinho deve conversar de boas.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας