Pesquisadores desenvolvem mais um substituto das suturas

A cada dia surge uma nova técnica para fechar buracos abertos por cirurgiões. Tudo bem que alguns desses buracos não foram abertos pelos cirurgiões malvados. Quando soube disso, ser cirurgião perdeu toda graça pra mim. Damn!

Entre colas, suturas e fitas adesivas, qualquer técnica que ajude a fechar o que não deveria estar aberto é sempre bem-vindo. Com base nisso, pesquisadores do MIT desenvolveram uma fita adesiva estilo dupla-face que não só junta os tecidos, como aproveita e liga dispositivos médicos implantáveis ??ao corpo.

Continuar lendo “Pesquisadores desenvolvem mais um substituto das suturas”

Pesquisadores desenvolvem cola biocompatível para fechar os seus buracos

Eu preciso colar coisas de vez em quando. Minhas colas preferidas são superbonder, óbvio, e cola de isopor. Cola de PVA meleca tudo. Cola de bastão nem sempre cola direito. Cola de isopor é o ideal. Não, nem cola quente, aquela merda só serve para queimar os dedos e soltar a cola depois.

Colas são muito importantes. Que o diga a dona Joana Woitas, que em 1997 estava numa mesa de operações e o dr. Francisco Gregori Júnior lutava para salvar a sua vida, mas não conseguia costurar o coração, pois a cada sutura, outro buraco abria. Daí, Gregori meteu superbonder no coração da paciente. Apesar de criticado depois, ele conseguiu salvar a vida dela.

O uso de colas para fechar ferimentos é uma constante pesquisa, e está chegando mais uma opção, uma espécie de cola quente biológica, mas com material biocompatível, que seria, em tese, facilmente absorvido pelo corpo.

Continuar lendo “Pesquisadores desenvolvem cola biocompatível para fechar os seus buracos”