Sobre dar o Koo, medievalismo e outras providências

As coisas no Twitter estão estranhas, mas parecem que vão se encaminhar, apesar dos histéricos. Elon Musk descobriu que Twitter era um cabide de emprego, com funças agindo como se aquilo fosse uma repartição pública (nem vou dizer brasileira, pois todas as repartições públicas são iguais). Então surgiu o Koo e todo mundo foi pro Koo e o Koo tá bombando.

Continuar lendo “Sobre dar o Koo, medievalismo e outras providências”

Qatar age como o Qatar e todo mundo fica bolado por não ter manguaça disponível

A ingenuidade, burrice e estupidez coroam o modo asinino de pensar das pessoas. Um exemplo são aqueles que veem uma Copa do Mundo sendo realizada num país árabe e pensar “puxa, legal. Poderei ir lá e desfrutar do país, tomando uma cervejinha, vendo umas mulheres peladas e/ou curtir uns bróders sarados”. Então, dão de cara com a Realidade, esta estraga-prazeres, e todo mundo com cara de MAS HEIN???

Numa decisão pra lá de esperada (para pessoas que sabem usar o cérebro), as autoridades do Qatar estão para proibir a venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante a Copa do Mundo, deixando a patrocinadora do evento, a Anheuser-Busch InBev NV, de calças na mão, sem poder vender aquele mijo conhecido como Budweiser.

Metendo o pé na jaca bem longe da polícia religiosa, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Qatar age como o Qatar e todo mundo fica bolado por não ter manguaça disponível”

Um universo escondido pela Lua

Eclipses são maravilhosos, são mágicos, são incríveis. É a Natureza em seu balé eternos mostrando maravilhas escondidas quando o Sol é momentaneamente ofuscado, deixando as maravilhas do Universo chegarem até nossos olhos. Mas, fica a questão: E no caso do Eclipse Lunar? Se a Lua cheia desaparecesse repentinamente, o que nós veríamos? A resposta foi registrada em um dramático vídeo de lapso de tempo feito durante o eclipse lunar total em 2011 no Tajiquistão .

Continuar lendo “Um universo escondido pela Lua”

O caso da interrupção da transmissão de TV pela frota de Ashtar Sheran

A Frota Galáctica está em posição. Sua imensa quantidade de naves está à espera. Seu comandante, alto, com garbo e elegância, está posicionado na ponte, com as mãos para trás, os ombros retos e um olhar fixo, olhando para o horizonte de um pequeno mundo à sua frente, milhões de quilômetros adiante de sua nave, cujos sensores veem tudo o que o pequeno mundo possui, embora o pequeno mundo sequer imagine a sua presença.

O comandante vem de uma raça avançada, tecnológica, intelectual e socialmente. Ele sabe que era preciso voltar àquele planeta para fazê-los entender a necessidade de largar a sua selvageria e ascender espiritualmente. Assim, ele faz um sinal e uma mensagem foi enviada. Era o dia 26 de novembro de 1977, e o mundo não seria mais o mesmo.

Continue lendo AQUI

A marca de uma saudade que gênios nos deixaram

Normalmente, eu reservo as sextas-feiras para alguma história inusitada, engraçada, curiosa ou absurdamente louca. Não por acaso, eu a chamo de Sexta Insana, o que não é nem um pouco criativo. Muitos dão nomes assim “_______ insana”. Enfim. Talvez eu fosse catar alguma maluquice assim, mas não. Não é uma semana boa, porque 3 gênios nos deixaram. Pessoas que eu acompanhei na infância/juventude. Alguns podem ver algo de ruim nisso, e lágrimas são vertidas; mas, como diria Gandalf, nem todas as lágrimas são um mal. Continuar lendo “A marca de uma saudade que gênios nos deixaram”

Molusco bolado atira lixo no rival e vence disputa

A Natureza não é lindinha. Eu já tinha falado isso várias vezes. Obviamente, quando ela parece bem escrota e esquisita, consegue nos surpreender sendo mais esquisita ainda e muito mais escrota. Outra coisa estranha são cientistas que investigam as esquisitices da Natureza, que nem um grupo eu resolveu estudar o comportamento de polvos selvagens na costa da Austrália. Sim, específico assim. A análise acabou fascinada com a fantástica ocorrência de animais no fundo do mar bancando criancinhas atirando um monte de tranqueira, uns nos outros. Continuar lendo “Molusco bolado atira lixo no rival e vence disputa”

Aviões tiroteios e como você é burro e acredita nas primeiras impressões

Algumas coisas parecem óbvias demais, mas de tão óbvias são descartadas. A análise de dados brutos leva a pensamentos toscos e erros grosseiros, mesmo achando que faz muito sentido. Nem sempre faz. Por exemplo, a piada contumaz é que se você se candidata a governador no Rio de Janeiro, seu destino será ir pra cadeia. Bem, o raciocínio é divertido, mas saindo do exagero, é extremamente burro. mesmo porque, se foi preso foi porque cometeu crimes. Que bom que quem comete crimes vai pra cadeia, não?

De novo, a análise grosseira leva achar que se você prende criminosos, você está errado.

Continuar lendo “Aviões tiroteios e como você é burro e acredita nas primeiras impressões”

O baile das esferas jupiterianas

Júpiter e suas luas se movem como nosso Sol e seus planetas; por isso, é usado como modelo para entender nosso próprio Sistema Solar. Júpiter possui rotação, girando ao redor de si mesmo enquanto seus satélites revoluem em tono do Planeta-Rei. A rotação de Júpiter pode ser observada rastreando cinturões escuros e zonas claras circulantes, num espetáculo próprio.

Continuar lendo “O baile das esferas jupiterianas”