O ornitorrinco

Responda rápido: O que tem bico que nem ave, rabo de castor, olhos de toupeira, pé de pato, veneno nas esporas, anda que nem réptil, é peludo, coloca ovos semelhantes aos do lagarto e é mamífero? A resposta é a foto do rapazinho aí do lado e é uma grande dor de cabeça para os criaburricionistas e defensores do DI (Design Intelijumento). Se bem que há quem ache que caracóis são ótimos exemplos de uma obra de arte de um projetista tão inteligente que cria um animal que defeca na própria cabeça, mas isso é secundário.

O nosso amiguinho da foto é um ornitorrinco (Ornithorhynchus anatinus) e é uma das maravilhas da Evolução. Queira a crentalhada ou não, o ornitorrinco demonstra claramente que ele possui parentesco com diversos animais. O estudo sobre nosso amigo bicudo tem revelado muitas descobertas interessantes. Aqui aprenderemos um pouco mais sobre ele.

Tudo bem, temos que confessar: ele é um bicho muito estranho! Tão estranho que foi tido como uma fraude quando foi enviado no século XIX por cientistas da Austrália, onde era originalmente encontrado, para a Europa.

Os ornitorrincos descendem de uma linhagem de mamíferos que se desvinculou das demais e permaneceu com algumas das características dos répteis ancestrais dos primeiros mamíferos, ou seja, ele é um mix genético de diversas espécies e como ele se apresentou adaptado ao ambiente que o cercava, a Seleção Natural fez o seu serviço. Em outras palavras, podemos dizer que essa mistureba de genes permitiu que ele sobrevivesse ao meio em que se encontrava.

Seu habitat atual fica na Austrália (famosa por outro bicho muito esquisito: o canguru), Nova Zelândia e na Tasmânia (não, não é o Taz), vivendo em rios e riachos e em suas proximidades. Cientistas supõem que se originou há cerca de 150 milhões de anos, perto da extinção dos dinossauros.

A teoria mais aceita para a extinção dos dinossauros defende a queda de um grande meteoro em Yucatán, México, de cerca de 50 km de diâmetro. A imensa onda de choque equivaleu à explosão de centenas de bombas nucleares e dizimou grande parte da vida sobre a Terra. O impacto fez com que toneladas de rochas, poeira e cinzas fossem atiradas para o alto, bloqueando a luz solar por muitos meses.

A maioria dos dinos eram herbívoros e, com o bloqueio da luz do Sol, as plantas não puderam mais fazer fotossíntese e morreram. Todos os animais herbívoros morreram de fome e os carnívoros, aos poucos, também ficaram sem ter o que comer. Foram tempos muito difíceis; somente animais de pequeno porte sobreviveram, já que necessitavam de menor quantidade de comida. E assim começou o reinado dos mamíferos…

A Seleção Natural não faz milagres, pelo contrário: é ruim e implacável!

Qualquer ser vivo que não esteja adaptado ao ambiente em que vive acaba perecendo. Os que já estão adaptados, conseguem sobreviver, acasalar, gerar descendentes. Estes descendentes terão as mesmas características genéticas dos pais e continuarão adaptados ao meio. E assim, sucessivamente.

Entretanto, se o ambiente muda bruscamente, e os seres que estão lá não estavam adaptados ao ambiente resultante da transformação, tais seres morrerão sem dó nem piedade. Caso ocorra alguma mutação doida em seu código genético a Seleção Natural atua mais uma vez. Ela é eterna e inexorável.

Se a mutação ofereceu alguma vantagem ao animal (ou planta), este continuará sua vidinha, acasalando e transferindo seus genes aos filhotes. No entanto, se a mutação deixar o ser vivo mais frágil ou incapaz de sobreviver em seu habitat, já era, perdeu! O melhor exemplo disso são os vírus. Alguns resfriados mostram-se mais resistentes ao sistema imunológico do que outros. Um gene fora o lugar e babau! A gripe espanhola surgiu de uma mutação surgida ao acaso e ceifou milhares de vidas. Um sistema sabiamente planejado teria previsto tal coisa e criado defesas adequadas, mas não foi isso que aconteceu.

Mutações podem ser aleatórias. Basta inverter um trecho do código genético e poderemos ter algo totalmente novo. Mas a Seleção Natural não é aleatória. Não importa que uma mutação lhe capacitou escalar montanhas se você mora numa ilha deserta. Não fará a menor diferença ser capaz de comer folhas de árvores se você estiver morando num deserto. Não importa que você se julgue o mais inteligente dos animais, se você estiver na savana africana com um leão olhando pra você enquanto lambe os beiços.

Os onitorrincos demonstraram ser mais um dos atuais vencedores na corrida pela vida. Se eles continuarão assim, é outra história. Ninguém sabe quando e onde o clima irá mudar drasticamente nem qual a mutação ocorrerá nos animais. Mas, continuemos nosso estudo sobre o bicudão.

Apesar deles apresentarem um bico em forma de palheta, similar ao dos patos, a semelhança acaba aí. Em diferença das aves, o bico do Ornitorrinco está coberto por uma membrana dotada de eletro-receptores tão sensíveis que servem para locomoção e percepção do alimento. As aves também têm um número bastante reduzido de sensores desse tipo e, conseqüentemente, pouca habilidade para detectar odores. Além disso, o bico do ornitorrinco possui um filtro que permite separar a água das substâncias comestíveis e ir acumulando-as em suas bolsas maxilares que se estendem ao lado da cabeça, quando mergulha mantêm os olhos, orelhas e fossas nasais fechados, sendo então o bico seu principal órgão sensor. As imagens abaixo mostram um crânio de um ornitorrinco jovem e o de um adulto. Clique nelas para ampliar.

Assim, na verdade ele não possui um bico análogo ao das aves, só na aparência.

Apesar de se alimentarem de leite, os filhotes não mamam pois as fêmeas do ornitorrinco não possuem tetas e mamar com aquele bicão seria de uma dificuldade só. Seleção Natural, lembram-se? Desse modo, o leite escorre das glândulas mamárias que ficam no peito da fêmea, e os filhotes o lambem ao se acumular nos pêlos do peito da mãe.

É um animal semi-aquático e noturno que habita rios e cursos de água. Alimenta-se de girinos, crustáceos, vermes e peixes. Mas, embora seja um mamífero, o ornitorrinco, em vez de dar à luz, põe ovos que são parcialmente chocados no interior do corpo. O ornitorrinco e a équidna – um pequeno mamífero espinhoso, cuja foto está à direita – são as únicas espécies conhecidas de monotremados – isto é, mamíferos que põe ovos – no mundo. Todos os outros mamíferos dão à luz as suas crias diretamente.

Tudo começa após a fecundação. Os filhotes passam pouco mais de 20 dias no útero da mãe e depois são chocados por mais dez dias fora do corpo dela antes do nascimento. Isso significa que os bichinhos precisam completar a maior parte de seu desenvolvimento fora do organismo materno; e acabam nascendo sem sistema imunológico inteiramente formado.

A fêmea põe de 2 a 3 ovos de cada vez e o período de incubação é de 10 dias. Os ornitorrincos chegam à maturidade em 1 ano e ele pode viver até cerca de 15 anos.

A pata do ornitorrinco é constituída de cinco unhas, sendo que nas detrás há uma sexta, uma espécie de garra venenosa (ou esporão) que serve de auto defesa podendo ferir algum animal que o ataque, enfiando o esporão no opositor. Este veneno contido no esporão tem sido alvo de recentes estudos.

Os ornitorrincos possuem genes associados a proteínas que compõem o veneno encontrado em esporas situadas nas patas dos machos. Cientistas acreditam se tratar de herança de alguma linhagem de répteis que se perpetuou nesses mamíferos.

Uma equipe de pesquisadores mapeou a seqüência genética do bicudão e os resultados mostraram que a semelhança deles com os répteis e com as aves não é apenas aparente. Ela também está inscrita em sua seqüência genética e determina diversos padrões comportamentais. Ainda que o genoma desses animais tenha o mesmo número de genes codificadores de proteínas dos demais mamíferos – aproximadamente 18.500 –, certos aspectos do seu DNA são diretamente relacionados a répteis e aves.

Isso fica claro em processos como reprodução dos ornitorrincos, que envolve a atuação conjunta de genes de répteis e de mamíferos, conforme descobriram os cientistas. A fêmea da espécie coloca ovos, mas possui igualmente genes que coordenam a produção de leite para a amamentação de seus filhotes, conforme dito acima.

Com o tempo, deveremos ter remédios baseados na bioquímica do animal, como antibióticos e até analgésicos baseados no DNA da criatura.

Como explicado acima, os embriões de ornitorrincos formam-se sem um sistema imunológico completamente formado, mas antes que a Seleção Natural desse cabo dele de vez, a espécie desenvolveu um meio de contornar esta dificuldade: um antibiótico natural secretado, produzido por ordem dos genes que codificam “peptídios antimicrobianos”. É muito provável que eles protejam os pequenos ornitorrincos de micróbios que existem em seu ambiente. Cerca de 20 desses genes já foram identificados e com o tempo eles podem levar ao desenvolvimento de antibióticos inovadores e potentes. Talvez eles possam até combater as bactérias resistentes a múltiplas drogas que andam surgindo por aí, afinal a Seleção Natural é para todos os seres vivos.

Há vários estudos em andamento sobre o veneno contido no “esporão” dos machos. Mesmo porque, muitos remédios contra problemas cardíacos, por exemplo, já foram criados a partir do veneno de cobras, e o do ornitorrinco pode seguir essa trilha.

Pessoas picadas pelo bicho apresentam uma série curiosa de sintomas, como inchaços enormes e uma dor que os analgésicos normais não resolve. Aprendendo mais sobre o estranho animal de bico grande, pé de pato, mangalô 3 vezes, os cientistas poderão desenvolver novos medicamentos, especialmente novos tipos de analgésico. É esperar pra ver.

101 comentários em “O ornitorrinco

  1. Cês são muito negativos! A criação do ornitorinco está bem implícita no texto do Gênesis, naquela parte que diz que Adão conheceu todos os bichos da natureza e não achava entre eles nenhum que lhe servisse como companheira, então teve um sonho, e Deus observando este sonho criou aquilo que a memória latente de Adão misturava em partes formando uma criatura bem excêntrica: saiu esse bichinho aí todo esquisito e Adão acordou assustado do pesadelo. Depois voltou a dormir e sonhou com um violão, daí Deus fez Eva. E o ornitorrinco Deus deixou como fruto proibido para Adão.
    Cês que num sacaram esse subliminar genético na Bíblia!

  2. André,

    Bom dia,

    Pelo exposto, a Seleção Natural é eterna, inexorável, onipresente e onisciente. Ah!! se não fossem os ratinhos de laboratórios estaríamos todos mortos. SÓ OS RATINHOS SALVAM A HUMANIDADE!!!! TODA GLÓRIA AOS ROEDORES QUE MORREM PARA NOS SALVAR.

  3. W. Lazoti:

    para os detalhes sobre os ornitorrincos neste post ficarem completos ele tinha de dizer onde estão os diversos fosseis transitórios que deram origem a este animal.

    Também tinham de dizer que o rato e o ornitorrinco partilham 82% do codigo genetico, valor igual à relação do homem com o ornitorrinco.

    Falta também saber separar o que é constatação de factos (i.e. que os ornitorrincos têm genes de aves, repteis e mamiferos) daquilo que é interpretação (i.e. Os ornitorrincos descendem de uma linhagem de mamíferos que se desvinculou das demais e permaneceu com algumas das características dos répteis ancestrais dos primeiros mamíferos)

    1. informações sobre os fósseis não foram postadas por nunca ter sido encontrado nenhum ou por algum outro motivo?
      afinal, eles foram encontrados ou não?
      se a resposta for não: seria ridículo acreditar que ele brotou do solo por não termos as respostas de sua origem :neutral:
      se for sim: porque vc também não postou sabichão? :???:

      qual vc acha que é a média de semelhança genética entre os vertebrados? :roll:
      a formação morfológica de 1 ser não deve precisar de tanta informação genética quanto vc deve pensar…

      o seu terceiro paragrafo nem merece resposta :neutral:

  4. quanto aos fósseis… a resposta é não. Não há alegados fosseis transitorios. Nem daqueles controversos. E Não há porquê? Porque eles não existem mesmo. Claro que não brotaram do solo… viu alguém dizer isso? Mas também só podia sair-se com essa observação ridícula. Como coloca a hipotese de Deus de lado, só se pode dizer isso.

    quanto à informação genética. Eu quis chamar a atenção para o facto que as homologias genéticas não querem dizer nada no que concerne a possíveis ancestrais e árvores da vida. As anénomas do mar têm genes que os seres humanos têm… isto, apesar dos 530 milhões de anos que os evolucionistas dizem que separam as anenomas dos humanos. É só um exemplo. Há mais.

    quanto ao terceiro parágrafo… como jornalista que sou, quis chamar a atenção para a mistura de factos com interpretações e simbologias, muitas vezes confundidas e/ou ignoradas.

    1. quanto aos fósseis… a resposta é não. Não há alegados fosseis transitorios. Nem daqueles controversos. E Não há porquê? Porque eles não existem mesmo.

      Leu acima, bebê?

      Claro que não brotaram do solo… viu alguém dizer isso?

      Deixe-me ver… os religiosos?

      Mas também só podia sair-se com essa observação ridícula. Como coloca a hipotese de Deus de lado, só se pode dizer isso.

      Deus é menos que uma hipótese. É fantasia mesmo.

      quanto à informação genética. Eu quis chamar a atenção para o facto que as homologias genéticas não querem dizer nada no que concerne a possíveis ancestrais e árvores da vida

      Você é geneticista para afirmar isso?

      como jornalista que sou…

      Isso responde.

      quis chamar a atenção para a mistura de factos com interpretações e simbologias, muitas vezes confundidas e/ou ignoradas.

      Como jornalista que é, matricule-se num colégio e evite falar sobre algo que vc não sabe. Vai estudar, Sabino, e pare de escrever merda.

      1. não merecia resposta porque é muito obvio quando se comenta um fato quando se faz uma interpretação

        e não adianta discutir com alguém como vc, a única forma de te fazer aceitar a teoria é tornando-a observavel em uma vida, já que vc não aceitou nem aqueles varios links que o andré postou sobre fósseis transitorios…

        alias, tiu sabino, vc não acredita na evolução mas crê fielmente na biblia, então responda, quantos casais de animais foram colocadas na arca daquele ezquisofrênico plagiado dos mitos sumérios

        agora não vamos ser tão especificos assim, quandas famílias existem na ordem dos mamiferos?

  5. “Agora, quer mesmo saber sobre transicionais?”

    bem, para você colocar tantos sites de alegados fosseis transitorios deve andar bem desesperado. Desses sites todos, apenas o da wikipedia, por sinal um dos menos fiáveis, toca no platypus (ornitorrinco). E não para falar dos fosseis que terão dado origem ao formato final do animal, mas apenas para definir conceitos, dizendo que ele é um fóssil “intermédio” e não “transitório”.

    “Leu acima, bebê?”

    não seja idiota. você é que colocou a opção de ter de aceitar o comentário em vez de ele aparecer logo no blog. Não venha falar como se eu tivesse ignorado o que você disse.

    “Claro que não brotaram do solo… viu alguém dizer isso?

    Deixe-me ver… os religiosos?”

    ai disseram que os animais brotaram do solo? não sei a que tipo de religiosos você se refere. Me diga quais os religiosos que dizem que os animais brotaram do solo, como as plantas fazem.

    “Agora, prove que existe o seu deusinho criador de animais que cagam na própria cabeça.”

    prove que animais que não tinham asas, de alguma maneira, ganharam asas. Mas não venha com interpretações. Prove mesmo, cientificamente falando. Não com especulações, com observações concretas.

    “Deus é menos que uma hipótese. É fantasia mesmo.”

    fantasia é isso AQUI

    “Você é geneticista para afirmar isso?”

    Não. Mas é preciso ser biólogo genético para poder fazer a afirmação que eu fiz? Se a resposta for sim me diga que eu coloco aí biológos genéticos que dizem o mesmo que eu disse.

    “Isso responde.”

    hum…?

    “Como jornalista que é, matricule-se num colégio e evite falar sobre algo que vc não sabe. Vai estudar, Sabino, e pare de escrever merda.”

    Quem sabe você tem mais conhecimento que os cientistas doutorados e mestrados deste site

    1. bem, para você colocar tantos sites de alegados fosseis transitorios deve andar bem desesperado.

      Chama-se “embasamento, princesa. Um dia vc saberá o que é isso, jornalistazinho de meia tigela.

      Desses sites todos, apenas o da wikipedia, por sinal um dos menos fiáveis, toca no platypus (ornitorrinco).

      Mas, evidencia que existem fósseis transitóriops sim. hehehe

      E não para falar dos fosseis que terão dado origem ao formato final do animal, mas apenas para definir conceitos, dizendo que ele é um fóssil “intermédio” e não “transitório”.

      E…? Qual das três letras DNA vc não compreendeu?

      não seja idiota. você é que colocou a opção de ter de aceitar o comentário em vez de ele aparecer logo no blog. Não venha falar como se eu tivesse ignorado o que você disse.

      Amém. G-Zuis é o Senhor!

      ai disseram que os animais brotaram do solo? não sei a que tipo de religiosos você se refere.

      Criaburricionistas como o Adauto Lourenço, por exemplo.

      prove que animais que não tinham asas, de alguma maneira, ganharam asas.

      Seleção Natural. Não existe nenhum museu onde vc mora?

      fantasia é isso AQUI

      Isso não fez seu deusinho vagabundo existir. E é claro que é fantasia, é um cartoon. Pq vc não lê livros de verdade?

      Não. Mas é preciso ser biólogo genético para poder fazer a afirmação que eu fiz?

      Precisa.

      Se a resposta for sim me diga que eu coloco aí biológos genéticos que dizem o mesmo que eu disse.

      Com referências em publicações indexadas, que passaram por refereeing, sim?

      Quem sabe você tem mais conhecimento que os cientistas doutorados e mestrados deste site

      Não é uma publicação indexada. Não tem valor científico nenhum, jornalistazinho mequetrefe.

      1. Só uma coisa,

        Fica complicado se a pessoa tiver que possuir diploma quando for apresentar uma opinião qualquer sobre uma ciência, não é não? Se for assim, a gente teria que limitar opinião de muita gente boa sobre muito assunto.

        Lógico que a criação e desenvolvimento de teses dentro daquela ciência exige o diploma, para validação do estudo. Fora isso qualquer debate fica inviável. OU não? Se não, mostrem-me como seria.

        []´s

        p.s não sou partidário de religião nem teísta nem nada assim.

      2. Acontece, meu filho, que se vc deseja discutir algo baseado em fatos, como a Evolução, ou vc estuda o assunto ou fica lendo e aprendendo. “Diproma” de jornalista não serve de nada.

        A não ser que vc leia muitos periódicos indexados para aprender a respeito antes de falar as merdas que todo cria costuma soltar.

        1. @André,
          Desculpe minha ignorância neste assunto… mas…

          O que são “publicações indexadas” e/ou “periódicos indexados” ?

          Eu sempre vejo aqui, mas nunca entendi direito…rs

        2. Krebys, quando vc faz uma pesquisa, vc tem que publicar suas descobertas (ou ninguém saberá dela). Assim, vc divulga suas pesquisas para a comunidade científica no mundo todo. Obviamente, isso poderia acarretar em vc dizer “Olha, eu descobrir o tecido da bolsa escrotal de Jesus completamente fossilizado”. Valor científico? Nenhum, pois qualquer um pode alegar qualquer coisa. Assim, vc envia para um periódico indexado, que passa por revisão de pares, também chamado de peer review.

          Quando vc submete seu artigo a uma publicação dessas (como a Nature ou Science), outros cientistas analisaram sua pesquisa, que deverá ser MUITO detalhada, contento toda a descrição da descoberta, métodos de análise, considerações sobre o resultado, avaliação estatística etc, para saber se vc não deu apenas uma sorte e sim realmente descobriu a cura do câncer. Mesmo que vc submeta um artigo a Química Nova na Escola, os revisores (tb chamados referee) irão examinar tudo e, note, vc NÃO SABE quem são eles. Isso para vc não pressioná-los. Os revisores irão pedir mais informações ou solicitar que vc esclareça determinadas partes (eu não conheço NINGUÉM que tenha submetido um trabalho e este tenha sido aceito prontamente).

          Veículos de divulgação cientifica como a National Geographic, Scientific American ou a New Scientist gozam de respeitabilidade, mas não são periódicos indexados. E SIM,vc TEM que publicar num periódico indexado, de modo a agregar valor ao que vc propôs, o que não significa que vc tenha razão. Cientistas no mundo todo lerão o que vc escreveu, checará suas fontes (sim, vc TEM que apresentar fontes que corroborem com tudo que vc está falando) e procurará reproduzir sua pesquisa. Não é pq vc publicou num periódico que vc é detentor da sabedoria absoluta. Significa que sua pesquisa está de conforme com o Método Científico, mas que poderá se mostrar errado. Acontece. Com novas comprovações, sua proposição ganhará cada vez mais força ou será refutada, fazendo com que vc estude de novo e realmente demonstre que vc estava certo ou que o direcione para descobrir a verdade oculta no que vc está pesquisando.

          As descobertas de hoje não começaram ontem.

        3. @André,

          Uau! Vou ter a pachorra de dizer que eu imaginava que era algo bem surpreendente, mas somente por ler tantos comentários aqui no cet.net é que eu senti que em algum lugar na minha mente bagunçada eu já sabia.

          Mas foi ótimo eu ter perguntado, pois neste “RESUMÃO EXPLICATIVO”, será muito mais fácil eu ou até você encaminhar esta resposta quando alguém perguntar o mesmo que perguntei.

          E sendo ainda mais sincero… eu acho que muitos “debatedores” que vem aqui ser esculachados, nem mesmo sabem o que são periódicos/publicações indexadas..

          Valew fera!!! :smile:

  6. Chico Sá:

    “A FÉ É UMA COISA TÃO BOBA, QUE LEVA ATÉ JORNALISTAS AO DELÍRIO, NÉ NÃO, SABINO?”

    fé todos temos, caro amigo. A fé é acreditar em algo que não se vê/viu.

    Eu acredito num Deus que criou o mundo. Você acredita numa força misteriosa, impessoal, não direccionada e não guiada que, de alguma maneira mais milagrosa do que algum deus, criou toda a biodiversidade existente no planeta.

    A fé é uma coisa tão boba que leva até pessoas a acreditar que a evolução dos Pokemon é real.

    1. Brincou muito com o Pokemon, hein ??

      A fé é a continuacao da condicao infantil das criancas.

      Ela permite que os adultos tenham amiguinhos imaginarios, sem que sejam tachados de criancinhas.

    2. A explicação científica para o surgimento do universo não leva a fé alguma, nem sua credibilidade pode ser comparada à fé na divindade como causa para o universo. A ciência se baseia em evidência, não é cega. A diferença é gritante. Ambos podem estar errados em suas convicções. A escolha é livre. Você pode escolher seu jeito de ver o universo baseado na razão ou em algum tipo de sentimento, intuição, que é o caso da fé.

    3. A diferença é que a Evolução, baseada na SELEÇÃO NATURAL é fato. A não ser que a princesa aí me explique como ocorrem as espécies em anel, sem a Seleção Natural.

  7. W. Lazoti:

    “então responda, quantos casais de animais foram colocadas na arca daquele ezquisofrênico plagiado dos mitos sumérios”

    porque você diz que o relato do diluvio de genesis é um plágio das mais de 100 tradições existentes pelo mundo fora e não considera as 100 tradições existentes sobre um diluvio um relato do que realmente aconteceu?

    Não sei quantos animais entraram na arca mas não pense que noe teve de colocar um animal de cada especie que existe hoje. Lembre-se… nós definimos o que são as espécies, de acordo com determinados critérios. Na biblia, a palavra “espécie” em hebraico é “bara”… e não tem, certamente, o mesmo alcance hoje utilizado.

    1. porque você diz que o relato do diluvio de genesis é um plágio das mais de 100 tradições existentes pelo mundo fora e não considera as 100 tradições existentes sobre um diluvio um relato do que realmente aconteceu?

      Porque nao as cita, uma por uma ? Se vc levar a serio as supostas 100 tradicoes, entao vamos levar a serio os mais de 20 messias que nasceram de virgens, morreram pela Humanidade e ressucitaram depois. Ou entao, os mais de 20 mil deuses adorados pelo mundo. Podem ser um relato do que “realmente aconteceu”. Ou vc so escolhe aquilo que lhe convem ?

      A tempo: a geologia, arqueologia, paleontologia provaram que jamais existiu um diluvio. O nosso proprio planeta prova isso.

      Não sei quantos animais entraram na arca mas não pense que noe teve de colocar um animal de cada especie que existe hoje. Lembre-se… nós definimos o que são as espécies, de acordo com determinados critérios. Na biblia, a palavra “espécie” em hebraico é “bara”… e não tem, certamente, o mesmo alcance hoje utilizado.

      Ah, ta… primeiro, vc tem de provar que Noe existiu… depois tera de provar como esse Noezim buscou todas as 30 milhoes de especies de animais e os socou dentro de uma minuscula arcota, como os alimentou, como retirou a merda para fora, como usou 7 pessoas para alimentar 60 milhoes de bocas, como retirou o gas metano para fora do barcote, e depois explicar como os colocou em um meio adequado para a sobrevivencia destes, como lidou com as complexas cadeias de ecossistemas, e depois realoja-los… ah, desculpe… a Biologia, Zoologia, Palentologia, Paleobotanica, Geologia, Quimica, Botanica, Palinologia, Ecologia, etc… provam que nunca existiu um Diluvio…! Nao ha evidencias de um repentino surgimento de animais em todo o planeta de uma so vez, apos uma chuvinha…

      A ciencia prova que a Biblia esta errada e que ela é so um livrinho de fabulas para mentes crentes infantis.

      1. Sabino,

        Um conselho, e ainda por cima grátis, desista de convencer as pessoas com essa bobagem criacionista, nem mesmo a ICAR acredita nessa fantasia barata. Ah! Por falar em pokemon, esse eu não conheço, sou do tempo da National Kid. mas isso já foi. Acreditei muito em Mula sem Cabeça, Boi Tatá, Saci-Pererê e, juro até em JC. Só a leitura de bons livros com o cruzamento dos absurdos bíblicos poderá nos dá segurança para discordar do que está posto como verdade. Leia mais, você ainda é jovem, tem futuro!!!

  8. segundo relatado na propria biblia, cerca de 40 casais teriam sido colocados no barcão, dessa forma
    a unica formade existir tanta diversidade hj seria se eles tivessem evoluido… opa… é verdade, vc não acredita na evolução

    e não interessa qual é a palavra usada em hebreu

    outras 100 tradições relataram sobre o diluvio? mitos compartilhados são coisas bem comuns. imagine 3 mulheres, elas são responsaveis pelo destino de cada ser humano, na Grecia elas eram chamadas de Moiras, em Roma de Parcas, ao penetrar na cultura germanica passaram a ser conhecidas como Nornas… o fato é que se um mito não pode ser considerado real apenas por fazer parte de varias culturas

  9. Chico Sá,

    “Se o Mundo tem apenas
    6000 anos quem “criou” os dinossauros?”

    Eu perguntaria de outra maneira: Se os dinossauros se extinguiram há 65 milhões de anos, porque podemos encontrar hemoglobina e outros tecidos moles em osso fossilizado de dinossauro?

    1. Sabino, vc sabe o que é esse “tecido mole”? Você sabe quais os p´rocessos de fossilização? Você já ouviu falar de rádio-isótopo? Você teve aula de ciências em nível fundamental?

      Quando vc responder tudo isso, eu te mostro as referências, lindinha. :-D

    1. Sabino, deixa de ser mau-caráter. O que eles acharam foi DEPOIS de ter removido a camada fossilizada. Toma um presentinho, vindo de uma publicação indexada: http://cienciahoje.uol.com.br/controlPanel/materia/view/3298

      Chama-se tecido mole aqueles que não formam ossos ou cartilagens, jornalistazinho. Pele é um tecido mole e poderá ser fossilizada. Acontece que a fossilização não é completa. Assim, basta tratar com ácidos de modo a tirar a camada mineralizada do tecido e Voilá.

      Vei estudar, LEIGO!

  10. não deixaste que eu pusesse o link po meu blogue… pra isso mais vale apagares o comentario. Tambem reparei que nao permites que o meu nome esteja linkado. Sim senhor, só rebates na tua “casa”, não permites que os outros frequentem blogs que mostram a rusticidade da tua querida teoria filosofica?

    1. O sistema do site bloqueia postagens de sites de quem não é administrador (eu, por exemplo). Mas, eu permiti a postagem de sua foto. :-)

      Agora, prove que são tecidos moles moles mesmo. Sites confiáveis e não apenas fotos, jornalistazinho de merda.

  11. Sabino,

    Parece que a única guacamole que você conhece é aquela iguaria mexicana. Deixa de ser tonto e pára de papagaiar pseudo-ciência. Você parece que nunca foi apresentado ao método científico, não é mesmo? Talvez você tenha feito jornalismo numa dessas universidades de ponta de rua. Nem tudo que está escrito pode ser aceito como verdade. Exemplo disso é a sua “bíblia sagrada”.

  12. Chico Sá, você é mais um dos tapados pela “ciência”. O telemóvel e computador e Internet que tens é devido à ciência experimental, que realiza verdadeiras descobertas e inovações com base na experimentção HOJE.

    Esse mérito não é da “ciência” que trata das origens, assente em pressupostos filosóficos impossíveis de confirmar.

    1. Enquanto isso, o Cardeal Belarmino afirmava que dizer que a Terra girava ao redor do sol era uma blasfêmia tão grande como dizer que G-zuis não nasceu de uma virgem. hehehehehe

  13. Que agressividade andré… porquê tanta raiva? foste abusado por um padre quando eras mais pequeno? és adoptado? algum motivo deve ter a tua raiva.

    É engraçado falares-me em “sites confiáveis”. O jornalismo brasileiro é do mais mistifório que existe :) Não sou eu que o digo… são autores como Teixeira dos Santos ou Manuel Pinto.

    olha o que a responsável pela descoberta disse: (http://news.bbc.co.uk/2/hi/science/nature/6548719.stm)

    The pathways of cellular decay are well known for modern organisms. And extrapolations predict that all organics are going to be gone completely in 100,000 years, maximum.”

    A tua fé materialista faz-te negar o óbvio. Tudo bem. Cada um tem a sua fé.

    Tanta coisa para fugir à pergunta do “onde estão os fosseis transitorios do ornitorrinco”? Não te canses, eu fiz o trabalho por ti -> http:// alogicadosabino.wordpress.com/2008/05/27/o-ornitorrinco-nao-quer-ceder/

    vá… podes ver o link e depois censurar, como habitualmente.

    1. A Lógica Ilógica de um analfabeto funcional.

      Que agressividade andré… porquê tanta raiva? foste abusado por um padre quando eras mais pequeno? és adoptado? algum motivo deve ter a tua raiva.

      Para sua tristeza, sou heterossexual. Procure um coroinha pra vc.

      É engraçado falares-me em “sites confiáveis”. O jornalismo brasileiro é do mais mistifório que existe :) Não sou eu que o digo… são autores como Teixeira dos Santos ou Manuel Pinto.

      Por isso eu postei o link do Ciência Hoje, que é uma publicação do SBPC. Se vc não sabe o que é isso, usa o tio Gúgou.

      olha o que a responsável pela descoberta disse: (http://news.bbc.co.uk/2/hi/science/nature/6548719.stm)

      The pathways of cellular decay are well known for modern organisms. And extrapolations predict that all organics are going to be gone completely in 100,000 years, maximum.”

      Não digaaaaaaaaaaaaaaaa. O que o cabeçalho da notícia diz?

      Protein extracted from 68 million-year-old T. rex bones has shed new light on the evolutionary link between dinosaurs and birds.

      Tiro no pé! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

      E no final da notícia:

      Dinosaurs, excluding bird lineages, disappeared from the face of the planet 65 million years ago. The reptiles are thought to have been killed off by an asteroid impact which struck off the present-day Yucatan peninsula in Mexico.

      Ho Ho Ho. Vai estudar, Jornalistazinho.

      A tua fé materialista faz-te negar o óbvio. Tudo bem. Cada um tem a sua fé.

      Pelo menos, eu sei ler.

      Tanta coisa para fugir à pergunta do “onde estão os fosseis transitorios do ornitorrinco”? Não te canses, eu fiz o trabalho por ti

      Estou cagando pro que vc escreve. Postou a fonte? É de uma entidade de pesquisa? Publicação indexada?

      vá… podes ver o link e depois censurar, como habitualmente.

      Postei só pra vc ter mais de 10 visitas hoje. Mas, não acostume.

      1. Sabino,

        Descobri a origem da sua burrice, você é português!! Tapado mesmo é você que não desconfia que para produzir, como diz você telemóvel, é necessário antes de tudo a cência básica. É sabino!! A ciência é a mãe da tecnologia. É a puta que pariu o telemóvel, por exemplo.

  14. O que o cabeçalho da notícia diz?

    O que esperavas que eles te dissessem? A crença pré-concebida na evolução de dinossauro para aves modela todo o conhecimento cientifico. Achas que te as análises “científicas” te iam dar um resultado contra a crença convencional?

    Mas vá lá… para ti e para o sque vivem agarrados à crença que a ciencia é objectiva lê isto: http:// designinteligente.blogspot.com/2008/04/t-rex-descobertas-espectaculares.html

    “Estou cagando pro que vc escreve. Postou a fonte? É de uma entidade de pesquisa? Publicação indexada?”

    se estás a cagar o problema é teu. A evidência está lá. Porque não vês por ti as fontes?

    1. O que esperavas que eles te dissessem?

      Ué, quem postou a notícia foi vc. Tenho culpa se vc não lê o que posta? Tem culpa, eu?

      A crença pré-concebida na evolução de dinossauro para aves modela todo o conhecimento cientifico

      Ué. Mas, foi a princesa lusitana que selecionou esta notpícia. E eu postei uma publicação INDEXADA. Vai estudar, vai, jornalistazinho.

      Achas que te as análises “científicas” te iam dar um resultado contra a crença convencional?

      Tenho certeza disso. Muitas teorias foram derrubadas na história da Ciência. Tenho culpa se vc não arrumou nada que refute? Tem culpa, eu?

      Mas vá lá… para ti e para o sque vivem agarrados à crença que a ciencia é objectiva lê isto:

      Não é um periódico INDEXADO. E… o que ele refutou? Nada! Tenho culkpa disso? Tem culpa, eu?

      se estás a cagar o problema é teu.

      Mesmo pq, vc que está espalhando as merdas por aqui. Tem culpa, eu?

      A evidência está lá. Porque não vês por ti as fontes?

      Tenho culpa se vc não postou nenhuma evidência de uma entidade de pesquisa ou uma publicação INDEXADA? Tem culpa, eu?

  15. Tenho culpa se vc não postou nenhuma evidência de uma entidade de pesquisa ou uma publicação INDEXADA? Tem culpa, eu?

    O pior cego é aquele que não quer ver mesmo.

    Mas por favor, coloca aí os fosseis transitorios do ornitorrinco como já te pedi. Porque estás a demorar? Onde estão os fósseis? Vai colocar outra vez 7 sites que falam de tudo menos de fosseis transitorios dos ornitorrincos?

    1. Se a princesa lusitana quer um fóssil… http://www.sciencedaily.com/releases/2005/02/050212203647.htm

      ScienceDaily (Feb. 16, 2005) — A 115-million-year-old fossil of a tiny egg-laying mammal thought to be related to the platypus provides compelling evidence of multiple origins of acute hearing in humans and other mammals.

      The discovery of the prehistoric jawbone, reported in the Feb. 11, 2005, issue of Science, suggests that the transformation of bones from the jaw into the small bones of the middle ear occurred at least twice in the evolutionary lines of living mammals after their split from a common ancestor some 200 million years ago.

      Ho ho ho. Taí o fóssil de um ancestral comum, bestão. :-D

      Mas, não esqueça que temos exames de DNA, conforme eu relatei e o Science Daily confirma: http://www.sciencedaily.com/releases/2008/05/080507131453.htm

      Quer mais uma fonte? Que tal a PNAS?

      Clique para acessar o 1238.pdf

      É uma publicação INDEXADA. :-D

      Que tal mais uma informação “digratis?”: http://www.utexas.edu/features/2008/tree/

      Desiste, princesa. Esta disputa vc perdeu. Como sempre. ;-)

      Hasta la vista, baby!

  16. meu deus… esse pessoal é tão cego.

    Eu perguntei pelos os fosseis transitorios e tu colocas-me um? ihih

    Ainda pra mais o fóssil que eu já tinha abordado no meu post. Um fóssil de uma mandíbula. Certamente muito se pode imaginar acerca de um fóssil de uma mandíbula. Os evolucionistas podem fazer como fizeram com o celacanto e imaginar possíveis pulmões e transições para terra.

    E este fóssil só complica as contas e as “verdades científicas”. Já que custa muito para este pessoal ir lá ver eu coloco aqui:

    Os relógios moleculares colocam essa separação entre 17 e 80 milhões de anos atrás, o que veio confundir o cientista que descobriu o fossil da mandíbula, o Timothy Rowe, uma vez que este fóssil data de 115 milhões de anos atrás.

    Eu só vou perder a luta quando tu me colocares os fósseis transitórios que já te pedi há uns 20 comentários atrás. E cheira-me que isso ainda vai demorar :)

    1. Meu filho, presta a porra da atenção. O que vc quer é arrumar uma falácia ad aeternum. Eu coloco 3 fóssies, vc vai querer o fóssil intermediário. Eu coloco o fossil intermediário e vc vai querer o intermediário do intermediário.

      A porra do exame de DNA exime tudo isso, bestão. Aceite ou não, a Evolução é FATO. A não ser que vc me prove o contrário. mostra como PUF ! Um ornitorrinco!

      Em suma, vai falaciar em outro lugar, bebê. Aqui vc não tem vez.

    2. Monotremes have left a poor fossil record, and paleontology has been virtually mute during two decades of discussion about molecular clock estimates of the timing of divergence between the platypus and echidna clades. We describe evidence from high-resolution x-ray computed tomography indicating that Teinolophos, an Early Cretaceous fossil from Australia’s Flat Rocks locality (121–112.5 Ma), lies within the crown clade Monotremata, as a basal platypus.

      Whereas the monotreme fossil record is still sparse and open to interpretation, the new data are consistent with much slower ecological, morphological, and taxonomic diversification rates for monotremes than in their sister taxon, the therian mammals.

      Mais um tiro no pé. :lol: :mrgreen:

    1. O Grande Coelho Atrasado nunca nos privaria das sabinices do Sadino, digo, das sandices do Sabino. Afinal, os fãs dele o amam e sempre aguardam pelas pérolas proferidas por ele.

      Na Escala Elizeu de Idiotices (que vai de 0 a 10), Sabino ganha 9,5. :mrgreen:

  17. Confesso que gosto de ver a forma como os teus “adoradores” te colocam num pedestal, e não vêm que só tens fugido às questões.

    Tiros no pé. eheh andas a jogar CS a mais caro jovem.

    A publicação da PNAS que colocaste diz algo que eu já te tinha mostrado… nem deves ter reparado nos problemas do fossil de 115 Ma. Diz assim: “Strict molecular clock estimates of the divergence
    between platypus and echidnas range from 17 to 80 Ma, but
    Teinolophos suggests that the two monotreme clades were already
    distinct in the Early Cretaceous”
    .

    Xi, o que falhou? Os relogios moleculares davam a ramificação do ornitorrinco do alegado ancestral entre 17 a 80 Ma, e surge um fossil “datado” de 115 Ma. Tá aí os relogios moleculares em que você confia.

    Olha o que a propria publicação diz quase no final: “Monotremes have left only a meager fossil record,”… mas só você é caprichoso demais para admitir isto. Não quer deixar os seus fãs decepcionados, eu compreendo.

    A evolução não é um facto. É uma filosofia. Ateísta, ainda por cima.

    Mas já que tu gostas tanto das “evidências” genéticas. Olha essa beleza: Rapid molecular evolution in a living fossil. A tuatara, um “fóssil vivo”, que se terá separado do seu ancestral há 220 Ma, não evoluiu nadinha… continua feia como o seu blogue. E o mais engraçado é que é a criatura com a maior taxa de evolução molecular até hoje observada.

    Cortas o próprio tronco onde estás sentado. Uma pessoa que censura os sites e blogues que apontam as falhas daquilo em que acreditas não pode nunca ver e admitir o óbvio. Tu e o Salazar ou o Mussolini é que se teriam dado bem amigo.

    1. Confesso que gosto de ver a forma como os teus “adoradores” te colocam num pedestal

      Eu sou um Deus. Você não sabia?

      e não vêm que só tens fugido às questões.

      Eu sei ler as reportagens. pelo visto, vc não.

      Tiros no pé. eheh andas a jogar CS a mais caro jovem.

      Prefiro Need For Speed. Cansei de dar Headshot em vc.

      A publicação da PNAS que colocaste diz algo que eu já te tinha mostrado…

      O detalhe que a princesa lusitana não leu TODA a publicação.

      nem deves ter reparado nos problemas do fossil de 115 Ma. Diz assim: […]

      Xi, o que falhou? Os relogios moleculares davam a ramificação do ornitorrinco do alegado ancestral entre 17 a 80 Ma, e surge um fossil “datado” de 115 Ma. Tá aí os relogios moleculares em que você confia.

      O idiota não sabe que um relógio molecular determina um TRECHO do código genético, e não todo ele. HEHEHEHE. Manda mais, Sabino! :grin:

      Olha o que a propria publicação diz quase no final: “Monotremes have left only a meager fossil record,”…

      E termina com “We describe evidence from high-resolution x-ray computed tomography indicating that Teinolophos, an Early Cretaceous fossil from Australia’s Flat Rocks locality (121–112.5 Ma), lies within the crown clade Monotremata, as a basal platypus.”. Vai no Gúgol e pede pra traduzir.

      mas só você é caprichoso demais para admitir isto. Não quer deixar os seus fãs decepcionados, eu compreendo.

      Eu compreendo que vc é um pobre coitado que só sabe ler sentenças pela metade. Ou é mau-caráter mesmo. Que os leitores decidam,.

      evolução não é um facto. É uma filosofia. Ateísta, ainda por cima.

      PROVE que não é. PROVE que ela é falha. PROVE que vc entende um mínimo de Biologia Evolutiva.

      Mas já que tu gostas tanto das “evidências” genéticas. Olha essa beleza: Rapid molecular evolution in a living fossil. A tuatara, um “fóssil vivo”, que se terá separado do seu ancestral há 220 Ma, não evoluiu nadinha… continua feia como o seu blogue.

      Porque, meu caro ignorante, Evolução não acontece caso não seja necessária. Se um determinado organismo está vivo e saudável num ambiente imutável, as modificações não serão comuns. Qualquer mudança poderá ser danosa e a Seleção Natural fará com que ele não gere descendentes. Capisce? Não, claro que não entendeu.

      E o mais engraçado é que é a criatura com a maior taxa de evolução molecular até hoje observada.

      Puxa, os seres humanos vieram do barro. Ohhhhhhhhh.

      Cortas o próprio tronco onde estás sentado.

      Pode me mostraralguma evidência?

      Uma pessoa que censura os sites e blogues que apontam as falhas daquilo em que acreditas não pode nunca ver e admitir o óbvio.

      Que resposta eu poderia dar?

      1) Foda-se

      2) Não dou a mínima

      3) Vá à merda vc e seu bloguezinho com 10 visitas diárias

      4) Procure um padre pra chorar?

      5) Todas as respostas acima.

      Tu e o Salazar ou o Mussolini é que se teriam dado bem amigo.

      Alt+F4 resolve o seu problema. Se pensa que vai ganhar de mim links de graça pro eu bloguezinho, está enganado. Em suma: vai á merda, Sabino. Isto é, vá pra sua igreja rezar.

  18. Em nome do Grande Spaghetti!

    Como é que vc agüenta isso, André??????!!!!!!!

    Quanto à ‘veneração’ que teus ‘fãs’ te dedicam….. veneração é para bocós, ‘tendeu, mizifiu ‘sabidão’. :razz:

  19. Olha aqui ô, bichona lusitana!!! Antes de tudo quem gosta de veneração, adoração, sentar no colo e pedir perdão são aqueles que cultuam uma porra de religião qualquer. E esse é o seu caso. Quero que sua “bíblia sagrada” e o fresco do seu papa, que defende essa babaquice criacionista, se fodam. Pra mim você tem mais cara de seminarista boiola do que de jornalista.

  20. :) tanta agressividade caros ateus

    ficam todos chateados por levarem com as verdades e as incongruências da teoria. e eu aqui, à espera dos fósseis que deram origem ao ornitorrinco. ah mas claro… a evolução não é preciso provar-se… ela está provada por natureza. Basta um fossil de um dente e de uma mandíbula para se comprovar evolução

    :)

    1. Oi, princesa. Tudo bem?

      tanta agressividade caros ateus

      E olha que ninguém fez vc comer merda nem ficar amarrado 390 dias. Aqui nós deixamos vc falar as merdas.

      ficam todos chateados por levarem com as verdades e as incongruências da teoria.

      Ah, sim. Verdade…. teoria… TEORIA CIENTÍFICA. Mais chateado eu fiquei ao esperar pelas suas refutações. Um dia, quem sabe…

      e eu aqui, à espera dos fósseis que deram origem ao ornitorrinco.

      Aquele que eu postei e a queridinha ignorou? Ou ficou chateada com os inúmeros artigos indexados sobre as análises do DNA dele?

      ah mas claro… a evolução não é preciso provar-se…

      Verdade. Pq ela já está mais que provada. Você ainda não refutou o processo de formação das espécies em anel. Tb, formado em uma “facurdadi” ridícula de jornalismo (ou será que é jornalista pq vende jornal na rua?), não se pode esperar muito.

      ela está provada por natureza.

      E em laboratório tb.

      Basta um fossil de um dente e de uma mandíbula para se comprovar evolução

      Que nada. As milhões de evidências genéticas (sabe… aquelas que um determinado ignorante lusitano ignorou) são provas muito melhores. ;-)

      Agora, mostra aí que seu deus largou um barro e surgiu algo como vc, prova. :-D

    2. Chato né Sabino? Com fatos pode se provar qualquer coisa… a ciência é realmente irritante.
      Diz pro seu deusinho deixar de ser tímido e maricas e parar de se esconder atrás de crentinhos como você! Se ele criou tudo, que venha aqui e prove! E a propósito, não coloco ninguém do Cet.net em um pedestal (sou hetero), mas me sinto no dever de reconhecer o trabalho dos caras. Sites como esse, o Ceticismo Aberto e o Projeto Ochkam são velas na escuridão. Se você quer continuar pastando, por mim tudo bem, mas não impeça que as outras ovelhinhas deixem o cercadinho teísta que você se encontra.

  21. André:

    A experiência tem mostrado que aliar jornalismo à religião só dá ‘merda’, senão vejamos:

    a) C.W.Ceram (pseudônimo do jornalista alemão Kurt Wilhelm Marek), se meteu a escrever “Deuses, Túmulos e Sábios”…veja no que deu,

    b) Weller Keller (cujas referências ‘ninguém sabe, ninguém viu’), também jornalista que se meteu a escrever “A Bíblia Tinha razão”…preciso dizer mais alguma coisa?

    c) J.J.Benítez, também jornalista, também seguiu o mesmo caminho, entre suas obras-primas encontramos:
    c.1) ‘Astronautas de Javé’, no qual insinua que os ‘anjos’ seriam ‘astronautas-seres de outros planetas’,
    c.2) ‘Ovnis: SOS Humanidade’,
    c.3) ‘Operação cavalo de tróia’ (olha, os absurdos científicos desta série são capazes de deixar qualquer um de orelhas em pé!!!!),
    c.4) ‘A rebelião de Lúcifer’.

    Isso sem contar outros tipos de profissionais que, tendo escrito sobre os temas, também soltaram pérolas incrivelmente hilárias:

    d) Von Daniken – gerente de hotel que, tendo lido o livrinho mágico,resolveu que associar religião à ÓVNIS escrevendo o livro ‘Eram os deuses Astronautas?’,

    e) Rebecca Brown, uma médica que teve seu registro cassado (pelo Estado de Indiana, EUA) por prescrever tratamentos impróprios e medicação inadequada à seus pacientes. Um grande dia ela resolveu escrever sobre religião e com isso nasceu o livro ‘Este Mundo Tenebroso’. Caso alguém aqui não conheça, ela vê demônios em todo o lugar: segundo o livro existem demônios que incitam os homens à concupiscência, avareza/materialismo….olha, é tão absurdo quanto ridículo!

    O que é necessário anotar é que, se tais profissionais podem ter questionadas suas motivações (suponho que tenha sido ela o ‘deus’ da modernidade: $$$$$), o mais perturbador é que milhares – quiçá milhões – de pessoas levam aqueles escritos à sério e saem defendendo aquilo…e mais! Tentando empurrar suas crendices absurdas ‘goela abaixo’ de todos os outros.

    Assim, meu caro, não se surpreenda com falaciosos como o Sr. Sabidão….ops….Sr. Sabino. Ele é apenas MAIS um.

    A resposta melhor seria: PROVE.
    Não provou? Pegue seu banquinho e saia de mansinho!!!

    Abraços a todos os céticos de plantão, que não crêem em histórias da carochinha. :razz:

    Aos crédulos: ‘que TEU deus te abençoe’, hehe. :mrgreen:

    1. Agradeço a Miss Fátima pelas elogiosas palavras. Sabino é apenas mais um pobre coitado. Na Escala Elizeu de Idiotices (de 0 a 10) ele ganhou nota 9,5.

      A você, Fátima, minhas reverências.

      A vocês, criaBURRIcionistas:

  22. Taí a Fátima parece ter desvendado os inconfessáveis interesses do portuga. Vai ver que o luso está desempregado e resolveu escrever um livro de fábulas bíblicas, aí meu saco, mais um…… Sugiro até o título: “A bíblia segundo Marcos Sabino” para crianças, claro.

    abraços

  23. “O idiota não sabe que um relógio molecular determina um TRECHO do código genético, e não todo ele.”

    Por outras palavras… os relógios moleculares não servem para nada. Ou melhor, servem quando parecem confirmar a fábula da evolução mas já não servem quando ela não confirma a mesma.

    “As milhões de evidências genéticas (sabe… aquelas que um determinado ignorante lusitano ignorou) são provas muito melhores.”

    Aquelas evidências genéticas q

  24. “As milhões de evidências genéticas (sabe… aquelas que um determinado ignorante lusitano ignorou) são provas muito melhores.”

    Aquelas evidências genéticas que dizem que o morcego e o cavalo são os animais mais semelhantes geneticamente (PNAS, NewScientist. Realmente, o cavalo e o morcego têm tudo a ver. Mundo de fantasia.

    O maior cego é aquele que não quer ver.

    ;)

    1. ATENÇÃO FÃS DO SABINO! CHEGOU A HORA DA DIVERSÃO

      Por outras palavras… os relógios moleculares não servem para nada.

      Uh-lá-lá! O Zé Ruela não sabe ler em inglês E MUITO MENOS em português. Falácia do Espantalho nele.

      Ou melhor, servem quando parecem confirmar a fábula da evolução mas já não servem quando ela não confirma a mesma.

      O fato de não confirmar (por não estar relacionado diretamente) não implica que refute. A Lei da Gravitação explica porque não podemos ter um moto contínuo? Não, mas na opinião do Sabino, ela prova que é possível. hehehe

      Aquelas evidências genéticas que dizem que o morcego e o cavalo são os animais mais semelhantes geneticamente.

      Falácia do Espantalho de novo, Sabino? Vamos ver o que diz a New Scientist que vc, idiotinha, postou:

      Bats and horses get strangely chummy (Morcegos e cavalos possuem um estranho parentesco).

      Chummy é derivativo de chum. Leia o que a Britannica diz sobre chum AQUI. Leu bem? PA-REN-TES-CO.

      (…) bats seem to be more closely related to horses than cows are. (morcegos parecem ser MAIS PRÓXIMOS dos cavalos DO QUE as vacas).

      Isso significa, cérebro de ameba, que a COMPARAÇÃO era entre morcegos, cavalos e VACAS. Não falou que era a relação MAIS PRÓXIMA de todas, bestão.

      Agora, vai estudar. Comece com leitura e interpretação de texto.

      Realmente, o cavalo e o morcego têm tudo a ver.

      Claro que têm! São mamíferos.

      Mundo de fantasia.

      Como no caso dos unicórnios na Bíblia?

      O maior cego é aquele que não quer ver.

      O melhor exemplo de criaBURRIcionista é aquele que vê o que quer.

  25. É Sabino!!! A vida fora de Portugal é dura. Aqui não não se alisa carolas. Agora pegue seu sininho de sacristão que vai começar a palhaçada pagã, digo a missa.

    1. malta, menos drama! eu tb sou portuguesa, nao vivo num pais de 3º mundo, como andam ai a querer passar, e encontro um happy medium entre a religiao e a ciencia, ate pq sou do curso de CIENCIAS E TECNOLOGIAS. se fossem educados, respeitavam a opiniao uns dos outros e nao se insultavam mutuamente. pq sim, parece que os lindos e tao inteligentes brasileiros, que ate nem sao uma grandessissima mistela de povos que nem nome decente tinham antes dos “portugas” ai chegarem, parece que querem vir todos para Portugal, e quem tem de levar com as vossas diarreias mentais somos nós. eduquem-se primeiro, todos, portugueses e brasileiros, que ja andam tds a viajar na maionaise ha muitos comments atras.

  26. Quem diabos que ir a essa merda de país? E você ainda se diz educada? Com esse palavrório de européia de quinto Mundo? O Brasil foi o esconderijo dos “corajosos” portugueses. Grande parte de nossas diarréias mentais ainda é herança dessa quase-Àfrica terra do vira. O guloso D. João VI deve ter ensinado bastante educação para esse povinho de além mar.

  27. Postagens sobre brigas bairristas serão limadas a partir de agora. Solicito aos participantes que comentem unicamente sobre o artigo em questão. Não dou a mínima quem nasceu onde.

  28. Caraca!!! esse marcos sabino é português isso explica todos os posts dele..kkkk
    há muitas evidências da evolução e muitas formas de transição foram encontradas mas ainda assim ele rejeita so fatos… :grin:

  29. Ah sim ia esquecendo perguntem pra esse tal de sabino por que o olho dos cefalópes é mais bem projetado do que o dos mamíferos…(os nervos estão atrás da retina)…

  30. Caro André,

    Minha opinião é que voce tem um estilo de resposta muito agressivo…E tambem acho que voce não deve dar a minima pra minha opinião.
    Outra opinião é que voce embasa muito bem suas alegações, ao contrario do jornalista que se baseia em uma crença obviamente primitiva e tenta lhe imputar todas as falhas de argumentação que ele comete.

    Por favor, continue com esse estilo agressivo…Está sendo muito interessante acompanhar o coitado esperneando enquanto voce o massacra!!!

  31. Esse animal teria que evoluir de um grupo intermediário entre
    os dinossauros que se tornaram mamíferos e os outros que
    evoluíram para aves, isso não é improvável?

  32. Estava olhando aquele videozinho do Youtube que o Sabino enviou (http://www.youtube.com/watch?v=71-QYtxi8Bw, que é daquelas piadas tão sem graça que a gente literalmente se mata de rir só da capacidade do criador da piada :grin: ) e me lembrei de um gênero de gobi de água-salobra ATUAL (Como faço para colar em negrito, itálico e sublinhado?) , o Periophthalmus (Popularmente chamado de Saltador-da-Lama ou “Peixe-Bailarino”), e resolvi deixar a foto desse bichinho aqui:

    Esse bichinho bota o ornitorrinco no chinelo :smile: . (É por essas e outras que eu tranquei minha matrícula no curso de Ciência da Computação e vou fazer Biologia :grin: )

    Mas depois que descobri que o Sabino é um teórico da Teoria da terra recente (Um belo dia, um antigo egípcio sai pela rua e é devorado por um tiranossauro LOL :smile: ), acho que vou seguir o conselho da minha família (“Meu filho, para de entrar em sites religiosos e vê se arruma uma namorada” :smile: )

  33. Olhando este artigo, chego á me perguntar: Será que virou modinha nos dias de hoje as pessoas voltarem á acreditar que a Terra tem apenas 4.000 anos e que os dinossauros conviveram com seres humanos (Teoria da Terra Recente)? Será que as pessoas realmente querem que todo mundo acredite que
    um belo dia um antigo egípcio, romano ou babilônio anda no meio da rua e é devorado por um T-Rex (LOL)? Todos os teóricos da Teoria da Terra Recente falam que esta é a “verdadeira ciência” [sic] e nós, os evolucionistas, somos os “pseudocientistas” [sic] que negam a “verdadeira ciência” [sic]. Cada um acredita na teoria científica que quiser, desde que eles não fiquem impondo á força de espada suas pseudociências nos Orkuts, Youtubes e Yahoo Respostas da vida :mrgreen: Uma vez eu conheci um amigo meu que dizia que “lobos e cachorros não tinham nenhum grau de parentesco”. Este meu amigo acreditava também que um lobo era tão próximo com um cachorro quanto uma minhoca era com uma galinha :roll: Eu só queria saber então como essas pessoas explicam porque nascem híbridos entre um lobo e um cão e não entre minhocas e galinhas (kkkkk) :mrgreen: . Será que virou “politicamente incorreto” nos dias de hoje dizer que é evolucionista? Se eu provasse o contrário, este meu amigo tinha um ataque de histeria que nem uma criança birrenta e dizia: “Não, eles não tem porque não tem e deu, e eu não vou te esplicar porque não quero. Continue sendo evolucionista que vc estará sendo um ‘bobo burro e feio com cara de mamão’ ( :mrgreen: , claro que não era ‘exatamente estas palavras’ mas era quase :)”. Afinal, se nós, os ‘pseudocientistas’ [sic] evolcionistas somos assim tão “burros, imundos, nojentos, medíocres, retardados e energúmenos” quanto esses idiotas acham que nós somos, porque os idiotas da terra recente sempre querem criticar a Teoria da Evolução SEM NUNCA TER LIDO UM LIVRO DE ENSINO MÈDIO DE BIOLOGIA NA VIDA? Querem criticar a Teoria da Evolução com bons argumentos, ÒTIMO, DESDE que PELO MENOS leiam um pelo menos um livro de Ensino Médio na vida, e não venham com essa de “Se o homem veio do macaco, porque o macaco não vira gente?” (Engraçado que as pessoas falam e os macacos gritam (Lembra algo?), as pessoas tem pele e os macacos tem pêlo (Lembra algo?).
    :mrgreen:

  34. E só para complementar: Não, nós, os evolucionistas, NÃO dizemos que o “homem veio do macaco” e sim que tanto o ser humano quanto os macacos tiveram um ANCESTRAL COMUM. Agora, não espero nada de fixistas que não sabem nem mesmo falar “Prutuguêis dereito pruque num pricisu instudá a sabedoria deste mundo pra cê felis” :mrgreen:

  35. É assim mesmo, essas pessoas vivem no Planeta Biblia e estao totalmente desligadas da realidade. Ainda ontem, um criacionista veio me torrar o saco insistindo na “Lei da Biogenese” como se fosse a prova definitiva para derrubar a Teoria da Evolucao.

    Eu dei um argumento que refutava a alegacao dele, e esse cidadao nao entendeu nada ! E ainda insistiu como um perfeito ignorante… e qdo citei “sais de amonia e uréia”, ele nao sabia o que era uréia… e ainda confundiu com “sais de uréia” ! Nao conseguiu nem mesmo interpretar corretamente a resposta e ainda demonstrou desconhecimento em Quimica Organica !

    E no fim, o ignorante apelou para a 2° Lei da Termodinamica… e qdo perguntei a ele quais eram as outras leis (zero, um e tres), ele nao soube dize-las…

    É esse tipo de criacionista que temos de lidar. Pelo menos 99% deles nao possuem nem mesmo o minimo conhecimento para defender as suas alegacoes estapafurdias.

    É impossivel leva-los a serio. Estao mais preocupados em atacar a TE, do que provarem a validade do DI.

    Ainda vao levar milhoes de anos para evoluirem e desenvolverem uma notocorda rudimentar e ainda vao perder feio para os platelmintos.

  36. “Eu perguntaria de outra maneira: Se os dinossauros se extinguiram há 65 milhões de anos, porque podemos encontrar hemoglobina e outros tecidos moles em osso fossilizado de dinossauro?”

    Esse “Sabenada” é um fanático (CriaBURROcionista, segundo vocês :grin: ). Pelo que sei, o processo que levou a preservação do alegado tecido foi a substituição da matéria orgânica por minerais (na maior dos casos, fosfato de cálcio).

    Corrijam-me se eu estiver errado, sim? :cool:

  37. Eu assistindo um vídeo do Pirula estes dias, e vi o seguinte vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=GTad-8hVc_Q&feature=c4-overview&list=UUdGpd0gNn38UKwoncZd9rmA , onde no final ele fala sobre o ornitorrinco (eu fiquei de boca aberta com isso).
    Acho que ajuda mto a entender pq o nosso amigo ai é um mamífero tao diferente..

    obs.: como eu salvei o comentário explicando o que era publicação indexada, qdo voltei aqui vi que era uma postagem sobre o ornitorrinco e quis compartilhar o video do pirula

    1. André, não é religião. São pelo menos 30 anos de pesquisas documentadas sobre o tema. Veja uma referência: https://www.epochtimes.com.br/experiencias-quase-morte-30-anos-pesquisa-parte-3/#.VsJF0PGHCp4. No próprio link que você citou, na área de comentários, perceba que há alguns elementos mencionados nestas experiências para as quais não há explicação científica mesmo utilizando os estímulos no lobo temporal – no máximo, consegue-se reproduzir a “sensação” de sair do corpo, mas não explica a consciência que estas pessoas possuem ao descrever todo o ambiente no qual estiveram, incluindo pessoas que encontravam-se em determinados lugares, o que falaram, o que faziam e outras coisas. É de fato um tema interessante.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s