Category Archives: Medicina

Pesquisa faz cérebro achar que as próteses são tao naturais quanto o membro natural

ESTE ARTIGO É CONTRA-INDICADO A FILÓSOFOS QUE ACHAM QUE PRÓTESES SÃO EUGENIA

Nossos corpos são fantásticos mesmo nos menores movimentos. Se nosso cérebro fosse um computador, ele teria vários loops e sistemas recursivos para fazer movimentos simples, como o de uma pinça usando os dedos. Não apenas isso, mesmo no escuro, seu cérebro sabe onde cada membro está. Se você estiver num quarto escuro e fechar os olhos, se lhe disserem para juntar a ponta dos indicadores de cada mão sobre a cabeça, seu célbo se encontra lindamente. Se você, meu amigo, quiser ir urinar de noite, no escuro, não vai precisar ficar procurando o seu “amiguinho” (achar o vaso é outra história, o que fará a sua devotada cônjuge ter arroubos de loucura pelo chão todo molhado). O problema é que isso, apesar de parecer simples, é um problema para quem projeta próteses. O cérebro não as encontra direito. Mas isso parece mudar com uma nova tecnologia da Cleveland Clinic

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pesquisadores registram zumbi do bem devorando sinapses (ok não é bem isso)

Normalmente, as pessoas acham que o cérebro é uma bela massa esponjosa feita majoritariamente de água (no que estão certas) e as células são todas iguais (no que estão completamente erradas). As células da glia, por exemplo, são células não-neuronais do sistema nervoso central. Basicamente, elas proporcionam suporte e nutrição aos neurônios. Estas células são divididas nos seguintes tipos: Macroglia (astrócitos, oligodendrócitos e células de Schwann) e Microglia.

Para fins de presente artigo, ficaremos só com as microglias, essas coisinhas lindas que protegem no cérebro e ajuda a crescer sinapses, tendo sido observadas de uma forma nunca antes na história celular do cérebro.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Baixo consumo de calorias está relacionado a diminuição de doenças do envelhecimento

Se você é homem casado, sabe que se tem mulher em casa fazendo dieta para emagrecer, fatalmente você também estará fazendo dieta. Minha digníssima, por exemplo, está fazendo dieta low-carb. Uma maravilha, mas isso só dura quando você se vê almoçando lasanha de berinjela, com aquele maravilhoso sabor da derrota.

É um fato que a diminuição de carboidratos ajuda a perder peso, além de evitar doenças futuras, mas agora, num estudo mais completo, ficou evidenciado que a restrição calórica, de uma maneira geral, diminuiu o envelhecimento e o metabolismo e protegeu contra doenças relacionadas à idade.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Um estetoscópio no cérebro para saber o que você tem na cabeça

No tempo da TV ao vivo, era um problema sério. Tudo tinha que ser resolvido na hora. Até mesmo as novelas eram ao vivo. Conta a Glória Menezes que ela tinha que dizer a fala dela olhando para a câmera, e a câmera ia se afastando. Era uma novela de época, e a Glória com aquele vestidão de direito. O problema é que o suporte da câmera engatou na armação do vestidão e à medida que a câmera ia recuando, a Glória Menezes teve que andar junto, ou ia cair no chão. E era AO VIVO! Já o finado ator Jaime Barcelos, durante um Tele Teatro (ao vivo, claro), numa cena que ele tinha que cair, o fez de mau jeito caiu e se machucou, quebrando a perna. Tiveram que retirá-lo de lá imediatamente. Então, pegaram um mané, o vestiram de médico, ele entrou, colocou o estetoscópio na cabeça do Jaime e vaticinou: “ele morreu, senhora”, removendo o ator dali e levando-o pro hospital.

Imagine se realmente desse para ouvir o que você tem dentro da cabeça. Sim, é bizarro o pensamento que podermos ouvir o que se passa lá dentro, mas nem é bem isso… quer dizer, até é, mas não no sentido de ouvir o que você anda pensando (nem queremos nos escandalizar tanto). Pesquisadores estão estudando as potencialidades de um estetoscópio cerebral. Ele não é como um estetoscópio per se, mas sim um algoritmo que traduz a atividade elétrica do cérebro em sons. E esses sons são traduzidos em ondas numa tela de comutador e podemos analisá-las. Mas calma, o artigo ainda não acabou!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Laugh Track – A Ciência da Trilha de Risada

O riso é uma expressão praticamente humana. Nos faz nos sentir bem e demonstramos com isso que estamos apreciando determinada situação. Por isso foram criadas as piadas, peças de comédia e isso evoluiu para programas de rádio e TV. O problema é que nem sempre as pessoas achavam engraçado, o que era ruim para programas ao vivo. Com isso foi inventado o laugh track ou trilha de risada. Aquele disco chato de gente rindo, de forma a lhe convencer que um esquete de algum programa de humor sem graça é engraçado. Pior que realmente ajuda a fazer você achar engraçado.

Mas como a laugh track começou? Por que começou? Bem, vamos ao vídeo, pois tem ciência e tecnologia por detrás disso.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pseudoterapia com abelhinha fofinha causa morte. SUS finge que não viu

O Brasil, lugar que ama a Pseudociência, já baixou normativa do Ministério da Saúde oferecendo nos hospitais e postos de saúde do SUS atendimento a vários tipos de pseudociência. Um deles é o apiterapia, que é o tratamento com abelhas e seus produtos, que nem sua avó, que tudo mete própolis na receita. Evidências científicas? Vamos ficar devendo, mas uma pesquisa veio trazer um lado… ruinzinho deste tratamento. Pessoas estão morrendo por causa dele.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Impressoras imprimindo estetoscópios causam boa impressão

Impressoras 3D estão como bluetooth: tudo fica melhor com elas. Seu barateamento acaba sendo a chance de termos em larga escala uma série de produtos, desde várias estatuetinhas do Yoda até algo importante e nem sempre muito barato (mesmo para padrões lá fora. Aqui no Brasil tudo é caro, mesmo, de qualquer forma).

Agora, pesquisadores estão produzindo aparelhos médicos usando apenas impressoras 3D, e ao que parece os resultados são muito bons.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quem quer mais pseudociência no SUS? Ninguém? Toma pseudociência!

Desde manhã estão repassando a notícia que o Ministério da Saúde anunciou 10 novos procedimentos para o SUS, como bobagens da dar passe, digo, imposição das mãos entre outras bobagens. Eu nem sei por que as pessoas acharam isso algo digno de nota, já que ano passado o SUS liberou tratamentos eficazes como ayurveda, quiropraxia, ioga, shantala, arteterapia, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, reflexoterapia e reiki entre as práticas. E sim, claro que eu noticiei.

Eu nem vi novidade.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

ONG “veste” estátuas com próteses pros seus membros amputados

Eu não sou de Humanas, sabe? Eu não consigo ter a evolução mental e filosófica para entender certos vieses neoclássistas e como intelectuais austríacos viam o mundo, refletindo sobre as condições birguesas e o avanço da sociedade eugenista. Eu não consigo, portanto, ver nada de ruim em próteses, apesar de alguns acharem que isso é apenas externar eugenia e preconceito. Próteses são uma forma de fazer pessoas que perderam membros terem uma vida melhor, e viverem melhor consigo mesmas.

Assim, um ONG de caridade chamada Handicap International fez uma campanha para conscientizar pessoas, equipando uma série de estátuas de Paris com próteses para os membros. E ficou muito legal.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Linguagem inclusiva – inclusiva de verdade ou “Por que usar @ e X no final das palavras é idiotice”

Olá amiguinhos e amiguinhas! Quanto tempo!

Então, vocês devem lembrar que muito tempo atrás numa galáxia muito distante eu escrevi alguns textos sobre fala e escrita. Hoje eu queria retomar esse tema pra explicar o que é linguagem inclusiva e porque enfiar x/@/e em tudo NÃO é a solução.

Antes de tudo, vamos lembrar de uns fatos básicos que eu venho ressaltando nessa série de textos:

Sobre Bárbara Rocha

Quero ser linguista quando crescer.