Sonda Juno capta imagens chocantes de Júpiter

Júpiter é um mundo fascinante. Como todo planeta gasoso, ele é praticamente formado por gases (surpreendente, não?). qualquer um com um mínimo conhecimento de Física sabe que haverá a tendência de aparecer eletricidade estática, mas uma descarga elétrica inesperada, surgida em meio a nuvens com uma mistura amônia-água, chamou a atenção. Um dos motivos é pela composição das nuvens serem de amônia. Mas calma que tem mais: não é apenas um raiozinho, mas uma tempestade elétrica violenta do tipo Thor dizendo pra Iansã “pega leve, tia!”

Continuar lendo “Sonda Juno capta imagens chocantes de Júpiter”

Júpiter, o imanzão

A Terra tem um campo magnético que nos ajuda a ficar imunes (ou quase) aos desmandos do Sol, quando partículas de alta energia são cuspidos fora. A maior parte é defletida por este campo de força, por assim dizer, e quando passa pelas latitudes mais superiores e inferiores há a formação das auroras.

Claro, você vai achar que isso é característica nossa, certo? Errou, otário! A sonda Juno descobriu que Júpiter, não só tem um campo magnético também, como é surpreendentemente complexo. Tão complexo que Júpiter não possui polo norte e sul magnéticos como aqui. Então, nem pense de ir pra lá levando sua bússola.

Continuar lendo “Júpiter, o imanzão”

Juno dando um rolê em Júpiter e filmando seus passeios

A sonda robótica Juno foi lançada em 5 de agosto de 2011, chegando em seu destino final, a órbita de Júpiter, em 5 de julho de 2016. 5 longos anos viajando pelo Espaço até o Senhor dos Planetas. Para vocês terem uma ideia do tamanhão de Júpiter, a órbita completa da Juno demora cerca de 53 dias. Uma maravilha da Engenharia e ciência aeroespacial.

O vídeo a seguir mostra a 11ª vez que a Juno chega bem próximo de Júpiter (sim, ela só chegou bem pertão do planetão apenas 10 vezes, desde 2016!). Não é um vídeo, vídeo, mesmo, e sim um time lapse de várias fotos, tiradas em diferentes comprimentos de onda, tendo suas cores ajeitadas. Ainda assim, um espetáculo e tanto!

Continuar lendo “Juno dando um rolê em Júpiter e filmando seus passeios”

Pesquisa encontra sal em Europa. Pesquisadora surta e diz que pode ter vida lá

Eu gosto das associações que costumam fazer. Algumas, totalmente despropositadas. Outras, têm até um motivo para a associação e esse motivo é simplesmente ser notado. Tive um belo vislumbre disso ao ler uma pesquisa científica que determinou a presença de cloreto de sódio (o sal de cozinha, você sabe) em um lago de Europa (o satélite de Júpiter e não o continente).

Uma das conclusões da pesquisadora é que isso podia ser indício de ter seres vivos lá.

Continuar lendo “Pesquisa encontra sal em Europa. Pesquisadora surta e diz que pode ter vida lá”

O toque divino mostrando a face do Deus dos Planetas

Doce Juno, esposa de Júpiter, amada rainha dos deuses. Odiada por Calisto, a quem Juno transformou em ursa e Júpiter a transformara em constelação. Amada e terrível. Gravitando em volta do seu amado, adorando-o, protegendo-o, beijando-lhe a fronte, desvendando seus segredos.

Em 5 de agosto de 2011, a sonda Jupiter Near-polar Orbiter, foi lançada. Como a NASA sempre gosta de batizar suas sondas de maneira especial (mas muito amada) deram, como sempre, uma pequena forçadinha para que ela pudesse se chamar Juno, com a missão de pesquisar a origem e evolução do Rei dos Planetas. A órbita de Juno ao redor do seu amado é de 53 dias (sim, Júpiter é MUITO grande) , e o vídeo abaixo mostra a 16ª perijove (o ponto da órbita mais próxima de Júpiter), ocorrido em meados de 2016.

Continuar lendo “O toque divino mostrando a face do Deus dos Planetas”

Quando Juno beijou Júpiter e postou nude dele

A missão Juno começou quando ela subiu ao Espaço em 5 de agosto de 2011, chegando lá em 30 de abril de 2016. Ela está em órbita polar desde então e sua missão é descortinar os segredos de Júpiter, o Senhor dos Planetas, perscrutando o que tem embaixo de suas grossas nuvens e pesquisar a origem e evolução de Júpiter.

Poucos dias depois de comemorar seu primeiro aniversário na órbita de Júpiter, a Juno vai logo para a Grande Mancha Vermelha de Júpiter, aquela imensa tempestade que dura séculos, com mais de 15 mil quilômetros de largura.

Continuar lendo “Quando Juno beijou Júpiter e postou nude dele”

Hubble procura por plumas de vapor em Europa

O Telescópio Espacial Hubble pode ser velhinho, mas é valente. Passando por várias manutenções, atualizações e upgrades, Hubble tira imagens sempre incríveis.

Agora, pesquisadores pesquisam a fundo o que parecem emanações de plumas de vapor d’água do satélite Europa. Se isso for confirmado, pode ser que haja uma nova fonte provável de haver um lugar propício ao surgimento da vida. Mas o que realmente foi descoberto?

Continuar lendo “Hubble procura por plumas de vapor em Europa”

Os fantasmagóricos sons de Júpiter

O Senhor dos Planetas tem segredos. Alguns desses segredos são bem secretos. O que se esconde lá? Na certa, seres vivos, pois há homens bons morando no interior de Júpiter, segundo a Revista Espírita, Ano I, Março de 1858, nº 3. Hoje sabemos que não é bem assim. Ou será que não?

Quando uma sonda da NASA fez a sua primeira órbita completa em torno de Júpiter, um instrumento Universidade de Iowa gravou sons do Planeta-Deus. Sons aterrorizantes. Almas? Espíritos? Monstros? Inferno?

Prepare-se para o medo. Aqui o som das almas de Júpiter!

Continuar lendo “Os fantasmagóricos sons de Júpiter”

As maravilhosas auroras jupiterianas

Os melhores blogs sobre Astronomia em língua portuguesa, com certeza, é o Space Today e o Astro PT. Mas, de vez em quando, eu gosto de noticiar também. Não sempre, mas não custa nada compartilhar algo de interessante, apesar da abordagem mais técnica ficar a cargo desses dois supracitados. Eu ainda prefiro as coisas que fedem e fazem KABUM.

De qualquer forma, eu achei interessante sobre como tempestades solares desencadearam auroras em Júpiter. As intensas “Luzes do Norte” do Senhor dos Planetas vistas no espectro de raios-X  são oito vezes mais brilhantes do que quaisquer outras por aqui, e centenas de vezes mais energéticas do que auroras aqui na Terra.

Continuar lendo “As maravilhosas auroras jupiterianas”

Júpiter pode se tornar uma estrela um dia? (vídeo)

Quando a sonda Galileu se chocou contra Júpiter, muitos ficaram com medo que a pilha atômica que aquela sonda usava detonasse o hidrogênio do Planeta-Deus, incendiasse-o e o gigantão se transformasse numa nova estrela. Será mesmo que isso é possível.

O medo e a ignorância fazem coisas incríveis conosco, mas nem sempre isso tem fundamento. Ou será que tem? Pode Júpiter se tornar uma estrela um dia? A resposta está em mais um vídeo,

Continuar lendo “Júpiter pode se tornar uma estrela um dia? (vídeo)”