Divulgador científico tem que acabar! Educador financeiro também

Um monte de gente virá me xingar, ainda mais que só lerá o título. Não que o título tenha alguma pegadinha. É exatamente isso que eu penso: divulgador científico e educador financeiro tem que acabar. Você tem o direito de não concordar comigo, e eu de lhe ignorar. Não mudarei uma linha.

Continuar lendo “Divulgador científico tem que acabar! Educador financeiro também”

O que eu sei sobre a explosão no porto de Beirute

Deu muito ruim em Beirute ontem. Não sanduíche, a capital do Líbano. As notícias que começaram a chegar foi que houve uma enorme explosão. Começaram com um monte de informações desencontradas, como é normal em acontecimentos deste tipo. Achava-se que era algum ataque, você sabe… Líbano, né? Israel disse que não teve nada a ver com aquilo. Hezbollah confirmou que Israel não teve nada a ver com aquilo (sim, pois é). Alguns acharam que era um depósito de mísseis do Hezbollah e um energúmeno que meteu um texto no Google Translator achou que era uma loja de mísseis. Afinal, o que aconteceu?

Aconteceu uma sucessão de erros, foi isso que aconteceu!

Continuar lendo “O que eu sei sobre a explosão no porto de Beirute”

As idiotas programações de TV com um objetivo verdadeiro

Eu pus artigo sobre jornaleiros idiotas chamando leigos para dar palpites sobre coronavírus, pandemias, quarentenas etc. quando chamam especialistas, é apenas para seguir a máxima “tragédia vende”, sendo que informação fica em último lugar. Mas quem disse que veículos de informação servem para dar informação? Sim, eu sei que é chocante, mas veículos de informação não existem para informar, mas para vender seus produtos. Mas eu queria salientar outras coisas, que até caberiam no artigo anterior, mas eu tive um bom motivo*.

Continuar lendo “As idiotas programações de TV com um objetivo verdadeiro”

Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende

O problema do jornalismo é que ele deixou de existir para dar lugar ao que eu chamo de jornaleirismo. Sabem aquela figura clássica do molequinho vendedor de jornais? Para vender mais jornais ele gritava as manchetes e quanto mais sensacionalista, mais chamava a atenção. Com isso, eles gritavam manchetes que efetivamente não estavam no jornal, inventando polêmicas que não existiam, seguidos de EXTRA! EXTRA! Isso despertava a curiosidade das pessoas e saiam vendendo os jornais, para então o bando de otários perceberem que foram enganados e o moleque ter picado a mula com bolso cheio de moedas. No dia seguinte, o processo se repetia. Com o tempo, jornais perceberam que poderiam facilitar este trabalho sem mentir (muito), bastando adequar as manchetes ou dando ao público o que o público quer: opinião de famosinhos. Celebridades sempre venderam tudo, você sabe.

Continuar lendo “Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende”

Pesquisadores criam munição que não faz mal à saúde das pessoas

armas-flores

Guerra é legal para os negócios, mas não muito legal para quem está combatendo. Não apenas isso, tomar um tiro é muito ruim, mas muito ruim também é envenenamento por chumbo. Chumbo não é legal! Toda vez que uma arma dispara, partículas de chumbo são dispersas pelo ar, e isso é muito, muito ruim. Como a responsabilidade ambiental é algo com a qual devemos estar sempre preocupados, uma pesquisa procura desenvolver munição que não seja tóxica, evitando que afete a saúde das pessoas.

Sim, eu espero você terminar de rir.

Continuar lendo “Pesquisadores criam munição que não faz mal à saúde das pessoas”

Passageiro malucaço ameaça passageiros de avião dizendo que Jesus era Negão, sangue bom

Conheci um cara, que se chama Jesus. Só não veio hoje, porque acabei de inventar esta gracinha. O problema é que um idiota surtado (branco) ameaçou os passageiros de um voo da Alaska Airlines, que acabou tendo que fazer um pouso de emergência Seattle, Washington, no sábado. Sim, só isso já era para garantir pena de morte. Ninguém merece ir pra Seattle.

O inusitado, é que este energúmeno não pediu cem mil, cem mil dólares de resgate. Este boçal estava exigindo que aceitassem que Jesus era um homem negro. Tem vídeo, e a cereja do bolo você vai ver.

Continuar lendo “Passageiro malucaço ameaça passageiros de avião dizendo que Jesus era Negão, sangue bom”

Artigos da Semana 22

Domingão de Sol. Por causa da quarentena que todo mundo está violando e eu não sou idiota de ir nessa onda, não pude alugar um caminhão para ir comer feijão. Bem, é isso. Estou pouco inspirado hoje. É só abertura para postar os artigos que publiquei durante a semana.

Não, não me olhe assim. Você também está com preguiça que eu sei!

Adolescente é assassinada por mãe louca

As pessoas são burras, e eu canso de falar isso. Nos piores períodos da História aflora-se o pior das piores pessoas. De vez em quando, aflora o pior até das melhores pessoas. Voltando ao ponto da primeira frase: as pessoas são burras, extremamente burras. Num mundo que há festa do sarampo, com mães levando seus filhos para se contaminarem e criarem anticorpos, porque não querem pagar pelas vacinas (especificamente, nos EUA) alguém bem idiota acharia que esse tipo de gente ficaria mais inteligente no meio da pandemia de coronavírus.

Carsyn Davis, de apenas 17 anos, teve um vislumbre do quanto as pessoas podem se idiotas, mas não teve tempo de ser testemunha disso. Ela morreu. Morreu, não por causa do coronga, mas pela loucura alheia.

Continuar lendo “Adolescente é assassinada por mãe louca”

A odiosa cultura do cancelamento assassinando pessoas

 

Existem coisas que as pessoas se negam a reconhecer. Uma delas é que as pessoas não prestam, não valem nada em sua maioria! Outro ponto que ninguém quer assumir como verdade: redes sociais não são sociais. São um nojo. Motivo? Leiam o parágrafo desde o início.

Ficou muito fácil bancar o machão de internet, só que isso tem um preço. Diferente de você sair e chamar o primeiro bombadão de academia de filho da puta, é mais fácil disseminar ódio, pois facilmente sairá ileso. É a cultura do cancelamento, que com a anuência desses malditos jovens, se tornou uma arma de destruição em massa. Uma arma devastadora e destruidora de vidas. Vou citar três exemplos, em que um deles acarretou numa punição.

Continuar lendo “A odiosa cultura do cancelamento assassinando pessoas”

Artigos da Semana 20

Estamos no Apocalipse Coronga. Alguns acham isso horrível e eu só na base do “teremos menos, mas melhores pessoas”. O Tennessee está com uma onda que o mundo vai acabar num ataque nuclear. Estamos com uma tempestade de areia e para variar os gafanhotos estão vindo aí. Só falta a maior catástrofe mundial: todos os brasileiros sobreviverem.

Enquanto isso, que tal ler o que foi postado durante a semana. Vocês adorarão o último