Teletransporte: Um sonho impossível?

startrekteleporter.jpgPesquisas independentes na Áustria, Austrália e Dinamarca têm dado os primeiros passos no desenvolvimento de equipamentos de teletransporte. Os resultados ainda são rudimentares, e estão muito distantes do teletransporte clássico pelo qual as pessoas vão de um lugar a outro num piscar de olhos. Mas os pesquisadores envolvidos comemoram as conquistas.

Por enquanto, as pesquisas conseguiram trabalhar com o teletransporte quântico, como a transferência instantânea de fótons e átomos de um lugar para outro.

“O teletransporte foi idealizado para ser algo impossível de se conseguir. Entretanto, agora, sabe-se que é algo possível.” A certeza é de Charles H. Bennett, da IBM Research, parte da equipe que foi pioneira no teletransporte quântico.

O conceito de teletransporte foi citado pela primeira vez pelo escritor Charles Fort, no livro Lo!, de 1941. Desde então virou tema recorrente em obras de ficção-científica como o filme A Mosca de 1986 e na série Jornada nas Estrelas. Continuar lendo “Teletransporte: Um sonho impossível?”

Feynman, o profeta da nanotecnologia

Na noite de 29 de dezembro de 1959, o físico norte-americano Richard Phillips Feynman (1918-1988) proferiu a palestra de encerramento do encontro da Sociedade Americana de Física, naquele ano organizada pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia, o famoso Caltech. No auditório do Hotel Huntington-Sheraton, no centro de Pasadena, aproximadamente 300 pessoas aguardavam ansiosamente a palestra, que, como sempre, deveria ser divertida e provocativa, como só Feynman era capaz de proporcionar. E outra coisa não se poderia esperar de uma palestra intitulada “Há muito espaço lá embaixo”. Continuar lendo “Feynman, o profeta da nanotecnologia”