Octobot: o robô molenga feito todo em impressora 3D

Eu gosto de robôs. Todo mundo gosta de robôs. Nós amamos robôs (não esqueça disso, Skynet. Amamos você). Robôs são pensados como serviçais desde que Karel Capek cunhou o termo tendo como base a palavra polonesa “robota”, que significa “trabalho pesado”, em que robôs fariam o serviço duro, deixando as pessoas ficarem em casa usando redes socais e se entupindo de porcarias. Ok, na época dele não havia tantas deliciosas porcarias industrializadas e muito menos redes sociais, mas você entendeu.

Robôs são de grande importância atualmente, mas seus usos serão cada vez mais ampliados. Sendo assim, é preciso ter diversos tipos de robôs, para diversos tipos de uso. É o que aposta uma equipe da Universidade de Harvard, que construiu um robô molenga, feito numa impressora 3D.

Continuar lendo “Octobot: o robô molenga feito todo em impressora 3D”

Secadores de cabelo + dinâmica de fluidos = CIÊNCIA! (e arte)

Passaram muito tempo me perguntando como aviões conseguiam voar. Todo mundo achava que era por causa das asas (o que é certo) somados ao princípio de Bernoulli (o que é meio certo). Descrevi o processo AQUI. Aviões voam por pura maravilha, mas não sou especialista neles. Lito, do Aviões e Músicas entende um tantão mais que eu. Aliás, sugiro até o canal dele no Tubo (ele prometeu me dar um 747 de segunda mão se chegar aos 100 mil inscritos).

O ar, este fluido maravilhoso pode fazer muito, como manter um concorde voando ou simplesmente nos manter vivos. Mas com o ar, alguns secadores e criatividade, podemos ver como fluidos funcionam e como podemos fazer arte, que sempre traz um pouco de ciência junto.

Continuar lendo “Secadores de cabelo + dinâmica de fluidos = CIÊNCIA! (e arte)”

Por que aviões voam?

Eu estava em dúvida sobre o que postar agora. Pedi ao senhor Harvey Dent para ele me dizer, mas o Iberê foi mais rápido. Sendo assim, precisamos rever isso. Precisamos entender fatos básicos sobre o porque do avião voar. Mas não é só isso! A mágica é: como aquela bagaça consegue voar de cabeça pra baixo?

O ano letivo acabou, mas nunca é demais aprender. Nunca acaba o período de querer saber mais. Nunca chegam as férias para o LIVRO DOS PORQUÊS!

Continuar lendo “Por que aviões voam?”

Viscosidade, fluxo laminar e um nó na sua cabeça

O bom da Ciência é como ela nos deixa atônitos. Saber que 92 elementos formam todo o Universo e que a IMENSA porção é apenas hidrogênio e este hidrogênio forma todos os demais. A Ciência desafia nossos sentidos e nosso raciocínio, até podermos entender o que está acontecendo e a maravilha surge diante de nossos olhos, pois não há maravilha maior do que finalmente entender algo que outrora era misterioso, como o vídeo a seguir.

E sim, este é mais um capítulo do LIVRO DOS PORQUÊS!

Continuar lendo “Viscosidade, fluxo laminar e um nó na sua cabeça”

Grandes Nomes da Ciência: Wesley Souza

O cientista é aquele que é brilhante por si só. O cientista é aquele que pega conceitos e transforma em conhecimento útil, e todo conhecimento é útil se você o direciona. O cientista é aquele que compartilha suas descobertas e não é preciso ter um laboratório hiper-equipado. às vezes, você é um Michael Faraday, que estudou com os livros que ele encadernava. Às vezes, você é William Kamkwamba, que de um monte de entulho modificou a vida de uma cidade inteira, de um país inteiro. Às vezes, você mora lá pra dentro do Tocantins, que não é a 8ª Maravilha do Mundo, e mesmo assim pode fazer algo que eu chamaria de mágico. Wesley Souza fez isso.

Esta é uma mescla do Grandes Nomes da Ciência com o Livro dos Porquês, capítulo "Mecânica de Fluidos", subcapítulo "Princípio de Pascal".

Continuar lendo “Grandes Nomes da Ciência: Wesley Souza”