Um Natal das estrelas para vocês

Este ano está uma bosta, eu sei. Eu mesmo tenho caso de gente hospitalizada na família. Natal para muitas pessoas terá um gosto amargo pela perda de entes queridos, mas alguns terão uma comemoração a mais pelo fato de muitos parentes terem sido internados e sobreviveram.

Uma pena que boa parte disso (90%) foi por causa de um bando de cornos que não puderam ficar com a bunda em casa e ter o mínimo de higiene, usando máscaras, além de um presidente imbecil muito bem representado pela larga população retardada e ignorante, que continuaria sendo retardada e ignorante.

Continuar lendo “Um Natal das estrelas para vocês”

O fogo domado pela cruz

Com a evangelização da Europa, os cultos da Antigüidade à fecundidade e ao Sol, que aconteciam no dia do solstício de verão, foram integrados ao cristianismo. Passaram a acontecer no dia 24 de junho, festa do nascimento de São João Batista. Essa escolha não foi feita ao acaso e guiada apenas pela efeméride, ou seja, a suposta natividade do santo em seguida à noite mais curta do ano no Hemisfério Norte. Na verdade, João, aquele que purificava os judeus pecadores no rio Jordão, representa os elementos que governam as cerimônias solsticiais, a saber, o fogo e a água. Nos Evangelhos, João pronuncia as seguintes palavras: “Eu utilizo a água, mas aquele que vier depois de mim batizará com fogo”. Continuar lendo “O fogo domado pela cruz”