O deserto de Karoo e sua enigmática paisagem

O Deserto de Karoo, ou Carru, é uma região semi-desértica que fica no sul da África do Sul. Dados os céus muito limpos, longe de poluição luminosa, são excelentes para observação astronômica, como o Observatório SKA (Square Kilometre Array), um radiotelescópio recém-inaugurado com 197 antenas de 15 metros de diâmetro cada, o SARAO (South African Radio Astronomy Observatory) e o Starry Karoo, um observatório dos sonhos de Thierry Payet, um astrônomo amador francês. Localizado em Sutherland.

Continuar lendo “O deserto de Karoo e sua enigmática paisagem”

No duelo de luzes, a artificial sempre ganha

Quando você viu o céu coalhado de estrelas da última vez? Era no centro de alguma capital? Pois, é. Tá difícil ver as estrelas fora o nosso Sol. A iluminação artificial das cidades faz com que as pobres estrelas tenham p seu brilho ofuscado. Astrônomos medem de um a nove, na escala de Bortle, o quanto a iluminação artificial atrapalha a visão do céu noturno; e este vídeo feito em 2016, rodado principalmente na Califórnia por Sriram Murali, percorre todos os níveis da escala, mostrando como a visão do Cosmos fica melhor em áreas menos poluídas pela luz.

Eu ainda quero ver o céu estrelado novamente, mas sei que, para isso, terei que ir bem para o interior, pois somos reféns de nosso próprio desenvolvimento tecnológico. Continuar lendo “No duelo de luzes, a artificial sempre ganha”

A maravilha única das Wet Mountains à noite

Faz tempo que não posto um timelapse. É um video feito nas Wet Mountains, do Colorado, EUA. Elas formam uma pequena cadeia de montanhas no sul do Colorado, cujo nome deriva da quantidade de neve que recebem no inverno. As Wet Mountains são uma sub-cordilheira das Montanhas Sangre de Cristo, no sul do Sistema de Montanhas Rochosas.

Continuar lendo “A maravilha única das Wet Mountains à noite”

1000 pedradas no céu noturno

Pelo Sistema Solar circulam um monte de pedregulhos. Quando o pedregulho vem tranquilo pelo Espaço, ele se chama “asteroide”. Mas se adentra a atmosfera da Terra, recebe o nome de “meteoro”, e depois que cai, a rocha lá formada recebe o nome de meteorito, a não ser que você seja um descendente de dinossauro, porque aí iria dizer “ANJO SURDO DO CARALHO!”

Continuar lendo “1000 pedradas no céu noturno”

As maravilhosas noites celestiais ao redor do mundo

Eu gosto de timelapses do céu noturno. Na verdade, eu gosto de todos os timelapses, mas os do céu à noite são especiais, pois mostra um céu que eu não consigo ver de casa. Um céu cm estrelas e a espinha dorsal da Via Láctea se movendo pelo céu (sim, eu sei).É uma impressão mágica, tão mágico quanto tudo o que está fora do nosso campo de visão.

A grande poluição luminosa obscurece o brilho frio das estrelas de forma injusta e ficamos incapazes de testemunhar essa grandiosidade. Por isso, timelapses como o que você verá a seguir é tão precioso. Nos faz viajar e desejar estar nesses lugares, sentindo-nos tristes por não estar lá, mas grandiosos por termos tecnologia para podermos vê-los mesmo assim.

Continuar lendo “As maravilhosas noites celestiais ao redor do mundo”