Rato-toupeira-pelado sequestra e escraviza amiguinhos e você achando que natureza é boazinha

Você é daqueles que os seres humanos são criaturas fidaputas que escravizam seus semelhantes. Não vou nem falar das abelhas. Vamos falar do ratotoupeirapelado, um bicho mais feio que a miséria, horrível como a necessidade e ainda por cima um bicho bem desgracento, já que eles sequestram os bebês uns dos outros e os transformam em escravos. Continuar lendo “Rato-toupeira-pelado sequestra e escraviza amiguinhos e você achando que natureza é boazinha”

Euriptéridos: Os cascudões malvados do Paleozoico

O mundo de antigamente era bem rox. Pior do que ter que andar pelas ruas do Brasil, desviando de coronguentos. Durante a chamada Era Paleozoica, entre 541 milhões e 252 milhões de anos atrás, os artrópodes estavam no auge do domínio. Alguns com tamanhos absurdamente grandes. Um deles era extremamente grande, feroz, assassino, maníaco, caçador e destruidor. Não, não estou falando de político brasileiro, mas deles: os escorpiões do mar, ou euriptéridos.

Os euriptéridos constituíam uma ordem de artrópodes merostomados, ou seja, possuíam um prossoma coberto por um escudo amplo e duro em forma de carapaça, com apêndices laminares funcionando como brânquias foliáceas e um espinho caudal longo e agudo e, por isso, o nome de “escorpiões-do-mar”, apesar de não terem nada a ver com os escorpiões atuais. É só por associação, mesmo; da mesma forma que peixe-boi não é um nelore que aprendeu a mergulhar.

Continuar lendo “Euriptéridos: Os cascudões malvados do Paleozoico”

Humanos malvados continuam ferrando com o planeta, mas ficou por isso mesmo

Saiu mais uma pesquisa que espécies estão ameaçadas pela chamada “pegada humana”, ou seja, pela simples presença de seres humanos, os quais deixaram marcas em todo o planeta. A rigor, não tem um só lugar do mundo que não tenha uma marca da passagem da humanidade, tendo o estudo avaliado 20 mil espécies terrestres, e descobrindo que 85% agora estão expostas a intensa pressão humana.

Aí eu pergunto: ok. O que se faz então? A pesquisa não tem resposta, pois não lhe fizeram esta pergunta.

Continuar lendo “Humanos malvados continuam ferrando com o planeta, mas ficou por isso mesmo”

Cientistas pacientes descobrem formiga rapidinha

Você tem muitas dúvidas que eu sei. Eu também tenho! Por exemplo, eu queria saber como saldar os meus boletos antes do dia 20, de preferência sobrando dinheiro na conta bancária. Enquanto eu não descubro isso, fiquei pensando algo muito importante “Será que já descobriram a formiga mais rápida do mundo?”. Sim, eu estava careta quando pensei nisso. O ócio, meus amigos, o ócio é algo incrível!

Bem, não tive que esperar muito, pois um grupo de cientistas saciou a minha curiosidade e descobriu que uma formiga do SAARA (o deserto, e não as redondezas do Centro do Rio) é a formiga digna de colocar uma cheetah no chinelo (ok, você já sacou que não é bem isso. Vamos pro break!)

Continuar lendo “Cientistas pacientes descobrem formiga rapidinha”

Classificada maior salamandra. Vem com papai!

Salamandras gigantes não são uma novidade. Em 2013, eu tinha publicado um artigo sobre a salamandra gigante japonesa, uma das maiores de seu tipo, que mudou muito pouco se compararmos com um fóssil de 300 milhões de anos. A China também tem das suas, sendo as salamandras gigantes chinesas classificadas como ameaçadas de extinção. Até pouco tempo atrás, elas eram consideradas como sendo uma única espécie (Andrias davidianus). No entanto, novas análises de 17 espécimes históricos de museus e amostras de tecidos de salamandras selvagens mostram que não é bem assim.

Continuar lendo “Classificada maior salamandra. Vem com papai!”

Pesquisa estuda como o malvadão Tiranossauro mordia as presas

Todo mundo gosta de dinossauros, e não é pra menos! São verdadeiramente monstros que existiram, e mesmo que milhões de anos separem a Era dos Dinossauros e a Era dos Homens, vemos com fascinação do que estes seres malvadões eram capazes, em especial o Tiranossauro rex, o rei dos lagartos tiranos, que algum revisionista miserável resolveu dizer que ele tinha penas.

Agora, fica a pergunta: seno um dinossaurão malvadão, ainda assim era preciso poderosas mandíbulas para esmagar, destroçar, triturar os ossos das vítimas. Como ele conseguia isso sem afetar os ossos do próprio crânio?

Continuar lendo “Pesquisa estuda como o malvadão Tiranossauro mordia as presas”

As proteínas escondidas num dentão de mais de milhão de anos

Estudar bicho de hoje é legal, mas maneiro mesmo é estudar animais antigos, como rinocerontes e yo momma. Infelizmente, yo momma não estava a fim, então, foram examinar osso de rinoceronte morto há cerca de 1,7 milhão de anos. De posse disso, cientistas conseguiram extrair a informação genética , e, claro, já tem maluco achando que vai dar para trazer de volta espécies há muito extintas. O que poderia dar errado?

Continuar lendo “As proteínas escondidas num dentão de mais de milhão de anos”

Cobra mergulhadora “respira” debaixo d’água para ser assassina mais eficiente

Vocês já devem ter visto a notícia da serpente da banda azul que respira pelo alto da cabeça, certo? Bem, se não leu nada disso, não se preocupe, pois está apenas meio certo (e tudo que está meio certo está meio errado também!). De qualquer forma, o que foi descoberto é que a Hydrophis cyanocinctus, uma cobra marinha venenosa a dar com pau, tem um sistema de vasos complexo no alto do cocuruto da cabeça (cocuruto é qualquer coisa mais elevada, não apenas a cabeça).

Continuar lendo “Cobra mergulhadora “respira” debaixo d’água para ser assassina mais eficiente”

Renderização mostra como era tatatatataravô das cobras

Era uma vez uma cobra com 4 patas que conseguia ficar ereta. Não apenas isso, ela falava e mandou umas ideias de jerico pra uma dona burra feito uma porta, casada com um zé ruela mais burro que ela. Aí veio o chefe da milícia e expulsou todo mundo do condomínio construído de forma irregular.

Assim diz a mitologia Tropa de Elite 3, o Inimigo é Javé. No mundo das pessoas normais, cobras evoluíram de um ancestral que até pouco tempo não se tinha certeza de como era o formato. Só que uma equipe de pesquisadores conseguiu reconstruir como o ancestral das peçonhentas marvadas possa ter parecido.

Continuar lendo “Renderização mostra como era tatatatataravô das cobras”

Chimpanzés em cativeiro criam e usam ferramentas

Todo mundo já está careca de saber que muitos macacos (chimpanzés, gorilas, micos, orangotangos etc) usam ferramentas, e isso tá melhor que 70% das pessoas que eu conheço, aqueles neandertais toscos que não sabem nem usar coisas simples, como um martelo ou uma CNC. O que não se sabia até agora é que até mesmo chimpanzés em cativeiro podem descobrir com sucesso como usar ferramentas para escavar alimentos subterrâneos, mesmo que nunca tenham sido apresentados a um cenário como este, já que eles recebem alimentos de tratadores, e como não estão largadões, não aprenderam a técnica com ninguém. Quero ver você aprender a usar uma CNC do nada, sem tutorial do YouTube.

Continuar lendo “Chimpanzés em cativeiro criam e usam ferramentas”