Grandes Nomes da CIência

Biografias de cientistas conhecidos ou não tão conhecidos assim. Curiosidades e fatos sobre suas pesquisas, inclusive gente anônima que fez ciência e não recebeu os devidos créditos. Mais »

Livro dos Porquês

A sabedoria e o conhecimento. Isso é Poder! Abra sua mente, aprenda mais sobre questões básicas (e complexas) e tire suas dúvidas, de forma mais didática possível, sem ser aquelas aulas chatas de colégio. Mais »

Grandes Mentiras Religiosas

O mundo não é tão bizarro quanto fazem parecer. Mentiras e enganações para ludibriar as pessoas, lindamente desmontados, de forma a trazer à luz a desonestidade para tentar lhe fazer parar de pensar e simplesmente aceitar o que querem que você pense. Mais »

Caderno dos Professores

Para quem quer ensinar e muitas vezes se pergunta como abordar um tema. Como deixar a aula interessante, como levar conhecimento aos seus alunos por meios que pedagogos lhe odiarão, mas serão amados pelos estudantes. Mais »

 

Maluquices da Bíblia

Pessoas sensatas e com a mente no lugar sabem que a Bíblia é sangrenta, assassina e defende violência e escravidão em níveis absurdos. Mas, ela também guarda o seu lado cômico. Não sei se era esta a intenção dos redatores dela, mas os caras conseguiram as maiores proezas em termos de histórias hilárias. Nem os Três Patetas conseguiriam tal coisa, sabem porquê?

Porque mais patetas são aqueles que levam estas sandices a sério.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

  • Amigo André!

    Não sou seu amigo. Não tenho loucos e crédulos em meu círculo de amizade.

    Lêia e depois me diz se o teu coração não foi tocado! :)~

    Não li, não gosto de pregação. Vá pregar numa marcenaria.

    Obrigado, Sem Discursões!

    A palavra certa é discussão. Larga o livrinho mágico e estude gramática.

  • Daniela

    Creio que somos uma espécie complexa e todos nós (desde que não tenhamos deficiência intelectual) temos a mesma capacidade de pensar e mesmas limitações, nem mesmo sabemos se evoluíremos, se existem em outros planetas espécies mais desenvolvidas e nem se saberemos alguma coisa algum dia.
    Nossa existência teria algum sentido?
    Eu gosto de acreditar que sim, mas não posso AFIRMAR que sim.
    Como também, ninguém pode afirmar com certeza que Deus EXISTE ou mesmo que NÃO EXISTE.
    Eu já fui católica e vejo que como a maioria aqui quando leu o antigo testamento se assustou com um DEUS opressivo, justiceiro, eu vi um Deus até mesmo cruel. Resultado : desanimei. Então comecei a questionar! Será que aquelas ordens eram mesmo de Deus? Ou seriam os reis que diziam ouvir a Deus para praticarem tais atos???
    Na história já vimos muito Reis e Religiões usarem o nome de Deus para obterem o poder e a ordem. E nem precisamos ir a tão longe para ver isso, não é atoa que no oriente há tantas guerras e pessoas morrendo em nome de um Deus.
    Quando cheguei no novo testamento e vi um tal de Jesus (praticamente um rebelde na época) ele virou o antigo testamento de cabeça para baixo, daí pensei gostei desse cara! Ele manda fazer tudo ao contrário do velho testamento, daí entendi pq os judeus não gostaram nada dele. Os mulçumanos dizem que Jesus era um profeta. Tenho uma amiga que diz que Jesus não era Deus e sim o filho dele, os cristãos dizem que ele era Deus feito homem. Bom não interessa quem seja esse homem, ele transformou o mundo e ainda o transforma até hoje. Tendo ele existido ou não sendo ele Deus ou não, ou apenas um rebelde a verdade é que ele é e será discutido ainda por muito anos!

    A fé se usada para o bem comum com certeza representa grandes benefícios para a humanidade, mas quando usada por fanatismo ou até mesmo para benefícios próprios pode até ser desprezível.

    O que eu queria mesmo frizar aqui, é que ninguém é dono da verdade e devemos respeitar a todos, mesmo q ás vezes os evangélicos pareçam lunáticos, que os católicos pareçam retrógados, que os cristãos pareçam isso, que os budistas pareçam aquilo, que o espiritismo pareça “uma viagem”, que os ateus pareçam cruéis. Os “bons ateus” acabam pagando pelos “maus ateus” que zombam dos outros, desrespeitam as crenças, fazem até comunidades maldosas no orkut, com todo sarcasmo impregnado e ainda por cima se acham seres superiores.

    O importante é praticar o bem, INTENÇÕES -(menos) AÇÕES = (é igual) NADA. Eu penso que se Deus realmente existir ele não vai olhar a religião
    que você seguiu durante a vida, e sim o que você fez durante toda ela.

    É isso aí pessoal, vamos preocupar com nossas atitudes e não com as crenças dos outros. Só posso torcer para que um dia todas as dúvidas se cessem, e que tudo tenha algum sentido! Mas vamos viver o agora, pois essa pode ser a única chance, a única chance chamada VIDA.

  • Daniela, lamenbto te informar, mas o fake Jesus disse que não veio abolir as leis dos profetas antes dele e que as leis do deusinho de TPM ainda estavam valendo.

  • A rigor não se tratariam de “besteiras” mas aquilo que era conhecido na época em que os diversos livros da Bíblia foram escritos. Noções de “terra plana” entre outras representavam apenas o que as pessoas da época e das culturas em questão acreditavam ser a realidade, podemos desculpá-las por isso. Na verdade, o problema consiste em pessoas que, insistindo em ignorar os avanços científicos modernos, levam ao pé da letra tudo aquilo que está escrito em seu livro sagrado ou, então, interpretam o que lêem de acordo com suas convicções religiosas. Quanto à violência e defesa da escravidão, mais uma vez estamos diante do modo de raciocinar de uma outra época e cultura, não é justo julgá-los pelos padrões atuais. Aliás, muitos dos nossos atuais padrões de pensamento desenvolveram-se dentro de um ambiente religioso cristão, o qual, mesmo tendo seguido por meandros muitas vezes escabrosos e assustadores, possui um valor intrínseco de valorização moral e busca da equidade. É de se notar que a maior parte das críticas a respeito de comportamento moral questionável são dirigidas ao AT, no qual, de fato, encontramos muito daquilo que em você classifica a Bíblia como “sangrenta, assassina e defende violência e escravidão em níveis absurdos”. Neste caso poderíamos classificar o AT como a parte nacionalista da Bíblia, e o NT como a parte “globalizante” desta. A primeira parte é uma feroz campanha visando a construção e manutenção do Estado religioso judaico. A segunda parte é voltada para a construção de uma religião sem fronteiras nacionais, separada do Judaísmo, embora proveniente deste.
    Quanto a Jesus, embora não hajam provas físicas diretas de que tenha existido, existem provas circunstanciais através do legado dos evangelhos e das epístolas, que citam lugares, pessoas e costumes cuja existência foi comprovada arqueológicamente. Não obstante, os evangelhos mencionam eventos e situações que não podem e não devem ser levados a sério, tais como o massacre dos inocentes, a estrela peregrina, os reis magos, a dança de Salomé, etc. Acredito que os ensinamentos de Jesus possuem um notável valor moral, mas, para os padrões de hoje, ele era um péssimo professor de astronomia, geografia e medicina.

  • Aliás, muitos dos nossos atuais padrões de pensamento desenvolveram-se dentro de um ambiente religioso cristão, o qual, mesmo tendo seguido por meandros muitas vezes escabrosos e assustadores, possui um valor intrínseco de valorização moral e busca da equidade

    Como a ordem de executar quem pensa diferente e odiar os pais? Que tal a misoginia e escravidão defendidas por Saulo de Tarso?

    Quanto a Jesus, embora não hajam provas físicas diretas de que tenha existido, existem provas circunstanciais através do legado dos evangelhos e das epístolas, que citam lugares, pessoas e costumes cuja existência foi comprovada arqueológicamente.

    E como eu digo: O Empire State existe, logo um macacão subiu lá.

  • Caro André,

    Tal como escrevi no comentário acima referido, o Cristianismo atravessou (e ainda atravessa) complicados meandros de opinião e pensamento questionáveis, e mesmo repulsivos ao pensamento científico e liberal modernos. Religiões como o Cristianismo e o Budismo tiveram em sua origem indivíduos que sonharam com uma humanidade melhor, indivíduos que deixaram um legado de idéias e ações que buscavam a construção de um ser humano mais fraterno e menos bélico. Infelizmente, tal legado foi usurpado por seguidores que modificaram substancialmente muito do que foi originalmente lhes foi ministrado. O citado Paulo, por exemplo, foi um grande marqueteiro, o melhor de seu tempo, pois conseguiu transformar uma pequena seita judaica num fenômeno de alcance mundial e duradouro, mesmo que para isso tivesse que modificar práticamente todo conteúdo original, incluindo o nome do fundador da seita. No budismo não foi diferente e as seitas budistas atuais desvirtuaram quase tudo que lhes foi ensinado pelo Buda, chegando ao ponto da agressão física na disputa pelos fiéis.
    O que queria dizer é que idéias básicas de igualdade e fraternidade estavam no cerne dessas filosofias, mesmo que, muitas vezes, tenham ficado soterradas pelos interesses individuais de seus seguidores, que pareceram fazer de conta que tais noções não formavam a base de sua fé.
    Quanto às provas circunstanciais, é claro que elas não permitem uma certeza absoluta de que Jesus tenha existido, não era essa minha intenção. O que quis dizer é que há mais evidências a favor do que contra, fora o fato de que seitas e correntes filosóficas necessitam de um fundador. Lembre-se de que a única fonte que temos a respeito de Sócrates são os escritos de Platão, seu discípulo. Mesmo assim, não se costuma duvidar de que ele tenha existido (embora haja opinião contrária, por parte de alguns pesquisadores).
    Desculpe este longo aparte, pois concordo com sua posição sobre a necessidade de se desenvolver um pensamento livre e criativo, que não esteja sufocado por ideários e moralismos (sejam eles religiosos, políticos ou filosóficos) que em nada contribuem para o desenvolvimento intelectual, moral e científico da humanidade.

    Ao seu dispor,
    William Borba

  • Religiões como o Cristianismo e o Budismo tiveram em sua origem indivíduos que sonharam com uma humanidade melhor, indivíduos que deixaram um legado de idéias e ações que buscavam a construção de um ser humano mais fraterno e menos bélico.

    Isso mostra que vc nunca estudou a história das religiões. Leia sobre Constantino e veja se ele não era belicoso. Vc sabe o pq do nome “Idade das trevas”?

    Infelizmente, tal legado foi usurpado por seguidores que modificaram substancialmente muito do que foi originalmente lhes foi ministrado.

    Isso se deu no primeiro segundo da criação do cristianismo.

    O citado Paulo, por exemplo, foi um grande marqueteiro, o melhor de seu tempo, pois conseguiu transformar uma pequena seita judaica num fenômeno de alcance mundial e duradouro, mesmo que para isso tivesse que modificar práticamente todo conteúdo original, incluindo o nome do fundador da seita.

    Paulo não fez nada disso. Constantino é que impôs o cristianismo a ferro e a fogo.

    No budismo não foi diferente e as seitas budistas atuais desvirtuaram quase tudo que lhes foi ensinado pelo Buda, chegando ao ponto da agressão física na disputa pelos fiéis.

    Isso depois de 2500 anos. O Cristianismo já começou mal desde o início.

    O que queria dizer é que idéias básicas de igualdade e fraternidade estavam no cerne dessas filosofias, mesmo que, muitas vezes, tenham ficado soterradas pelos interesses individuais de seus seguidores, que pareceram fazer de conta que tais noções não formavam a base de sua fé.

    Igualdade? Faça o favor de ler as epístolas paulinas e veja a “igualdade” ali.

    Quanto às provas circunstanciais, é claro que elas não permitem uma certeza absoluta de que Jesus tenha existido, não era essa minha intenção. O que quis dizer é que há mais evidências a favor do que contra

    Você bebeu? O fato de não hgaver legionários romanos na Galiléia, as discrepâncias das datas, eventos que ninguém viu (vc tem algum relato sobre mortos saindo dfas tumbas e de eclipses inesperados?), absurdos históricos e a absurda falta de documentação histórica são mais fracos que um livro cheio de contradições? Hã?

    fora o fato de que seitas e correntes filosóficas necessitam de um fundador. Lembre-se de que a única fonte que temos a respeito de Sócrates são os escritos de Platão, seu discípulo.

    Outro que ninguém prova que existiu. E nem por isso criou-se uma ficção fazendo de Sócrates um X-man.

    Mesmo assim, não se costuma duvidar de que ele tenha existido (embora haja opinião contrária, por parte de alguns pesquisadores).

    Não se costuma duvidar entre leigos.

    Desculpe este longo aparte, pois concordo com sua posição sobre a necessidade de se desenvolver um pensamento livre e criativo, que não esteja sufocado por ideários e moralismos (sejam eles religiosos, políticos ou filosóficos) que em nada contribuem para o desenvolvimento intelectual, moral e científico da humanidade.

    Tudo bem.

  • Teresa Cristina

    Não devemos falar mal da Bíblia, Deus existe e tudo o que está escrito ali é verdade. Religião só da problema. Jeus não veio a este mundo pregar religião e sim a salvação. Nós não fomos criados do nada. É absurdo pensar uma coisa assim. Se Deus não existisse então nós não existiríamos. Tem muito ateu que deixou de ser ateu quando leu a Bíblia de capa a capa porque Deus falou com ele. Graças a Deus por isso.
    Esse negócio de dizerem também que viemos do macaco é pura bobagem! Se fosse assim, todos os macacos que vemos no zoológico já teriam se transformado em homem.

  • De qual deus que vc tá falando? Eu poderia dizer que se a Iara não existisse, vc tb não existiria.

    E aí?

    E ninguém disse que nós viemos do macaco, sua estúpida. Vai estudar.

  • Luisa

    Só peço a DEUS que o perdoe de todas as asneiradas que disse sobre DEUS e a sua Palavra.

  • Seu deus não existe.

    Próximo?