Grandes Nomes da CIência

Biografias de cientistas conhecidos ou não tão conhecidos assim. Curiosidades e fatos sobre suas pesquisas, inclusive gente anônima que fez ciência e não recebeu os devidos créditos. Mais »

Livro dos Porquês

A sabedoria e o conhecimento. Isso é Poder! Abra sua mente, aprenda mais sobre questões básicas (e complexas) e tire suas dúvidas, de forma mais didática possível, sem ser aquelas aulas chatas de colégio. Mais »

Grandes Mentiras Religiosas

O mundo não é tão bizarro quanto fazem parecer. Mentiras e enganações para ludibriar as pessoas, lindamente desmontados, de forma a trazer à luz a desonestidade para tentar lhe fazer parar de pensar e simplesmente aceitar o que querem que você pense. Mais »

Caderno dos Professores

Para quem quer ensinar e muitas vezes se pergunta como abordar um tema. Como deixar a aula interessante, como levar conhecimento aos seus alunos por meios que pedagogos lhe odiarão, mas serão amados pelos estudantes. Mais »

 

O Milagre de Lanciano Desmascarado

Assim disse o Senhor: Não tentarás o teu Deus. Mas como aqui não acreditamos nessa baboseira e não temos medo de sermos desafiados, aqui está mais um deleite para vocês. Fomos desafiados por email a fazer um artigo sobre a palhaçada conhecida como Milagre de Lanciano. Caso contrário,  “se este fato fosse comprovadamente verdade, a ciência teria de assumir a veracidade e a seriedade da Igreja Católica, bem como um de seus dogmas mais peculiares, a Eucaristia.”

Isso aquece me sangue e faz meus caninos crescerem de satisfação, ainda mais que o próprio e-mail traz a refutação “(…) basta procurar na internet, existem dezenas de sites católicos que relatam este ocorrido”. Imagino que sim, eles até “provam” que os judeus libertavam prisioneiros na Pessach, mesmo sem apresentar prova alguma.

Senhoras e senhores, este é mais um artigo da série: Grandes Mentiras Religiosas – O (pseudo)Milagre de Lanciano.

Tudo começa em Lanciano, claro, na Itália. Lá, no mosteiro de São Legoziano viviam os “monges de São Basílio”. Durante uma missa, o pão que ia ser consagrado (não havia a hóstia, como conhecemos hoje), no momento do ato da consagração, converteu-se em carne e o vinho em sangue, conforme diz o mito. Imagino o auê que não foi. Milagro di Dio!

Ah, sim… esqueci de dizer que isso aconteceu pelos idos do século VIII da Era Comum, uma época de luzes e com um grande avanço científico, não é mesmo? 😉

O pão-que-virou-carne apresentava, como ainda hoje se pode observar, uma coloração ligeiramente escura, tornado-se rósea se iluminada pelo lado oposto, e tinha uma aparência fibrosa; o Sangue era de cor terrosa (entre amarelo e o ocre), coagulado em cinco fragmentos de formas e tamanhos diferentes. Inicialmente essas relíquias foram conservadas num tabernáculo de marfim e, a partir de 1713, até hoje, passaram a ser guardadas numa custódia de prata, e o Sangue, num cálice de cristal.

Isso é o que se sabe do ocorrido. Só isso, nada mais.

No entanto, desde longa data a Igreja Católica sempre precisou de relíquias, de algo físico e palpável que pudesse ser mostrado à população, de modo que acreditassem no deus deles. Mais tarde, eles fariam de outra forma: a ferro e a fogo, através do poder da infame Inquisição.

O tempo passa, o tempo voa, e as pessoas sensatas se recusam a acreditar em qualquer bobagem só porque lhes disseram que era verdade. E aqui começa a verdadeira mentira. A mentira que a Ciência provou ser verdade o acontecido em Lanciano. O texto publicado pelo Zenit em Português segue abaixo, para depois fazermos considerações.

ROMA, quinta-feira, 5 de maio de 2005 (ZENIT.org).- O doutor Edoardo Linoli afirma a Zenit que sustentou em suas mãos um verdadeiro tecido cardíaco quando analisou anos atrás as relíquias do milagre eucarístico de Lanciano (Itália), o mais antigo dos conhecidos.

O fenômeno se remonta ao século VIII. Em Lanciano, na igreja dedicada a São Legonciano, um monge basiliano que celebrava a missa em rito latino, após a consagração, começou a duvidar da presença real de Cristo sob as sagradas espécies.

Nesse momento, o sacerdote viu como a sagrada hóstia se transformava em carne humana e o vinho em sangue, que posteriormente se coagulou. Na catedral estão custodiadas estas relíquias.

Professor de Anatomia e Histologia Patológica, de Química e Microscopia Clínica, e ex-chefe do Laboratório de Anatomia Patológica no Hospital de Arezzo, o doutor Linoli foi o único que analisou as relíquias do milagre de Lanciano. Seus resultados suscitaram um grande interesse no mundo científico.

Em novembro de 1970, por iniciativa do arcebispo de Lanciano, Dom Pacífico Perantoni, e do ministro provincial dos Conventuais de Abruzzo, contando com a autorização de Roma, os Franciscanos de Lanciano decidiram submeter a exame científico as relíquias.

Encomendou-se a tarefa ao professor Linoli, ajudado pelo professor Ruggero Bertelli –da Universidade de Siena–. Com a maior atenção, o professor Linoli extraiu partes das relíquias e submeteu a análise os restos de «carne e sangue milagrosos». Em 4 de março de 1971 apresentou os resultados.

Evidenciam que a carne e o sangue eram com segurança de natureza humana. A carne era inequivocamente tecido cardíaco, e o sangue era verdadeiro e pertencia ao grupo AB.

Consultado por Zenit, o professor Linoli explicou que, «pelo que diz respeito à carne, encontrei-me na mão com o endocárdio. Portanto não há dúvida alguma de que se trata de tecido cardíaco».

Quanto ao sangue, o cientista sublinhou que «o grupo sanguíneo é o mesmo do homem do Santo Sudário de Turim, e é particular porque tem as características de um homem que nasceu e viveu nas zonas do Oriente Médio».

«O grupo sanguíneo AB dos habitantes do lugar de fato tem uma porcentagem que vai de 0,5 a 1%, enquanto que na Palestina e nas regiões do Oriente Médio é de 14-15%», apontou.

A análise do professor Linoli revelou também que não havia na relíquia substâncias conservantes e que o sangue não podia ter sido extraído de um cadáver, porque se haveria alterado rapidamente.

O informe do professor Linoli foi publicado em «Quaderni Sclavo di diagnostica clinica e di laboratório» (1971, fasc 3, Grafiche Meini, Siena).

Em 1973, o conselho superior da Organização Mundial da Saúde (OMS) nomeou uma comissão científica para verificar as conclusões do médico italiano. Os trabalhos se prolongaram 15 meses com um total de quinhentos exames. As conclusões de todas as investigações confirmaram o que havia sido declarado e publicado na Itália.

O extrato dos trabalhos científicos da comissão médica da OMS foi publicado em dezembro de 1976 em Nova York e em Genebra, confirmando a impossibilidade da ciência de dar uma explicação a este fenômeno.

O professor Linoli participa esta quinta-feira no Congresso sobre os milagres eucarísticos organizado pelo Master em Ciência e Fé do Ateneu Pontifício Regina Apostolorum (Roma), em colaboração com o Instituto São Clemente I Papa e Mártir, com ocasião do Ano Eucarístico que a Igreja universal celebra até outubro.

«Os milagres eucarísticos são fenômenos extraordinários de diferente tipo», explicou o diretor do Congresso, o padre Rafael Pascual LC, em «Rádio Vaticano»: «por exemplo, há a transformação das espécies do pão e do vinho em carne e sangue, a preservação milagrosa das Hóstias consagradas, ou algumas hóstias que vertem sangue».

«Na Itália, há vários lugares onde ocorreram estes milagres eucarísticos –declarou–, mas também os encontramos na França, Alemanha, Holanda, Espanha» e alguns «na América do Norte».

Leram tudo? Ótimo! Vamos à refutação, para depois vocês perguntarem: “Como não percebi isso antes?”

O texto diz que foi encomendado ao Professor Edoardo (o nome na verdade é Oduardo) Linoli que pesquisasse a autenticidade em 1970. Que maravilha! Depois de 39 anos, ninguém mais testou o sangue? Hummm… Por quê? Mas isso não é tão importante. O importante é saber, segundo o texto, Linoli foi ajudado pelo professor Ruggero Bertelli, da Universidade de Siena. Já temos o primeiro erro!

Ruggero Bertelli JAMAIS poderia dar qualquer ajuda na análise. Uai! Por que não? Porque Bertelli não é químico, biólogo, patologista ou médico do SUS. Bertelli é ECONOMISTA! Duvidam? Que ótimo, vocês têm mais que duvidar, mesmo. Não se pode aceitar nada sem provas. E a prova está AQUI. Ainda não acreditam? Tudo bem, que tal uma publicação indexada do próprio Dr. Bertelli? Quantos Ruggero Bertelli lecionam na Universidade de Siena, hein? Por que o crente mente? Por que mente o crente?

O texto, copiado na cara de pau por tudo que é site católico, na íntegra, diz que em 4 de março de 1971 apresentou os resultados. Mas, que resultados? Não vi uma publicação indexada atestando isso. Encontro referências, mas não O artigo. Não foi publicado na Science, Nature etc. Dando uma olhada na Wikipédia em inglês, quase todas as assertativas vêm com a observação Citation needed, indicando que não há fonte que sustente. Interessante, não? Olhando as imagens dos supostos laudos, o que vemos são folhas impressas sem nem um timbre sequer. Nada que uma criança não possa fazer no MS-Word ou qualquer processador de texto. So, what?

O texto menciona que sim, aquilo é carne. Tá, vamos dar um pequeno crédito de confiança. O que isso prova? Que ali tem um pedaço de carne E SÓ! Não prova que um pedaço de pão virou carne e vinho virou sangue. Sobre a ocorrência do dito “milagre” ser um pedaço de carne que se liquefaz e volta a se solidificar, realmente trata-se de um milagre… Um milagre chamado Química! O blog De Rerum Natura trouxe um apanhado muito bom, explicando sobre os chamados “milagres de sangue”, e que podem facilmente ser simulados com solução coloidal de óxido de ferro (III) hidratado. Recomendo a leitura.

A cereja do bolo é a parte onde o texto diz: “Em 1973, o conselho superior da Organização Mundial da Saúde (OMS) nomeou uma comissão científica para verificar as conclusões do médico italiano. Os trabalhos se prolongaram 15 meses com um total de quinhentos exames. As conclusões de todas as investigações confirmaram o que havia sido declarado e publicado na Itália.”

Sabem qual é o nome disso? CANALHICE! Da mesma forma que alegaram que a NASA confirmou o dia perdido por causa da batalha de Josué, arrolaram a OMS com uma história envolvendo um conselho que NON EKZISTE! Fazendo uma busca por esse nome, ou sua alternativa em inglês (Higher Council of the World Health Organization), encontramos isso AQUI… É, pois é. Não encontrou-se NADA! Simplesmente, não existe este conselho superior sei lá das quantas. Mentira da grossa!

Sempre a Igreja dependeu dessas lorotas para se mostrar presente. Para um povo tosco e ignorante da Idade Média, é até explicável isso.; O que não é explicável é como no século XXI as pessoas ainda acreditam nestas baboseiras que circulam pela internet, num cópia/cola ad aeternum. Não faz mal, estamos aqui para desvendar estes mitos e expô-los ao que realmente são: mitos.

MITO DETONADO


Capítulo anterior Índice Próximo capítulo

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

  • caetanosz

    @André, Sim! Ter existido um dr. Odoardo Linoli envolvido em anatomia patológica no século XIX não é conclusivo, mas chama a atenção! Lá sei quantos dr. Odoardo Linoli, patologistas, existem na Itália. Mas, assim como no caso do Ruggero, que é economista, parece que quem escreveu este artigo pegou estes nomes aleatoriamente.

    drumyoshiki respondeu:

    @caetanosz, tente com “André Pryderi”

    A pesquisa fica um pouco mais refinada com um sobrenome menos comum do que carvalho…

    obs: Este é apenas um exemplo, nenhum dos nomes ou sobrenomes deste post representam a opinião do autor ou tem ligação alguma com a realidade.

  • DGerth

    @André,
    André diz : “O bom do “artigo” do tubo(?) é que não contestou o fato principal: Houve milagre mesmo? Católicos, católicos… sempre inventando das suas…”

    Nem sempre católicos inventam. O que eu venho pesquisando (e a muito, muito tempo), é que RELIGIOSO em geral (católico e PRINCIPALMENTE protestante) “”” já estou começando a escrever que nem eles em MAIÚSCULO”””, adora qualquer artigo que seja pró-bíblia ou pró-religião.

    E para dar aquela *pitada” (no bom sentido, claro), é preciso ter alguém *dotô*, para autenticar (cof, cof), o feito.

    Pronto, aí vale qualquer coisa. Vocês já viram o Adauto Lourenço, o pilantra mais pilantra do mundo criacionista falar sobre a Arca de Noé, Evolucionismo, Biogênese, e qualquer outra coisa ?

    Então, ele é do “lado di jezuis”, e é “dotô”, pronto, tá feito 😉

  • DGerth

    @André, Não adianta. Eu vejo que, se um dia pegarem, de novo um pedaço do pano do sudário, e provarem NOVAMENTE que foi feito na idade média.

    Vão surgir alguém em algum lugar, dizendo que a parte do pano NOVAMENTE estava impura, e errada.

    Acho que, se é para MENTIR que mintam da forma mais verdadeira possível, não é mesmo ?

    :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

  • DGerth

    [MODERAÇÃO FALANDO]

    Suas postagens são um overkill de besteiras e foram apagadas. Tem, algum comentário a fazer, faça. Se seu comentário é corrigir o português das pessoas ou se limitar em dizer que é zoeira, faça um favor ao site e não apareça nunca mais aqui.

    Insistência acarreta em banimento sumário.

    ISTO NÃO É ZOEIRA!

  • Pingback: Os neutrinos ja podem ser ditos como mais rapidos que a luz? » Ceticismo.net()

  • redfear

    na verdade o que vemos nesse blog são cristãos que não deveriam estar aqui este é um site de ateus. não sou contrário a cristãos, na verdade sou inglês, com uma criação de anglicanos. no meu país ve-se as coisas más e boas do cristianismo, que por exemplo salvou as mulheres de estupros e incestos,quando os saxons se tornaram cristaos.porem o que dizer da inquisição? posso dizer que a ferocidade dos ceticos do blog é uma resposta à hipocrisia de alguns religiosos que não vivem em nada as palavras do jesus q tanto pregam. pois nao é necessario brigar e se esperniar quando vc se coloca no lugar de quem está com a razão.Portanto se os religiosos continuarem só falando e não agirem para fazer desse mundo um lugar melhor(ao meu ver missão de milhares de religiões,que elas mesmas se propuseram principalmente a cristã) haverão blogs como este se expressando e esmagando filosofias religiosas.por fim, numa visão imparcial,posso dizer isso já que na europa estamos cansados de ver os prós e os contras de lanciano em meio ao velho fanatismo vs rebeldia, pesquisem a bbc adora fazer esses documentários de milagres eu assisti um que falava desse quando tinha 16.

    Administrador André respondeu:

    Vamos deixar uma coisa clara: Este NÃO É um site de ateus. Nunca foi e eu nunca permitirei que seja. É um site que divulga conhecimento e ataca qualquer espécie de fanatismo, e ateus não estão livres disso.

    Vc é inglês (tá bom, vou acreditar), então deve se lembrar bem do que Guilherme de Orange fez aos irlandeses. Irlandeses como eu. Deixando-os passar pel oque foi a grande fome de 1845–1849. A ferocidade dos céticos do blog não é contra a religiosidades de ninguém, meu caro unionista. É contra pessoas que querem impor seu modo de pensar.

    Cristãos podem e devem participar deste blog e sempre que argumentarem de forma civilizada e educada, eles contam com o direito de expor seus pensamentos. Já atitudes preconceituosas como a sua só servem para eu preparar o botão de expulsão.

  • ecbsaraujo

    Gente, fico muito triste ao ver tantas pessoas sem fé! Pessoas vazias, que nao conhecem o amor de Deus.
    Que pena pra vcs! Estão perdendo a graça de serem amados incondicionalmente!
    Dizem q sao imparciais…imparciais????? Atacam a religião católica de forma grosseira e irônica!
    As pessoas precisam de informações sim, porém nao deturpadas por alguns fanáticos em distorcer aquilo que êh real e êh a fé de um povo!
    Que pena tanta ignorância….

    Administrador André respondeu:

    Qual amor incondicional de Deus? Aquele que ele manda estuprar moças virgens e vendê-las como escravas, além de rasgar barrigas de mulheres grávidas e esmagar crianças contra rochedos?

    E, sim. Sou imparcial. Trato mal cristão (católico e protestante), judeu, muçulmano e até ateu. Se existe alguma parcialidade está no fato de eu só tratar mal gente retardada como vc. Pessoas que pensam (independente de terem religião ou não) têm passe livre aqui.

  • ecbsaraujo

    Ah! Esqueci de dizer q nao existe democracia, pois meu comentário só será publicado se for do agrado de vcs! Lamentável!

    Administrador André respondeu:

    Te dou 100 reais se vc for no Congresso Nacional e xingar os deputados. Vamos ver se vc terá essa liberdade toda. Aliás, posso chegare na sua igrejola e dizer que seu padreco é um merda e tudo aquilo é um monte de idiotices? Sendo um cara democrático, vc defenderá que eu possa chegar lá e dizer que todos deveriam ser muçulmanos, né?

  • ecbsaraujo

    E, se quiserem, podem me excluir. Nao tenho interesse em um local onde há ironias, criticas infundadas e insultos a cristãos!

    Administrador André respondeu:

    Ninguém mandou vc vir aqui e se inscrever pra comentar. Cristãozinhos idiotinhas como vc são, na verdade, masoquistas.

  • redfear

    😯 só nao entendi uma coisa por que duvidaram da minha nacionalidade é tão difícil virem ingleses para o brasil ❓ 😥

    Administrador André respondeu:

    Opa! Esqueceu de usar o proxy dessa vez? 😉

  • redfear

    redfear
    [email protected]
    189.64.177.248

    bye! essas caretas são muito legais, aliás esse e-mail não é meu, melhor sair desse blog antes que duvidem se eu eksisto! brincadeira um abraço de sheffield a vcs.kkkkk

    Administrador André respondeu:

  • IaraAppolinario

    Como o Ruggero era Economista se ele tinha 11 anos? ‘-‘

  • Idiotisse essa crítica fajuta… Então vejamos o quanto o “Betelli era inteligente”…

    1965 Congresso internazionale di Anatomia (Wiesbaden)

    XXV Convegno Bari, 10-14 Ottobre 1966
    Presidente, Prof. Ruggero Bertelli

    Dalla Seduta amministrativa del 13 Ottobre 1966 risulta che gli Atti della Società Italiana di Anatomia verranno pubblicati, in futuro, come supplemento dell’Archivio Italiano di Anatomia ed Embriologia, prestigiosa rivista promossa nel 1901 dai Proff.:
    D. Baldi (Pisa); D. Bertelli (Padova); S. Bianchi (Siena); G. Chiarugi (Firenze); E. Giacomini (Perugia); L. Giannelli (Ferrara); P. Lachi (Genova); G. Romiti (Pisa); U. Rossi (Perugia); R. Staderini (Catania); G. Valenti (Bologna) e diretta dal Prof. Giulio Chiarugi.
    Pertanto l’Archivio Italiano di Anatomia ed Embriologia diventa organo ufficiale della Società.

    XXVI Convegno Genova, 24-28 Settembre 1967
    Presidente, Prof. Ruggero Bertelli
    XXVII Convegno Sassari, 29 Settembre -3 Ottobre 1968
    Presidente , Prof. Ruggero Bertelli
    XXVIII Convegno Napoli, 1969 (non esiste la stampa degli Atti )
    Presidente, Prof. Ruggero Bertelli
    fonte: http://www.societaitalianadianatomia.unifi.it/cronistoria.htm

    ME DIGAM, COMO ALGUÉM TÃO NOVO PODE SER PRESIDENTE EM TANTOS CONGRESSOS?

    E deixem de ser idiotas ao limitar os conhecidos de um economista. O que vocês sabem a respeito do trabalho de econometria? Saibam que muitos graduados em matemática desistem da pós-graduação em economia, pois a matemática é muito intensa. Já fiz muito exercício de estatística relacionado à estimação, e é isso que se utilização em certas verificações de amostra… Estou com vontade de mandar vocês se fuderem, mas como sou religiosos [e economista], fiquem com Deus e espero que suas teorias melhorem. 🙂 Abraços!

    Administrador André respondeu:

    Agora, vamos à prova que o bife santo é verdadeiro e.. Ops, só temos um pedaço de papel impresso via Word.

  • hljrxyzz

    Revejam o que postam.

    “Não vi uma publicação indexada atestando isso. Encontro referências, mas não O artigo.”

    Artigo: http://www.mediafire.com/?2j2j8qalrmcrlb4:
    Indexado: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/4950729
    Publicação: Notícia do estudo científico no L’Osservatore Romano 23 de abril de 1982:
    http://4.bp.blogspot.com/-owVsrm2cl24/UBsDn1D-L-I/AAAAAAAAN8Q/V-qavNtcz7s/s1600/Eucharistic_Miracle_of_Lanciano_-_public_documentation_-_L%27Osservatore_Romano.jpg

    “Bertelli é ECONOMISTA! / Tinha 11 anos na época”

    Hum.. e como então ele seria presidente de congressos da sociedade italiana de anatomia e histologia entre 1966 e 1971? http://www.societaitalianadianatomia.unifi.it/cronistoria.htm e como seria professor de Anatomia na Universidade de Siena até 1965? http://ricerca.repubblica.it/repubblica/archivio/repubblica/2009/07/15/siena-medicina-concorso-polemiche.html

    “existe um “Ruggero Bertelli”, MAS não há nenhum “Ruggero Bertelli” na autoria do trabalho, logo a informação é irrelevante”
    “o artigo cita que esse “Ruggero Bertelli” era assistente de “Linoli O.”, mas não apresenta provas disso (nem encontrei), além de ser irrelevante, pois o autor do artigo é apenas “Linoli O.” (nem me pergunte o que é “O.”)”

    Confirmação do documento de analiso do Prof. Odoardo Linoli:
    http://2.bp.blogspot.com/-2SchdawZXGA/UBsDpXQ8MwI/AAAAAAAAN8g/61A-cjgE2kk/s1600/Ruggero_Bertelli+800.jpg
    Eu respondo, ‘O’, é de Odoardo.

    Vocês estão tão equivocados falando sobre mumificação e etc., que nem sabem que no artigo diz que no Sangue foram encontrados, além das proteínas normais, os seguintes minerais: cloreto, fósforo, magnésio, potássio, sódio e cálcio. As proteínas observadas no Sangue encontram-se normalmente fracionadas em percentagem a respeito da situação seroproteínica do sangue vivo normal. Ou, seja, é sangue de uma pessoa VIVA. Linoli disse ainda que não havia substâncias conservantes e que o sangue não podia ter sido extraído de um cadáver, porque se teria alterado rapidamente.

    Por que vocês não fazem o seguinte, antes de postar qualquer coisa sobre qualquer assunto, procurem o artigo e o leiam antes? Ah esqueci, é mais fácil dizer que não achou o artigo, logo ele não existe não e? Imparcial é os cambal. Para mim isso é atitude de ATEU! Dos militantes ainda.

    Administrador André respondeu:

    E a análise do bife santo dizendo que ANTES ele era uma hóstia está em qual link?

    Administrador André respondeu:

    [Histological, immunological and biochemiccal studies on the flesh and blood of the eucharistic miracle of Lanciano (8th century)].
    Linoli O.
    Quad Sclavo Diagn. 1971 Sep;7(3):661-74. Italian. No abstract available.
    PMID: 4950729 [PubMed – indexed for MEDLINE]

    Sem abstract, hein? Foi registrado no Medline, mas não tem resumão? Nada na Science ou Nature. Os artigos que citaram não fazem referência provando ou desmentindo tsc tsc. >Nem em fórum católico o pessoal tá acreditando. Olhando o documento do Mediafire (livro? não é uma publicação indexada, mas veremos assim mesmo), o mesmo diz que o sangue… é sangue. SO WHAT? Onde está a prova que aquilo era uma hóstia antes? Vc é tão genial em sua “refutação” que não percebeu que o Josef já tinha postado isso. Os altos níveis de cálcio provam uma coisinha: o distinto dono desse coração morreu de ataque cardíaco. Mas o sangue não surgiu milagrosamente, quando antes era uma hóstia? Pq apareceu sangue e tecido de alguém que teve um infarto, hein?

    Aliás e sobre o “conselho superior da Organização Mundial da Saúde”?

    Tenta de novo: uma prova que mostre que aquilo era uma hóstia antes. Ou posta ou será banido. Único aviso.

  • hljrxyzz

    Mais um milagre aqui nos comentários… incrivelmente ja postei duas respostas e elas desaparecem.

    OHHHHHH QUE LEGALLLLLLLLL.

    Administrador André respondeu:

    Comentário com mais de dois links ficam para revisão pois é assim que spammer age, imbecilzinho.

    Bem, se imbecil vc não fosse, crentinho não seria. Nem religioso vc é. Crentinho. religioso de verdade sabe argumentar e não fica de mimimi. Vide o pastor Saulo que vive comentando aqui e é bem recebido sempre. Diferente de vc, vermezinho.

    hljrxyzz respondeu:

    @André,

    Perdão se em algum momento deixei de ser honesto em algum momento. Mas diferente de vc, em nenhum momento te chamei de imbecil, cretino e talz. E só falei do cometário, pois não é o primeiro que vejo que acontece isso. Dão desculpa que fica pra revisão mas nunca vão para a página.

    E eu não to de mimimi, só fico indignado com a falta e imparcialidade sua, pois não vejo vc chamando de imbecil nem cretino, pessoas arrogantes e egoístas que esculacham sem saber sobre alguns assuntos religiosos. Talvez essa seja a finalidade da página ne.

    Administrador André respondeu:

    Perdão se em algum momento deixei de ser honesto em algum momento.

    Não, não desculpo.

    Mas diferente de vc, em nenhum momento te chamei de imbecil, cretino e talz.

    Eu posso, pois vc é desobnesto, crentinho.

    E só falei do cometário, pois não é o primeiro que vejo que acontece isso. Dão desculpa que fica pra revisão mas nunca vão para a página.

    Eu estou cagando pros outros sites, moleque. Vc só está postando ainda porque ainda não me cansei de vc. A hora que a santinha for expulsa, eu avisarei.

    E eu não to de mimimi, só fico indignado com a falta e imparcialidade sua, pois não vejo vc chamando de imbecil nem cretino, pessoas arrogantes e egoístas que esculacham sem saber sobre alguns assuntos religiosos.

    E vai me dizer que leu todos os artigos do Cet.net? Cansei de expulsar ateu-de-fim-de-semana aqui, júnior.

    Talvez essa seja a finalidade da página ne.

    Como esse blábláblá me irrita.

  • A ralé ainda não entendeu que encontrar vestigio de sangue na bosta do bife santo não prova que ele era uma hóstia antes. Engraçado que Jesus, segundo o mito bíblico, disse que quem cresse faria ilagres como esse, mas ninguém nunca consegue. 😕

    hljrxyzz respondeu:

    @André,

    O fato nem é o sangue, e sim os minerais encontrados nele, minerais de sangue vivo, após vários seculos.

    Esse não é o primeiro nem o único.
    http://www.therealpresence.org/eucharst/mir/port_mir.htm

    Administrador André respondeu:

    E vc acha que mineral de sangue velho evapora? Vai estudar química, garoto.

    hljrxyzz respondeu:

    Caralhooo, vc estudou oque man?

    Primeiramente onde eu disse que evapora? Eu disse que eram minerais de sangue vivo (em porcentagem e aspectos). Ou vc acha que depois da morte todos os minerais dos sangue permanecem intactos sem nenhuma alteração. Não fode né? pensei que vc ia entender, mas pelo jeito distorceu a informação novamente né. (Foi de propósito ou vc nem te ciência mesmo sobre o assunto?

    Administrador André respondeu:

    Ou vc acha que depois da morte todos os minerais dos sangue permanecem intactos sem nenhuma alteração.

    Cloreto de sódio evapora. Por isso não temos salinas nem rochas.

    mas pelo jeito distorceu a informação novamente né. (Foi de propósito ou vc nem te ciência mesmo sobre o assunto?

    Mimimimi. Acho que as provas que pedi não vão aparecer.

    hljrxyzz respondeu:

    Se vc tem ciência que os minerais do sangue se alteram momentaneamente após a morte, como tu ridiculariza um sangue que conforme análises cientificas da época, as proteínas observadas no sangue encontravam-se normalmente fracionadas em percentagem a respeito da situação seroproteínica do sangue vivo normal?

    As provas estão ai, só não as aceita que não as quer. De fato vc não leu nenhuma página do artigo do Dr. Linoli não é?

    A cada comentário seu percebo que a única finalidade dessa página é metralhar criticas sem rumo e sem razão. Vcs não querem respostas, e sim defecar críticas sem fundamento nem propósito nenhum.

    Administrador André respondeu:

    Se vc tem ciência que os minerais do sangue se alteram momentaneamente após a morte, como tu ridiculariza um sangue que conforme análises cientificas da época, as proteínas observadas no sangue encontravam-se normalmente fracionadas em percentagem a respeito da situação seroproteínica do sangue vivo normal?

    Isso prova que aquilo era uma hóstia no século 7?

    As provas estão ai, só não as aceita que não as quer. De fato vc não leu nenhuma página do artigo do Dr. Linoli não é?

    Li, ma não vi ele dizendo “a amostra de bife santo que analisei era uma hóstia alguns séculos atrás e isso é incontestável”

    A cada comentário seu percebo que a única finalidade dessa página é metralhar criticas sem rumo e sem razão.

    Falou TUDO! Eu realmente adoro detonar idiotas como vc. Agora, se vc acha que não tem rumo nem razão só peço que me PROVE que o bife santo era uma hóstia antes. Só isso.

    Vcs não querem respostas, e sim defecar críticas sem fundamento nem propósito nenhum.

    Desculpe, eu jamais defecaria em suas palavras. Não gosto de banheiro de rodoviária.

  • Guilherme H

    André, você só pode imã de troll… 🙂

  • chuckedw

    @André,

    Poderia me dar um exemplo de uma evidência válida para aceitarmos como verdadeira a história de que o tal pedaço de carne com sangue ERA uma hóstia/pão/whatever há 14 séculos atrás ??

    Penso eu, que o único registro possível seriam aqueles que foram escritos e transmitidos ao longo do tempo.
    Se o relato se refere a um objeto que (há séculos atrás) era X e se tornou Y, onde não existe relação residual de X em Y, então não tem como manter uma evidência válida de que era Y era X anteriormente, certo?

    Acho que a tecla que você está batendo é irrelevante. Não existe como evidenciar tal termo. Independente de Y ter sido originado em X, A, B, C, ou whatever, ainda assim o que está em questão é a controvérsia em torno de Y, que supostamente não deveria existir no estado em que ainda se encontra, conforme apontou o @hljrxyzz .

    Não estou afirmando que acredito ou não na história, mas acho que o “lado crente” aí (melhor ou talvez, com validade, unicamente) representado pelo @hljrxyzz deixou lacunas na refutação do “ceticismo.net” que não foram contra-argumentadas.

    Permanece em dúvida o tal milagre…

    Administrador André respondeu:

    Penso eu, que o único registro possível seriam aqueles que foram escritos e transmitidos ao longo do tempo.

    Entendi. Então, Os papiros egípcios provam que Osíris, Ísis, H[órus, Bastet, Rá, Maat etc realmente existem.

    A Ilíada prova que Aquiles era invulnerável e que Troia fora construída por Posseidon a mando de Zeus.

    J.K. Rowling é suficiente para provar que Harry POtter é uma figura real.

    Se o relato se refere a um objeto que (há séculos atrás) era X e se tornou Y, onde não existe relação residual de X em Y, então não tem como manter uma evidência válida de que era Y era X anteriormente, certo?

    Não sei, tem?

    Acho que a tecla que você está batendo é irrelevante. Não existe como evidenciar tal termo. Independente de Y ter sido originado em X, A, B, C, ou whatever

    Então, fim. Ninguém pode dizer se houve milagre. Cabe ao afirmante o ônus da prova, ou vc terá que aceitar a possibilidade de eu ter montado Sleipnir e cavalgado até o Valhalla.

    ainda assim o que está em questão é a controvérsia em torno de Y, que supostamente não deveria existir no estado em que ainda se encontra, conforme apontou o @hljrxyzz .

    Múmias; conheces, tu?

    Não estou afirmando que acredito ou não na história, mas acho que o “lado crente” aí (melhor ou talvez, com validade, unicamente) representado pelo @hljrxyzz deixou lacunas na refutação do “ceticismo.net” que não foram contra-argumentadas.

    Não há lacunas. Sem comprovação que aquela porcaria era uma hóstia, não tem milagre. Mas vc acredite no que quiser, não mudará fato algum.

    chuckedw respondeu:

    @André,

    Você citou um monte de escritos antigos que falam sobre lendas. Mas e quanto ao restante dos escritos antigos que realmente contam a história clássica conforme aceito pela comunidade dos historiadores?
    Não tem como exigir maiores evidências de coisas relacionadas ao passado que não sejam os escritos. A questão da veracidade de tais escritos é que são passíveis de discussão. Mas como todos nós bem sabemos, muitos são aceitos como verdadeiros, mesmo sendo apenas relatos escritos, e mesmo estando entre tantos outros que falam sobre estas lendas que você citou.

    Realmente, temos todo o direito de contestar a alegação de aquilo antes era uma hóstia, pois a única afirmação provém do escrito lá naquela capela. Poderia não ser pão, poderia ser pedra, poderia ser carne de vaca, poderia ser qualquer coisa. Mas a questão do tal milagre, pelo o que eu entendi, envolve muito mais o fato da carne e do sangue permanecerem num estado não putrefato, e de serem realmente de tecidos humanos, do que se veio de pão ou qualquer outra coisa.

    Os comentários do @hljrxyzz continuam sem refutação sua, pois a única coisa que você falou para “refutar” ele é isso: se alguém tem provas de que era hóstia aquilo lá. Pelo o que eu entendi, você disse: “tá bom, tá bom, eu aceito que tem argumentos válidos por evidências de que é sangue e carne humana, mas não tem evidência de que era uma hóstia, então não significa nada”. Será que não?

    E outra…
    Você alegando que o que aconteceu em Lanciano é um processo de mumificação sem ter evidências disto não é exatamente a mesma coisa que você combate aqui no ceticismo.net? Tem evidências de que EM LANCIANO aconteceu um processo de mumificação? Ou são alegações com origens em teus “achismos” não tão céticos assim? 😉

    Administrador André respondeu:

    Você citou um monte de escritos antigos que falam sobre lendas. Mas e quanto ao restante dos escritos antigos que realmente contam a história clássica conforme aceito pela comunidade dos historiadores?

    Vc quer dizer aquelas histórias que cientistas COMPROVARAM? Por mim, excelentes. Pode me dar a comprovação que o bife santo era um pedaço de hóstia?

    Não tem como exigir maiores evidências de coisas relacionadas ao passado que não sejam os escritos.

    Alguém explica pra ele o que significa Arqueologia?

    A questão da veracidade de tais escritos é que são passíveis de discussão.

    DUUUUUHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!

    Adro quando o pessoalzinho se auto-refuta. :mrgreen:

    Mas como todos nós bem sabemos, muitos são aceitos como verdadeiros, mesmo sendo apenas relatos escritos, e mesmo estando entre tantos outros que falam sobre estas lendas que você citou.

    Me dá um exemplo?

    Realmente, temos todo o direito de contestar a alegação de aquilo antes era uma hóstia, pois a única afirmação provém do escrito lá naquela capela.

    Obrigado.posso ignorar tudo o que vc disser daqui por diante. Sem comprovação que aquilo era uma hóstia, sem comprovação de merda de milagre nenhum. O milagre é uma hóstia virar carne. Ou se prova que era uma hóstia antes ou calem-se todos.

    Você alegando que o que aconteceu em Lanciano é um processo de mumificação sem ter evidências disto não é exatamente a mesma coisa que você combate aqui no ceticismo.net? Tem evidências de que EM LANCIANO aconteceu um processo de mumificação?

    Falácia do espantalho. eu não disse, ANALFABETINHO, que houve mumificação ali. Eu perguntei se vc conhecia mumificação, pois é um processo que pode ser natural ou artificial de conservação de tecidos. Só que a questão, pobre apedeuta, não é COMO a carne está conservada e sim se aquela bosta era uma hóstia antes.

    Entendeu? (óbvio que não)

    Então, vamos resumir: vc tem provas que aquilo era uma hóstia? SIM OU NÃO?

    chuckedw respondeu:

    @André,

    Bom, então como todos os que aqui lêem podem perceber, nosso amigo André não aceita que aquilo é um milagre porque não se tem provas de que antes era uma hóstia. O interessante é usar deste argumento mesmo sabendo que é impossível comprovar um fato isolado como este. É o mesmo que pegar uma carta onde Napoleão disse que comeu frango com quiabo no almoço e dizer que aquilo é uma farsa, porque não se tem provas de que realmente aconteceu.

    Enfim… o restante do milagre, aos olhos do André, não importa.

    Não importa que:

    – Depois de 14 séculos, lá em Lanciano, se encontra um pedaço de carne que é de miocárdio humano, e sangue, também humano.
    – Ambas “as amostras” se encontram num estado (conforme @hljrxyzz bem explicou) que não é nem de putrefação, nem de mumificação, seja “natural” ou não.
    – Não existe nenhuma evidência científica refutando os estudos já realizados.

    Enfim… para os religiosos que aqui lêem, não se baseiem nesta “tão bem contra-argumentada refutação”, porque aqui não existe nenhum bom contra-argumento, quem dirá uma REFUTAÇÃO.

    No máximo, no máximo mesmo, o que temos aqui são apontamentos realizados de aparentes lacunas neste tal texto relatando sobre o milagre. Neste, que é um entre vários.

    Bom… para entenderem o que acontece aqui: de você falar que os parágrafos do teu livro de história que falam sobre, digamos, a Revolução Francesa, estão cheios de aparentes lacunas para afirmar que a Revolução Francesa inteira é uma mentira, tá muuuuito longe, não???

    Leiam os comentários do @hljrxyzz e vejam que nosso amigo André tá bem longe de completar uma refutação HONESTA a respeito de Lanciano.

    Tentou, mas tá longe. 😉

    Administrador André respondeu:

    Bom, então como todos os que aqui lêem podem perceber, nosso amigo André não aceita que aquilo é um milagre porque não se tem provas de que antes era uma hóstia.

    O milagre diz que a hóstia virou carne. Ninguém prova que era uma hóstia antes, mas mesmo assim é um milagre, independente de ser hóstia ou não. Contagem regressiva pro banimento.

    O interessante é usar deste argumento mesmo sabendo que é impossível comprovar um fato isolado como este.

    Ninguém mandou fazerem afirmações sobre transformações básicas. Quem afirma que prove suas besteiras.

    É o mesmo que pegar uma carta onde Napoleão disse que comeu frango com quiabo no almoço e dizer que aquilo é uma farsa, porque não se tem provas de que realmente aconteceu.

    Exatamente. :mrgreen:

    Mas podemos provar que seus soldados invadiram (ou tentaram) a Rússia. Temos provas. Podemos provar que os gregos já tinham máquinas calculadoras mecânicas. Mas não podemos provar que o King Kong subiu no Empire State. Se bem que o Empire State está lá e isso deve servir de prova.

    Enfim… o restante do milagre, aos olhos do André, não importa.

    O milagre é: hóstia virou carne. Fim.

    Não importa que:

    – Depois de 14 séculos, lá em Lanciano, se encontra um pedaço de carne que é de miocárdio humano, e sangue, também humano.

    O que é 1400 anos em comparação a 5000? http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/08/corpos-mumificados-pela-acao-do-tempo-sao-descobertos-no-atacama.html

    – Ambas “as amostras” se encontram num estado (conforme @hljrxyzz bem explicou) que não é nem de putrefação, nem de mumificação, seja “natural” ou não.

    Eu procurei a publicação indexada, mas não encontrei. Só notícia do Osservatore Romano. Fonte confiabilíssima. Ele disse que havia minerais na mesma concentração de sangue vivo. Claro que se eu guardar o bicho em lugar seco, os minerais irão sumir por encanto. Ah, não! O milagre é o mineral não sair voando. Okeeeeeey.

    – Não existe nenhuma evidência científica refutando os estudos já realizados.

    Estudos publicados em qual periódico mesmo? Aquela folha de word?

    Enfim… para os religiosos que aqui lêem, não se baseiem nesta “tão bem contra-argumentada refutação”, porque aqui não existe nenhum bom contra-argumento, quem dirá uma REFUTAÇÃO.

    Não há refutação de algo que não foi provado. cabe o afirmante o ônus da prova. Eu tenho um dragão invisível. Quero ver suas contrargumentações.

    No máximo, no máximo mesmo, o que temos aqui são apontamentos realizados de aparentes lacunas neste tal texto relatando sobre o milagre. Neste, que é um entre vários.

    Minhas fontes indexadas estão onde?

    Bom… para entenderem o que acontece aqui: de você falar que os parágrafos do teu livro de história que falam sobre, digamos, a Revolução Francesa, estão cheios de aparentes lacunas para afirmar que a Revolução Francesa inteira é uma mentira, tá muuuuito longe, não???

    Mas HOUVE uma revolução francesa. Temos registros documentais. Do bife santo só temos um relato muito mal feito. Se eu falar “Napoleão invadiu a Rússia com um avião a jato”. Ele invadiu a Rússia, fato. Mas não com um avião a jato. Logo, o relato heroico de Napoleão com um esquadrão de F-22 invadindo a Rússia não poderá ser válido. Assim, temos um pedaço de carne. Isso só prova que tem… um pedaço de carne. O milagre diz que durante a cerimônia, a hóstia virou carne. ESTE é o milagre. Sem provar que era hóstia, o fato de ter carne ou não não é relevante. Ou existe milagre ou não. Meio-milagre é milagrosamente falta de vergonha na puta da cara.

    Não que eu espere honestidade de vocês, claro.

    Leiam os comentários do @hljrxyzz e vejam que nosso amigo André tá bem longe de completar uma refutação HONESTA a respeito de Lanciano.

    ,b>Apelo à multidão. Apelo à emoção. Ad hominem.

    Frequências de comunicação fechadas. Vai pela Sombra e que o bife santo o abençoe.

    krebys respondeu:

    @chuckedw, Vc foi de longe um dos piores crentoscos que apareceu aqui.. como sempre ignorando tudo kkkkkk
    Faça um favor a si msmo, pare de fazer os outros terem vergonha alheia por vc.. 😕

  • Otavio Marcon

    Caros Amigos

    1) Poucas vezes me deparei com um título tão desonesto como o deste texto: O Milagre de Lanciano Desmascarado. Sou obrigado a chamar de “texto” somente porque seria até mesmo uma brincadeira chamar isto de “refutação” Este tipo de argumentação desmoraliza e tira toda a credibilidade do site. Que me perdõe o autor do texto mas o único adjetivo à sua produção literária é primário. Primário porque revela desconhecimento do que seja “Método Científico”; primário porque conclui apressadamente e comprovação do embasamente, primário porque não enfrenta os problemas de ordem físico das relíquias examinadas. Esta lista das razões de insuficiência, de primariedade e, portanto, de falta de credibilidade de natureza científica do artigo são meramente exemplificativa.

    2) Pois bem, se dentro do rigor do Método Científico – que o autor revela ignorar ou ignora propositalmente no texto – é impossível avaliar se houve quebra da lei natural sem a análise de todo o processo (analise científica desde antes da transubstanciação) então o que pretende? Pretende simplesmente desqualificar a análise do objeto material (carne e sangue). Neste tópico, igualmente sofrível é o plano dos argumentos do texto. Para tanto basta analisarmos as credenciais dos cientista que fizeram a análise – que repito podem ser encontradas em
    http://www.gazetadopovo.com.br/blog/tubodeensaio/?id=960241 -.

    3) De outra parte, para admitirmos a tese do texto – se a analise dos cinentístas não fosse válida – o que se admite apenas para efeito de argumentação – o fato seria que a ciência não tem nada para falar, pela simples razão de não ter sido feita uma análise cientifica válida. Desta forma, fica mais uma vez evidente a impossibilidade de a ciência petender fechar a questão.

    4) Lamento ter que utilizar meu tempo para fazer cosiderações sobre erros tão essenciais. Preferiria que o texto fosse melhor elaborado, mais técnico, mais científico mas ninguem pode dar além do que tem.

    abraço a todos

    Administrador André respondeu:

    A questão básica é: o bife santo era uma hóstia? Se a pesquisa não encontrou NENHUMA evidência, então é mentira. Eu sei que isso magoa seu coraçãozinho religioso, mas adultos têm que aprender a lidar com suas frustrações.

    kakadu respondeu:

    @André,

    E o André continua dando cabeçada na parede… por favor cara, pare de ser estúpido. É ÓBVIO que não tem como provar que antes era uma hóstia cara.
    O que você quer?? Um vídeo em FULL-HD do evento? É muita limitação de pensamento… por favor…

    A questão, como aponta o artigo do Linoli, é que o objeto do estudo é confirmadamente um pedaço de músculo cardíaco, que se encontra num estado como se tivesse acabado de ser retirado de um corpo vivo, assim como o sangue. Este é o milagre. Se não era uma hóstia assim, pouco importa. Não é a transformação que forma o aspecto miraculoso do evento, e sim a continuação e permanência do estado do material. Sério… ou você é limitado por natureza ou por pura desonestidade… impressionante.

    Você fala de mumificação, de novo dando cabeçada na parede, sem provas, simplesmente afirmando sem evidências de que aquilo PODERIA ser um exemplo de mumificação natural. O que é completamente absurdo, de acordo com o estado que se encontra o material.
    Você leu o artigo pelo menos?

    Se você fosse honesto, já tinha editado a parte do post que diz “Não vi uma publicação indexada atestando isso. Encontro referências, mas não O artigo”, pois o artigo está aqui: http://www.mediafire.com/?2j2j8qalrmcrlb4

    Ah, o artigo não prova nada? Pode ser falso??

    Então segue uma lista de todas as publicações que o referenciam:

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed?linkname=pubmed_pubmed&from_uid=4950729

    Você é extremamente desonesto.

    Administrador André respondeu:

    É ÓBVIO que não tem como provar que antes era uma hóstia cara.

    Daí vcs correm para tentar provar o “milagre” fugindo pela tangente alegando que o milagre do bife santo é que ele está conservado. Como coisa que isso não possa acontecer naturalmente.

    e não era uma hóstia assim, pouco importa. Não é a transformação que forma o aspecto miraculoso do evento, e sim a continuação e permanência do estado do material. Sério… ou você é limitado por natureza ou por pura desonestidade… impressionante.

    Mais interessante é que toda referência ao bife santo é que ele era uma hóstia antes. Mas se isso não é relevante, então não existe milagre de Lanciano.

    Carne conservada. Ok. Quando eu fizer jabá com jerimum eu construirei um altar.

    Ah, o artigo não prova nada? Pode ser falso??

    Nenhuma das referências diz que ele era uma hóstia antes. Ficar pulando num pé só não fará diferença. Agora, vamos ver QUEM é desonesto. Da lista que vc passou temos:

    The Shroud of Turin: a pathologist’s viewpoint.

    Anatomy and religion of the Etruscans.

    Physician, patient and disease in the works of St. Ambrosius of Milan

    Origins, significance and history of circumcision in the customs and religion of various peoples. Why rescue it from oblivion?

    Comparative experimental studies on the performance of various methods of blood group identification from small traces of blood

    A new method of determination of the group of blood stains. (Preliminary report)

    The transplant of the white man’s leg: a novel representation of Cosma and Damians miracle. (<– mais um pra gente refutar depois)

    'Sanguis naturalis' and 'sanc de miracle': ancient medicine, 'superstition' and the metaphysics of mediaeval healing miracles. (crente não é crente se não der tiro no pé!)

    The cures of Epidaurus

    On epidemics, metaphors and madness. (cada vez mais engraçado ver referências que chamam essas coisas de superstição, loucura etc)

    Palaeontology: hooked on fossils. (HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA tem gente já aleijada de tanto tiro no pé)

    Pessoal só passa vergonha. :mrgreen:

    krebys respondeu:

    @Otavio Marcon,
    O jornalistinha la da gazeta fico bravinho com o André e postou uma matéria inteira sobre ele, o chamando de “ateu militante”..
    Eu acho que vc postou isso aqui, apenas pro pessoal daqui ir lá e começar a comentar, gerar visitas, comentários…
    Sorry boy, tente melhor da próxima… o teu jornalistinha nem sabe sobre o que escreveu… :mrgreen:

    Nina respondeu:

    @krebys,

    Se as relíquias são carne humana e sangue, sinceramente é irrelevante, em nada isso prova que foram fruto de milagre e jamais poderá ser provado.
    O interessante e ver a contradição dessa coisa toda: ao mesmo tempo que os crédulos bradam que não é necessário prova para se crer no divino, apenas fé, também exibem qualquer teste científico, por mais desqualificado que seja, para provar suas teses (as mesmas que não precisam de provas).
    Tudo isso me parece simplesmente a incrível necessidade humana de acreditar.

    Que Crom os proteja.

  • GusC

    Se na celebração de uma missa bastou um padre duvidar, por um momento, que o pão e o vinho se transformavam no corpo e no sangue de cristo….basta outro padre duvidar para replicarmos o milagre, não?