Grandes Nomes da CIência

Biografias de cientistas conhecidos ou não tão conhecidos assim. Curiosidades e fatos sobre suas pesquisas, inclusive gente anônima que fez ciência e não recebeu os devidos créditos. Mais »

Livro dos Porquês

A sabedoria e o conhecimento. Isso é Poder! Abra sua mente, aprenda mais sobre questões básicas (e complexas) e tire suas dúvidas, de forma mais didática possível, sem ser aquelas aulas chatas de colégio. Mais »

Grandes Mentiras Religiosas

O mundo não é tão bizarro quanto fazem parecer. Mentiras e enganações para ludibriar as pessoas, lindamente desmontados, de forma a trazer à luz a desonestidade para tentar lhe fazer parar de pensar e simplesmente aceitar o que querem que você pense. Mais »

Caderno dos Professores

Para quem quer ensinar e muitas vezes se pergunta como abordar um tema. Como deixar a aula interessante, como levar conhecimento aos seus alunos por meios que pedagogos lhe odiarão, mas serão amados pelos estudantes. Mais »

 

A Alma

voltaire.jpgPor Voltaire
extraído do Dicionário Filosófico

É um termo vago, indeterminado, que expressa um princípio desconhecido, porém de efeitos conhecidos que sentimos em nós mesmos. A palavra alma corresponde à animu dos latinos, à palavra que usam todas as nações para expressar o que não compreendem mais que nós. No sentido próprio e literal do latim e das línguas que dele derivam, significa “ o que anima”. Por isso se diz: A alma dos homens, dos animais e das plantas, para significar seu princípio de vegetação e de vida. Ao pronunciar esta palavra, só nos dá uma idéia confusa, como quando se diz no Gênesis: “Deus soprou no rosto do homem um sopro de vida, e se converteu em alma vivente, a alma dos animais está no sangue, não mateis, pois, sua alma.”

De modo que a alma – em sentido geral– se toma pela origem e causa da vida, pela vida mesma. Por isto as nações antigas acreditaram durante muito tempo que tudo morria ao morrer o corpo. Ainda é difícil desentranhar a verdade no caso das histórias remotas, há probabilidade que os egípcios tenham sido os primeiros que distinguiram a inteligência e a alma, e os gregos aprenderam com eles a distinção. Os latinos, seguindo o exemplo dos gregos, distinguiram animus e anima; e nós distinguimos também alma e inteligência.

Porém o que constitui o princípio de nossa vida, constitui o princípio de nossos pensamentos? São duas coisas diferentes, ou formam um mesmo princípio? O que nos faz digerir, o que nos produz sensações e nos dá memória, se parece ao que é causa nos animais da digestão, das sensações e da memória?

Há aqui o eterno objeto das disputas dos homens. Digo eterno objeto, porque carecendo da noção primitiva que nos guie neste exame, teremos que permanecer sempre encerrados num labirinto de dúvidas e de conjeturas.

Não contamos nem com um só apoio onde firmar o pé para chegar ao vago conhecimento do que nos faz viver e do que nos faz pensar. Para possuí-lo seria preciso ver como a vida e o pensamento entram em um corpo. Sabe um pai como produz a seu filho? Sabe a mãe como o concebe? Pode alguém adivinhar como se agita, como se desperta e como dorme? Sabem alguns como os membros obedecem a sua vontade? Terá descoberto o meio pelo qual as idéias se formam em seu cérebro e saem dele quando o deseja? Débeis autômatos, colocados pela mão invisível que nos governa no cenário do mundo, quem de nós poderia ver o fio que origina nossos movimentos?

Não nos atrevemos a questionar se a alma inteligente é espírito ou matéria; se foi criada antes que nós, se sai do nada quando nascemos; se depois de haver nos animado no mundo, vive, quando nós morremos, na eternidade. Essas questões que parecem sublimes, só são questões de cegos que perguntam a cegos: que é a luz?

Quando tratamos de conhecer os elementos que encerra um pedaço de metal, o submetemos ao fogo em um crisol. Possuiríamos crisol para submeter a alma? Uns dizem que é espirito; porém, que é espírito? Ninguém sabe, é uma palavra tão vazia de sentido, que nos vemos obrigados a dizer que o espírito não se vê, porque não sabemos dizer o que é. A alma é matéria, dizem outros. Porém, o que é matéria? Só conhecemos algumas de suas aparências e algumas de suas propriedades; e nenhuma destas propriedades e aparências parece ter a menor relação com o pensamento.

Há também quem opine que a alma está formada de algo distinto da matéria. Porém que provas temos disso? Se funda tal opinião em que a matéria é divisível e pode tomar diferentes aspectos, e o pensamento não. porém, quem teria dito que os primeiros princípios da matéria sejam divisíveis e figuráveis? é muito verossímil que não o sejam; seitas inteiras de filósofos sustentam que os elementos da matéria não têm forma nem extensão. O pensamento não é madeira, nem pedra, nem areia, nem metal, logo o pensamento não pode ser matéria. Mas esses são raciocínios débeis e atrevidos. A gravidade não é metal, nem areia, nem pedra, nem madeira; o movimento, a vegetação, a vida, não são nenhuma dessas coisas; e, sem dúvida, a vida, a vegetação, o movimento e a gravitação são qualidades da matéria. Dizer que Deus não pode conseguir que a matéria pense, é dizer o absurdo mais insolente que se tenha proferido na escola da demência. Não estamos certos de que Deus tenha feito isso; porém se que estamos certos de que poderia fazê-lo. Que importa tudo o que se tenha dito e o que se dirá sobre a alma? Que importa que a tenham chamado entelequia, quintessência, chama ou éter; que a tenham tomado por universal, incriada, transmigrante, etc., etc? Que importam em questões inacessíveis à razão, essas novelas criadas por nossas incertas imaginações? Que importa que os pais da Igreja dos quatro primeiros séculos acreditassem que a alma era corporal? Que importa que Tertuliano, contradizendo-se, decidisse que a alma é corporal, figurada e simples ao mesmo tempo? Teremos mil testemunhos de nossa ignorância, porém nem um só oferece vislumbre da verdade.

Como nos atrevemos a afirmar o que é a alma? Sabemos com certeza que existimos, que sentimos e que pensamos. Desejamos ir mais além e caímos em abismo. Submergidos nesse abismo, todavia se apodera de nós a louca temeridade de questionar se a alma, da qual não temos a menor idéia, se criou antes que nós ou ao mesmo tempo que nós, e se perece ou é imortal.

A alma e todos os artigos que são metafísicos, devem ser submetidos sinceramente aos dogmas da Igreja, porque sem dúvida a revelação vale mais que toda a filosofia. Os sistemas exercitam o espírito, porém a fé o alumia e o guia.

Com freqüência pronunciamos palavras sobre as quais temos idéia muito confusa, e algumas vezes ignoramos o significado. Não está neste caso a palavra alma? Quando a lingüeta ou válvula de um fole está estragado e o ar que entra no ventre do fole sai por algumas das aberturas que tem a válvula, e este não está comprimido pelas duas paletas, e não sai com a violência que se necessita para atiçar o fogo, as criadas dizem: – Está descomposta a alma do fole. Não sabem mais, e essa questão não turva sua tranqüilidade. O jardineiro fala da alma das plantas, e as cultiva bem, sem saber o que significa esta palavra. Em muitas de nossas manufaturas, os operários dão a qualificação de alma a suas máquinas; e nunca discutem sobre o significado de tal palavra; não ocorre isso com os filósofos.

A palavra alma entre nós, em seu significado geral, serve para denotar o que anima. Nossos antepassados os celtas, deram à alma o nome de seel, do que os ingleses formaram a palavra soul, e os alemães a palavra seel, e provavelmente os antigos teutões e os antigos bretões não disputariam sobre essa palavra.

Os gregos distinguiam três classes de alma: a alma sensitiva ou a alma dos sentidos (vê-se aqui porque o Amor, filho de Afrodite, sentiu tão veemente paixão por Psiquê, e porque Psiquê o amou ternamente): o sopro que dá vida e movimento a toda máquina, e que nós traduzimos por espírito; e a terceira classe da alma que, como nós, chamaram inteligência. Possuímos pois, três almas, sem ter a mais ligeira noção de nenhuma delas. São Tomás de Aquino admite estas três almas, como bom peripatético, e distingue cada uma delas em três partes: uma está no peito, outra em todo o corpo e a terceira na cabeça. Em nossas escolas não se conheceu outra filosofia até o século 18. E desgraçado o homem que tomasse uma dessas almas por outra!

Há, sem dúvida, motivo para este caos de idéias. Os homens entendiam que quando os excitavam as paixões do amor, da cólera o do medo, sentiam certos movimentos nas entranhas. O fígado e o coração foram assinalados como sendo o local das paixões. Quando se medita profundamente, sentimos certa opressão nos órgãos da cabeça, logo a alma intelectual está no cérebro. Sem respirar não é possível a vegetação e a vida; logo, a alma vegetativa está no peito, que recebe o sopro do ar.

Quando os homens viram em sonhos seus pais e amigos mortos, dedicaram-se a estudar o que lhes havia aparecido. Não era corpo, porque o havia consumido uma fogueira, o mar o tinha tragado e havia servido de pasto aos peixes. Isso, não obstante, sustinha que algo lhes havia aparecido, posto que o tinham visto; o morto havia lhes falado e o que estava sonhando lhes dirigia perguntas. Com quem haviam conversado dormindo? Se imaginaram que era um fantasma, uma figura aérea, uma sombra, os manes, uma pequena alma do ar e fogo extremadamente delicada, que vagava por não sei onde.

Andando o tempo, quando quiseram aprofundar este estudo, convencionaram que tal alma era corporal, e esta foi a idéia que dela teve a antigüidade. Chegou depois Platão, que utilizou essa alma de tal maneira que se chegou a suspeitar que a separou quase completamente da matéria; porém esse problema não se resolveu até que a fé veio iluminar-nos.

Em vão os materialistas alegam que alguns pais da Igreja não se expressaram com exatidão. Santo Irineu diz que e alma é o sopro da vida, que só é incorporal se comparada ao corpo dos mortais, porém que conserva a figura de homem para que se a reconheça.

Tertuliano se expressa deste modo: “A corporalidade da alma ressalta no Evangelho; porque se a alma não tivesse corpo, a imagem da alma não teria imagem corpórea”. Em vão esse mesmo filósofo refere à visão de uma mulher santa que viu um alma muito brilhante e da cor do ar.

Alegam que Santo Hilário disse, em tempos posteriores: “Não há nada que não seja corporal, nem no céu nem na terra, nem no visível ou invisível; tudo está formado de elementos, e as almas têm sempre uma substância corporal”.

Santo Ambrósio, no século 6, disse: “Não conhecemos nada que não seja material, excetuando-se a Santa Trindade”.

A Igreja decidiu, por unanimidade, que a alma é imaterial. Os citados santos incorreram em um erro que era então universal: eram homens, porém não se equivocaram a respeito à imortalidade, porque os Evangelhos evidentemente a anunciam.

Precisamos nos conformar com a decisão da Igreja, porque não possuímos noção suficiente do que se chama espírito puro e do que se chama matéria. O espírito puro é uma palavra que não nos transmite nenhuma idéia; e só conhecemos matéria por alguns de seus fenômenos. a conhecemos tão pouco, que a chamamos substância, e a palavra substância quer dizer o que está embaixo; porém este embaixo está oculto eternamente para nós; é o segredo do Criador em todas partes. Não sabemos como recebemos a vida, nem como a damos, nem como crescemos nem como digerimos, nem como dormimos, nem como pensamos, nem como sentimos.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

  • Pingback: Voltaire » Palavras Sussurradas()

  • gleidson monte

    Mais uma vez a expeculação da filosofia e da religião nos vem dizer nada acerca da alma, finalmente temos ou não alma? onde ela fica? pra onde vai depois da morte ? e qual sua importancia?. por favor me dêem uma resposta concreta , por que até agora a unica coisa concreta que tenho é a morte. obrigado e agurdo com ansiedade a respostas de vocês. 😐

    Administrador André respondeu:

    Até agora, ninguém me mostrou se alma existe oiu não. Assim que eu souber, te mando um telegrama. 😎

    Diego respondeu:

    “finalmente temos ou não alma? onde ela fica? pra onde vai depois da morte ? e qual sua importancia?. por favor me dêem uma resposta concreta , por que até agora a unica coisa concreta que tenho é a morte.”

    e é a unica coisa concreta que vai ter,por isso,aproveita a vida enquanto voce pode!!!

    se a outra vida depois dessa so morrendo p/saber

    fatima respondeu:

    dificil,entendermos essa questão até o presente quem morreu não voltou para dar alguma informação sobre a outra dimensão,mas acredito eu que não somos feitos só de materia, existe sim algo espiritual que nos move embora seja dificil dar uma explicação para isso.

    abbadon respondeu:

    Nao ha provas da existencia de uma “dimensao espiritual”, nem de que ha “algo espiritual”.

    E facil explicar: sao conceitos abstratos.

  • KaFkA

    Sou dos que acreditam no monismo ou seja, não é possível existir uma mente e um corpo que são indissociáveis e por este motivo coerentemente, não posso acreditar em almas. Não faz nenhum sentido pra mim.

    “(…)O psicólogo Paul Bloom, outro defensor da visão da ‘religião como subproduto’, ressalta que as crianças têm uma tendência natural para uma teoria dualista da mente. A religião para ele, é um subproduto desse dualista instintivo. Nós, seres humanos, sugere ele, especialmente as crianças, somos dualistas por natureza.
    Um dualista reconhece a distinção fundamental entre matéria e mente. Um monista, ao contrário, acredita que a mente é a manifestação da matéria_o material do cérebro ou talvez de um computador_e não pode existir sem ela. Um dualista acredita que a mente é algum tipo de espírito fluido que habita o corpo em algum outro lugar. Os dualista prontamente interpretam as doenças mentais como “possessão por demonios” sendo que esses demônios são espíritos cuja residência no corpo é temporária, de modo que eles podem ser “expulsos” . Os dualistas personificam objetos físicos inanimados na primeira oportunidade, enxergando espíritos e demônios até em cachoeiras e nuvens.”
    Dawkins, Richard Em ‘The God Delusion’ pág 235-236

    É oportuno comentar um caso que surpreende ainda hoje os cientistas que estudam o cérebro e todos os processos do pensamento proveniente da atividade cerebral.

    Ocorreu no sécúlo XIX. Um trabalhador, Phineas Gage, supervisor de obras ferroviárias, perdeu parte de seu cérebro com uma barra de ferro que atravessou seu crânio quando uma carga explosiva foi colocada acidentalmente Ele sobreviveu por muitos anos ao extenso trauma, mas tornou-se uma pessoa inteiramente nova, abusiva e agressiva, irresponsável e mentirosa, incapaz de imaginar e planejar, e completamente diferente de sua formação. Dizem os cientistas que a lesão que ele sofreu no córtex frontal ventromedial, uma área responsável pelas emoções, fez com que sua personalidade mudasse inteiramente.
    http://en.wikipedia.org/wiki/Phineas_Gage

    Será que se alguma alma existisse, pela definição de alma que é algo intangível e substrato de todo conjunto de sentimentos e emoções seria “perdido pela metade” ? Como algo incorpóreo e o ‘software’ de uma máquina tão complexa fazer surgir uma nova máquina e ainda funcional?

    Pressupõe-se que de algo criador da complexidade seja mais complexo e perfeito quanto. Implicaria nisto, que sua criação fosse previamente planejada sem defeitos futuros ou mudança de um só pulo, “de uma alma para outra”. Claro que não há pulos, não há almas, não há criador.

    Sabendo-se de que um ser humano se faz além de suas características físicas, se faz de sua personalidade principalmente, um homem ‘tranformou-se em outro’. É assim também para aquelas pessoas que estão com vício de algum narcótico. Ficam dependentes químicos, cometem atos bárbaros num momento de pânico e quando se dão conta não acreditam, e muitos viciados nem se lembram de fato, no que fizeram.
    Neste caso que ocorreu no século XIX e outros tantos casos, percebemos que é possível alguém viver sem a sua identidade a qual foi designada ao sujeito. Só poderia ser explicado o fato de que o monismo não só é coerente como existem provas de que mente e cérebro são indissociáveis. Nossa tendência ao dualismo na infância deveria atingir um estágio de amadurecimento suficiente em discernir claramente o que são “fantasmas”, produtos de imaginação, vontades e de necessidades básicas como o desejo sexual (Pra mulher sexo e paixão são sinônimos), a fome, sede e que são mecanismos de sobrevivência como os processos que desencadeiam a ira ou raiva e de outros sentimentos

  • Antonio

    Esse assunto de alma parece um tanto quanto confuso, mas posso lhe garantir que não é.
    Primeiro, posso garantir que a pergunta a cima está mal formulada.
    Ou seja. Não temos uma alma.
    Somos uma ALMA.
    Porque: Materia Prima + Sopro da vida = Alma vivente.
    Barro, mais, espírito é igual a uma Alma.
    Quando morremos esta adição é feita ao contrário:
    Alma vivente – Sopro da vida = NADA
    Alma vivente, Espírito é igual a nada.
    Ou ainda: Espirito – Matéria = Nada

    Genesis 2:7 – E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente.

    Administrador André respondeu:

    Beleza, Antônio. Se importa de provar aqs suas alegações? No aguardo.

    KaFkA respondeu:

    Antonio
    “Porque: Materia Prima + Sopro da vida = Alma vivente.
    Barro, mais, espírito é igual a uma Alma.”
    =====================================================
    Sopra da vida ?? Isso existe ? Onde que barro entra nisso?
    Pelo que eu saiba, homem feito do barro é circunscrito somente na esfera mágica das religiões. Talvez você nunca tenho ouvido ou lido falar em navalha de Occam, uma teoria na qual formula-se que não devemos adicionar complexidade sem necessidade. Sem esse dilema, geraria uma mixórdia ainda maior para se resolver quando força-se uma teoria muito mais problemática que a dúvida inicial propôs.

    Administrador André respondeu:

    Acontece o seguinte, KaFkA:

    Deus veio, largou um barro e de lá saiu um crente.

  • Antonio

    KaFkA, Boa Noite.

    Talvez eu não tenha sido muito claro, em minha colocação anterior,

    Veja este testo:

    O Significado Bíblico de Espírito.
    O termo hebraico ruach, do Antigo Testamento, que aparece traduzido como espírito, é um termo que representa a energia divina, ou princípio vital, que anima os seres humanos. Ruach ocorre 377 vezes no Antigo Testamento e é traduzido como “espírito”, “vento” ou “fôlego” (Gên. 8:1, etc.).
    É também usado para denotar vitalidade (Juí. 15:19), coragem (Jos. 2:11), temperamento ou ira (juí. 8:3), disposição (Isa. 54:6), caráter moral (Ezeq. 11:19) e a sede das emoções (I Sam 1:15).
    No sentido de respiração o ruach no homem é idêntico ao dos animais (Ecles. 3:19). O ruach abandona o corpo por ocasião da morte (Sal. 146:4) e retorna a Deus (Ecles. 12:7; cf. Jó 34:14). É, também, utilizado para identificar o Espírito de Deus (Isa. 63:10).
    Jamais, no Antigo Testamento, ruach denota uma entidade inteligente, capaz de existência independente do corpo físico. O equivalente neotestamentário é pneuma, “espírito”, proveniente de pneo, “soprar” ou “respirar”.
    Tal como ocorre em ruach, não há coisa alguma inerente a palavra pneuma que possa denotar uma entidade capaz de existência consciente separada do corpo. Ela denota “atitude”, “humor” ou “estado de sentimentos” (Rom 8:15; I Cor. 4:21; II Tim 1:7 e I S. João 4:6).
    É, também, usada em vários aspectos relacionados com a personalidade (Gal. 6:1; Rom 12:11) e é devolvida ao Senhor por ocasião da morte (S. Luc. 23:46; Atos 7:59). Também aparece em conexão com o Espírito.
    Até mais.

  • Ezra Floid

    Há uma alma, ou há uma pessoa?
    Ou ainda: Alma há uma, ou alma pessoa?
    Mas essa coisa do barro… Incrível! Outro dia bateu aqui em casa uma testemunha de Jeová que me contou que cientistas britânicos analizaram o barro e encontraram mais de 90% de compatibilidade dos elementos em comparação ao ser humano. Estranhei e perguntei: mas eles compararam também com o elefante, o tigre, a formiga e a minhoca? A testemunha me disse que não vinha ao caso! Eu dispensei o cara dizendo que ele é que nãi vinha ao caso. Incrível como as pessoas são burras pra compreenderem. Afinal, por que dizem que o homem foi feito do barro? É Obvio que naqueles tempos remotos, a grande tecnologia dos primitivos era o artesanato de argila: artesões eram uma classe especial, herdeiros da sabedoria de Ptás, o barro foi uma das primeiras coisas que o homem aprendeu a manusear. Mas o que é realmente ÓBVIO nos textos do gênesis, e que os fundamentalistas cegam-se para não compreender, é a INTENÇÃO de definir o ser humano como uma “obra-prima”, “uma obra de arte máxima no topo da criação”. Vejamos: tudo – animais e plantas – foram criados em produção serial (segundo o genesis) Deus dizia “faça-se” (ou) “hajam” e a coisa surgia. No entanto, quando chega o momento de criar o homem, segundo o Genesis, Deus põe a mão na massa, ao invés de ordenar palavras mágicas, Ele o faz moldando a matéria. Isso foi pra dizer que no “homem” Ele caprichou mais, fez “curtindo uma de escultor”. É interessante a gente saber que os antigos oleiros e artesães de barro deviam contar vantagem dizendo que aprenderam a técnica com o proprio Deus, por isso cobravam mais de cinquenta conchinhas por pote de barro no varejo. O que é realmente abismal é que ao invés de compreender o que significa mitologicamente “ter sido feito artesanalmente do barro” preferem crer que foram literalmente criados deste material e vivem correndo quando chove, pois têm medo de serem dissolvidos na enxurrada.

    Administrador André respondeu:

    Falta de 6º ano do Fundamental (antiga 5ª série) é triste. O barro, mais corretamente “argila” é um composto silicoso, cuja formação é mais de 90% de dióxido de silício (SiO2).

    Caraca! Nós respiramos oxigênio! Viemos do barro! ALELUIAAAAAAAAAAAAA!!!!!

  • KaFkA

    Antonio,
    Nunca cite bíblia num debate com céticos e/ou ateus. É tão simples assim. O por quê disto, é que geralmente os crentes caem no ridículo quando os não-crentes se fazem valer da mesma fonte ou seja, a bíblia, para citar as enormes contradições bíblicas e as grandes inadequações referentes à natureza e ao homem.
    Obrigado pela atenção.

  • Antonio

    KaFkA .
    Ah minha flor, as vezes percebo que vocês não são céticos e nem ateus.
    São só agnósticos.
    E a maior contradição Bíblica que vejo, está no fato dos ”’RACIONAIS”’ da época, descartarem a proposta DIVINA trazida por Jesus e optarem pelas tradições e costumes LAICOS, o qual oferece liberdade ou facilidade na prática de uma vida dissoluta e descompromissada.

    Você pode não ter percebido, mas neste pequeno texo está contida a resposta para a grande pergunta feita pela humanidade. Porque mataram Jesus?

    Não tenho nenhum diploma de faculdade, mas fico feliz em consiguir interpretar, entender e colocar em prática os ensinamentos registrados no maior compendio já editado neste mundo. O Livro mais amada e o mais odiado do universo.

    Contradição! Concordo com você.
    Os ditames de Deus não sõa fáceis de entender. Se fosse tão simples assim, entender as coisas de Deus,ELE não seria DEUS.

    Até mais.

    abbadon respondeu:

    Ah minha flor, as vezes percebo que vocês não são céticos e nem ateus.

    Poxa, e eu estou percebendo que vc é umbandista, disfarçado com uma burca muculmana, mas procura ter sessoes espiritas com Buda, mas reza na posicao de lotus tantrico para conversar com o Saci-Perere, para interceder junto à Fada dos Dentes, para que um milagre de Thor seja feito em sua vida, e que Pan toque seu coracao com o divino falo.

    A minha percepcao esta certa, nao é florzinha ?

    São só agnósticos.

    O onus da prova é seu. Vc é quem tem de provar que somos agnosticos, ja que vc alegou isso.

    E a maior contradição Bíblica que vejo, está no fato dos ”’RACIONAIS”’ da época, descartarem a proposta DIVINA trazida por Jesus e optarem pelas tradições e costumes LAICOS, o qual oferece liberdade ou facilidade na prática de uma vida dissoluta e descompromissada.

    Primeiro, vc tem que provar que Jesus existiu. Nao ha absolutamente nenhum registro historico e/ou arqueologico de que esse ser existiu. Alias, de quem vc esta falando, esses racionais que vc menciona ? E quem falou em “tradicoes e costumes laicos” que SO PASSARAM A EXISTIR NO FINAL DO SECULO XIX ?

    Vc se contradiz… nao é ?

    Você pode não ter percebido, mas neste pequeno texo está contida a resposta para a grande pergunta feita pela humanidade. Porque mataram Jesus?

    Oh, primeiro tem de provar que existiu, depois que “matamos” (em uma morte de mentirinha… ja que ele “ressucitou”). Se o dito cujo ressucitou, entao nao esta morto. Entao qual o crime ? Homicido qualificado é que nao foi. E vc ainda tem que definir o sujeito oculto do verbo “mataram”. Entao de-nos a grande resposta para a Humanidade: Jesus existiu ?

    Não tenho nenhum diploma de faculdade, mas fico feliz em consiguir interpretar, entender e colocar em prática os ensinamentos registrados no maior compendio já editado neste mundo. O Livro mais amada e o mais odiado do universo.

    Que pena que os seus estudos nao te levaram muito longe. Vc fica ai especulando sobre nos, se contradiz, erra na gramatica, e vc prefere um livro so, e vc acredita nele, mas nao soube buscar a verdade por tras. Vc deveria se perguntar: Sera que e mesmo verdade ? Onde estao as provas ? Quais sao as evidencias ? Onde foi que eu ja vi isso, em outras religioes mais antigas ? Porque eu deveria me sentir culpado por uma morte de mentirinha e ainda ser cobrado por algo que nao fiz em um passado muito distante, qdo eu nem tinha nascido ?

    Contradição! Concordo com você.

    Ah, serio ?

    Os ditames de Deus não sõa fáceis de entender. Se fosse tão simples assim, entender as coisas de Deus,ELE não seria DEUS.

    Seu deus, se fosse um deus de verdade e se existir, se faria entender de pronto e imediatamente, e nao haveriam duvidas da existencia dele, passaria ensinamentos morais e eticos elevadissimos, em um livro com menos de 20 paginas, facil de compreender, e ainda por cima, sem dar margem a massacres sanguinolentos entre religioes por causa de pequenas diferencas de interpretacoes teologicas. Sabia que existem milhares de religioes no mundo, e uma nao concorda com outra ? Pois e, esse deus nao se faz entender. Nao é muito inteligente da parte dele.É so um deus de papel, criado por homens. Nada mais que isso.

    Até mais.

    Ate

  • KaFkA

    Antônio,
    Primeiro é que não há contradições. Inicialmente você fez afirmações que seriam válidas em uma época de completo desconhecimento científico. Suas afirmações têm escopo eminentemente místico que não são válidas para o entendimento fundamental dos seres vivos. Há uma miscelânia de termos que em outros tempos seriam tidas como uma verdade revelada e que sabemos á luz da ciência são no mínimo ingênuas. Antes vou falar só um pouquinho sobre ciência pois deriva daí a propriedade de de ser RACIONAL por excelência.

    O termo “ciência” nem sempre foi entendido da mesma maneira e ainda hoje as opiniões acerca do que deve ou não ser considerado como científico continuam divididas. Uma definição rigorosa e consensual de ciência é difícil. A ciência da natureza é diferente do mito e da religião. A ciência baseia-se em observações sistemáticas, é um estudo racional e usa métodos adequados de prova. O ceticismo atua como um instrumento de averiguação da realidade tentando eliminar o que as impressões sugerem e nem tudo que vemos representa fidedignamente o comportamento do que acontece de fato com a natureza, como sabemos hoje e suas leis.

    A natureza foi tornando cada vez mais conhecida à medida que a física TOMOU LUGAR DA TEOLOGIA COMO REVELAÇÃO DA VERDADE e foi ficando ‘matematizável’ e seus fenômenos previsíveis. Isto só foi possível com Galileu Galilei e seus postulados de uma nova ciência. A física nascia por observação da natureza ao mesmo tempo e necessariamente pelo método experimental. Surgiram as leis do movimento e seus tratados. O modo de ver a natureza passou a ser mais RACIONAL. A proposta “divina” seria crer para compreender. Isto foi numa época obscurantista. Não estamos mais nesta fase.

    Muitas pessoas ainda hoje em nossos dias acham que é necessário crer para compreender. Isto é uma herança dos tempos em que a teologia dava explicações místicas para o universo e tudo que continha no livro sagrado cristão ou muçulmano já era o bastante e questionar era uma heresia. Ainda hoje as pessoas carregam um modo de pensar que nunca separou bem o místico da realidade observável, material, medida e previsível na natureza. A confusão é por que ainda hoje muitas pessoas pensam que a ciência contemporânea descreve o modo como os fenómenos da natureza ocorrem, mas que não explica o porquê desses fenómenos; isto é uma ideia errada, que resulta ainda da ideia aristotélica de que só as explicações finalistas são verdadeiras explicações.

    O estado laico é o produto do pensamento iluminista (causa a grosso modo do racionalismo)o qual defende a pluralidade, a liberdade de escolha, os direitos individuais incluindo a livre decisão de pertencer esta ou aquela profissão de fé. O estado laico visa albergar todas as consciências, as idéias contraditórias do que as religiões disseminam. O laicismo tem por princípio, não priorizar um ato de fé em detrimento de outro.
    Sua concepção de um estado laico onde predomina uma vida “dissoluta” e “descompromissada” é totalmente infundada e reflete justamente um germe plantado pelas religiões da intolerãncia e o preconceito com aquilo que diverge delas próprias.

    Ps: Sou homem e sua liberdade em me chamar de “flor” não procede.

  • Antonio

    Abbadon/Kafka

    ” E vc ainda tem que definir o sujeito oculto do verbo “mataram ”
    Então vamo lá.
    Poderia dizer que foi o Império Romano (pilatos)
    Poderia afirmar que foram os Judeus.
    Até mesmo o diabo está envolvido, mas a resposta mais óbvia, meu amigo,
    o sujeito oculto desta oração sou EU, foram meus pecados que colocaram Jesus na cruz.
    O plano da salvação foi elaborado antes da fundação deste mundo. apoc 13.8

    Nao é muito inteligente da parte dele.É so um deus de papel, criado por homens. Nada mais que isso.

    Nicolau Copernico morreu em 1.543 – terra redonda.

    Jó 26:7, 38:4, 6 – Jó 26:7 “… e suspende a terra sobre O NADA”. Durante o tempo de Jó, era crido que um deus chamado Atlas sustentava a terra sobre os seus ombros!
    Ninguém acreditava que a terra “pairava suspensa sobre o NADA!” Jó é o mais antigo livro na Bíblia! Foi escrito há mais de 3500 anos atrás! Mesmo quando Isac Newton explicou como a gravidade do sol era equilibrada pela a força centrífuga da rotação da terra em 1687, ele nada acrescentou a esta afirmação científica proferida por Jó. Como é que Jó soube de algo que era IMPOSSÍVEL saber durante os seus dias?
    Nada é impossossível ao Senhor que é Criador de todas as coisas, Deus se reve-la… e toda a sua criação…

    A qual livro devo dar mais crédito, ao seu?
    Nós não podemos prever nem o dia de amanhã.
    Pois é, o meu deusinho de papel previu o governo de ALEXANDRE O GRANDE, na grecia, que foi um dos maiores líderes de estado. Construiu um grande império num período de apenas 31 ano. Isso a mais de 300 anos antes de Cristo.
    Esse fato está registrado no meu livreco em Daniel: 7:06. É simbolisado pelo Leopardo com quatro asas. O leopardo simbolisa rapidez e as quatro asas, são os quatro generais que eram seu braço direito, CASSANDRO, LISÍMACO, PTOLOMEU E SELEUCO.
    É a história encaixando na religião. Um confirmando o outro.

    Assim como Ele conhecia Alexandre e seu guverno antes de existirem, Ele me conhece tbem.
    O Lula sabe que eu existo pelo meu cpf e pelo IBGE.

    Jesus sabe meu endereço, sabe quantos fios de cabelos tenho, vê minhas necessidades e anseios. Ele me protege, guia e acima de tudo, me perdôa…

    Um abraço. de coração…………….

    abbadon respondeu:

    ” E vc ainda tem que definir o sujeito oculto do verbo “mataram ”
    Então vamo lá.
    Poderia dizer que foi o Império Romano (pilatos)
    Poderia afirmar que foram os Judeus.
    Até mesmo o diabo está envolvido, mas a resposta mais óbvia, meu amigo,
    o sujeito oculto desta oração sou EU, foram meus pecados que colocaram Jesus na cruz.
    O plano da salvação foi elaborado antes da fundação deste mundo. apoc 13.8

    Ou seja, mais uma vez, vc quer colocar a culpa de uma “morte” de um ser imaginario em mim, suposto acontecimento que NAO teve a minha participacao, NAO foi decidida por mim, NAO foi de minha vontade, NAO desejei que fosse assim. E ainda por cima, ocorrido muito antes de todo mundo nascer. Logo, eu NAO devo satisfacoes, NAO devo ser cobrado, NAO devo ser culpado. Logo, nao devo nada e nao estou nem ai.

    E ainda assim, vc ainda esta devendo o onus da prova de demonstrar que esse ser imaginario chamado Jesus existiu na vida real. Enquanto nao houver a apresentacao dessas provas, solidas e bem-fundamentadas, nao ha porque levar a serio.

    A resposta obvia, meu “amigo” é que vc nao provou nada, e so ficou de especulacao teologica milaborante, onde vc apontou varios “culpados”, mas nao comprovou a culpabilidade destes, nem mesmo a existencia do ser “morto”.

    Porque vc nao procura se salvar da ignorancia ?

    Nao é muito inteligente da parte dele.É so um deus de papel, criado por homens. Nada mais que isso.

    Nicolau Copernico morreu em 1.543 – terra redonda.

    Jó 26:7, 38:4, 6 – Jó 26:7 “… e suspende a terra sobre O NADA”. Durante o tempo de Jó, era crido que um deus chamado Atlas sustentava a terra sobre os seus ombros!
    Ninguém acreditava que a terra “pairava suspensa sobre o NADA!” Jó é o mais antigo livro na Bíblia! Foi escrito há mais de 3500 anos atrás! Mesmo quando Isac Newton explicou como a gravidade do sol era equilibrada pela a força centrífuga da rotação da terra em 1687, ele nada acrescentou a esta afirmação científica proferida por Jó. Como é que Jó soube de algo que era IMPOSSÍVEL saber durante os seus dias?

    Nao provou nada. Ate que descobriram que a Terra era ESFEROIDE (o que é muito diferente de redonda, circular, redondezas, etc), os crentes foram rapidinhos em condenar Giordano Bruno à fogueira, condenar Galileu Galileu à prisao domiciliar ate o fim de sua vida e ainda obriga-lo a se retratar publicamente, Isaac Newton foi tachado de blasfemo e herege, Nicolau Copernico foi perseguido pelo clero que nao aceitava as suas ideias por contrariar a fé, etc… e so muito mais tarde, as provas de que a Terra era esferoide, é que os crentes tiveram de engolir, e correram de novo à Biblia, para “comprovar” que ela estava certa, apos mais de 1700 anos no erro…!!

    E para variar, vc se enganou de novo. O livro de Jó nao tem mais de 2500 anos. Vc chutou para beeem longe, nao e ? Para piorar, cade os originais ? Ah, evaporaram-se…. tudo o que resta sao copias de copias de copias… no qual a copia mais antiga data de 130 EC. Logo, na ausencia dos originais, vc nao tem uma data exata nas maos.

    E se a Biblia estivesse certa, porque ela nao cita a Lei da Gravitacao Universal, hein ? Ah, na ausencia dela, tudo o que vcs tem é so uma frase que pode ser entendida como “comprovacao” cientifica… rs… truques metaforicos de palavras sao para isso mesmo ! Cada um da-lhe o sentido que quer… se fosse cientifica como vc afirma, onde esta a formula matematica da atracao gravitacional ? Hein ? A ciencia nao é poesia ou metafora, meu caro… ela é composta de dados, leis, equacoes matematicas, formulas, conclusoes, analises, investigacao, metodologia, etc

    Nada é impossossível ao Senhor que é Criador de todas as coisas, Deus se reve-la… e toda a sua criação…

    É impossivel para esse deus aparecer na minha frente e provar por si mesmo que existe. É impossivel para esse deus escrever uma frase na superficie da Lua. É impossivel para esse deus reverter o Efeito Estufa. É impossivel esse deus regenerar todas as florestas do mundo. É impossivel para esse deus eliminar toda a fome do mundo. É impossivel para esse deus fazer milhoes de coisas. A lista é infinita.

    A qual livro devo dar mais crédito, ao seu?

    Aos livros de Fisica e Astronomia, obviamente. A eles dou mais credito.

    Nós não podemos prever nem o dia de amanhã.

    A meteorologia preve. A Fisica preve. A Geologia preve. A Astronomia preve. E nos, com a analise do passado, podemos prever o futuro. E vc ? Vc recorre a uma bola de cristal com uma vidente ? rs

    Pois é, o meu deusinho de papel previu o governo de ALEXANDRE O GRANDE, na grecia, que foi um dos maiores líderes de estado. Construiu um grande império num período de apenas 31 ano. Isso a mais de 300 anos antes de Cristo. Esse fato está registrado no meu livreco em Daniel: 7:06. É simbolisado pelo Leopardo com quatro asas. O leopardo simbolisa rapidez e as quatro asas, são os quatro generais que eram seu braço direito, CASSANDRO, LISÍMACO, PTOLOMEU E SELEUCO.

    Grande merda. Como ja disse, é facil interpretar qualquer coisa escrita em um livreco antigo e associa-la a um evento futuro. Se tivesse previsto de verdade, o nome de Alexandre estaria escrito em todas as letras de forma exata e o nome de seus generais tambem estariam escritos, em vez de um simbolo que pode ser interpretado de inumeras maneiras. E MESMO que Alexandre Magno nao tivesse existido, vcs encontrariam outro grande lider militar para associa-lo à “profecia”. Logo, nao ha porque levar essa profecia a serio. Qualquer idiota pode interpretar como quiser.

    É a história encaixando na religião. Um confirmando o outro.

    Nao provou nada. Vc so viu o que vc quis ver.

    Assim como Ele conhecia Alexandre e seu guverno antes de existirem, Ele me conhece tbem. O Lula sabe que eu existo pelo meu cpf e pelo IBGE.

    Errado. Seu deus nao existe, e vc ainda ficou devendo o onus da prova. E vc deu um pessimo exemplo acima, que foi facilmente derrubado. E o Lula nao me conhece, porque ele nao tem acesso aos bancos de dados da Receita Federal, e o IBGE ate hoje nao passou em minha casa. Mas com certeza o gerente de seu banco te conhece, caso vc esteja pendurado no cheque especial… rs

    Jesus sabe meu endereço, sabe quantos fios de cabelos tenho, vê minhas necessidades e anseios. Ele me protege, guia e acima de tudo, me perdôa…

    E ele nao te liga, nao te escreve, nao te manda flores, nada de nada… rs… é so um amiguinho imaginario em sua mente, no qual vc esta devendo o onus da prova.

    Um abraço.

    Thau.

  • KaFkA

    Agora entendo o porquê o pessoal do site perde a paciência com crentes !

  • mirtes

    dentro da doutrina espírita, consideramos que “alma”, ou espírito, existe , e é formada por um tipo de matéria (ou força, ou energia) menos grosseira, que pode habitar e animar a matéria mais grosseira.

    numa analogia, podemos dizer que “alma ou espírito”, é a anergia que une as moléculas da matéria, sendo que em alguns tipo de matéria essa energia já evoliu, ao ponto de além da força de agregar, ainda tem a capacidade de pensar, sentir, se locomover pro conta própria e se reproduzir.

    mas se o espírito é intangível, e invisível (deixemos de lado todas as questões de aparição, pois são outro assunto, que envolve fraudes e sugestões), como provar sua existência?

    faço aqui uma comparação pobre, porém, que acredito que seja fácil de ser compreendida:

    a eletricidade pura não pode ser vista, nem tocada, mas sabemos que ela existe, pelos efeitos que ela causa, temos lâmpadas, faíscas, calor, choques, queimaduras, essas causas e efeitos, provam a existência dessa energia intangível.

    assim, as causas e efeitos que provam a existência de “alma, ou espírito”, em diferentes estágios de animação e desenvolvimento intelectual, (desde o mineral, ao homem) é a coesão de moléculas que formam a matéria, e a animação de certos tipos de matéria coesa, que criam os seres vivos, com níveis de inteligência mais ou menos evoluídos.

    tá, foi uma comparação pobre e tosca, mas tentei ser o mais simples possível, para não atrapalhas o entendimento dos “leigos” em espiritismo kardecista!

    beijos para todos, e obrigada pela oportunidade de me expressar!

    Administrador André respondeu:

    Mirtes, vc é capaz de provar isso o que vc disse? A eletricidade pode ser mensurada, pode ter seu potncial, força e intensidade descritas por métodos científicos. Efeitos luminescentes, térmicos e fisiológicos demonstram que a eletricidade existe e sabemos DO QUE ela é composta.

    Que tal isso?

    Edmilson respondeu:

    Mirtes

    Eu estudo engenharia elétrica, e portanto lido como a análise de circuitos elétricos, componentes eletrônicos, circuitos eletromagnéticos, e fui espírita por mais de 20 anos, e sinceramente não vejo nenhuma relação entre uma coisa e outra.

    Sua analogia não foi apenas pobre, mas completamente sem sentido. Onde estão os laboratórios que estudam os efeitos dessa energia intangível? Pois para para estudar eletricidade são necessário muitos laboratóris, e existem métodos sistemáticos para isso. Quais são os métodos espíritas? Eu mesmo respondo: Teologia. O que significa, basicamente, deixar a imaginação fluir. Trazer para o mundo real os seus sonhos. Divagação. Viagem lisérgica.

    Não se iluda, espiritismo não é uma ciência.

    AmadeusXIII respondeu:

    Mirtes, acho engraçado essa tentativa de atribuir ao espiritismo atributos científicos. Os espíritas que conheço sempre tentam me convencer que o kardecismo é perfeitamente racional, só que a explicação pra Alma é um festival de termos pseudo-científicos. Aliás, a doutrina espírita é completamente doida :mrgreen:
    De qualquer forma não fique triste com os Arautos do Materialismo Ateísta que comandam o site, volte a postar e nos alegre com sua argumentação 😀

    Edmilson respondeu:

    Concordo com o AmadeusXIII, não se incomode com o nosso materialismo, continue postando.

    Eu, alias, estou gostando, por poder rever os conceitos de espiritismo, e confirmar que eu estava certo quando larguei esse negócio. 😀

    “Aliás, a doutrina espírita é completamente doida :mrgreen:

    Você foi muito sintético, mas explicou de maneira completa e com perfeição o espiritismo 😈

  • mirtes

    Acho que não fui bem clara no meu texto, o que eu tentei dizer, é que, tudo que existe, existe, por que uma força, uma energia, junta as moléculs numa força agregadora, e que em alguns estágios da matéria, essa força desenvolve um princípio de “inteligência ou vida, e passa de estado inanimado a estado vivo.

    eu chamo essa força de espírito, alguns chamam de energia atômica, outros de mito, mas acho que o que mais implica dúvidas, na verdade é de onde ve o princípio da vida, que faz com que um vegetal, um animal e um humano, mesmo sendo um agregado de moléculas e substâncias, tenha vida, ao contrário de uma mesa por exemplo (que não deixa de ser um agregado de moléculas).

    se você quer provas de que existe uma força que agrega os átomos, para formar as moléculas, que por sua vez, são agregadas, para formar substâncias, que por sua vez, fomam, outras subistâncias e matérias, eu teria que te dar uma aula de química e física, porém acho que seria algo muito complicado pra aplicar numa área de resposta de um blog.

    mas tudo bem, só queria saber COMO, um agregado de âtomos como o ser humano desenvolveu raciocínio, mobilidade, VIDA, diferente de uma mesa, por exemplo. Tá, não citei os vegetais, aqui, mas eles entram na mesma questão, do DE ONDE e como, se desenvolve a vida? Procurei respostas, achei algumas estudando Darwin e a evolução, e outras, dentro do kardecismo. Confesso que nem tudo ainda foi elucidado, ams espero um dia encontrar explicações que me satisfaçam.

    beijos e obrigada pela oportunidade de me expressar!

    Edmilson respondeu:

    Mirtes

    Você obviamente não está falando de força nuclear, fraca, forte, gravitacional, eletromagnética, certo?

    Acho que qualquer coisa fora disso é, hoje, pura especulação. A não ser que você conheça alguma pesquisa, sobre esse assunto, da qual eu não fui informado.

    “Procurei respostas, achei algumas estudando Darwin e a evolução, e outras, dentro do kardecismo.”

    Darwin e os outros que desenvolveram a teoria da evolução eram pesquisadores sérios que buscaram através da observação direta da natureza encontrar explicações para a vida como ela se encontra hoje.

    Kardec era um pedagogo que decifrava “códigos morse” feitos por cadeiras e mesas que se moviam “sozinhas”. Ou entrava em transe a escrevia de maneira automática. O que segundo ele era a escrita dos espíritos superiores.

    Sendo muito bonzinho, eu diria em relação ao Kardec: “Há algo de podre no reino da Dinamarca”

    Sendo menos bonzinho, eu diria que ele é com quase certeza uma grande fraude.

  • mirtes

    eu to indo embora, não prometo voltar aqui, sempre, porém, não pensem que sou hipocrita, por sempre acompanharos posts,

    Nunca tive vontade de responder nada antes.

  • mirtes

    bom edmilson, eu não sei qual o nome da força que agrega os atomos e cria as substâncias, pelo pouco que me lembro era força atômica, vinda do átomo, mas se você puder me ensinar o nome dessa força, e me explicar, como dela, se origina a vida, e consciencia, pensamento, eu ficaria grata.

    e pra não dar confusão, vamos deixa kardec e as convicções religiosas de lado, senão vira briga de cético v “crente”. e eu nem sou crente…

    obrigada por conversar comigo, beijos!

  • mirtes

    aff acho que meu comentario anterior não vai ser aceito, digitei meu e-mail errado.

    bo, vou tentar recaptular aqui, o que disse antes.

    eu não tenho certeza do nome dessa energia que agrega os atomos, em substâncias, eu chamei de atômica, vinda do atomo, mas se você puder ensinar o verdadeiro nome dessa energia, e como ela age, eu ficaria grata.

    também gostaria de saber como se instala a inteligência, a vida, a consciência e individualidade, nesse agregado de moléculas, que forma os seres orgânicos.

    e vamos deixar kardec de lado, pois senão vira uma guerra entre céticos v e não céticos. deixemos tudo dentro da ciência.

    beijos!

    Edmilson respondeu:

    Mirtes,

    Você está misturando conceitos diferentes. Energia é uma coisa, e força é outra. De maneira geral, na física, energia é a capacidade de realizar trabalho, e força é o agente que deforma ou modifica o movimento de algo, sem necessariamente realizar trabalho. A força magnética por exemplo não realiza trabalho, apenas modifica a direção do movimento.

    Não estudo química, mas até onde eu sei, as forças que mantém os átomos coesos são as nucleares (forte e fraca) e eletromagnéticas, mas se formos nos aprofundar nisso teríamos que entrar na física quântica, e disso não posso falar, pois só estudei superficialmente.

    “também gostaria de saber como se instala a inteligência, a vida, a consciência e individualidade, nesse agregado de moléculas, que forma os seres orgânicos”

    Se instala? Nem se sabe se existe tal coisa como alma, ou um “princípio inteligente” que “entra” na matéria e assume o controle. Isso por enquanto é pura especulação baseada em nada. Livros como os do Kardec afirmam isso a partir de coisa alguma além da imaginação do autor (não foi provocação, apenas fato). Evidências e provas disso estão em falta.

    “e pra não dar confusão, vamos deixa kardec e as convicções religiosas de lado, senão vira briga de cético v “crente”.”

    Tudo bem.

    Edmilson respondeu:

    Até onde se sabe, nossas emoções, pensamentos, inteligência vem do nosso sistema nervoso central, um, digamos, “sofisticado computador” que funciona de maneira caótica (teoria do caos). Mas esse é outro assunto que não posso adentrar mais, pois não faço medicina.

  • mirtes

    oi Edmilsom, esse conceito de computador e mente eu conheço, o que atravanca minnhas idéias, é quando eu penso no conceito de evolução, eu acho que nada, vem do nada, tem que existir algo, pra gerar algo, então eu fico pensando, como e de onde vem, a inteligência, a vida, etc.

    Não consigo aceitar o conceito de “sopro de vida”, nem de um adã estátua de barro, que começa a viver, nem de uma costela que se transmuta em mulher.

    não sei se estou sendo clara, vou tentar trocar em miúdos:

    sem abordar os conceitos e fórmulas religiosas, como definir de onde e como a vida foi formada?

    a sim, e obrigada pela paciência em me responder!

    Administrador André respondeu:

    é quando eu penso no conceito de evolução, eu acho que nada, vem do nada, tem que existir algo, pra gerar algo,

    Quem gerou o “gerador”? E quem gerou aquele que gerou o “gerador”? E quem gerou o…

    Edmilson respondeu:

    Mirtes

    Só para esclarecer alguns conceitos, evolução e origem da vida são coisas distintas. A evolução parte da premissa que a vida já existe. O que, convenhamos, é uma ótima premissa 😉

    Quanto a origem da vida (e não do universo), existe a teoria que (resumida e simplificadamente) diz que em um aglomerado de moléculas sob determinadas condições de temperatura, pressão, etc, através de reações químicas surgiu uma molécula replicante. E então, ela se replicou, se replicou, se replicou… As descendentes sofriam mutações aleatórias, … e aí é só aplicar a teoria da evolução, pois a vida (mesmo que em um estado primitivo) já existia.

    Por enquanto isso ainda não foi provado. Mas na tentativa de recriar tais condições conseguiram criar moléculas de maior complexidade que as originais do experimento. Essa é uma evidência que essa teoria pode estar certa. Mas como não há provas, o melhor a dizer é: não sei como surgiu a vida.

    E essa história de gerador acaba caindo na regressão infinita que André citou. Acaba virando um problema ainda maior. E você continua sabendo tanto da origem da vida quanto sabia antes, ou seja, nada (pelo menos, nada concreto).

    Resumindo, acho melhor ser honesto, e simplesmente dizer: não sei.

  • E quem disse que veio do nada? Só se foi a Bíblia, pq a Ciência nunca disse nada nesse sentido.

  • mirtes

    aff de novo digitei o e-mail errado, vou duplicar a resposta, no caso, da anterior ser recusada:

    exatamente, não veio do nada, seria ilógico afirmar que algo surge do nada, feito passe de mágica, algo tem que ser o estopim da mudança, da “criação”, então, o Edmilson, de forma resumida, porém clara e objetiva, me explicou uma das teorias sobre o surgimento da vida, e ainda me confirmou que estão sendo feitos tresters, dentro da limitação do atual conhecimento científico, para tentar provar ou derrubar esta teoria!

    Será mais uma prova contra a estátua de barro, e o sopro de deus.

    Agradeço MUITO, a paciência do Edmilson em aturar minhas perguntas, devo salientar, que ele foi mais paciente que a terstemunha de Jeová, que indaguei, sobre o mesmo assunto, e menos enrolão nas respostas!

  • sam

    Só dou um conselho, leiam a bíblia antes de falar de JESUS, não tenham medo de serem salvos, pq no nome de JESUS há poder. As pessoas não se importam com a palavra de DEUS, poque tem medo de serem libertas no nome do SENHOR…..”e disse Jesus: EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA, NINGUÉM VEM AO PAI SE NÃO POR MIM…” foi por isso que JESUS CRISTO morreu, para que possamos pedir perdão ao PAI diretamente, pois o véu foi rasgado. Só uma coisa, é pela fé que cremos em JESUS e outra, mesmo que todos zobem Dele, ELE os ama.

    Administrador André respondeu:

    Seu Jesus morreu porque era um otário. Meteram a porrada nele e pregaram no pau. Bem-feito. Se ele tivesse existido, o único exemplo seria o de não fazer que nem ele e nem bancarmos os imbecis.

    Abbadon respondeu:

    Só dou um conselho, leiam a bíblia antes de falar de JESUS

    Desculpe, eu não tenho a menor vontade de ler uma Bíblia que prega o ódio contra os outros, incentiva o estupro de garotas inocentes, glorifica quem atira seus filhos contra as pedras, manda matar quem não descansar no sábado, apóia a escravidão, manda as mulheres serem submissas e quietas, promover guerras de extermínio, etc… entao eu tenho de rejeitar o seu conselho. É um péssimo conselho que vc me deu. Alem do mais, não há evidencias de que Jesus existiu na vida real.

    não tenham medo de serem salvos, pq no nome de JESUS há poder.

    Salvo do que, exatamente ? De um deus psicopata, cruel, vingativo, cheio de ódio, intolerante ? Parece que esse Jesus não tem poder nenhum…..

    As pessoas não se importam com a palavra de DEUS, poque tem medo de serem libertas no nome do SENHOR…..

    Eu não me importo, porque esse deus não existe. Eu me importo com pessoas de verdade, com meus amigos, com minha família, com meus semelhantes, com o meu planeta onde vivo.

    e disse Jesus: EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA, NINGUÉM VEM AO PAI SE NÃO POR MIM…

    Ta bom. Frase original, não e ? Na verdade o verdadeiro autor dessa frase era Mithra… um deus romano que foi cultuado 300 anos antes do Cristianismo surgir.

    foi por isso que JESUS CRISTO morreu, para que possamos pedir perdão ao PAI diretamente, pois o véu foi rasgado.

    Morreu porque quis, numa morte de mentirinha, no qual nao sou responsavel, nao tive participacao, nao fui consultado e nem perguntaram se eu queria que morresse. Logo, nao devo me sentir culpado, nao devo satisfacao e nao serei cobrado por isso.

    Enfim, não tenho de pedir perdão para ninguém. Nem mesmo para um ser imaginário.

    Só uma coisa, é pela fé que cremos em JESUS e outra, mesmo que todos zobem Dele, ELE os ama.

    Vc crê, por crer, em uma profunda necessidade de acreditar. Se ele me ama (se é que existe), ele que prove isso, abolindo o inferno para sempre, não me incomode com pregações, não me faca ameaças, me deixe em paz, e que declare isso da própria boca de forma altruísta e verdadeira, dispensando porta-vozes ou terceiros para se declararem a mim, sem me conhecerem.

    Não perca o seu tempo pregando.

  • mirtes

    Ainda essa estória de que Jesus morreu pra nos salvar?

    tá, mas ONDE está a justiça de deus, em mandar alguém morrer, pra salvar, alguém da culpa?

    Levando em consideração que eu aprendi nas minhas aulas de catecismo, que, desde o pecado de Adão, a humanidade, nascia carregando esse pecado, como estigma (primeira prova de justiça divina, você já nasce sendo, culpado, de um erro, cometido por outra pessoa, séculos e séculoas antes de você).

    Esse estigma é o tal “pecado original”.

    Daí, depois de séculos de humanos, nascidos culpados, deus, manda uma pessoa, pra morrer, em nome de todos esses pobres humanos que nasceram sob este estigma, e pra evitar que as gerações futuras, nascecem estigmatisadas também.

    (segunda prova de justiça divina, depois de condenar gerações que NADA tinham a ver com os atos errados de alguém, ele manda uma pessoa, dita filha direta dele, para ser sacrificada, em redenção desse pecado eterno, pros que passaram e para os que virão, ou seja, sacrificou uma pessoa, pra livrar a cara de todo mundo).

    então, baseado no sacrifício de Jesus, eu, que nasci depois dele, nasci pura, sem pecado nenhum, porém, de qualquer forma sou culpada, sou culpada, por que uma pessoa que não tinha nada a ver comigo, foi sacrificada antes de meu nascimento, para que eu não nascesse carregando a culpa de um pecado cometido por alguém que morreu séculos antes de meu nascimento, séculos antes mesmo do cara, que foi sacrificado, pela minha redenção, de um erro que eu não cometi!!!!

    poxa que confuso, por favor, alguém me explique direito as coisas divinas de sacrificio e salvação, justiça e redenção???

  • SAULO UM GLADIADOR CRUEL…”RECUPERADO” PELA FÉ EM DEUS, TRANFORMOU-SE PAULO – O APÓSTOLO “ARREPENDIDO” BASE DO CATOLICISMO ROMANO.
    PESQUISAR AS CRUZADAS, OS TEMPLÁRIOS, A ILLUMINATI, OPUS DEI…
    A MENTIRA CAVALGANDO ARRANCOU CABEÇAS À LÂMINA DE ESPADA.
    BÍBLIA RELATO DE GUERRAS PASSADAS, UM NERO QUE PROGRAMAVA CATÁSTROFE PARA ELE MESMO DEPOIS RESOLVER…OS MÉTODOS DE TORTURA DO NOSSO SÉCULO FORAM “INSPIRADOS” NAS DA SS – CRUZ CREDO ❗ … E ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE APÓS A MORTE OU ASSASSINATOS DAQUELES QUE DESMENTIRAM OS PAIS DA MENTIRA… 😈 USAM SAPATOS DE CROCODILO CRIADOS ESPECIALMENTE PARA ELES. PORQUE SERÁ QUE TODOS SÃO VERMELHOS. OS SAPATOS!

    Norton Neo respondeu:

    Eu passei anos da minha vida tentando entender Deus, Biblia , Jesus.
    Também tentando entender a religião católica, Evangélica… até mesmo topei com o Espiritismo e com o Budismo, mas em todas eu só constatei o que eu já sabia… o que eu sempre soube.
    Não há verdade alguma.
    Olhem para o passado os mesmos problemas que nós enfretamos hoje são de nossa natureza.
    Sempre tentamos entender pra onde vamos, pq existimos, Deus existe…

    Mas na minha crença é que Deus existe mas não como montamos, e se Jesus existiu tbm não é como montamos, eu de ante-mão digo , Não tenho provas de que Deus exista e nem mesmo Jesus, sei que a Biblia é cheia de controvérsias e na minha opnião acredito que ela tenha sido falsificada pela igrea catolica milhares e milhares de vezes, Satanás pra mim não existe, pois se Deus é tão poderoso assim, como teria sido possível ser atingido por Lucifer? só o fato de criar um vilão para um Ser cujo poder E INFINITO já quebra a Teoria, Satanás foi um ser criado justamente com este fim…
    “uma mentira contada muitas vezes se torna uma verdade” E isso é óbvio.

    Criamos até religiões que se confrontam enquanto o planeta os animais e até nós mesmos estamos entrando em extinção.A bem verdade é nós somos seres confusos e da natureza humana criar problemas para depois soluciona-los, é o passatempo que nós criamos ao longo do tempo para não apenas vivermos como qualquer outro ser.

    Quanto a Alma, tbm não posso provar, mas eu tenho uma experiência individual que me da esperança de que alma existe, irrelevante seria contar a vocês qual seria a expierência individual ou como ocorreu, uma vez que passaria pelo filtro individual de cada um vocês, Eu acho que devemos dar atenção a ser humano em totalidade, esse é o objetivo maior de minha vida entender o ser humano e se houver verdade encontra-la aposto que esse também é o de vocês… por hora eu não posso opniar se Alma existe em sua totalidade em escala maior, só posso expressar que na minha vida existe e não força-los á nada, vocês não são pecadores, Tratamos Deus como um juíz insano , louco e maníaco por perfeição… mas a pergunta é : “O que ele ganharia com isso?” Seria Deus capaz de julgar sua própria criação?
    Será que pra Deus ‘certo” e “errado” realmente existe? Tendo em vista que ele criou tudo isso?
    Por que ele iria julgar sua própria criação? e se for o caso por que espera que sejamos perfeitos contra todas as probabilidades que somos postos?

    Por que as pessoas criam religiões?

    Por que pensam que o objetivo de suas vidas é encontrar a Deus ? Encontrar céu para não ir para o Inferno?
    Não … eu não posso aceitar isso, tem algo errado ou só eu estou sentindo isso?

    Talvez nosso objetivo sejar apenas VIVER.
    DEus se existe nos criou não para nos massacrar, nos criou para viver, para darmos a ele um espetaculo de vida, seja boa ou não!

    Nos criou para sermos autores da nossa história!
    E ele é nada mais nada menos que o telespectador, que participa ou não do seu enrredo!
    De qualquer maneira Deus nos deu a chance de nos separarmos dele, para enfim nos encontrarmos!

    Se nós todos formos framentos de Deus, seriamos ele.
    Se esses fragmentos se separassem criariamos um conjunto de eventos e probabilidades individual ou em conjunto para criarmos nós mesmos sendo realmente o que somos em totalidade e não somente em parte!

    Deus se experimenta através de nós, antes era impossível se conhecer em prática, era como saber de tudo mas não saber como o tudo funcionaria!

    Eu sei que não sou perfeito, não tenho a melhor forma de me expressar, não sou o dono da verdade mas isso é o que sinto!
    não peço a vocês apoio, nem que modifiquem o que são! afinal vocês são tão importantes quanto eu sou!
    A cada dia temos oportunidade de experimentar e apesar da dificuldade muitos de nós conseguimos isso!

    “Então por que Deus não aparece?”

    Que proposito teria nisso?
    Digo nós iriamos achar outra explicação, iriamos sempre duvidar,sempre seria maravilhoso demais, responsabilidade demais.
    Por isso nós somos Deuses e Deusas pq nenhum Deus teria interesse em ser somente Deus, “bons mestres não fazem discípulos, tornam outros mestres”

    O Deus da biblía é totalmente diferente do meu !
    Apesar de serem o mesmo, a interpretação se tornou diferente.

  • Antonio

    Norton Neo.
    Tudo bem?
    Estive lendo seu texto acima e acredito que se você entender o conteudo deste paragrafo abaixo, posso lhe garantir que seriam minimizadas muitas das suas interrogações.
    .
    (((“Satanás pra mim não existe, pois se Deus é tão poderoso assim, como teria sido possível ser atingido por Lucifer? só o fato de criar um vilão para um Ser cujo poder E INFINITO já quebra a Teoria, Satanás foi um ser criado justamente com este fim…”))))

    SATANAZ NÃO FOI CRIADO!!!

    EZEQUIEL 28:
    15 Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.

    Isaias 14
    14 Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.

    Somente estes dois textos matam a charada.
    Satanaz teve dias felizes em sua vida. Era o regente da orquestra celestial,
    mas não se contentou em ser um dos principais anjos. Em seu coração não era suficiente ser um dos principais seres criados. Então nasceu o orgulho em seu coração e quis ser Deus. Quis ser semelhante ao Altíssimo.

    Note que ele era perfeito em todos os aspectos.

    Jamais Deus iria criar algo mal.

    Quando encontramos aparentes controversias ou incoenrencias na biblia, pode ter certeza que o problema não está em Deus mas está em nós.

    Pode ter certeza também que este anjo especial teve muito tempo para se retratar antes de se rebelar. Mas corrompeu em sua ardua campanha no céu a terça parte dos anjos.
    II PEDRO 02:
    4 Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo;

    Comparado ao céu esta terra é só abismo e escuridão.
    E seus mil anos que é a idade desta terra é muito pouco comparado a eternidade.
    Posso dizer que estamos aqui de passagem.
    Segundo corintios dois nove, fala que coisas que o homem não viu, coisas que o homem não ouviu, e coisas que jamais subiu na imaginação humana são as coisas que Ele tem preparado aos que o amam. É muita coisa.
    É uma nova Jerusalem.
    Bem aventurado os que lavaram suas vestes no sangue do Cordeio.
    Bem aventurado os que são chamados às bodas do cordeiro.
    É muita coisa.

    Outra coisa.
    Satanaz teria sim atingido Deus se tivesse destruido lucifer imediatamente, mas não fez isso. Somente deu um tempo para provar seu amor perante todas as ostes celestiais e os demais mundos habitados, não caidos em pecado. E pra provar seu amor, deu Seu filho para resgatar todos os que crerem piamente no plano da salvação elaborado desde a fundação do mundo.

    Mais uma demonstração de amor foi no Edem.
    Deus podia ter destruido aquele par perfeito ao desobedecerem, mas deu-lhes uma nova oportunidade. Simplesmente tirou-os de seu jardim como consequencia de seu erro ou de sua escolha precipitada, valorizando assim sua justiça.
    Deus é amoroso, mas tbem é justo.
    Isso é que a humanidade não percebe.
    Se tem uma coisa que não é aceitável no céu e que aqui na terra é muito comum, é a IMPUNIDADE.
    Aqui quando perdoamos um filho nosso, fica por isso mesmo. Perdoamos e pronto. Nosso perdão não tem preço.
    Por isso nossos filhos fazem mais e mais barbaridade. Alguns chegam até ser assassinos.
    Deus perdoa mais cobra. Com Ele não existe impunidade.
    Se não valorizar o preço do perdão Seu filho morreu em vão.
    Deveriamos morrer por ter cometido um crime ou pecado, mas Jesus nos
    paga o preço do nosso delito. ISSO CHAMA GRAÇA. DOM IMERECIDO.

    Até mais.

    Administrador André respondeu:

    Se tem duas coisas que eu detesto são trapaceiros e burros. Antônio, parabéns! Você é as duas coisas. Postou textos fora de contexto. Vamos anular suas besteiras.
    .
    SATANAZ NÃO FOI CRIADO!!!
    .
    Foi sim!

    Isaías cap 45

    5. Eu sou o Senhor, sem rival, não existe outro Deus além de mim. Eu te cingi, quando ainda não me conhecias,
    6. a fim de que se saiba, do levante ao poente, que nada há fora de mim. Eu sou o Senhor, sem rival;
    7. formei a luz e criei as trevas, busco a felicidade e suscito a infelicidade. Sou eu o Senhor, que faço todas essas coisas.

    Deus fez tudo, inclusive o mal. 😀

    E se não foi Deus, quem foi? O capeta surgiu do nada? Deus não criou tudo, então? Logo, se algo criou Satanás, algo tb criou Deus. 😀

    EZEQUIEL 28:
    15 Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.

    Cara de pau, hein seu moço?

    Isaías 28:3 – A coroa de soberba dos bêbados de Efraim será pisada aos pés.
    Isaías 28:14 – Ouvi, pois, a palavra do SENHOR, homens escarnecedores, que dominais este povo que está em Jerusalém.

    Ou você é leigo e nunca leu a própria Bíblia, ou age de sem-vergonhice. O capítulo fala da TRIBO DE EFRAIM!

    Isaias 14:14 Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.

    Mas, de novo? Vamos dar uma olhada no caítulo imediatamente anterior.

    Isaías cap. 13
    19. E babilônia, o ornamento dos reinos, a glória e a soberba dos caldeus, será como Sodoma e Gomorra, quando Deus as transtornou.
    20. Nunca mais será habitada, nem nela morará alguém de geração em geração; nem o árabe armará ali a sua tenda, nem tampouco os pastores ali farão deitar os seus rebanhos.
    21. Mas as feras do deserto repousarão ali, e as suas casas se encherão de horríveis animais; e ali habitarão os avestruzes, e os sátiros pularão ali.
    22. E os animais selvagens das ilhas uivarão em suas casas vazias, como também os chacais nos seus palácios de prazer; pois bem perto já vem chegando o seu tempo, e os seus dias não se prolongarão.

    Ei, ele falou em sátiros, é? Pensei que sátiros fossem meio-homens, meio-cabras. Mas isso só existe na mitologia grega. hehehehe E n~çao me venha dizer que eram demônios. Se afirmar, terá que provar.

    Somente estes dois textos matam a charada.

    Devidamente ANIQUILADOS

    Satanaz teve dias felizes em sua vida. Era o regente da orquestra celestial,

    Me mostra onde isso tá escxrito na Bíblia. 😀

    mas não se contentou em ser um dos principais anjos. Em seu coração não era suficiente ser um dos principais seres criados. Então nasceu o orgulho em seu coração e quis ser Deus. Quis ser semelhante ao Altíssimo.

    Isaías 45 diz que Deus é que criou o mal. Disserte. 😀

    Jamais Deus iria criar algo mal.

    Quem criou a serpente do Éden? Ei, afinal, existe outro deus criador?

    Quando encontramos aparentes controversias ou incoenrencias na biblia, pode ter certeza que o problema não está em Deus mas está em nós.

    Verdade. O problema está em pessoas como vocês, crentes, que se negam a ver o óbvio.

    Pode ter certeza também que este anjo especial teve muito tempo para se retratar antes de se rebelar. Mas corrompeu em sua ardua campanha no céu a terça parte dos anjos.

    II PEDRO 02:
    4 Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo;

    Então, quem foi que tentou Jesus no deserto, hein? Mãe Dinah? Sim, pq se todoa a capetada tá presa no Inferno até o dia do Juízo…

    Comparado ao céu esta terra é só abismo e escuridão.
    E seus mil anos que é a idade desta terra é muito pouco comparado a eternidade.

    Pregação inócua e enche-linguiça.

    Posso dizer que estamos aqui de passagem.
    Segundo corintios dois nove, fala que coisas que o homem não viu, coisas que o homem não ouviu, e coisas que jamais subiu na imaginação humana são as coisas que Ele tem preparado aos que o amam. É muita coisa.

    Segundo o Bagavad Gita, Khrishna Apareceu para Ayurna e ajudou a liderar um imenso exército. O que faz seu livrinho de histórias da carochinha mais confiável?

    É uma nova Jerusalem.

    Especulação.

    Satanaz teria sim atingido Deus se tivesse destruido lucifer imediatamente, mas não fez isso. Somente deu um tempo para provar seu amor perante todas as ostes celestiais e os demais mundos habitados, não caidos em pecado. E pra provar seu amor, deu Seu filho para resgatar todos os que crerem piamente no plano da salvação elaborado desde a fundação do mundo.

    E falhou, né? Mas, ei! Ele já tinha mandado a capetada pro inferno. para que mandar o Jesus? Querendo ver sangue derramado?

    Mais uma demonstração de amor foi no Edem.
    Deus podia ter destruido aquele par perfeito ao desobedecerem, mas deu-lhes uma nova oportunidade.

    Ele podia NÃO TER deixado nenhuma serpente lá para fazer merda.

    Simplesmente tirou-os de seu jardim como consequencia de seu erro ou de sua escolha precipitada, valorizando assim sua justiça.

    Deus é onisciente. Ele sabia de antemão o que ia acontecer. Pq criou o homem sói para ferrá-lo depois? Fim-de-semana chuvoso?

    Deus é amoroso, mas tbem é justo.

    A justiça vem do amor. O amor não cria coisas ruins para “testar”.

    Isso é que a humanidade não percebe.
    Se tem uma coisa que não é aceitável no céu e que aqui na terra é muito comum, é a IMPUNIDADE.

    Que nem no caso de Davi e os prepúcios? 😀

    Aqui quando perdoamos um filho nosso, fica por isso mesmo. Perdoamos e pronto. Nosso perdão não tem preço.

    Se perdoasse, nãoi mandaria o capeta pro inferno. Que perdão é esse que faz sofrimento e vira as costas?

    Por isso nossos filhos fazem mais e mais barbaridade. Alguns chegam até ser assassinos.
    Deus perdoa mais cobra. Com Ele não existe impunidade.

    É mesmo, é? Deus é onipotente. Pq ele permite que as pessoas sofram nas mãos das pessoas ruins?

    Se não valorizar o preço do perdão Seu filho morreu em vão.

    Se ele perdoasse, não haveria necessidade de se ajoelhar pra ele e cada um poderia seguir a religião que quisesse.

    Deveriamos morrer por ter cometido um crime ou pecado, mas Jesus nos
    paga o preço do nosso delito. ISSO CHAMA GRAÇA. DOM IMERECIDO.

    Se é imerecido, deus não é justo

    Joseph K respondeu:

    @Antonio,
    SATANAZ NÃO FOI CRIADO!!!
    E
    Jamais Deus iria criar algo mal.
    Mas não, heim? Tá lá no seu livro: “Eu formo a luz e crio as trevas; eu faço a paz e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas essas coisas.”
    .
    Somente estes dois textos matam a charada.
    Muita desonestidade sua, citar duas frases que falam de outra coisa, como se estivessem se referindo a satanas.
    .
    Quando encontramos aparentes controversias ou incoenrencias na biblia, pode ter certeza que o problema não está em Deus mas está em nós.
    Aparentes, né? Tal como quando são apresentadas duas genealogias para jesus, que não apenas diferem entre si, mas que são paternas!? Se maria concebeu virgem (não sei se é a sua doutrina, e isso não me interessa), para que serve a genealogia do pai, além de um esforço risível para se apresentar como rei?
    Ou então quando diz que as aves foram criadas da água (ou da terra?); ou quando diz que a arca de noé (insira risada aqui) flutuou por sete meses (ou foram dez?)?
    Concordo com você, a culpa não é de deus, mas das pessoas que escreveram as partes da bíblia, que nunca se importaram com coisas como direito autoral (cópia descarada de outras lendas) ou consistência (cheia de incompatibilidades e estórias mau contadas).

    Deus é amoroso, mas tbem é justo.
    “E disse o SENHOR: Destruirei, de sobre a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal, até ao réptil e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito.”
    Muito amoro e justo, posso ver. Você poderia aproveitar e nos dizer o que os répteis fizeram, para merecer a tão justa morte.

    .
    Se tem uma coisa que não é aceitável no céu e que aqui na terra é muito comum, é a IMPUNIDADE.
    HAHA, isso me lembra de umas cidadezinhas, umas tais de Sodoma e Gomorra…
    “E chegou-se Abraão, dizendo: Destruirás também o justo com o ímpio?”
    Como foi que terminou a estorinha?

  • Antonio

    (Formo a luz e crio as trevas: Faço a paz e crio o mal.)
    Para entender Deus você não precisa ser inteligente, você precisa ter sensibilidade, ser maleavel ou flexivel.
    Eu não neste texto Deus criando o mal.

    vamos ser sinseros, você está forçando o texto a dizer o que você quer que ele diga…

    O texto está dizendo Faço Luz e Paz.
    Mas os seus ouvintes nunca quiseram andar sob os olofotes de Jesus e muito menos aceitado sua paz. Deixo vos a paz a minha paz voz dou não a que o mundo dá…

    Deus se sente como um pai que oriente um filho no caminho do bem mas, um dia recebe um bilhete da professora dizendo que chegou na classe com um revolve da muchila.
    Este garoto não quis seguir seus conselhos e gerou trevas, infelicidade.

    No contexto histórico,é disso que Isaias estava falando.
    Deus queria repatriar os filhos de Israel, mas o povo não dava ouvidos.

    Não vim trazer paz, mas espada.
    Nunca ví na bíblia Jesus com uma espada.

    Isso é uma metáfora igual isaias 45.

    Té mais.

    Administrador André respondeu:

    (Formo a luz e crio as trevas: Faço a paz e crio o mal.)
    Para entender Deus você não precisa ser inteligente, você precisa ter sensibilidade, ser maleavel ou flexivel.
    Eu não neste texto Deus criando o mal.

    Mas diz que ele é o ÚNICO que é capaz de criar. Leia o capítulo todo, sim?

    vamos ser sinseros, você está forçando o texto a dizer o que você quer que ele diga…

    Quer dizer que seu deus não é capaz de criar o mal?

    O texto está dizendo Faço Luz e Paz.
    Mas os seus ouvintes nunca quiseram andar sob os olofotes de Jesus e muito menos aceitado sua paz. Deixo vos a paz a minha paz voz dou não a que o mundo dá…

    Irrelevante. Deus diz que não só faz coisas boas, como más. Fim.

    Deus se sente como um pai que oriente um filho no caminho do bem mas, um dia recebe um bilhete da professora dizendo que chegou na classe com um revolve da muchila.

    Seu português é sofrível.

    Este garoto não quis seguir seus conselhos e gerou trevas, infelicidade.

    Suponha que fora o próprio pai quem colocou o revolver na mochila.

    No contexto histórico,é disso que Isaias estava falando.

    Mentira. Isdaías NÃO FALA que foi a humanidade que criou o mal nem foi o capeta. Ele disse que foi deus. Fim. Aceite os fatos.

    Deus queria repatriar os filhos de Israel, mas o povo não dava ouvidos.

    Que pátria, meu filho? Não tinha pátria nenhyuma.

    Não vim trazer paz, mas espada.
    Nunca ví na bíblia Jesus com uma espada.

    A Bíblia tb não disse que Jesus nunca foi casado. Logo, ele foi. 😀

    Isso é uma metáfora igual isaias 45.

    Ei! Não vai refutar as outras passagens que eu coloquei e mostrei que vc falou merda?

    Abbadon respondeu:

    Por isso mesmo que a leitura da biblia deveria ser proibida para pessoas menores de 18 anos, e a leitura so deveria ser autorizada para quem possui grau universitario…