Category Archives: Paleontologia

Quais as diferenças entre pés de humanos e de macacos

Ser humano não é fácil! E já não era fácil antes de nos tornarmos humanos. Nossos antepassados passaram por uma longa viagem evolutiva, e a cada dia descobrimos mais alguns passos dessa viagem. Aliás, falando em passos, uma coisa que sempre interessou pesquisadores foi a origem de um de nossos membros mais importantes. Quer dizer, só a extremidade desse membro: os pés.

Uma pesquisa estuda a evolução da caminhada humana através de nossos primos mais próximos, os chimpanzés; e mesmo assim, nossos pés são os mais distintos de todos os primatas.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Descoberto dinossauro que fica banguela na idade adulta

Dinossauros são uma coisa maravilhosa. Eu gosto de dinossauros. Para mim eles sempre serão aqueles lagartões malvados e não o tatatataravó de uma galinha zarolha, independente do que esses tai de cientistas falem. Naqueles dentões malignos trucidavam e dilaceravam presas sem dó nem piedade. GRAAAAAAWWWWRRRRRRRR!

Infelizmente, a realidade fala mais alto e nem todo dinossauro tinha dentão. Pelo contrário, a maioria era desdentada. O curioso é que, pelo menos, uma espécie nascia dentuço e perdia os dentes com o passar da vida.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Como é feita a datação de fósseis?

Fósseis são vestígios de seres vivos que viveram há muito, muito tempo. Desde um esqueletão de dinossauro até pegadas, passando por impressões “carimbadas” na rocha e até mesmo pinturas rupestres. São as verdadeiras amostras de vidas passadas que são analisadas pelo presente. Paleontólogos estudam fósseis e a sua primeira pergunta é “quando eles viveram”.

Há muitas técnicas para se datar fósseis, como o famosíssimo Carbono-14. Mas existem outros métodos. Bóra conhecer um pouco mais sobre eles. Esta é mais uma edição do seu LIVRO DOS PORQUÊS em vídeo.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Descoberto mais um tatatatataravô dos dinossauros

“Convergência” é o nome que se dá ao processo evolutivo em que duas espécies distintas – até mesmo de classes diferentes – acabam convergindo para alguma característica semelhante. Um perfeito exemplo são os golfinhos (mamíferos) e tubarões (peixes), que possuem morfologia externa semelhante, ainda mais que ambos vivem no mar, e qualquer diferencial que propicie uma vantagem hidrodinâmica garante o almoço ou escapar de ser o almoço. Por convergência, eles acabaram com um formato bem parecido.

Agora, uma recente pesquisa mostra um outro exemplo de convergência que ocorreu, com um réptil mais velho que a sua sogra e mais velho que dinossauros, sendo que estes últimos apresentaram características bem semelhantes. Parentes?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

O mais velho entre os mais velhos neandertais

Sima de los Huesos é um lugar e tanto. O Poço dos Ossos fica na Cueva Mayor (Caverna Maior) que fica na Serra de Atapuerca, que é uma cadeia montanhosa localizada ao norte de Ibeas de Juarros, na província de Burgos, entre Castela e Leão, e tudo isso fica na Espanha. Este “poço” tem 13 metros de profundidade sendo a parte mais profunda da Cueva Mayor. O que tem de especial naquele lugar chama-se “História”. Ou “Pré-História”, mesmo, mas não sejamos tão detalhistas. Já falamos de achados em Sima de los Huesos AQUI e AQUI.

Mais de 5 mil fósseis de cerca de 30 indivíduos da espécie Homo heidelbergensis (considerada ancestral dos neandertais), com idades muito variadas e de ambos os sexos. Estes restos representam mais de 90% dos fósseis humanos recuperados, com datação do Pleistoceno Médio, de todo o mundo. Sempre se discutiu se ali era a origem dos neandertais, só que agora temos novas evidências que sustentam que, sim, ali é realmente o berço da espécie que conviveu com humanos, e acabou sendo limado de uma vez por todas.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pesquisadores caçam o esconderijo da Peste Negra

A Peste Negra é uma demonstração do que Evolução Biológica associada à falta de saneamento básico e estupidez humana acarreta em uma perda considerável de vidas. Foi assim no caso da Praga de Justiniano, no século VI da Era Comum, em que a Yersinia pestis, a bactéria do mal, se espalhou por causa de ratos, e estes se espalhavam por causa de um saneamento básico inexistente e porque um bando de idiotas matou o predador dos ratos. Mesmo porque, gatos são animais satânicos, matem todos e deixemos que Jesus entre em nossos corações, enquanto se morre de forma horrível.

O genoma da Y. pestis já foi sequenciado, mas ainda falta saber umas coisinhas. A peste Negra do século XIV matou entre 30 e 50% da população europeia em 5 anos. Só que não ficou por aí. Não foi um caso isolado. Essa safada desta bactéria ressurgiu em toda a Europa nos séculos seguintes, mandando grande quantidade de pessoas pra vala. As perguntas que surgem são Onde e como os surtos começaram? Onde esta bactéria fidamãe se esconde? Como podemos prevenir que ela reapareça?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quem veio primeiro: A crista ou a ave? Resposta: dinossauros

Todos nós sabemos que aves vieram no quinto dia da Criação, depois de plantas, o Sol, a Lua e as estrelas (sim, nessa ordem). Como a Bíblia não fala de dinossauros, eles não existiam. O que existiu foi dragões, unicórnios.e cobras falantes. Já, se você estudou num colégio decente e tem um QI decente também, sabe que tudo isso é bobagem.

Paleobiólogos agora estudam a importância de processos evolutivos não-ramificados, isto é, lineares. Algumas espécies evoluem rapidamente de ancestrais diretamente, em que podemos identificar facilmente espécies transicionais (aquilo que criaBURRIcionistas insistem que não existe). Estas espécies transitórias geralmente diferem apenas ligeiramente dos seus antepassados, agregando outras diferenças em seus descendentes, como acontece na forma e tamanho de estruturas de exibição, como chifres ou cristas.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

O Antropoceno e mais real do que se imaginava

Já tínhamos falado sobre o Antropoceno AQUI e AQUI. Nossa ação sobre o ambiente mudou radicalmente a História da Terra. Somos responsáveis por alterar o ambiente ao nosso bel prazer, e isso está causando sérios riscos a outras espécies vivas, tendo gente que acredita que estamos causando mais uma grande extinção, mas aí eu acho exagero, pois muito dificilmente nós mandaremos 95% dos seres vivos pra vala, como aconteceu no Permiano.

Até agora, a comunidade científica estava debatendo se os seres humanos têm mudado o sistema da Terra suficientemente para produzir uma assinatura estratigráfica em sedimentos e gelo. Bem, parece que a resposta chegou. E não é algo muito animador.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pesquisadores estudam vasos sanguíneos de fóssil com 80 milhões de anos

Fósseis são sempre muito legais. Desde uma pegada até a ossada de um T-Rex, trabalhar com remanescentes de um animal que viveu há mais tempo que sua avozinha é algo estupendo. Um exemplo é o caso de pesquisadores que confirmaram ter identificado estruturas de vasos sanguíneos em um fóssil com 80 milhões de anos de idade.

A pesquisa acrescenta mais informações e evidências sobre teorias de como seriam as estruturas de vasos sanguíneos e células, bem como dados sobre sequências de proteínas em dinossauros.

Se você é daqueles que acredita em cobras falantes e que a Terra tem 6 mil anos, saia JÁ. Vá ver vídeo da Aline Barros.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Os mistérios da Primeira Grande Extinção

O algoz pairava sobre as cabeças, ante das cabeças sequer existirem. Todos os que estavam abaixo não sabiam do perigo nos céus. Seus destinos estavam selados; o mundo jamais seria o mesmo depois da grande chacina que ocorreria quase em seguidas. Milhões de seres quase começaram a gritar, mas já eram silenciosas já naquela época, quando o oxigênio, este pérfido assassino, seguiu desapaixonadamente as leis da Química.

Esta é a história da primeira grande extinção em massa, e sem nenhum vulcão ou meteoro. Apenas uma simples molécula diatômica. É o Livro dos Porquês!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας