Além de ter câncer, ainda engorda

O que é Leitura Fria?
Turbinas eolicas atrapalham o meio-ambiente e detonam com cadeias alimentares

Mercúrio e chumbo são metais pesados. O problema básico deles é a nossa incapacidade de removê-los de nossa corrente sanguínea, já que os rins não conseguem filtrar o sangue a ponto de se livrar dessas duas substâncias. Este problema não é só nosso, pois, outros animais também não conseguem se livrar desses dois metais. Peixes são um belo exemplo, e o problema é que nós ingerimos peixes. Muitos peixes estão contaminados com mercúrio e chumbo. Daí você vai dizer “beleza, basta ser vegetariano, certo?” errado, pois plantas TAMBÉM estão contaminadas com chumbo, mercúrio e outros metais peados.

Mas calma que o negócio ainda é pior do que você pensa.

A contaminação de solos por metais pesados é de ocorrência generalizada como resultado das atividades humana, agrícola e industrial. O chumbo é um poluente potencial, pois, assim como o mercúrio, é bioacumulador. O corpo não so não metaboliza como ele vai se acumulando nos tecidos. Assim como no caso dos animais, plantas também absorvem chumbo e isso causa vários sintomas de toxicidade em plantas, por exemplo: redução de crescimento, clorose e escurecimento do sistema radicular. Mesmo que não esteja em quantidades significativas, quando ingerimos plantas com chumbo e mercúrio (provenientes de poluição ou fertilizantes sem controle), eles vão se acumulando em nosso organismo sem nem percebermos.

Em muitos casos, peixes de água doce apresentam contaminação por mercúrio que chega a exceder em 13 (TREZE) vezes o limite máximo estipulado. Ou seja, quem precisa desses peixes para alimentação estará ferrado em longo prazo.

Chumbo altera a função cognitiva da criança e em adultos pode causar doenças cardiovasculares, além de saturnismo. Os sintomas incluem dores abdominais, alterações neurológicas e irritabilidade. Em níveis muito elevados, pode ser fatal.

Envenenamento por mercúrio pode acarretar fraqueza muscular, falta de coordenação, dormência nas mãos e pés, erupções da pele, ansiedade, problemas de memória, problemas na fala, problemas de audição, ou dificuldade para enxergar. A Environmental Protection Agency (EPA) associou casos de câncer à intoxicação por metilmercúrio, mas ainda falta maiores evidências. Até agora está ótimo pra você? Pois, uma pesquisa que será apresentada em Chicago na American Heart Association Scientific Sessions 2018, estabelece que níveis mais elevados de chumbo e outros metais pesados ??detectados no sangue foram associados a níveis aumentados de lipoproteína de baixa densidade (LDL, o colesterol malvadão) e colesterol total.

Os pesquisadores revisaram as informações do NHANES 2009-2012, um banco de dados representativo nacional que inclui os níveis de colesterol e os níveis sanguíneos de metais pesados ??entre os adultos dos EUA. Eles encontraram uma diferença notável na concentração de LDL em pacientes com os níveis de metais pesados mais baixos no sangue em comparação com pacientes que apresentam os maiores índices, com o nível de LDL se tornando progressivamente maior à medida que os níveis de chumbo aumentavam.

A tabulação dos dados mostrou que havia 56% mais chances de ter colesterol total mais elevado, se pessoas apresentam maiores níveis de chumbo. 73% são mais propensos a ter maior colesterol total se tivessem os níveis mais altos de mercúrio no sangue e há um risco 41% maior de colesterol total elevado se seus níveis de cádmio estiverem nos níveis mais altos.

Resumindo. Você está envenenado, com problemas neurológicos, fisiológicos, andando esquisito, caminhando pra demência e morte e ainda fica com LDL elevado. Meu filho, esse peixe está acabando com a sua vida!


Fonte: AHA

O que é Leitura Fria?
Turbinas eolicas atrapalham o meio-ambiente e detonam com cadeias alimentares

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!