Curto e grosso: Educação continua uma bosta, mostra IDEB 2017

Precisando de ajudinha pra comer? Chame o MaNuEL
Eulogia a uma vítima de assassinato

E depois que o Museu Nacional virou cinzas, descobrimos que o filme da Educação está queimado também. Motivo? Nada não. Só o fato que nenhum (“nenhum” significa NENHUM!) dos estados conseguiram atingir a meta proposta para o IDEB, mas isso não é surpresa. Só as puras almas cândidas chegaram a aventar que conseguiriam atingir a meta.

Já uns três me mostraram a reportagem e eu com cara de “show me the News!”

Mais uma vez, para surpresa de ninguém, a tabulação de dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de 2017 (mais conhecido como IDEB) mostrou que o Ensino Médio continua a bosta de sempre, com desempenho pior entre todos os segmentos.

Aliás, há algo interessante. É um acontecimento escalonado. Pois o desempenho do Ensino Fundamental 2 (6º ao 9º ano) apresentou resultados piores que os do E. Fundamental 1 (1º ao 5º). Eu estou vendo um padrão aí? Que tal aquele lance chamado “Aprovação Automática”, que mesmo se não existir, existe de maneira informal, em que diretores pressionam professores para aprovar os alunos para mascarar a situação que é bem pior do que a mostrada pelos índices educacionais. Aí, quando chega um IDEB ou PISA, vemos a catástrofe, e mesmo assim, é ainda pior.

No tocante ao Ensino Fundamental, apenas três estados ficaram com desempenho superior à meta estipulada pelo Ministério da Educação: Amapá, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul (sim, eu também me surpreendi nessa). E olhem que a meta é um valor ridiculamente baixo, não damos valor para a excelência, e é por isso que ela jamais será atingida. Estamos nos contentando com a mediocridade, pois trabalhamos para estar na mediocridade, quando na maioria das vezes sequer chegamos na mediocridade.

Média não é meta. Meta é o melhor que se pode conseguir, mas como “elite” virou sinônimo de coisa errada, num xingamento usado por ambos os lados presos na Teoria da Ferradura, vemos que jamais teremos alunos se destacando a algo mais importante que fazer um vulcão torto om massinha de modelar. Mas só quando chegou a massinha, claro.

Aqui estão as metas do IDEB pros próximos anos. Aquelas metas que, de novo, não serão alcançadas e merecerão artigo. (crica que clesce)


Fonte: UOL, via @RonaldoGogoni

Precisando de ajudinha pra comer? Chame o MaNuEL
Eulogia a uma vítima de assassinato

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!