Cães são mais espertos que gatos, de acordo com neurociência (guaxinins são mais espertos)

Ensino Religioso causando polêmica na Base Nacional Comum Curricular
Encontrado manuscrito na bunda de Jesus

Nós, carnívoros, somos mais inteligentes. Isso é um fato incontestável. A ingestão de proteína animal fez nos cérebros crescerem mais que que os de herbívoros estritos. Lamento, mas é assim mesmo. Um gato é mais esperto que um chinchila, um tigre é mais inteligente que uma zebra e eu nem posso me comparar com um comentarista de portal de notícias, já que este último não subiu na escala evolutiva para algo acima de um fungo.

Os cérebros de animais carnívoros e onívoros também são diferentes, principalmente porque grandes animais têm gastos energéticos maiores e padrões de alimentação não-confiáveis. O alto custo metabólico pode colocar grandes felinos, por exemplo, em risco. Animais pequenos, entretanto, conseguem desenvolver maior números de células do córtex cerebral (a parte mais “espertinha” do cérebro) por volume cerebral. Ou seja, apesar de ursos terem cérebros maiores, não possuem maior número de células corticais proporcionalmente se comparados com um gato ou um cachorro. Aliás, se formos ver por isso, cães possuem maior número de células corticais que gatos. Sim, o Spike é mais esperto que o Tom.

Débora Jardim Messeder de Alvarenga é doutoranda em Neurociência pela Universidade Federal Fluminense, embora o currículo Lattes dela estar desatualizado. Bóra mudar lá, menina!

Claro, a pesquisa não é só dela. Entre outros pesquisadores está a Suzanne Herculano-Houzel, que foi esperta o suficiente para aceitar o convite da Universidade Vanderbilt. Eu só coloquei o nome da Débora primeiro por dois motivos: Primeiro, porque doutorando também é gente e se a porra da UFF não coloca nada no site informando das pesquisas, eu coloco. Em segundo lugar, o site é meu e faço o que eu quiser. Se eu quiser privilegiar ao tia do café, sem o qual nenhum pesquisador é gente, eu faço e nenhum de vocês poderá fazer nada a respeito. Rá!

Segundo os pesquisadores, carnívoros e onívoros como gatos, cães, hienas e leões, compartilham com não-primatas, incluindo artiodátilos (mamíferos ungulados com um número par de dedos nas patas e jantar predileto de carnívoros), aproximadamente a mesma relação entre a massa cortical e o número de neurônios, o que sugere que os carnivorianos estão sujeitos às mesmas regras de escala evolutiva como outros clados não-primatas.

No entanto, existem algumas exceções importantes. Os carnivorianos destacam-se pela relação usual entre corpo maior, massa cortical maior e maior número de neurônios corticais aplicando-se apenas a espécies pequenas e médias e não além dos cães.

Como? Sim, isso mesmo! A pesquisa apontou que, por exemplo, um golden retriever possui neurônios corticais em maior quantidade que hienas, leões africanos e até mesmo ursos! Claro, o tamanho do cérebro irá variar entre essas espécies e, ÓBVIO, o cérebro de um urso será maior que o do Rex; para ser mais exato, os cérebros dos ursos são dez vezes maiores que os de cão. A questão está na proporcionalidade de células do córtex cerebral, a parte do cérebro mais desenvolvido e que faz os animais serem mais inteligentes. Apesar do cérebro do Zé Colmeia ser muito maior, ele possui o mesmo número de neurônios que o do Spike. Você já v iu algum desenho com o Spike ficar igual a um idiota atrás de cestas de piquenique? Pois é! E isso para falar nos mamíferos. Infelizmente, para os répteis, peixes etc, isso não é levado em conta, pois eles não possuem córtex cerebral. Sim, a Natureza é Team Mamíferos. Chupem, escamosos!

A análise também descobriu algo interessante: Guaxinins possuem o mesmo número de neurônios corticais que o de um cachorro, mas com um cérebro do tamanho de um gato. Sendo assim, pode-se dizer que guaxinins são bem espertos.

Ou nem sempre

A pesquisa foi publicada no periódico Frontiers in Neuroanatomy. Como bônus, vai um vídeo da Suzane Herculano-Houzel falando sobre ela (ok, nada diferente do meu artigo, e não, nada de mencionar doutorandos. Não fui eu quem fiz o mundo)

Ensino Religioso causando polêmica na Base Nacional Comum Curricular
Encontrado manuscrito na bunda de Jesus

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!