Conhecendo o verdadeiro tamanho dos países

O Efeito Lúcifer ou o Experimento de Stanford
Chimpanzés também sentem nojinho das coisas

Vocês aprenderam a ler mapas… quer dizer, eu espero que sim. Por favor, nãosejam como os imbecis que ficam escandalizados quando a gente diz que pessoas nascidas no Oriente Médio são tão asiáticas quanto russos e chineses. O problema na leitura e representação de mapas é que estamos forçando um sistema que é tridimensional numa figura bidimensional, como é o caso da Projeção de Mercator. Esta projeção cartográfica cilíndrica foi elaborada pelo geógrafo, cartógrafo e matemático Gerhard Mercator, no século XVI, e apesar de serr a mais utilizada no mundo, tem os seus problemas.

É muito complicado traduzir três dimensões para apenas duas. Assim, Mercator preferiu converter num cilindro para, depois, “abrir” o cinlindro.

Claro, isso tem problemas. Se vocês observaremn, a Groenlândia parece ser pouco maior que o Brasil, certo? Bem, a área da Gorenlândia é de  2.166.000 km², enquanto o Brasil tem 8.516.000 km². Alguns idiotas sugeriram substituir esta projeção, mas por que se mudaria algo que funciona tão bem? De qualquer forma, didaticamente isso nos confunde.

Com o site True Size você pode procurar por um determinado país e “arrastá-lo” para qualquer lugar do mapa e este país se deformará até mostrar o tamanho relativo mais próximo da realidade. Por exemplo, como ficaria o Brasil se arrastássemo-lo para a Ásia?

Grandinho, não? Se se trouxermos a Groenlândia para a América do Sul?

Sim, é muito divertido e dá para gastar um bom tempo checando o tamanho real dos países. Divirtam-se!

O Efeito Lúcifer ou o Experimento de Stanford
Chimpanzés também sentem nojinho das coisas

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!