10 perguntas embaraçosas sobre a Bíblia

Segundo Papa, a ICAR deve refletir sobre abuso infantil
Isaac Asimov: O homem que previu o Ceticismo.net

A Bíblia não suscita nenhuma dúvida ou questionamento… Ao menos, para dois tipos de pessoas: a) Os que se aferram à fé e não questionam nada, pois temem estar pecando e irem pro Inferno (coisa que eu já demonstrei não existir pelo próprio texto bíblico); b) Os que nunca a leram. Não raro, as primeiras pessoas se confundem com as segundas.

Dessa forma, quero deixar aqui 10 perguntinhas simples (e que minha bola de cristal prevê que será a origem de muitas pérolas religiosas). Cada pergunta vem com um argumento sobre o porquê do questionamento. E então? Posso perguntar?

1 – Dizem que Jesus veio para redimir nossos pecados. Que pecados, se eu não era nascido?

Argumento: A Bíblia não faz nenhuma menção direta sobre reencarnação. O que se tem são extrapolações. Então, que pecados são esses? O Pecado Original? Então, ninguém mais precisa se preocupar, pois já nascem sem pecados e podem viver a vida tranquilos, sem precisar de religião, certo?

2 – Como um deus ordena matar mulheres e crianças num dia ordena que amamos nossos inimigos no outro dia?

Argumento: Afinal, se o que vale é o tempo da Graça, temos um problema, pois a Bíblia não fala nada de prazo de validade. Mas os mandamentos ainda valem, mas parece que são só alguns. Então, por que ainda mantém o Velho Testamento?

3 – Afinal, Jesus nasceu no tempo de Quirino ou no de Herodes?

Argumento: O Censo de Quirino ocorreu no ano 6 E.C., enquanto Herodes,o Grande morreu no ano 1 E.C. Logo, os dois eventos não são contemporâneos. É o mesmo que dizer que eu nasci no ano que Newton publicou o Principia e Einstein nasceu.

4 – Se Noé e sua família sobreviveram ao Dilúvio, pois eram as únicas pessoas puras de coração, isso significa que Matusalém não prestava e por isso morreu afogado?

Argumento: Matusalém, teve seu primeiro filho, Lamec, com a idade de 187 anos (Gênesis 5:25). Lamec, ao completar 182 anos, gerou a Noé (Gênesis 5:28) e Noé tinha 600 anos quando irromperam as águas do dilúvio (segundo o mito contido em Gênesis 7:6). Obviamente, não estou levando em consideração o absurdo dos anos vividos e já já ou dizer o porque.

Com uma simples adição, obtemos o número 969 (187+182+600), que é exatamente o número de anos vividos por Matusalém (Gênesis 5:27)! A conclusão é que Matusalém morreu afogado no Dilúvio, junto com Lamec. E se os anos vividos não são anos verdadeiros, então a Bíblia está mentindo. Se a Bíblia não está mentindo e isso é apenas algum obscuro estilo literário, temos outro problema, pois ela mesma disse que não é para ser interpretada, pois é a Palavra de Deus. E se a Bíblia não está mentindo, então Matusalém era sim uma pessoa pérfida. Mas qual crime ele cometeu perante os olhos de Deus?

5 – Com quem Jesus estava falando quando disse “Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?”

Argumento: Sendo Jesus Deus, e o verbo que se fez carne (João 1:14), então não deveria haver outro deus, posto que deus é um só. Se havia o pai de Jesus, o verdadeiro deus Javé, então Jesus e Deus são duas entidades diferentes, o que acarreta em uma espécie de “biteísmo”. Afinal, Jesus se sentiu desamparado e isso é sinal que Deus abandonou seu próprio filho, por quem se comprazia, à própria sorte, mesmo levando a palavra divina.

6 – Por que Deus tem preferência pelos profetas do Velho Testamento?

Argumento: Segundo as tradições cristãs, todos os mensageiros da palavra divina (segundo o Novo Testamento), acabaram morrendo de forma ignominiosa. Seu filho foi pregado e posto pra secar ao sol; Pedro foi pregado, mas de cabeça pra baixo. Saulo de Tarso (o que mais propagandeou a palavra de Deus) foi decapitado, assim como João Batista (este, por causa de um rabo de saia); Estêvão foi apedrejado; Justino, foi decapitado também (rezar pra Jesus faz as pessoas perderem a cabeça) entre muitos outros que foram mortos de forma bárbara, também. Mas em compensação, no Velho Testamento, Daniel é alimentado por um anjo e salvo da Cova dos Leões, Isaías era telefonista de Deus e sempre transmitia as ordens de Deus; Davi, apesar de assassino, mulherengo, proxeneta, adúltero e ter um caso com Jônatas, não pagou por nada nem sofreu um quinto. Jonas, ok, foi pra dentro de uma baleia (ou peixe ou monstro marinho, dependendo da tradução), mas não morreu. Jó viu sua família e seu gado morrerem, mas sua mulher ficou intacta e Deus deu a ele outros filhos (quem morreu, portanto, foi os filhos, e por causa de uma aposta!). Ser mensageiro de Deus antes da (suposta) vinda de Jesus era mais vantagem!

7 – Como se melhora o que é perfeito?

Argumento: Jesus disse que nem um til nem um jota da lei passariam, e também disse que não só não veio abolir essas mesmas leis, como veio para levá-las à perfeição. Então, as leis não eram perfeitas? Deus faz coisas imperfeitas? Assim, seria válido matar alguém que viesse à sua casa para te levar a adorar outros deuses. Mas também diz “não matarás”. Então, posso presumir que esse “não matarás” foi uma frase cuja continuação se perdeu (o que não é incomum). Sendo assim, caso qualquer Testemunha de Jeová que vier aqui em casa, eu poderei matá-los, posto que outros cristãos afirmam que Jesus NÃO É Jeová.

8 – Havia doenças quando Adão foi expulso do Éden?

Argumento: Adão e Eva foram expulsos do Paraíso. Assim, começaram a vagar pelo mundo e Adão teve que, até mesmo, inventar ferramentas. Teve até que inventar a metalurgia. Isso exposto ao tempo, com trabalho árduo e uma terra amaldiçoada. Assim, não havia frutos e ele teve meses de fome até que aparecessem as primeiras colheitas. Nesse tempo, deveria haver bactérias, fungos e vírus. Não havia saneamento básico e Eva deve ter tido complicações no parto, pois tanto ela quanto Adão eram inexperientes. Fora os acidentes, cortes, queimaduras (a Bíblia não fala como Adão inventou o fogo, se é que foi ele e não os filhos) ou as bundinhas dos seus filhos assadas, pois o hipoglós ainda não fora inventado.

9 – Como Noé pode ser um patriarca?

Argumento: Uma das defesas em prol da veracidade do Dilúvio é que várias culturas possuem mitos semelhantes. Mas a Bíblia disse que foram cobertas todas as montanhas com água. Mesmo deixando isso de lado, temos um problema. Em cada mito, que não bate em termos de cronologia, situando diversos dilúvios em épocas diferentes, em cada narrativa algumas pessoas se salvam e começam a povoar o mundo. Assim, temos dois raciocínios: 1) Estes relatos não são verdadeiros, o que leva a pensar que o de Noé pode ser o falso, e um dos outros seja o verdadeiro, fazendo com que a Bíblia minta; 2) Todos se salvaram, oque faz da Bíblia um poço de mentiras, pois ela é clara ao dizer que só a família de Noé sobreviveu e seus descendentes repovoaram o mundo. Isso lembrando que o épico do Gilgamesh vem ANTES do relato de Noé. Será que foi Gilgamesh o verdadeiro comandante da Arca e Noé era seu oficial imediato?

10 – Deus se sente solitário?

Argumento: Não há motivo para um ser supremo precisar fazer um Universo inteirinho. Isso supondo que ele não tenha feito outros universos. Ele possui tantas características humanas (dor, raiva, compaixão, ódio, vingança, desprezo etc). Será a solidão mais uma peculiaridade divina?


As perguntas não acabam aqui. Estas foram só as que pensei primeiro, sem consultar nada. Muito provavelmente, teremos outras perguntas semelhantes a estas, mas sem data de serem publicadas. Acessem nosso RSS e fiquem de olho nas nossas atualizações.

Segundo Papa, a ICAR deve refletir sobre abuso infantil
Isaac Asimov: O homem que previu o Ceticismo.net

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!