nov 27

O mundo é doido, sabemos disso. Hades tem hora que deixa as pessoas de rédea curta e Samhain esqueceu de pegar sus filhotes no dia 1º. O último exemplo de coisas doidas que acontecem por aí é o caso da sueca que está indo a julgamento. Sua relação com corpos não é bem no mesmo nível que os filmes do James Cagney fazem supor (pronto entreguei a idade). No caso, ela tem um caso com as ossadas e o pessoal quer a cabeça dela ("dela/dela" e não "dela/do esqueleto") por "perturbação dos mortos".

Mas até que ponto pode-se condená-la?

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

nov 14

Eu não sou mais criança. Sei bem que conceitos são lindos no papel, mas não passam de conceitos, não existindo no mundo real. Liberdade de expressão, debates civilizados e coisas assim são lindos em princípio, subitamente largadas de mão quando colocamos nosso primeiro post num blog e liberamos os comentários.

A bola da vez é um jornalista que deixou clara a sua opinião sobre a palhaçada que anda nas redes sociais. O bando de adolescentes retardados resolveram contra-atacar e a tapioca bateu no ventilador.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

out 19

Foi-se o tempo que era VdA toda semana. daí eu pensei "as pessoas estão ficando menos imbecis". Pensei e pensei e cheguei à outra conclusão "pessoas imbecis pararam de me encher o saco". Isso deprime a gente. O dia fica sem graça e não podemos rir do retardo mental alheio. Então, sou presenteado com algumas pérolas do humor dos estúpidos, ainda que eles pensassem que estavam me ofendendo.

Eu vos concedo a VOZ DOS ALIENADOS!

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

set 25

Existem muitos conceitos por aí. No mais das vezes, não passam de conceitos, sem aplicação real de uma forma ou de outra. Um exemplo disso é a "liberdade de expressão", onde você, em tese, teria salvaguardado seu direito de se exprimir, nas conformidades da Lei, claro. Claro que isso não implica em ofender a honra de alguém ou uma categoria, como dizer que a diferença entre polícia e bandido é a farda. Eu jamais ofenderia a classe policial, mesmo tendo tido voz de prisão certa vez por ter socorrido uma pessoa que foi surrada. Na mente do seu puliça, se eu estava socorrendo é porque EU tinha sido o perpetrador da surra.

No outro extremos temos políticos, que não gozam de boa popularidade entre a população populesca, mas ontem foi diferente. Graças ao deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) a população tuiteira teve grandes momentos de diversão, ainda que de forma não intencional.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

set 21

Esse é o uádafûque da semana. Algum tempo atrás, sacerdotes poloneses ficavam perscrutando os céus. Um padre polonês pimpão fazer uma festinha, ritual de admissão ou alguma merda nesse sentido para os alunos recém chegados. O trote, se é que podemos chamar assim, era fazer os alunos caminharem de quadro e lamber chantily do joelhão do padreco. Afinal, WHAT THE PORRA IS THIS?

Atacando sacerdotes gosmentos de joelhos tortos, esta é a sua SEXTA INSANA!

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

ago 31

Criacionismo é o tipo de piada que uma vez contaram num bar e o pessoal acreditou. Os idiotas que acreditaram não aceitaram que o cara que contou a piada dissesse que eles tinham sido trollados, então, para justificar suas imbecilidades, começaram a criar histórias fictícias, com citações fora de contexto. Desonesto, não? Pois, é, eu também acho. Alguém que segue um livro dizendo "Não prestarás falso testemunho" não deveria mentir feito um bando de desclassificados, mas é o que eles fazem.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

jun 01

Então, você, meu amigo/minha amiga, está triste e cabisbaixo, seu time não se classificou no Brasileirão, você não emplacou trend topic no Twitter e a gostosa do 302 mal te dá bola, não fique  assim. Isso é devido a você ser um Zé Ninguém e não ter uma profissão, ou sequer um emprego. Agora, seus problemas acabaram! Basta você ingressar num curso superior e metade dos seus problemas estarão resolvidos (criando outros problemas, como PAGAR pelo curso).

A Universidade Ufológica Brasileira garante que você pode ter um título de bacharel em Ufologia de forma simples que até um perdedor como você será capaz de conseguir. E isso em plena sexta… SEXTA INSANA!

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

abr 01

Obviamente, você não é desinformado. Desinformado seria se não acessasse Ceticismo.net. como podem bem saber, aquele maluco do Kony, um bandoleirozinho de meia-pataca que pretende fazer uma teocracia tão sem propósito quanto a própria existência, acabou atraindo a atenção para Uganda, um país tão sem expressão que eu duvido que você me diga a capital dele (a saber, Sri Lanka).

Os EUA mandaram fazer uma varredura no local com seus aviões-espião e acabou achando mais uma vez o que estão chamando de verdadeira Arca de Noé. Já vi este filme antes e antes e antes.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

mar 02

Se tem duas coisas que realmente infinitas é a ignorância boçal das pessoas e a estúpida ideia que querer aparecer. O Universo, sabe-se, não é infinito. Quando alguns desses idiotas usam terninhos lindinhos e enchem a boca (não nesse sentido) para dizer que são advogados, temos o vislumbre do desastre.

Já não bastava as loucuras do dia-a-dia. Temos que aturar um acicate a qualquer meio, veículo e/ou instrumento de educação, ensino e aprendizagem. A bola da vez é o dicionário Houaiss, o qual deve ser rasgado, queimado e destruído a uma temperatura de 451 ºF. E o Ministério Público é quem será o carrasco, se deixarem (e provavelmente irão deixar). Esta é a sua SEXTA INSANA!

Clique aqui para ler o restante deste artigo »

fev 08

As pessoas estão enganadas com o mundo moderno. Muitas pensam compreendê-lo, mas ainda agem nos tempos das máquinas de escrever, cartas e em murais e postes. Não conseguem compreender a Internet como um todo, achando que um mural no Facebook é algo perene, em que a primeira chuva levará o cartaz embora. Escrevem cartas anônimas à caneta tinteiro e esquecem que e-mails tem remetentes, comunidades no Orkut podem ser identificadas, postagens no Twitter podem dar problema. É um erro achar que sua vida lhe pertence e você pode fazer o que quiser. Não pode, e assim que você divulga qualquer coisa, deve estar preparado para a repercussão que aquilo acarretará, que pode não ser nada, mas pode ser uma demissão sumária, como o que aconteceu com uma professora de Ensino Fundamental ao fazer declarações no Facebook para ex-alunos.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »