Tag Archives: frescura

Vó, ó o vilão malvado aqui, ó!

Nada pior que gente chata. Ah, sim, tem as pessoas sem senso de ridículo, Não, péra. Tem os ofendidos profissionais, os militantes e gente com preguiça de dar cabo daquela pia imunda em casa. O que arrumaram dessa vez? Simples, estão reclamando de tudo. Desde propaganda de hamburgueria até o outdoor da Fox promovendo X-Men Apocalipse.

Se o objetivo é ter um mundo chato, gerido por retardados, estamos no caminho certo de ter o mundo inteiro como um gigantesco Brasil.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pastor mimizento acha que Starbucks é servo de Satã

O Brasil tem o hábito de gourmetizar qualquer coisa. Enquanto “lá fora” fast food é comida de gente sem grana, aqui fazem festa de aniversário no McDonald’s. O Starbucks é aquela rede de fast café em que o café não é rápido, não tem gosto de café e só serve para atrair hipsters. Este ano, eles acabaram, inadvertidamente, comprando briga com as Ovelhinhas do Senhor, que só porque os copos desse ano não vêm com motivos natalinos, estão acusando o Starbucks de terem feito copos anticristãos, porque imagino que Satanás em pessoa fabricou cada copo.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pais toscos fazem dos seus filhos um bando de babacas

O mundo da redominha de cristal está deixando nossos jovens cada vez mais idiotizados. Se já não bastava universitários levando mamãe e papai pra dar bronca no coordenador por causa de nota feia e mamãe imbecil proibindo seu filhotinho criado com leite-com-pêra de frequentar aulas de Ciência, pois pode dar dodói, agora os kerydinhos têm chiliques em aulas do curso de Direito. Por quê? Por causa de termos como “violar a Lei”. Eles devem achar que o bandido pega um exemplar do Código Penal, abre a braguilha e estupra o livro.

TRIGGER WARNING

Se você é um desses imbecis que se ofendem por qualquer coisa, foda-se! Vou escrever palavrão e chamar gente como você de retardado. E vai à merda antes que eu me esqueça!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Mostrar o menino afogado era mesmo necessário?

A Síria já anda em clima de terror que nem Stephen King seria capaz de descrever. Isso não começou agora, mas está tomando dimensões cada vez piores, embora não tão alarmantes para alguém tomar uma atitude. A não ser que as ações da ONU e suas cartas bem sérias seja fazer algo. Na quarta-feira, as Interwebs ficou em polvorosa por causa da foto de um menino morto, junto com tantos outros refugiados que tentavam sair daquele Inferno na Terra chamado Síria. Uma imagem chocante, horrível, triste, desesperançada e impactante. Todos rangendo em lágrimas, rasgando a roupa e criticando a imprensa ou dando parabéns pela coragem.

Mas essa foto era mesmo necessária?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Casal ganha no tapetão aprovação do filhote indefeso

"Floquinhos de neve" é um termo surgido nos tempos ainda do Orkut (que Deus o tenha. Sabendo em qual comunidade entrar, aprendia-se e ensinava-se muita coisa). "Floquinho de neve" porque qualquer coisinha os deixava magoadinhos, e eles se derretiam. Outro termo surgiu para isso: "geração leite-com-pêra", pois vovó já traz tudinho pronto pra eles, essas fofuras. Esses anjinhos caídos do Céu (dica: Lúcifer foi o primeiro).

Papais superprotetores sempre dão um jeito de fazer as palavras de Fernando Pessoa soarem como um documentário: "Nunca conheci ninguém que tivesse levado porrada". Um exemplo é o caso de uma família de São Paulo que foi na justiça defender o filhotinho de 17 anos (uma criancinha, que vota para presidente e pode dirigir). Por quê? Porque ele se ferrou nas provas e papai e mamãe não aceitam.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Geração Leite-com-Pera não pode participar de aulas de ciência por causa de pais frescos

O mundo anda chato. E isso é devido a pais retardados que dão ouvidos a pedagogas alucinadas. Nada pode. Chamar atenção da criança magoa, falar bravo magoa, colocar de castigo magoa, até a mágoa magoa. Os educadores-que-nunca –lecionaram não entendem que o objetivo é magoar, mesmo; de forma que a criança tenha um vislumbre que fez caca, ou uma punição deixa de ter sentido.

Agora, de acordo com uma ONG, crianças estão sendo impedidas de participar de aulas de Ciência, porque papai e mamãe Imbecil da Silva resolveram que elas podem se machucar, e isso as priva de participar das aulas.

Aula de religião está liberado, mas a pesquisa não tocou neste assunto.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Telma, eu não sou preconceituosa

Oi, Tel. Tudo bem? Tudo, garota. Menina, você não sabe da maior. Tá vendo esta pouca vergonha que tem rolada por aí? Sim… sim… sim, do Boticário. Como assim, você não entendeu o motivo? O Boticário veiculou uma… Deus, como eu tenho que chamar aqui?… propaganda que mostrava algo muito sério. Hein? Não, não tinha violência… quer dizer, tinha! Mas com a família. Como? Morte? Você tá maluca, Tel? Não é nada disso, ora!

Sim, claro que teve violência. Violência contra a família. Hein? Caramba, Tel, de onde você tirou que estavam estuprando a protagonista? Estou falando do comercial da Boticário, não de Game of Thrones. Você está prestando atenção no que eu estou falando, Telma?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

O absurdo medo ludita da Inteligência Artificial

No alvorecer da Revolução Industrial (você aprendeu isso no colégio), o mundo mudou a forma como encarava os sistemas de comércio e produção. O que você não estudou foi como isso mudou a vida dos trabalhadores, que já não era lá essas coisas, mas ficou muito pior. Surgiu algo que já se conhecia há muito tempo, mas começou a se espalhar: A Automação. Surgiu, então, a figura de Ned Ludd, a quem se atribuiu o ataque a uma fábrica de meias, destruindo as máquinas. Todos os ataques desse gênero ficaram conhecidas como obra de seus seguidores: os luditas. Hoje, o termo "ludita" é relacionado a pessoas que têm aversão à tecnologia. Qualquer tipo, já que "tecnologia" não quer dizer "computadô", meus pobres ignorantes.

A bola da vez é a Inteligência artificial (IA). Um monte de gente mostrando-se preocupadas com o advento do que poderia ser um Skynet ou algo semelhante. Curiosamente, não o seu Manoel da padaria, mas pessoas que estão intimamente ligadas às modernas tecnologias. Afinal, o que temos a temer?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Chega de bandidos malvados, quero um vilão toddynho

No tosco mundo de Hades, politicamente correto, nada agrada à grande massa da população, criados a leite-com-pêra e ovomaltine. Todo dia alguém reclama de livro, novela, filme, série e do seu Lourival, porque ele varreu a rua com vassoura de cerdas sintéticas e isso ofende o planeta. No mundo governado por pedagogas, as produções televisivas e cinematográficas, obras literárias e peças teatrais não podem mostrar violência. É feio.

A bola da vez é a série Game of Thrones, porque mostrou o estupro de uma das personagens, e a Interwebs está chilicando com isso.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Engenheiro inventa máquina de Golden Shower

Se você chegou ao mundo faz pouco tempo e não sabe o que é Golden Shower, procura lá no Urban Dictionary. Eu não recomendaria que você fosse no Google Imagens, mas quem sabe da sua vida é você.

Não, queridos, eu não estou maluco. Maluco é quem acha que essa porcaria que relatarei agora é uma boa ideia. Um engenheiro paulistano (São Paulo é uma espécie de Mundo de Qward, em que o pessoal coloca purê em cachorro quente e tem problemas com plurais em lanchonetes). A promessa é que o cara pegue a água imunda, filtre, trate e jogue de novo na sua cara e você, que nem um mané, achando que está fazendo grande vantagem.

Saindo cheirosão do meu banho,~já que uso água e não urina, esta é a sua SEXTA INSANA!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας