Jesus Cristo nunca existiu

igrejacatolica.jpgOs pesquisadores que se dedicaram ao estudo das origens do cristianismo sabem que desde o segundo século de nossa era tem sido posta em dúvida a existência de Cristo. Muitos até mesmo entre os cristãos procuram provas históricas e materiais para fundamentar sua crença. Infelizmente, para eles e sua fé, tal fundamento jamais foi conseguido, e a história cientificamente elaborada denota que a existência de Jesus é real apenas nos escritos e testemunhas daqueles que tiveram interesse religioso e material em prová-la. Desse modo a existência, a vida e a obra de Jesus carecem de provas indiscutíveis.

Nem mesmo os Evangelhos constituem documento confiável. As bibliotecas e museus guardam escritos e documentos de autores que teriam sido contemporâneos de Jesus e que não fazem qualquer referência ao mesmo. Por outro lado, a ciência histórica tem se recusado a dar crédito aos documentos oferecidos pela Igreja, com intenção de provar a existência física desta figura. Ocorre que tais documentos, originariamente, não mencionavam sequer o nome de Jesus; todavia, foram falsificados, rasurados e adulterados visando suprir a ausência de documentação verdadeira. Por outro lado, muito do que foi escrito para provar a inexistência de Jesus Cristo foi destruído pela Igreja, defensivamente. Assim é que, por falta de documentos verdadeiros e indiscutíveis, a existência de Jesus tem sido posta em dúvida desde os primeiros séculos desta era, apesar de ter a Igreja tentado destruir a tudo e a todos os que ousaram contestar os seus pontos de vista, os seus dogmas.

Por tudo isso é que o Papa Pio XII, em 1955, falando para um Congresso Internacional de História em Roma, disse: “Para os cristãos, o problema da existência de Jesus Cristo concerne à fé, e não à história”. Emílio Bossi, em seu livro intitulado “Jesus Cristo Nunca Existiu”, compara Jesus Cristo a Sócrates, que igualmente nada deixou escrito. No entanto, faz ver que Sócrates só ensinou o que é natural e racional, ao passo que Jesus teria se preocupado apenas com o sobrenatural. Sócrates teve como discípulos pessoas naturais, de existência comprovada, cujos escritos, produção cultural e filosófica passaram à história como Platão, Xenófanes, Euclides, Esquino, Fédon. Enquanto isso, Jesus teria por discípulos alguns homens analfabetos como ele próprio teria sido, os quais apenas repetiriam os velhos conceitos e preconceitos talmúdicos.

Sócrates, que viveu 5 séculos antes de Cristo e nada escreveu, jamais teve sua existência posta em dúvida. Jesus Cristo, que teria vivido tanto tempo depois, mesmo nada tendo escrito, poderia apesar disso ter deixado provas de sua existência. Todavia, nada tem sido encontrado que mereça fé. Seus discípulos nada escreveram. Os historiadores não lhe fizeram qualquer alusão. Além disso, sabemos que, desde o Século II, os judeus ortodoxos e muitos homens cultos começaram a contestar a veracidade de existência de tal ser, sob qualquer aspecto, humano ou divino. Estavam, assim, os homens divididos em duas posições: a dos que, afirmando a realidade de sua existência, divindade e propósitos de salvação, perseguiam e matavam impiedosamente aos partidários da posição contrária, ou seja, àqueles cultos e audaciosos que tiveram a coragem de contestá-los.

O imenso poder do Vaticano tornou a libertação do homem da tutela religiosa difícil e lenta. O liberalismo que surgiu nos últimos séculos contribuiu para que homens cultos e desejosos de esclarecer a verdade tentassem, com bastante êxito, mostrar a mistificação que tem sido a base de todas as religiões, inclusive do cristianismo. Surgiram também alguns escritos elucidativos, que por sorte haviam escapado à caça e à queima em praça pública. Fatos e descobertas desta natureza contribuíram decisivamente para que o mundo de hoje tenha uma concepção científica e prática de tudo que o rodeia, bem como de si próprio, de sua vida, direitos e obrigações.

A sociedade atualmente pode estabelecer os seus padrões de vida e moral, e os seus membros podem observá-los e respeitá-los por si mesmos, pelo respeito ao próximo e não pelo temor que lhes incute a religião. Contudo, é lamentavelmente certo que muitos ainda se conservam subjugados pelo espírito de religiosidade, presos a tabus caducos e inaceitáveis. Jesus Cristo foi apenas uma entidade ideal, criada para fazer cumprir as escrituras, visando dar seqüência ao judaísmo em face da diáspora, destruição do templo e de Jerusalém. Teria sido um arranjo feito em defesa do judaísmo que então morria, surgindo uma nova crença. Ultimamente, têm-se evidenciado as adulterações e falsificações documentárias praticadas pela Igreja, com o intuito de provar a existência real de Cristo.

Modernos métodos como, por exemplo, o método comparativo de Hegel, a grafotécnica e muitos outros, denunciaram a má fé dos que implantaram o cristianismo sobre falsas bases com uma doutrina tomada por empréstimos de outros mais vivos e inteligentes do que eles, assim como denunciaram os meios fraudulentos de que se valeram para provar a existência do inexistente.

É de se supor que, após a fuga da Ásia Central, com o tempo os judeus foram abandonando o velho espírito semita, para irem-se adaptando às crenças religiosas dos diversos povos que já viviam na Ásia Menor. Após haverem passado por longo período de cativeiro no Egito, e, posteriormente, por duas vezes na Babilônia, não estranhamos que tenham introduzido no seu judaísmo primitivo as bases das crenças dos povos com os quais conviveram. Sendo um dos povos mais atrasados de então, e na qualidade de cativos, por onde passaram, salvo exceções, sua convivência e ligações seria sempre com a gente inculta, primária e humilde. Assim é que, em vez de aprenderem ciências como astronomia, matemática, sua impressionante legislação, aprenderam as superstições do homem inculto e vulgar.

Quando cativos na Babilônia, os sacerdotes judeus que constituíram a nata do seu meio social, nas horas vagas, iriam copiando o folclore e tudo o que achassem de mais interessante em matéria de costumes e crenças religiosas, do que resultaria mais tarde compendiarem tudo em um só livro, o qual recebeu o nome de Talmud, o livro do saber, do conhecimento, da aprendizagem. Por uma série de circunstâncias, o judeu foi deixando, aos poucos, a atividade de pastor, agricultor e mesmo de artífice, passando a dedicar-se ao comércio. A atividade comercial do judeu teve início quando levados cativos para a Babilônia, por Nabucodonosor, e intensificou-se com o decorrer do tempo, e ainda mais com a perseguição que lhe moveria o próprio cristianismo, a partir do século IV.

Daí em diante, a preocupação principal do povo judeu foi extinguir de seu meio o analfabetismo, visando com isso o êxito de seus negócios. Deve-se a este fato ter sido o judeu o primeiro povo no meio do qual não haveria nenhum analfabeto. Assim, chegando a Roma e a Alexandria, encontrariam ali apenas a prática de uma religião de tradição oral, portanto, terreno propício para a introdução de novas superstições religiosas. Dessa conjuntura é que nasceu o cristianismo, o máximo de mistificação religiosa de que se mostrou capaz a mente humana. O judeu da diáspora conseguiu o seu objetivo. Com sua grande habilidade, em pouco tempo o cristianismo caiu no gosto popular, penetrando na casa do escravo e de seu senhor, invadindo inclusive os palácios imperiais. Crestus, o Messias dos essênios, pelo qual parece terem optado os judeus para a criação do cristianismo, daria origem ao nome de Cristo, cristão e cristianismo.

Páginas: 1 2


77 respostas para "Jesus Cristo nunca existiu"

  1. 1. Marcelo disse:

    Bom dia,
    dei uma olhada no texto, só que a única coisa que achei foi isso:
    “Marcionites are known, from Biblical references (e.g. 1 Corinthians 15:29 – 29 Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?), to have practiced baptisms for the dead, a tradition carried on by some modern-day Christian religions including Mormonism.”
    Li algumas de suas referências e procurei no google, mas não achei um sinal mais evidente de que o batismo pelos mortos seriam os dos marcionistas e não de um grupo anterior qualquer.
    Abraço

    Administrador André respondeu:

    Vc leu os livros indicados? Nem tudo vc acha na Internet, meu caro. Nem tudo.

  2. 2. Patrícia disse:

    Legal existir um site como esse, onde os ateístas tem sua opnião. Só não entendo a razão pela qual falam tanto em Deus se não acreditam em sua existência… Seria como falar de ”papai noel” ou ”fada dos dentes”, quando deixamos de ser crianças. Se consideram bom não terem quem ou em quê acreditar é um problema pessoal, mas passar a vida zombando de quem acredita é tolice. Aliás, se não existe Deus, porque existe ateu???
    É acreditar que não existe o que acreditar?!?

    ps: Os verdadeiros céticos já morreram, os que se dizem céticos hoje são apenas alienados sem capacidade de desenvolver suas próprias opinões.

    Administrador André respondeu:

    Pq existe ateu? Ora, Pelo mesmo motivo que vc não acredita em Shiva. ;-)

    Fabio K respondeu:

    @Patrícia,
    “Legal existir um site como esse, onde os ateístas tem sua opnião.”
    Sim, muito legal isso, considerando que os teístas fazem de tudo para calar vozes dissonantes.

    “Só não entendo a razão pela qual falam tanto em Deus se não acreditam em sua existência…”
    Por quê tantas pessoas estudam a obra de Machado de Assis? Bentinho nunca existiu, mas estudiosos também gostam de usar essas obras para entenderem a sociedade da época. A maior deiferença nessas duas formas de ficção é que Machado tinha estilo :wink:

    “Seria como falar de ”papai noel” ou ”fada dos dentes”, quando deixamos de ser crianças.”
    Ora bolas, eu a-d-o-r-o a fada dos dentes e não tenho nada contra Papai Noel :smile: Por outro lado, crer em um deus é continuar com os amigos imaginários durante a vida adulta.

    “Aliás, se não existe Deus, porque existe ateu???”
    Minha cara, você também é um tipo de atéia, pois não acredita nos deuses dos outros :D

    “É acreditar que não existe o que acreditar?!? ”
    Posso dizer que o nihilismo total é o cristianismo, pois tirar todo o valor dessa vida em detrimento de uma “vida pós morte” é o maior vazio possível.

    “ps: Os verdadeiros céticos já morreram, os que se dizem céticos hoje são apenas alienados sem capacidade de desenvolver suas próprias opinões.”
    Apenas blá-blá-blá. Poderíamos expor a mesma idéia com algo como: o único cristão morreu na cruz, os que se dizem cristãos hoje são alienados sem capacidade de desenvolver suas próprias opiniões.

    Apesar de você ser atéia com relação a Poderosa Bastet, ela iluminará seus passos.

    Linda respondeu:

    @Fabio K,

    Acho tudo muito estranho e sem propósito. Vejo-os como seguidores do Anti-Cristo, que jamais serão aceitos pela maioria do povo, principalmente povo brasileiro.

    Fabio K respondeu:

    @Linda,
    Acho tudo muito estranho e sem propósito.
    O problema é com você; minha vida é maravilhosa e cheia de propósitos e realizações; não preciso morrer para ter esperar ter algo que valha a pena.

    Vejo-os como seguidores do Anti-Cristo,
    De saída devo dizer que me sinto ofendido com isso, pois não existe anti-cristo, pela simples razão que não existe cristo, também.

    que jamais serão aceitos pela maioria do povo, principalmente povo brasileiro.
    Eu naõ sei se classifico essa pérola como a) pura inveja, pois céticos não precisam tremer de medo de seres imaginários, b) miopia causada por uma profunda necessidade de pertencer a um grupo, ainda acima do amor próprio, c) total desconhecimento das razões que levam uma pessoa a questionar o que encontra, d) completa ausência de argumentos, que levam a variações do tem “vai queimar no inferno”; ou e) todas as anteriores e variantes.
    Se ser maioria significasse algo, essa maioria de cristãos hipócritas, que existe por essa nação afora, já deu boas mostras de como podem ser preconceituosos, ignorantes e segregacionistas; minha única esperança quanto a eles reside no fato de serem hipócritas, e não fazerem o que diz o livrinho mágico deles.
    Só para o caso de você não ter entendido: estou pouco me lixando se os cristãos me aceitam ou não, posso viver com minhas próprias opiniões, sem nenhum velhaco religioso me dizendo o que posso, ou não, pensar e fazer.

    Renato Cesar respondeu:

    @Fabio K,

    Diga isso a alguém preso a uma cama por causa de uma doença, sentindo dores constantes e tentando achar uma razão para estar vivo.

    Renato Cesar respondeu:

    faço referência a seu comentário:

    “O problema é com você; minha vida é maravilhosa e cheia de propósitos e realizações; não preciso morrer para ter esperar ter algo que valha a pena.”

    Administrador André respondeu:

    Existem muitas razões biológicas para se estar vivo. Qualquer besteira metafísica que se crie é apenas masturbação mental. Vivemos, morremos. Simples, assim.

    Renato Cesar respondeu:

    “Existem muitas razões biológicas para se estar vivo. Qualquer besteira metafísica que se crie é apenas masturbação mental. Vivemos, morremos. Simples, assim.”

    É esse o propósito a que faz referência o Fábio K? Viver, morrer… isso até uma panta faz. Acho que sou um pouquinho melhor que ela.

    Administrador André respondeu:

    isso até uma panta faz. Acho que sou um pouquinho melhor que ela.

    Tenho as minhas dúvidas.

    Joseph K respondeu:

    @Renato Cesar,
    De novo isso? Impressionante o mesmismo.
    Já respondido aqui:

    http://ceticismo.net/religiao/grandes-mentiras-religiosas/nasa-josue-e-o-sol-que-parou/#comment-14618

    Joseph K respondeu:

    @Renato Cesar,
    É esse o propósito a que faz referência o Fábio K? Viver, morrer… isso até uma panta faz. Acho que sou um pouquinho melhor que ela.
    Uma planta não pensa, não se auto-engana, não mente para si mesma.
    Uma planta não tem condições de tentar avaliar a realidade e fazer escolhas sobre o que acha melhor para si.
    Uma planta não tem necessidade de um propósito pelo simples fato de não ter consciência.
    Se você quer se comparar a uma planta, se achando um “pouquinho” melhor que ela, é problema seu: eu tenho plena consciência que não há sentido nessa comparação, assim como não há necessidade de um “propósito espiritual” para se viver.

    Renato Cesar respondeu:

    Joseph K escreveu:
    “De novo isso? Impressionante o mesmismo.
    Já respondido aqui:
    http://ceticismo.net/religiao/grandes-mentiras-religiosas/nasa-josue-e-o-sol-que-parou/#comment-14618

    ahn?

    Joseph K respondeu:

    @Renato Cesar,
    Cama, doença, dizer isso… PENSE oras!

    mirtes respondeu:

    @Patrícia, se os céticos são alienados, por não terem capacidade de desenvolverem suas proprias opiniões, o que são então os que criam suas opiniões, seguindo os preceitos ditados, por um pastor, um papa, um bispo, um padre, um livro?

    Não; não é assim então? Acho, que eu entendo errado, sempre achei, que quem pensa por si mesmo, admitindo erros,e limitações, sem depender de escritura, ou de líder algum, era o que tinha opinião prória, e os que procuram fontes alheias, como outras pessoas, e livros, é que estavam vinculados à uma forma de pensar alheia.

    que pena, estou errada… :mrgreen:

    XaparraL respondeu:

    @Patrícia,

    (…)os que se dizem céticos hoje são apenas alienados sem capacidade de desenvolver suas próprias opinões.

    Você acredita em deus por um simples motivo: sua formação religiosa (que deve ter sido regada desde sua infância).

    Como então conseguiu formar sua opinião própria na questão que se refere a existência de deus?

  3. 3. Marcio B disse:

    Não aconselho aquele que tem fé na fantasia de um Deus, a ler o livro abaixo.
    Mas para maiores esclarecimento, recomento para que não abalem a sua fé, não, leiam o libvro a Biblia Desenterrada. Pois Ela lhe revelaram a verdade.
    Vou citar uma recente:
    Lembra quando o Papa tomou um Tiro, e ficaram com aquela para revelar a ultima façanha da Maria e seus 3… Sabiam que antes de ser alvo deste tiro, ele foi esfacaedo pelo colega dentro do vaticano. Pois, fiquem atentos. Todos ele figem em acreditar em Deus para manipular as pessoas fracas.

  4. 4. xampinha disse:

    Por que vocês se utilizam de um autor anônimo como La Segasse para afirmar que Jesus não Existiu?Este autor é confiável?

    Administrador André respondeu:

    Tão confiável até que coloquem uma refutação à altura.

  5. 5. setquarck disse:

    Dados históricos sobre Jesus somente no livro da Gibíblia. Livro este que conta um historinha sobre uma cobra falante que seduz uma mulher a comer maçã. Esta mulher dá a maçã ao marido e estes dois são banidos do “paraiso”, criam uma família onde os filhos deles praticavam incesto, já que só existiam eles. Depois de muito pesar uma grande chuva cai na terra e um barco[sic] com todas as espécies de animais são postos detro…….

    chega……… Depois da Cobra Falante, perdeu credibilidade.

  6. 6. Icaro disse:

    Aplicando uma dose de ceticismo ao texto, como posso saber sobre o método comparativo de Hegel e o exame grafotécnico ao texto de Josefo? La Segasse, por si só, não me parece a fonte mais confivável. Em uma conversa com um cristão, ele defendeu a existência de Jesus histórico (e divino!) com referências do Tamuld Judaico, o que você sabe sobre o Tamuld? Ele afirmou que o Tamuld fala que Jesus fazia mágicas, a interpretação dele é que as mágicas referem-se aos supostos milagres. Queria mais detalhes sobre a aduteração dos textos de Josefo e como refutar alguém que cita o Tamuld Judaico (essa pra mim é nova).

    Administrador André respondeu:

    1) Hegel’s Comparative Method

    2) Livros que desmascaram a falcatrua atribuída a Josefo é o que não falta.

    3) Ok, tente livros comos os de Bart Ehrman, então. Em especial “O que Jesus disse, o que Jesus NÃO DISSE? Quem alterou a Bíblia e porquê”, e “Quem foi Jesus e quem Jesus NÃO FOI”. Nem mesmo Rudolf Bultmann acreditava no Jesus Milagreiro.

    4) Sei. Talmud Judaico. Jesus fazia “mágicas”. Alegações extraordinárias. ONDE está este talmud. Scan, por gentileza. Depois eu desmascaro. Citar é moleza, quero ver uma cópia dele.

  7. 7. Credo disse:

    Onde encontro esses livros para fzr download?

  8. 8. Liomai disse:

    Observo a obtusidade do pensamento ateísta. Jesus não existiu porque não existem provas de que ele existiu. Então Aristóteles, Platão, Sócrates também não existiram, pois não existem provas de que existiram.
    Não temos a certidão de nascimento de nenhum deles, nada além de escritos ou estátuas. Mas atribuir a alguém um escrito prova que esse alguém existiu? Existir uma estátua de alguém prova que esse alguém existiu?
    Então Zeus e Apolo existiram, pois há estátuas deles.
    Ser ateu é não pensar, é não raciocinar.
    Se Jesus não existiu, então Aristóteles também não existiu. Simples assim.
    Não há prova alguma de que César atravessou o Rubicão, no entanto, nenhum historiador duvida que César tenha atravessado o Rubicão. Que provas há que César foi morto pelo Senado romano? No entanto, César foi morto pelo senado romano.
    Assim é o pensamento ateu: obtuso, sempre obtuso.

    Administrador André respondeu:

    Observo a obtusidade do pensamento ateísta. Jesus não existiu porque não existem provas de que ele existiu. Então Aristóteles, Platão, Sócrates também não existiram, pois não existem provas de que existiram.

    Existem centenas de documentos históricos que comprovam a existência de Aristóteles e PLatão. Sócrates é um caso a parte, pois realmente não se sabe se ele existiu e a única referência é Platão. Me mostre um documento histórico contemporâneo ao seu Jesus que fale dele, assim como fale da tradição judaica de libertar judeus na Páscoa, sobre a perseguição do massacre dos inocentes de Herodes ou do julgamento de Jesus. Pode começar.

    Não temos a certidão de nascimento de nenhum deles, nada além de escritos ou estátuas.

    Do seu Jesus, só temos os evangelçhos e documentos MUITO mais tardios. :mrgreen:

    Mas atribuir a alguém um escrito prova que esse alguém existiu? Existir uma estátua de alguém prova que esse alguém existiu?

    Em muitos casos, sim. Pode me mostrar um documento extra-bíblico que fale de seu Jesus?

    Então Zeus e Apolo existiram, pois há estátuas deles.

    Exatamente! :mrgreen:

    Logo, vc terá que venerá-los. ;)

    Ser ateu é não pensar, é não raciocinar.

    Isso dito por alguém que aceita qq coisa que está num livro cheio de erros históricos e geográficos.

    Se Jesus não existiu, então Aristóteles também não existiu. Simples assim.

    Pode ser. Entretanto, não conheço nenhuma guerra que foi criada em nome de Aristóteles. Logo…

    Não há prova alguma de que César atravessou o Rubicão, no entanto, nenhum historiador duvida que César tenha atravessado o Rubicão.

    Engano seu. Nem se sabe ONDE é o Rubicão. Os historiadores não ACREDITAM nisso, é um ponto de interroga~çao na história. Bola fora.

    Que provas há que César foi morto pelo Senado romano? No entanto, César foi morto pelo senado romano.

    Que tal TODOS os historiadores da época? Agora me mostre os trabalhos de todos os historiadores da época de Jesus que falem dele. E antes que vc venha com besteiras como Flávio Josefo, Tácito etc, leia isto:
    http://ceticismo.net/religiao/as-mil-faces-de-jesus-o-mau-caratismo-religioso/

    Assim é o pensamento ateu: obtuso, sempre obtuso.

    Isso dito por alguém que acredita num livro que fala de dragões, unicórnios e cobras falantes.

    Joseph K respondeu:

    @Liomai,
    Ah, como é divertido ver crentosco tentando se passar por “inteligente”.
    Que pérola do pensamento crental, típico de quem não teve educação formal:

    “Jesus não existiu porque não existem provas de que ele existiu. “
    O que se pode dizer em defesa de tamanha ignorâcia? Lembrar que a ausência de uma prova não é uma prova da ausência? É o mínimo que a caridade pede.
    Outra demonstração de falta de entendimento da realidade, muito comum em quem passa muito tempo ajoelhado na frente do padre, de boca aberta, rezando:

    “Então Aristóteles, Platão, Sócrates também não existiram, pois não existem provas de que existiram.
    Não temos a certidão de nascimento de nenhum deles, “

    Vê-se, aqui, a confusão instaurada na cabeça do pobre crente; confundindo “prova da existência” com “certidão de nascimento”; poverito, é o tipo de “interpretação” que os desesperados tem que ter em “mente”, afinal é chato venerar um mito, enquanto os budistas têm a alegria de saber que, muito provavelmente, o Buda existiu. Tsc, tsc, que pena.

    ” Mas atribuir a alguém um escrito prova que esse alguém existiu?”
    HAHAHAHAHAHA!
    Ah, doce ironia.
    Essa é a parte mais engraçada.
    Se seu “raciocínio” está correto, se um escrito atribuído a alguém não é prova que esse alguém existiu, então NÃO HÁ NENHUMA PROVA que seu macho g-zuys existiu. E agora?

    “Então Zeus e Apolo existiram, pois há estátuas deles.”
    Todos lendas como o zumbi palestino: quem existiu, mesmo, foi Maomé e Buda. Chore.

    “Ser ateu é não pensar, é não raciocinar.”
    HAHAHAHAHAHA!
    Tá certo, isso vindo de alguém que acredita em lendas da Era do Ferro, que segue um livro que diz que ouro enferruja e que massacrar povos para roubar todos os bens e meninas virgens é correto.

    “Se Jesus não existiu, então Aristóteles também não existiu. Simples assim.”
    Errado, cara-pálida, pois você tenta, cometendo um crime contra a erudição e a honestidade, misturar a ausência de “certidão de nascimento” com “ausência de prova”: enquanto Aristóteles é confirmado por fontes externas NINGUÉM externo ao conflito cristão da época confirma a existência de seu zumbi palestino, sente-se e chore.

    “Não há prova alguma de que César atravessou o Rubicão,”
    Qual Rubicão? Ah, tá, você quer dizer que não há uma declaração registrada em cartório de sua comarca dizendo que “César atravessou um curso d’água dalí, ó, chamado Rubicão, mas que pode ter outro nome no futuro”, então não aconteceu.
    Quando você for capaz de entender a diferença, leia mais sobre o assunto (1) e volte quando aprender algo.

    “Assim é o pensamento ateu: obtuso, sempre obtuso.”
    Assim é a falta de raciocínio crental: de tanto acreditar em lendas, passa-se a acreditar no que for preciso, para se manter os amigos imaginários.
    É surreal o desespero para se acreditar em lendas sem registro histórico.
    Vá em paz, pequeno inseto, e que o grande amor de Buda te penetre. :cool:

    (1) Philip Sabin, Hans Van Wees and Michael Whitby (p. 121, 176). The Cambridge History of Greek and Roman Wafare Vol. II: Rome from the Late Republic to the Late Empire. Cambridge University Press. 2008.

  9. 9. Liomai disse:

    Lancei um comentário sobre o texto acima, e fiquei arrepiado com a “análise” dele por parte do senhor Joseph K. Ao passo que lancei argumentos para mostrar a obtusidade de quem afirma que Jesus não existiu, o indivíduo limitou-se a comentar com sarcasmo. Aliás, sarcasmo é coisa de gente intelectualmente covarde.
    Se procuro mostrar que uma pessoa está errada, eu devo fazer isso apresentando contra-argumentos, não usando palavras como “crental” ou “seu macho”. Bem, vamos continuar.

    O critério que o ateu usa para dizer que Jesus não existiu é o da falta de provas. Eu poderia perguntar ao senhor Joseph K O QUE É prova, mas nem vou mexer com isso,duvido que ele esteja intelectualmente preparado para lidar com essa questão. Bem, mas consideremos o seguinte:

    Se a Arqueologia encontrasse uma tumba e dentro dela a inscrição: “aqui foi sepultado Aristóteles”, então isso seria uma prova de que Aristóteles existiu? Uns poderiam dizer que sim, eu, porém, poderia objetar, dizendo que aquela inscrição pode ter sido colocada ali por qualquer um que soubesse escrever naquela época, uma pessoa que estivesse interessada em defender a existência de Aristóteles naquele tempo.
    Eu creio que Aristóteles tenha existido e os ateus tb, mas o que os obtusos não podem entender é que NUNCA alguém poderá PROVAR isso. Ou seja, ainda que se encontrasse a certidão de nascimento de Aristóteles, alguém sempre poderia objetar. A certidão poderia ser falsa, por exemplo.
    Agora, voltando a Jesus. Os obtusos (não consigo usar outra palavra) dizem que não há nada que fale de Jesus fora da Bíblia. Essa besteira pode ser objetada de duas maneiras. Primeiro, se está na Bíblia, não seria essa uma fonte? Se alguém escreveu sobre Jesus e esse texto foi parar na Bíblia, ele deixa de ser verdadeiro porque foi parar na Bíblia? A Bíblia diz que a terra está suspensa no vazio, e está mesmo. Mas isso deixa de ser verdadeiro só pq está na Bíblia? Ou seja, uma verdade deixa de verdade pq está na Bíblia? Segundo, há fontes externas à Bíblia que falam de Jesus, como Tácito, Josefo e Plínio.
    Bem, vejamos o exemplo do Rubicão. Veja o que o senhor Joseph K escreve lá. Ele está admitindo que César atravessou o Rubicão ou não? Ele fugiu do argumento muito rasteiramente. Não interessa o nome do bendito rio, a questão é: César o atravessou ou não? Se atravessou, tenho de perguntar: COMO sabemos disso? Que provas há disso? Se não atravessou, então por que historiadores dizem que sim? O pensamento do coitado é mesmo obtuso.
    Estou dizendo que o critério para se dizer que Jesus não existiu vale para Jesus, certamente, mas vale tb para Aristóteles. Mas para o ateu só vale para Jesus. Se Jesus não existiu, pq não há documentos, então César não soltava pum, pois não há nenhum documento sobre isso. Então o cérebro do senhor Joseph é um mito, pois não há documentos que digam que ele tem um cérebro. e vai por aí afora.
    Na verdade, as certezas ateístas não passam de crendices, como as crendices nos totens dos índios ou dos deuses dos maias ou incas.
    Eu ainda gostaria de tocar no conceito de PROVA com o sr. Joseph K, mas ele tem tanta convicção de que provas existem, que penso não suportaria a carga epistemológica de uma afirmação do tipo: provas não existem!
    Eu poderia pedir ao sr. Joseph K que me provasse que o PC dele existe, mas acredito que ele agiria com sarcasmo diante disso tb. Mas, fica a tentativa.

    Rir dos argumentos não os derruba de forma alguma. Contra-argumentos podem refutar argumentos, mas zombar deles ou usar temos pejorativos não!
    Eu posso desafiar qualquer pensamento ou raciocínio que se levante contra a fé cristã, mas desafio a qualquer um, nesse planeta ou fora dele, a derrubar algum dos argumentos que eu usar para defendê-la. Aí vc tem argumentos. Refute-os! Mostre que são tolos, obtusos pela contra-argumentação. Usar seu parco dom da mordacidade e sua vasta capacidade rasteira de abordagem não serve.

    Até a próxima.

    Administrador André respondeu:

    Lancei um comentário sobre o texto acima, e fiquei arrepiado com a “análise” dele por parte do senhor Joseph K. Ao passo que lancei argumentos para mostrar a obtusidade de quem afirma que Jesus não existiu, o indivíduo limitou-se a comentar com sarcasmo. Aliás, sarcasmo é coisa de gente intelectualmente covarde.

    Se procuro mostrar que uma pessoa está errada, eu devo fazer isso apresentando contra-argumentos, não usando palavras como “crental” ou “seu macho”. Bem, vamos continuar.

    Como se refuta um argumento inexistente? Porque, aliás, vc não refutou os meus. Não que eu espere honestidade de gentinha, claro.

    Se a Arqueologia encontrasse uma tumba e dentro dela a inscrição: “aqui foi sepultado Aristóteles”, então isso seria uma prova de que Aristóteles existiu?

    Não, mas temois vários escritores contemporâneos a ele que falam do sujeito. Que tal? RESPONDA A ISSO!

    Eu creio que Aristóteles tenha existido e os ateus tb, mas o que os obtusos não podem entender é que NUNCA alguém poderá PROVAR isso.

    Tb não faria diferença, já que ninguém mandou matar pessoas em nome de Aristóteles. RESPONDA A ISSO!

    Agora, voltando a Jesus. Os obtusos (não consigo usar outra palavra) dizem que não há nada que fale de Jesus fora da Bíblia. Essa besteira pode ser objetada de duas maneiras.

    Não duas, apenas uma: mostrando os relatos de escritores contemporâneos. RESPONDA A ISSO!

    Primeiro, se está na Bíblia, não seria essa uma fonte?

    A Biblia fala de um êxodo quie não existiu, de escravos hebreus noi Egito, quando o Egito não dispunha de escravos, fala de campanhas israelitas que a arqueologia provoiu serem inexistentes, fala que Gerasa é perto do mar, quando não é, nunca foi nem nunca será, fala de uma tradição de libertar prisioneiros na Pessach, coisa que nenhum judeu confirma existir entre muitas outras besteiras. RESPONDA A ISSO!

    Se alguém escreveu sobre Jesus e esse texto foi parar na Bíblia

    Só 4 evangelistas?

    ele deixa de ser verdadeiro porque foi parar na Bíblia?

    De acordo com estudiosos como J. P. Meier, Geza Vermes, Bart Ehrman e muitos outros, sim, deixa.

    A Bíblia diz que a terra está suspensa no vazio, e está mesmo.

    Não está,, não. O espaço abunda em gás hidrogênio, por exemplo, além de poeira espacial, meteoros e etc. Vai estudar.

    Mas isso deixa de ser verdadeiro só pq está na Bíblia? Ou seja, uma verdade deixa de verdade pq está na Bíblia?

    O moderno conhecimento científico provou que sim, a Bíblia errou. ;)

    Segundo, há fontes externas à Bíblia que falam de Jesus, como Tácito, Josefo e Plínio.

    Eu coloquei o link, desonesto. Ah, e Tácito chamou o cristianismo de perniciosa SU´PERSTIÇÃO. heheheh

    Bem, vejamos o exemplo do Rubicão. Veja o que o senhor Joseph K escreve lá. Ele está admitindo que César atravessou o Rubicão ou não? Ele fugiu do argumento muito rasteiramente. Não interessa o nome do bendito rio, a questão é: César o atravessou ou não? Se atravessou, tenho de perguntar: COMO sabemos disso? Que provas há disso? Se não atravessou, então por que historiadores dizem que sim? O pensamento do coitado é mesmo obtuso.

    Tb é irrelevante, pois ninguém criou guerras em nome do Rubicão. Ademais, as campanhas romanas não dependem da existência ou não do Rubicão.

    Estou dizendo que o critério para se dizer que Jesus não existiu vale para Jesus, certamente, mas vale tb para Aristóteles.

    Coitado, se apegou em Aristóteles por falta de argumento. Ou seja, se Aristóteles existiu, Jesus também.

    Mas para o ateu só vale para Jesus. Se Jesus não existiu, pq não há documentos, então César não soltava pum, pois não há nenhum documento sobre isso.

    Falácia tão rasteira que só pode virar escárnio.

    Então o cérebro do senhor Joseph é um mito, pois não há documentos que digam que ele tem um cérebro. e vai por aí afora.

    Ressonância Nuclear Mgnética. Prazer.

    Na verdade, as certezas ateístas não passam de crendices, como as crendices nos totens dos índios ou dos deuses dos maias ou incas.

    E dos índios brasileiros e dos cristãos.

    Eu ainda gostaria de tocar no conceito de PROVA com o sr. Joseph K, mas ele tem tanta convicção de que provas existem, que penso não suportaria a carga epistemológica de uma afirmação do tipo: provas não existem!

    Então, as pirâmides de Gizé não ficam no Egito?

    Eu poderia pedir ao sr. Joseph K que me provasse que o PC dele existe, mas acredito que ele agiria com sarcasmo diante disso tb. Mas, fica a tentativa.

    Foto? Vc pode mostrar uma foto de Jesus em pessoa? Não vale o ex da Madonna.

    Rir dos argumentos não os derruba de forma alguma. Contra-argumentos podem refutar argumentos, mas zombar deles ou usar temos pejorativos não!

    E os MEUS argumentos que dilaceraram suas besteiras? Quando vc tocará no assunto?

    Eu posso desafiar qualquer pensamento ou raciocínio que se levante contra a fé cristã, mas desafio a qualquer um, nesse planeta ou fora dele, a derrubar algum dos argumentos que eu usar para defendê-la.

    Eu postei as provas que a bíblia errou. Que tal? Vamos lá, me prove que judeus libertavam prisioneiros durante os festejos da Páscoa.

    Aí vc tem argumentos. Refute-os! Mostre que são tolos, obtusos pela contra-argumentação. Usar seu parco dom da mordacidade e sua vasta capacidade rasteira de abordagem não serve.

    Eu já os fiz. Vc é cego?

    Joseph K respondeu:

    @Liomai,
    Antes de chutar cachorro morto, um esclarecimento: sarcasmo, caro apedeuta, é a única forma de resposta que uma pessoa como você merece; seus “argumentos” foram tão facilmente desmontados pelo comentário do André que apenas restou tirar um sarrinho básico: falácia da “evidência da ausência” é uma das marcas do covarde intelectual.
    Não posso deixar de apreciar a ironia de ver um sujeitinho preconceituoso pedindo para ser tratado com mais delicadeza, posto que meu sarcasmo ofende tal pobre criatura.
    Sim, crentosco, você é um sujeito preconceituoso e está sendo tratado de acordo; você chega a este espaço chamando pessoas que você não conhece de estúpidas e ignorantes, generalizando o “adversário”, por isso merece ser tratado com desprezo.
    Não gostou? Peça desculpas e, talvez, mereça melhor tratamento, até então será tratado como o fanático preconceituoso que é.
    Preliminares à parte, passo ao relatório.

    O critério que o ateu usa para dizer que Jesus não existiu é o da falta de provas.
    Pois é, então Shiva existe, posto que você não tem provas que não. Thor existe, pelo mesmo critério. Thor tem um martelo, seu deus foi pregado. Thor wins! JeiCi Fails!
    Um sujeito que nem entende isso quer dizer que outra pessoa é “intelectualmente despreparada”? Oh, doce ironia.

    Se a Arqueologia encontrasse uma tumba e dentro dela a inscrição: “aqui foi sepultado Aristóteles”, então isso seria uma prova de que Aristóteles existiu?
    Não, isso não seria prova conclusiva, porém, noto que vossa fanatice deixou de entender a importância de citação por fontes exteriores, o que é muito coerente com quem sabe que a única “prova” do deusinho mimado dele reside em uma lógica circular apoiada no Harry Potter.

    mas o que os obtusos não podem entender é que NUNCA alguém poderá PROVAR isso.
    Viu só? É por causa de obtusidades como essa que vossa crentosidade merece o tratamento que recebe.
    Apenas fanáticos que sofreram lavagem cerebral para aceitar a “prova” dada pela lógica recursiva bíblica diria tal disparate.
    Estude “fontes externas ou de terceiros”, e talvez aprenda algo útil.

    Agora, voltando a Jesus. Os obtusos (não consigo usar outra palavra) dizem que não há nada que fale de Jesus fora da Bíblia. Essa besteira pode ser objetada de duas maneiras. Primeiro, se está na Bíblia, não seria essa uma fonte?
    você é retardado? Apenas um retardado falaria sobre citações FORA DA BÍBLIA e perguntaria se a própria bíblia não é uma fonte aceitável. Patético.
    Prestenção: fonte FORA da bíblia, mona, logo é ÓBVIO que a própria bíblia não se encaixa nesse quesito, sua anta!

    ele deixa de ser verdadeiro porque foi parar na Bíblia?
    Não, azêmola, não é aceitável por não ser uma fonte externa, assunto o qual, resta evidente, você não entendeu mesmo ou é um dos crentes mais desonestos que já passou por aqui. (Ou os dois, muito provavelmente)

    A Bíblia diz que a terra está suspensa no vazio, e está mesmo.
    Não, caro analfabeto científico, a Terra não está “suspensa” em vazio algum, muito pelo contrário.
    Por outro lado, seu panfleto mágico diz que a Terra é circular; que ouro enferruja; que dragões, unicórnios e sátiros existem e que morcegos são aves. É uma verdadeira fonte de crendices e erros.

    Mas isso deixa de ser verdadeiro só pq está na Bíblia?
    Não necessariamente, é falso por ser negado pela natureza.
    Unicórnios existem, só porque estão na bíblia?

    Ou seja, uma verdade deixa de verdade pq está na Bíblia?
    Mas uma coisa falsa passa a ser verdade porque está nela? Tal como dragões?

    Segundo, há fontes externas à Bíblia que falam de Jesus, como Tácito, Josefo e Plínio.
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
    Tomaí, papudo, de novo:
    http://ceticismo.net/religiao/as-mil-faces-de-jesus-o-mau-caratismo-religioso/

    Bem, vejamos o exemplo do Rubicão. (…) Se não atravessou, então por que historiadores dizem que sim? O pensamento do coitado é mesmo obtuso.
    Pegue o livro que citei, tem as páginas destacadas para facilitar sua leitura, e vai entender a resposta, pobre fanático iletrado.

    Estou dizendo que o critério para se dizer que Jesus não existiu vale para Jesus, (…). e vai por aí afora.
    “Ausência de evidência não é evidência de ausência, blá-blá-blá” e o crente continua se esforçando para não entender o que é “eferência externa”.

    Na verdade, as certezas ateístas não passam de crendices, como as crendices nos totens dos índios ou dos deuses dos maias ou incas.
    Na verdade, as crendices cristãs não passam disso mesmo: crendices.
    Basta lembrar que crendice é a religião alheia, e a maior parte da humanidade acha que você acredita em lendas.

    Eu poderia pedir ao sr. Joseph K que me provasse que o PC dele existe, mas acredito que ele agiria com sarcasmo diante disso tb. Mas, fica a tentativa.
    Tsc, tsc, mais um felósofo de boteco crental. Nada é absoluto e tals.
    Se nada é certo, caro apedeuta, dê um tiro de calibre 12 na sua pobre cabecinha ôca, e volte para nos contar que a morte não é uma ocorrência certa. Prove que um tiro de calibre 12 à queima roupa na cabeça não é fatal. Fica a tentativa.

    Eu posso desafiar qualquer pensamento ou raciocínio que se levante contra a fé cristã, mas desafio a qualquer um, nesse planeta ou fora dele, a derrubar algum dos argumentos que eu usar para defendê-la.
    Prove que morcego é ave, só para começar.

    Rir dos argumentos não os derruba de forma alguma. Contra-argumentos podem refutar argumentos, mas zombar deles ou usar temos pejorativos não!
    Aqui nos fala o sujeito desonesto e preconceituoso, pedindo respeito depois de chegar insultando toda uma classe de cidadãos, chamando-os de ignorantes, estúpidos e grossos.
    Se encherga, seu hipócrita.

    Concluindo: o pobre crente fanático, mais um crentosco que exige respeito depois de destratar os demais, espera que aceitemos o relativismo da verdade ao mesmo tempo que tomemos a lógica circular apoiada na bíblia como verdade, ignorando que a realidade do Universo não está nem se lixando para o que ele quer que seja verdade. Menção honrosa pela capacidade de citar Josefo DEPOIS de receber um link sobre isso, uma graça. :lol:
    Que Buda te abrace e te dê carinho.

  10. 10. Liomai disse:

    Quero somente comentar umas palavras de André:

    Ele diz: “Existem centenas de documentos históricos que comprovam a existência de Aristóteles e PLatão. Sócrates é um caso a parte, pois realmente não se sabe se ele existiu e a única referência é Platão. Me mostre um documento histórico contemporâneo ao seu Jesus que fale dele, assim como fale da tradição judaica de libertar judeus na Páscoa, sobre a perseguição do massacre dos inocentes de Herodes ou do julgamento de Jesus. Pode começar.”

    R: caríssimo, esse argumento é bem bobinho. Documetnos podem ser forjados, fabricados. Achar um documento que fale onde Aristóteles morava não quer dizer absolutamente que ARistóteles exista. Achar a certidão de nascimento dele também não. Aristóteles pode ter sido um mito e ainda assim haver um monte de documentos sobre ele. A negativa tb é válida. Se Aristóteles existiu, porque existem documentos sobre ele, então o vizinho de Aristóteles nao existiu, pois não há documentos sobre ele. Quero deixar claro que não duvido que Aristóteles tenha existido, quero deixar claro é que esse argumento de que Jesus naõ existiu pq nao há documentos sobre ele é fuleiro! Jesus pode nao ter existido com base em outras coisas, mas não na falta de documentos. Nem tudo que existiu e aconteceu está documentado e nem tudo que não existiu e não aconteceu não está documentado.
    O erro de vcs é achar que o que não está na Arqueologia não está no mundo. Muito ingênuo. Para vcs então basta que alguém na Antiguidade tenha registrado algo que esse algo então é verdadeiro! Muito inocente! Espero ter sido claro.

    Administrador André respondeu:

    caríssimo, esse argumento é bem bobinho. Documetnos podem ser forjados, fabricados.

    Concordo plenamente. Bart Ehrman fala a msma coisa dos evangelhos e as epístolas paulinas.

    Achar um documento que fale onde Aristóteles morava não quer dizer absolutamente que ARistóteles exista.(…) Quero deixar claro que não duvido que Aristóteles tenha existido, quero deixar claro é que esse argumento de que Jesus naõ existiu pq nao há documentos sobre ele é fuleiro!

    Não só não é fuleiro que a argumentação que vc usou contra existência de Aristóteles demonstra que Jesus é apenas mito, mesmo. Vc tentou salvar a existência do nazareno maluco, mas só fez jogar pá de cal em cima.

    Jesus pode nao ter existido com base em outras coisas, mas não na falta de documentos. Nem tudo que existiu e aconteceu está documentado e nem tudo que não existiu e não aconteceu não está documentado.

    Bom, é triste. Não tenho culpa se temos mais provas dos reinados dos reis egípcios do que seu jesus, que recebeu a vista de todos os sábios dos 4 cantos, como disse Mateus. Todos estes sábios e autores eram tímidos, pois não escreveram uma linha sequer.

    O erro de vcs é achar que o que não está na Arqueologia não está no mundo. Muito ingênuo. Para vcs então basta que alguém na Antiguidade tenha registrado algo que esse algo então é verdadeiro! Muito inocente! Espero ter sido claro.

    Ser, foi. Mas isso não provou sua tese que seu Jesus existiu. Sapateia, que não adiantará.

    Cobalamina respondeu:

    @André, Lembrando a hipótese (a que eu considero mais plausível, mas posso debatê-la sem medo de encontrar equívocos da minha parte) em que John Crossan se baseia. Pode ter existido um pregador messiânico, a exemplo de Sabbatai Zevi (felizmente, este causou tanta intriga que temos registros históricos dele), mas que não despertou atenção de nenhum historiador ou autoridade da época. Isto não refuta que um Jesus, com as qualidades anteriormente mencionadas, tenha surgido naquele período (o qual pode ter iniciado um meme que se distorceu tanto, que virou o que conhecemos hoje), mas o Jesus Bíblico não encontra suporte algum nas pesquisas. Se tivesse acontecido tudo o que os evangelhos canônicos e apócrifos relatam, haveria evidências suficientes para tanto. Infelizmente, é coisa que “crentoscos trollxas” nunca vão entender. Nem adianta discutir, André. O solipsismo deles falará sempre mais alto.

  11. 11. Liomai disse:

    Resolvi comentar os comentários de sr. Joseph “nervosinho” K. As bobagens que ele diz estão numeradas.

    É de se notar que o sr. Joseph “nervosinho” K, EM NENHUM momento desfaz qualquer argumento meu. Ele continua com a velha tática de guerrilha ateísta: zombe, ria, seja mordaz! Claro, seria pedir demais a um cérebro que tem como primo um macaco respeitar regras de um debate ou construir contra-argumentos.

    1) Não, mas, grande mas, foi em nome da fé que MUITAS atrocidades foram e SÃO cometidas ainda hoje; não é a ciência que diz “mate o infiel” mas adivinhe quem.

    R: não, a ciência não diz “mate o infiel”, a ciência faz só as bombas para os soldados matarem. Muito inocente.

    2)Ciência, caro anarfa, é uma ferramenta, fé se propõe como fim.

    R: muito engraçado, a macumba também é uma ferramenta.

    Quanto à fé, duvido que vc sequer saiba o que isso significa. O conceito EXEGESE deve passar bem longe dos seus “avançados” conhecimentos ateístas.

    3) Não foi em nome da ciência que Jack o Estripador usou de uma faca, mas alguém criou o aço, então a ciência tem culpa?

    R: ah bom, esse argumento vale só pra ciência, né, zé mané! Pra religião não vale! Que bunitin!

    4)Por outro lado como justificar que pastores ataquem os homossexuais -e isso tem base bíblica, então os cristãos que não o fizerem estão desobedecendo ao deus deles- sem a religião?

    R: Parafraseando Drummond: tinha um analfabeto bíblico em meu caminho! Se pastores “atacam” (que dramático!) homossexuais, eles o fazem por sua própria conta e risco. Não há na Bíblia mandamento para se atacarem homossexuais.

    5) caro anarfa, que a ciência funciona, por mais que os crentes esperneiem, ao passo que a teologia…

    R: esse argumento é o mais bobinho até agora. Praticamente, o nosso “gênio” está dizendo: a ciência funciona, logo, a ciência é verdadeira. Bem, caríssimo zé mané, até hoje NENHUMA, leia de novo, NENHUMA teoria científica pôde ser comprovada. Todas elas mudam o tempo todo, sempre sendo substituídas por outra. Vc, com certeza, deve acreditar em um punhado de abobrinhas que a ciência diz e que, daqui a trinta ou quarenta anos, ela não afirmará mais. Mas esse assunto é longo e complexo demais para seu cérebro, paro por aqui, por enquanto.

    6) bem a teologia nem sabe que 0, 1 ou 16 anjos podem dançar na cabeça de um alfinete -se não entende a piada, procure a) referências nos concílios da Igreja e b) tenha senso de humor.

    R: Drummnd de novo: tinha um ignorante em Teologia no meio do caminho.
    Caríssimo “gênio” e “profundo” conhecedor de Teologia. Deixe-me dar-lhe uma breve aulinha de conceitos. O que Vossa Sapiência chama de Teologia são ideias de antigos escolásticos, pouco me interessa o que aqueles bestas católicos ficavam fazendo nas horas vagas. A base do cristianismo, coleguinha, não está nas lucubrações medievais, mas no princípio axiomático cristão chamado Bíblia. Cristãos de verdade não têm nada que ver com o que teólogos pouco ocupados fazem nas horas vagas. A propósito das inutilidades, outro diz assisti a um documentário no Discovery Channel em que cientistas estavam muito ocupados analisando as causas de um ataque extraterrestre! Ah, coisa muito útil para o planeta, com certeza! Como eu dizia: pau que dá em Chico, dá em Francisco.

    7) Não, zézinho, o ponto central é que a Evolução torna dispensável seu deus.

    R: que bunitin!! Só falta explicar isso para os cientistas não evolucionistas. Aliás, que diabos tem a ver a calça com as cuecas? Afinal, se existe mesmo essa bobagem de evolução, quem garante que não foi Zeus, Apolo ou Jeová que a ocasionou? A única coisa que a evolução parece ter dispensado foi a capacidade de pensar dos evolucionistas.

    8) Uau! E quem criou seu deus? Ou seu deus está imune a lei que até os animais “sabem”?

    R: Ai! Essa doeu! Aliás, doeu nada, mentirinha! Essa perguntinha chula é a mais antiga, eu a costumava fazer quando era CRIANÇA! Sim, pois quando somos crianças somos burros o suficiente para fazer esse tipo de pergunta. Bem, vamos ver se entendi. O ateuzinho está dizendo que Deus precisa ter sido causado, mas que o universo não! Que bunitin!!

    9) Mais um crente que não sabe a diferença entre “acaso” e Evolução.

    R: putz! A evolução não aconteceu por acaso não? Nossa, eu não sabia que ela tinha sido inteligentemente planejada! É, estou aprendendo mesmo!

    10) Olho humano? Sistema complexo? Coagulação? Acho que a mona criacionista está um pouco desatualizada. Uns poucos anos atrás uns sujeitinhos dessa mesma laia criacionista usou de todos esses argumentos em um tribunal americano chamando, inclusive, uns cientistas “peritos” para apoiar o criacionismo -bah, você se esqueceu de citar o flagelo bacteriano- com “artigos publicados” que refutavam a Evolução -como todo bom cria, você até deve ter conhecimento dessas coisas, é feio não aceitar.

    R: pois é, zé mané, que tal vc aproveitar a oportunidade e REFUTAR essas coisas, em vez de nos lembrar um fato de pouca monta? Vamos, brinde-nos com sua inteligência símiesca!! REFUTE, colega, não zombe, REFUTE!!

    11) “A ciência não explica tudo!

    R: a ciência não explica tudo, mas vc aceita tudo que ela explica. Basta um zé mané (se querer ofender sua parentela) lance uma tese esquipática sobre algo e vcs já engole aquilo sem se perguntar: mas COMO é que ele sabe disso?

    12) Antes de chutar cachorro morto, um esclarecimento: sarcasmo, caro apedeuta, é a única forma de resposta que uma pessoa como você merece; seus “argumentos” foram tão facilmente desmontados pelo comentário do André que apenas restou tirar um sarrinho básico: falácia da “evidência da ausência” é uma das marcas do covarde intelectual. Não posso deixar de apreciar a ironia de ver um sujeitinho preconceituoso pedindo para ser tratado com mais delicadeza, posto que meu sarcasmo ofende tal pobre criatura. Sim, crentosco, você é um sujeito preconceituoso e está sendo tratado de acordo; você chega a este espaço chamando pessoas que você não conhece de estúpidas e ignorantes, generalizando o “adversário.

    R: nossa, que bela exposição de lógica e argumentação!!

    13) Pois é, então Shiva existe, posto que você não tem provas que não.

    R: tá aí, zé mané, COMO vc sabe que Shiva não existe? QUE MÉTODO de investigação vc usou para chegar a essa conclusão. Deixe-me te dizer algo: vcs ateus são estúpidos pelo simples fato de que vcs não podem justificar joça nenhuma do que dizem. Vcs simplesmente afirmam: isso não existe! Sim, mas COMO sabem disso? não estou pedindo prova de que algo não exista, estou simplesmente demandando que se justifique. Já elaborou algum projeto de mestrado? Sabe o que significa JUSTIFICATIVA? Pois é, justifique-se. Quando vc diz que Shiva não existe, vc chegou a essa conclusão a partir de que? Ou isso não é uma conclusão? É uma premissa então? Mas sua premissa pode ser provada? Justificada? Não, não pode. Sabe pq, geniozinho? Pq o pensamento ateu é arbitrário. Vcs “decidiram”, n grande conselho, o que existe e o que não existe. O mais inteligente seria vcs dizerem: “Shiva, Zeus, Deus, Saci-pererê PODEM existir, nada há que indique que não existem! Pq não há mesmo. Isso seria intelectualmente mais honesto. Agora ficar vomitando sua péssima educação recebida, tirando de sua profunda garganta todo seu arsenal de mordacidade e vocabulário rasteiro vai adiantar o que? Me chamar de “crentosco”, “anarfa” prova o que? Prova que vc é bem melhor do que eu em baixar o nível.
    Agora, zezinho, REFUTE-ME!! Eu sei que vc pode, deve poder, não é possível! Se vc encontrou em mim um adversário diferente dos “crentoscos” que está acostumado a encontrar . . . surpresa!! Não sou o único da minha espécie!
    Então? Vai me dizer COMO vc sabe que Shiva não existe ou vai continuar seu showzinho?
    Eu não vou comentar o resto, pois dá calos nas vistas ler o amontoado de baixarias e vocabulário grosseiro usado. Eu não sabia que um dos quesitos para se ser ateu é ser tb mal educado! Vivendo e aprendendo. Freud explica: reações emotivas fortes muitas vezes são indícios de insegurança.

    Aguardo a resposta sobre Shiva!

    Administrador André respondeu:

    R: não, a ciência não diz “mate o infiel”, a ciência faz só as bombas para os soldados matarem. Muito inocente.

    E nos deu tecnologiade informação, vacinas, remédios, saneamento básico. Enquanto isso, num certo livroi religioso, esquizofrenia é tratada como se fosse possessão de espíritos.

    R: muito engraçado, a macumba também é uma ferramenta.

    Que tem tanta serventia qto rezar em igrejas católicas e evangélicas. No final, todo mundo corre pro hospital.

    Quanto à fé, duvido que vc sequer saiba o que isso significa. O conceito EXEGESE deve passar bem longe dos seus “avançados” conhecimentos ateístas.

    Fé é acreditar em qq bobagem que se queira acreditar. Tem gente com fé que vai ficar rico da noite pro dia ou que vai comer a loira do302.

    R: ah bom, esse argumento vale só pra ciência, né, zé mané! Pra religião não vale! Que bunitin!

    Vc leu as passagens que eu coloquei mostrando seu deus mandando estuprar e rasgar barrigas de mulheres grávidas?

    R: Parafraseando Drummond: tinha um analfabeto bíblico em meu caminho!

    E eles não sabiam ler em hebraico ou grego. Bem diferente do André.

    Se pastores “atacam” (que dramático!) homossexuais, eles o fazem por sua própria conta e risco. Não há na Bíblia mandamento para se atacarem homossexuais.

    Levítico 20:13 — Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.

    Mateus 5:18 – Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei.

    Quem é o analfabeto bíblico?

    esse argumento é o mais bobinho até agora. Praticamente, o nosso “gênio” está dizendo: a ciência funciona, logo, a ciência é verdadeira. Bem, caríssimo zé mané, até hoje NENHUMA, leia de novo, NENHUMA teoria científica pôde ser comprovada.

    Pule do 20º andar e veja se a teoria da gravidade está errada. :D

    Todas elas mudam o tempo todo, sempre sendo substituídas por outra.

    Enquanto isso, livros religiosos ainda dizem que ouro enferruja, a Lua tem luz própria, o homem veio de um punhado de compostos silicosos…

    Mas desde que o universo apareceu, ácidomais base é igual a sal mais água. Prove o contrário e concorra a um prêmio Nobel. :D

    outro diz assisti a um documentário no Discovery Channel em que cientistas estavam muito ocupados analisando as causas de um ataque extraterrestre!

    Vc vê Discovery, eu leio press releases de Universidades e centros de pesquisas. Daí vemos a diferença entre uma pessoa realmente culta e… bem… e vc.

    Ah, coisa muito útil para o planeta, com certeza!

    A religião não faz parte do planeta. Se fizesse, não seria uma dessas coisas úteis dele.

    Afinal, se existe mesmo essa bobagem de evolução, quem garante que não foi Zeus, Apolo ou Jeová que a ocasionou?

    Então vc admite que o seu deusinho pode não ter sido o único responsável, lançando a possibilidade de vc estar totalmente enganado e ser condenado ao inferno pelo deus de verdade? :P

    Ai! Essa doeu! Aliás, doeu nada, mentirinha! Essa perguntinha chula é a mais antiga, eu a costumava fazer quando era CRIANÇA! Sim, pois quando somos crianças somos burros o suficiente para fazer esse tipo de pergunta. Bem, vamos ver se entendi. O ateuzinho está dizendo que Deus precisa ter sido causado, mas que o universo não! Que bunitin!!

    Invertendo: O universo tem que ser causado por alguém, mas Deus pode aparecer do nada, PUF!

    putz! A evolução não aconteceu por acaso não? Nossa, eu não sabia que ela tinha sido inteligentemente planejada! É, estou aprendendo mesmo!

    Se vc acha que planejamento é ter doenças como a malária impossíveis de serem combatidas com medicamentos antigos, necessitandode constante pesquisa, algo com uma intenção superior, é algo interessante de abordar. Isso significa que seu deus adora matar pessoas… inclusive pessoas religiosas de bom coração. O INCA está cheio delas.

    Vamos, brinde-nos com sua inteligência símiesca!! REFUTE, colega, não zombe, REFUTE!!

    Ken MIller fez isso no julgamento de Dover. Aliás, só para vc ter úlcera: MIller é cristão católico. :D

    Leitura sugerida: http://www.millerandlevine.com/km/evol/

    a ciência não explica tudo, mas vc aceita tudo que ela explica. Basta um zé mané (se querer ofender sua parentela) lance uma tese esquipática sobre algo e vcs já engole aquilo sem se perguntar: mas COMO é que ele sabe disso?

    a religião não explica tudo, mas vc aceita tudo que ela explica. Basta um padre/pastor/pai-de-santo diga qualquer besteira sobre algo e vcs já engole aquilo sem se perguntar: mas COMO é que ele sabe disso?

    tá aí, zé mané, COMO vc sabe que Shiva não existe?

    Sendo Shiva o verdadeiro Deus, junto com Vishnu e Brahma, então o mendigo nazareno não existiu.

    Agora, zezinho, REFUTE-ME!! Eu sei que vc pode, deve poder, não é possível! Se vc encontrou em mim um adversário diferente dos “crentoscos” que está acostumado a encontrar . . .

    Cada linha que vc escreve refuta a existência do seu deus. E o pior é que vc acha que isso prova que ele existe. Lamentável.

    Então? Vai me dizer COMO vc sabe que Shiva não existe ou vai continuar seu showzinho?

    Eu sei. De acordo com o Livro de André, não existe nenhum deus além de André. André existe, pois está escrevendo pra vc., logo, todos os outros deuses são mera invenção. Prove que eu não sou deus. :mrgreen:

    Eu não sabia que um dos quesitos para se ser ateu é ser tb mal educado!

    Se vc ler o Voz dos Alienados, verá como seus amiguinhos de fé costumam nos tratar.

    Joseph K respondeu:

    @Liomai,
    Resolvi comentar os comentários de sr. Joseph “nervosinho” K. As bobagens que ele diz estão numeradas.
    Como Vossa Trollzice não se desculpou por ser um sujeitinho preconceituoso e mal educado, vou continuar a humilhar sua pobre pessoa, com a diferença que, dessa vez, é hora de jogar na sua cara as armadilhas que caiu. Vamos nos divertir.

    É de se notar que o sr. Joseph “nervosinho” K, EM NENHUM momento desfaz qualquer argumento meu.
    É de se notar que um bom crentosco como você a) não entende interpretação de textos e b) não leu o próprio livro mágico.

    Ele continua com a velha tática de guerrilha ateísta: zombe, ria, seja mordaz!
    Yeap. E cada tiração de sarro continha uma pegadinha que você fez o favor de cair, mas vamos por partes. :-)

    Claro, seria pedir demais a um cérebro que tem como primo um macaco respeitar regras de um debate ou construir contra-argumentos.
    Claro, afinal seria pedir demais a uma mente que tem origem no barro, ser honesto e íntegro a ponto de argumentar, ao invés de ficar de falatório, como se fosse o primeiro a tentar isso, por aqui.

    R: não, a ciência não diz “mate o infiel”, a ciência faz só as bombas para os soldados matarem. Muito inocente.
    Primeiro: você não está refutando que a fé, de várias formas, ordenar que se mate o infiel, então não tem argumento contra.
    Segundo: Você tenta, descaradamente, atribuir a uma ferramenta uma vontade. A ciência é uma ferramenta, assim como a faca de açougueiro, ela não manda ninguém maltratar outros, como a própria faca, ela pode ser usada para o que os homens quiserem; por outro lado, caro apedeuta, a crença religiosa é, também, fim em si, como já citado.

    2)Ciência, caro anarfa, é uma ferramenta, fé se propõe como fim.
    R: muito engraçado, a macumba também é uma ferramenta.
    Muito engraçado, mais uma vez você não contesta que a fé é diferente por ser um fim em si, mas tenta, pateticamente, desvirtuar a “ferramenta ciência”, só podemos entender que você não tem argumento contra.
    No mais, a macumba é uma “ferramenta” tão útil quanto a “ferramenta” oração cristã.

    Quanto à fé, duvido que vc sequer saiba o que isso significa. O conceito EXEGESE deve passar bem longe dos seus “avançados” conhecimentos ateístas.
    Fé é aceitar um monte de merda para não precisar pensar. Não vi exegese alguma de sua parte, sequer vi eisegese, posto que você fugiu de comentar as passagens bíblicas que lhe foram citadas, covarde.

    3) Não foi em nome da ciência que Jack o Estripador usou de uma faca, mas alguém criou o aço, então a ciência tem culpa?
    R: ah bom, esse argumento vale só pra ciência, né, zé mané! Pra religião não vale! Que bunitin!
    Hum? A mona é burra ou se faz para fugir?
    Sua religiãozinha barata afirma, em vários trechos do seu livro mágico, que a violência, o ódio e a exploração da desgraça alheia é algo do desejo do seu deus.
    Agora, caro trollzinho, me diga que norma da metalurgia diz que é preciso estripar pessoas.
    Isso, claro assim, é o que trollzinhos como você ficam evitando a todo custo, pois senão acabaria a trollagem.

    R: Parafraseando Drummond: tinha um analfabeto bíblico em meu caminho! Se pastores “atacam” (que dramático!) homossexuais, eles o fazem por sua própria conta e risco. Não há na Bíblia mandamento para se atacarem homossexuais.
    É tããããoooo divertido quando vemos “especialistas” crentais serem pegos tão no flagra.
    Não vou repetir o que o André já citou mas vou aproveitar para lhe dar um conselho grátis, filhote: antes de querer posar de “especialista que defende a fé contra qualquer um nesse mundo”, vá ler o seu conto de fadas, primeiro.

    5) caro anarfa, que a ciência funciona, por mais que os crentes esperneiem, ao passo que a teologia…

    R: esse argumento é o mais bobinho até agora. Praticamente, o nosso “gênio” está dizendo: a ciência funciona, logo, a ciência é verdadeira.
    Não, zé Mané. Prestenção e aprenda um pouco:
    A ciência funciona, posto que ela trata de coisas que existem ao passo que a teologia não produz efeito, posto que ela trata de relações imaginárias entre seres imaginários. Agora veja: ONDE está sendo feito juízo sobre a “Verdade” delas?
    Pobrezinho, é tão difícil ler duas linhas e entender o que está escrito. :-(

    Joseph K respondeu:

    @Liomai,
    Bem, caríssimo zé mané, até hoje NENHUMA, leia de novo, NENHUMA teoria científica pôde ser comprovada.
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
    Adoro o exemplo de Teoria da Gravidade.
    Vai lá, peixe, morra pela boca de novo. ;-)

    Todas elas mudam o tempo todo, sempre sendo substituídas por outra.
    Mais uma prova de seu analfabetismo científico, tão comum em crentes fanáticos.
    Você apresenta o melhor ponto do conhecimento científico como sendo uma “falha”, pois é incapaz de entender a vantagem que isso dá sobre fósseis religiosos.
    O conhecimento científico EVOLUI -ah, como gosto de usar essa palavra, e isso é ótimo.

    Vc, com certeza, deve acreditar em um punhado de abobrinhas que a ciência diz e que, daqui a trinta ou quarenta anos, ela não afirmará mais.
    Isso quer dizer que você apóia a morte de homossexuais; que você acha correto vender a filha como escrava, na falta de grana e você acha que o mundo é um círculo, não é mesmo?
    Ops, não? Então você não segue o livro em que sua fé se baseia, você “mudou” o entendimento das escrituras, você está fazendo com que o que era aceito como verdade seja negado, hoje, e, pior de tudo: você tem a cara-de-pau de criticar a ciência por mudar.
    Ah, como é divertido isso.

    Mas esse assunto é longo e complexo demais para seu cérebro, paro por aqui, por enquanto.
    Pelo jeito foi demais para sua pobre notocorda sequer ter iniciado a postar aqui.

    R: Drummnd de novo: tinha um ignorante em Teologia no meio do caminho.
    Caríssimo “gênio” e “profundo” conhecedor de Teologia. Deixe-me dar-lhe uma breve aulinha de conceitos. O que Vossa Sapiência chama de Teologia são ideias de antigos escolásticos, pouco me interessa o que aqueles bestas católicos ficavam fazendo nas horas vagas.

    LOL. Esse é o crente que acusa a ciência de ser mutável e o que era verdade já não é mais: assumindo, com todas as letras, que a teologia dele é ainda pior por sectária e preconceituosa. Só rindo, mesmo.

    A base do cristianismo, coleguinha, não está nas lucubrações medievais, mas no princípio axiomático cristão chamado Bíblia.
    Isso aí, pobre zé ruela, a mesma bíblia que manda matar homossexuais e rasgar barrigas de grávidas; você não tem vergonha de não seguí-la? Você é um herege e vai para o inferno.
    Sua fézinha é baseada em um livro mitológico que nem tem a decência de ter bom gosto. Hilário.

    Cristãos de verdade não têm nada que ver com o que teólogos pouco ocupados fazem nas horas vagas.
    Me parece que os cristãos “de verdade” passam um bom tempo tentando não seguir o que manda o livrinho mágico deles; afinal não vi esses cristãos mandando as professoras calarem a boca nas escolas ou igrejas, pois seu Harry Potter diz que mulheres não podem ensinar.

    A propósito das inutilidades, outro diz assisti a um documentário no Discovery Channel em que cientistas estavam muito ocupados analisando as causas de um ataque extraterrestre!
    Está explicada a sua falta de entendimento do que é ciência. Maldita geração educada à distância.

    Ah, coisa muito útil para o planeta, com certeza! Como eu dizia: pau que dá em Chico, dá em Francisco.
    É mesmo, já cansou de apanhar? Depois de ser flagrado falando asneira sobre a bíbria?

    7) Não, zézinho, o ponto central é que a Evolução torna dispensável seu deus.
    R: que bunitin!! Só falta explicar isso para os cientistas não evolucionistas.
    Tolinho, vá à Royal Society e pergunte pelos 3% que estão do seu “lado”.

    Aliás, que diabos tem a ver a calça com as cuecas?
    A Evolução, caro apedeuta, torna dispensável um projetista das formas de vida que existem, mas isso deve ser demais para sua pobre notocorda, hehe.

    Afinal, se existe mesmo essa bobagem de evolução, quem garante que não foi Zeus, Apolo ou Jeová que a ocasionou?
    Não foi nenhum desses, todos sabem que o Criador Verdadeiro é Bhrama.

    A única coisa que a evolução parece ter dispensado foi a capacidade de pensar dos evolucionistas.
    Pena que não foi capaz de erradicar a cegueira dos fanáticos religiosos, mas nada é perfeito.
    Pense que você não gosta da ciência, especialmente da Evolução, quando ficar doente. Não tome remédios, fuja de antibióticos que se aproveitaram da falsa Teoria da Evolução, e fique rezando para se curar.

    Uau! E quem criou seu deus? Ou seu deus está imune a lei que até os animais “sabem”?
    R: Ai! Essa doeu! Aliás, doeu nada, mentirinha! Essa perguntinha chula é a mais antiga, eu a costumava fazer quando era CRIANÇA!
    Não filhote, prestenção mais uma vez isso vai ser importante para mostrar como você é idiota: você diz que a causa primordial é uma lei tão óbvia que até os animais “sabem”. Você afirmou isso, anote.

    Sim, pois quando somos crianças somos burros o suficiente para fazer esse tipo de pergunta.
    Quando se é criança se pode fazer as perguntas mais importantes, pois não se está cego pelo preconceito.
    Incrível que você tenha se tornado mais “burro” com o tempo, era mais inteligente enquanto criança.

    Joseph K respondeu:

    @Liomai,
    Bem, vamos ver se entendi. O ateuzinho está dizendo que Deus precisa ter sido causado, mas que
    o universo não! Que bunitin!!

    Leia o que eu mandei vocâ anotar. Pense um pouco.
    Agora veja como você disse merda: você diz que tudo tem uma causa, e quando eu pergunto o que teria causado seu deus -além de delírios megalomaníacos- você bate o pézinho e tenta inverter o que eu disse.
    Prestenção: se TUDO tem uma causa, como você mesmo afirmou, seu deusinho mimado TAMBÉM tem uma causa, do contrário entra em contradição com o que você mesmo disse, entendeu Zé Mané?

    9) Mais um crente que não sabe a diferença entre “acaso” e Evolução.
    R: putz! A evolução não aconteceu por acaso não? Nossa, eu não sabia que ela tinha sido inteligentemente planejada! É, estou aprendendo mesmo!
    Ah, como eu gosto de estar certo sobre as pessoas.
    Vossa crentosidade gosta de morrer pela boca, tal como tantos outros cegos pela fé.
    Analfabetos científicos adoram dizer que um olho não pode surgir do nada. Ora, poder, pode, mas é extremamente improvável. Por outro lado a Evolução não funciona como um furacão passando opr um ferro velho e montando um avião: ela trabalha com pequenos incrementos chamados mutações, que podem, ou não, serem passadas a próxima geração. Essas pequenas alterações são aleatórias mas, grande mas, elas se acumulam; não é preciso “ganhar na Mega” toda semana.
    Não se trata, crentin[h]o, de juntar um monte de elementos e esperar um macaco teísta, por isso disse que você não sabia a diferença entre “acaso” e Evolução, e estava certo, mais uma vez.

    10) Olho humano? Sistema complexo? Coagulação? Acho que a mona criacionista está um pouco desatualizada. Uns poucos anos atrás uns sujeitinhos dessa mesma laia criacionista usou de todos esses argumentos em um tribunal americano chamando, inclusive, uns cientistas “peritos” para apoiar o criacionismo -bah, você se esqueceu de citar o flagelo bacteriano- com “artigos publicados” que refutavam a Evolução -como todo bom cria, você até deve ter conhecimento dessas coisas, é feio não aceitar.

    R: pois é, zé mané, que tal vc aproveitar a oportunidade e REFUTAR essas coisas, em vez de nos lembrar um fato de pouca monta? Vamos, brinde-nos com sua inteligência símiesca!! REFUTE, colega, não zombe, REFUTE!!
    HAHAHAHAHAHAHAHA! Tolinho. Mesmo um sujeito de pouca inteligência, como você, deveria ver essa chegando. Evidente que tenho conhecimento do caso e da importância dele: o flagelo bacteriano era uma boa pista.
    Mas, como você fez o favor de meter a cabeça na armadilha, terei o prazer de depená-lo.
    Um crentinho criacionista, como você, deve conhecer o grande Michael Behe e seu valorizado trabalho para atacar a Evolução e defender o projeto intelijumento, isso fica claro por seus exemplos do olho e da coagulação.
    Pois bem, pequeno trollfanhoto, seus grandes exemplos, para os quais você pede que eu refute, já foram defendidos por essa grande tôridade criacionista, em juízo e, adivinhe só, não foi capaz de apresenta UMA ÚNICA DEFESA CONCLUSIVA para o que ele antes afirmava, tendo que reconhecer isso, em público.
    Leia sobre o caso “Kitzmiller v. Dover Area School District” e você verá -se tiver coragem- que todos esses seus exemplos já foram discutidos e descartados, por gente devidamente qualificada EM AMBOS OS LADOS.
    Tentar chamar um julgamento desse de “fato de pouca monta” é, além de covarde, um ato desesperado para não ver o óbvio.

    11) “A ciência não explica tudo!
    R: a ciência não explica tudo, mas vc aceita tudo que ela explica.
    Mais uma prova que você não entende como funciona a ciência. Como todo bom fanático, que está acostumado a aceitar a “verdade” por revelação ou autoridade, se mostra incapaz de entender o criticismo que viceja no meio científico.
    Como você parece gostar de frases feitas -por eliminar a necessidade de raciocinar- deixo aqui a citação de um célebre físico: mil experimentos não provam que estou certo, mas bastaria um para provar que estou errado.

    Basta um zé mané (se querer ofender sua parentela) lance uma tese esquipática sobre algo e vcs já engole aquilo sem se perguntar: mas COMO é que ele sabe disso?
    Sobre o funcionamento da ciência, vide parágrafo anterior.
    Sobre a aceitação de “verdades” impostas, um crente -protestante, ao que parece- deveria ter muito cuidado antes de abrir a boca.
    Teses ridiculamente opostas são o que mais há no meio cristão: “Maria [era/não era] virgem”, “Maria [não/]pariu virgem”, “jeici era [deus/filho de deus/deus adotado]“, “o limbo existe/não existe”, sem esquecer o bom e velho Cisma.
    Ah, como é bom jogar na cara de fanáticos como eles são hipócritas. :-)

    12) Antes de chutar cachorro morto, um esclarecimento: sarcasmo, caro apedeuta, é a única forma de resposta que uma pessoa como você merece; seus “argumentos” foram tão facilmente desmontados pelo comentário do André que apenas restou tirar um sarrinho básico: falácia da “evidência da ausência” é uma das marcas do covarde intelectual. Não posso deixar de apreciar a ironia de ver um sujeitinho preconceituoso pedindo para ser tratado com mais delicadeza, posto que meu sarcasmo ofende tal pobre criatura. Sim, crentosco, você é um sujeito preconceituoso e está sendo tratado de acordo; você chega a este espaço chamando pessoas que você não conhece de estúpidas e ignorantes, generalizando o “adversário.
    R: nossa, que bela exposição de lógica e argumentação!!
    Isso mesmo, na sua cara como você é hipócrita e preconceituoso; fico feliz por você admirar a elegância com a qual piso na sua cara.

    13) Pois é, então Shiva existe, posto que você não tem provas que não.
    R: tá aí, zé mané, COMO vc sabe que Shiva não existe?
    HAHAHAHAHAHAHAHA! Vai morrer pela boca, mais uma vez.
    Se você tivesse um QI maior que temperatura ambiente, teria percebido que estava tirando um sarro básico ao aplicar seu “argumento” a outra divindade.

    QUE MÉTODO de investigação vc usou para chegar a essa conclusão.
    Nenhum. Se você tivesse um mínimo de erudição saberia que não se pode provar a inexistência de uma divindade.
    A graça da piada -como é cansativo tratar com crente analfa, que precisa tudo explicado- é que VOCÊ não pode admitir a existência de Shiva, pois contrariaria sua pobre fé, no entanto você não pode provar que Shiva não existe, logo, pelos mesmos “argumentos” que você usa, teria que aceitar a existência de Shiva e AO MESMO TEMPO negar isso. Hilário.

    Deixe-me te dizer algo: vcs ateus são estúpidos pelo simples fato de que vcs não podem justificar joça nenhuma do que dizem. Vcs simplesmente afirmam: isso não existe! Sim, mas COMO sabem disso?
    Nesse ponto, normalmente eu colocaria a analogia do Dragão na Garagem, mas não o farei pois a) você é tapado demais para entender e b) já foi banido mesmo.
    Nesse caso vou para a ironia direta: você tem que aceitar seu deus que se diz único E Shiva E Buda E Thor e tantos mais existem. Mas, espere aí! A sua doutrina diz que só existe um deus! Você não pode provar que os outros não existem, mas fica arrotando em todos os cultos que só há um deus! Durma com essa, bebê.

    não estou pedindo prova de que algo não exista, estou simplesmente demandando que se justifique.
    Você também é ateu. Ateu com os deuses alheios.
    VOCÊ tem uma fézinha que diz que seu deus é o único, então VOCÊ é que diz que todos os outros não existem, por força de preguiça de pensar, digo, fé, ignorando, propositalmente, que não pode provar que Shiva não existe. Sente-se e chore.

    Já elaborou algum projeto de mestrado? Sabe o que significa JUSTIFICATIVA? Pois é, justifique-se.
    HAHAHAHAHAHA!
    Como é delicioso ler isso, depois de pegar as suas incongruências. :-)
    Se eu fosse parte de uma banca julgando seu “trabalho” até aqui, você teria que ir procurar vaga de gari.

    Quando vc diz que Shiva não existe, vc chegou a essa conclusão a partir de que? Ou isso não é uma conclusão? É uma premissa então? Mas sua premissa pode ser provada? Justificada? Não, não pode.
    Como você tem dificuldades em entender um texto tão claro, vou explicar a piada -de novo: eu estava apontando a ironia que reside no fato que você exigir provas para a posição ateísta ao mesmo tempo que assume essa mesma posição com os deuses alheios OU assume que eles podem existir e entra em contradição com sua fézinha. Viu, agora você também pode rir!

    Sabe pq, geniozinho? Pq o pensamento ateu é arbitrário. Vcs “decidiram”, n grande conselho, o que existe e o que não existe. O mais inteligente seria vcs dizerem: “Shiva, Zeus, Deus, Saci-pererê PODEM existir, nada há que indique que não existem! Pq não há mesmo. Isso seria intelectualmente mais honesto.
    Êpa! Agora você está assumindo que outras divindades existem, logo está, mais uma vez, indo contra sua creça. Você não se cansa de passar vergonha? HAHAHAHA!

    Agora ficar vomitando sua péssima educação recebida, tirando de sua profunda garganta todo seu arsenal de mordacidade e vocabulário rasteiro vai adiantar o que?
    Em poucas: diversão em mostrar como você a) não sabe do que está falando, b) é desonesto c) preconceituoso E, acima de tudo, dar risada às suas custas.

    Me chamar de “crentosco”, “anarfa” prova o que?
    Provar? Não prova nada, é apenas a constatação de um fato.

    Prova que vc é bem melhor do que eu em baixar o nível.
    Anos e anos tratando com ignorantes desonestos, como você, me deixaram com facilidade em humilhar retardados.

    Agora, zezinho, REFUTE-ME!!
    Ah, como é deliciosamente agradável ler uma senteça como essa, depois de demonstrar toda sua ignorância…

    Eu sei que vc pode, deve poder, não é possível! Se vc encontrou em mim um adversário diferente dos “crentoscos” que está acostumado a encontrar . . . surpresa!!
    Baixa a bola, Zé, você é só mais um de uma loooonnggaaa lista, tão repetitivo que tenho até que repetir umas piadas e pegadinhas-padrão.

    Não sou o único da minha espécie!
    Infelizmente, não. Pessoalmente prefiro o outro tipo de crente: honesto e íntegro, que respeita as outras pessoas e sabe argumentar.

    Então? Vai me dizer COMO vc sabe que Shiva não existe ou vai continuar seu showzinho?
    Me diz VOCÊ, afinal não sou eu que adoro o deus único, HAHAHAHAHAHAHA!
    Você, crentosco, é quem deve provar que todos os outros não existem, ou sua fé estará errada.

    Eu não vou comentar o resto, pois dá calos nas vistas ler o amontoado de baixarias e vocabulário grosseiro usado.
    Você merecer, você merece, não seja modesto.

    Eu não sabia que um dos quesitos para se ser ateu é ser tb mal educado!
    Eu, por outro lado, sei que há uma quantidade horrível de crentoscos fanáticos que adoram trollar o blog alheio.
    Quanto a falta de educação, seu tosco hipócrita, não fui eu quem chegou aqui ofendendo pessoas que você nem conhece, ou sequer conhece as várias conotações de “obtuso”?
    Se enxerga, troll.

    Vivendo e aprendendo. Freud explica: reações emotivas fortes muitas vezes são indícios de insegurança.
    HAHAHAHAHAHA!
    Isso explicaria sua necessidade de chegar aqui, no primeiro post, ofendendo e atacando desconhecidos em geral. Patético.

    Aguardo a resposta sobre Shiva!
    HAHAHAHAHAHAHA!
    Espere sentado no colo de Buda, e abrace todo o amor dele. ;-)

  12. 12. Liomai disse:

    O ateísmo não é um sistema de pensamento honesto e lógico. Ele é arbitrário, puramente. Se um ateu afirma que Deus não existe, pergunte a ele se isso é uma premissa ou se é uma conclusão. Se ele disser que é uma premissa, peça a ele para justificá-la. Justificar seria dizer por que Deus não existe. Se ele disser que é uma conclusão, peça a ele as premissas que o levaram a ela. O ateu pode fazer isso? Não, não pode.

    De fato, os pigmeus ou os aborígenes são muito mais racionais que um ateu. Explico: um pigmeu ou um índio dos mais primitivos seria capaz de justificar sua crença em Manitu, em Tupã ou no deus tam-tam. Ele vai olhar a complexidade da vida e seu cérebro, baseado em suas experiências, dirá: tudo tem uma causa, então isso tb deve ter uma.
    O ateu, ao contrário, diz: nada disso tem causa, isso surgiu através dos tempos. Deuses não existem.
    O problema, na verdade, não está em se dizer que Deus não existe. De fato, não há nada que garanta que Deus (o Deus cristão) exista. Pode ser que ele não exista, que exista mesmo Alá, ou Tupã, ou todos eles juntos. A questão é: COMO é que o cara sabe que esses deuses não existem? COMO ele chegou a essa conclusão?
    Alguns idiotas dizem: a ciência já explicou esses fenômenos, então Deus não existe. Mas que diabo de lógica há num raciocínio desses? Se a ciência explicar como funciona minha panela de pressão, isso elimina o fabricante da bendita panela?
    O ateísmo não é fruto de reflexões sérias e lógicas, na verdade, ele é somente um embuste intelectual, nada mais. O idiota consegue olhar para o céu e dizer: “isso apareceu ali, uma baita coincidência atrás da outra, mas ninguém inteligente está por trás desse negócio.”
    Já debati com trocentos ateus, e posso dizer que o raciocínio lógico deles está aquém da média. Dawkins, o papa do ateísmo mesmo adora usar um. Ele nos diz que Deus não existe porque as religiões são más. Deus não existe porque se cometem atrocidades em nome dele. Mas que diabo de raciocínio é esse?
    Eu posso ser Deus, escrevendo essas linhas. COMO um ateu pode provar que não? Thor, Odin, Zeus, Apolo, Tupã podem existir. COMO é que um ateu sabe que não existem? O alienado simplesmente escolheu acreditar que não existem, só isso. Ele não pode justificar sua dúvida.
    Não tenho o propósito, nem de longe, de fazer essa gente pensar e crer em Deus. Deus me livre! O cristianismo já tem gente idiota demais, não precisamos engrossar o time. O que gosto de fazer é mostrar que o sistema de pensamento deles é obtuso e injustificável. E isso é fácil demais!

    Administrador André respondeu:

    UM ateu dizer que deus não existe sem nenhuma prova é desonesto e ilógico.

    Acreditar em um livro que fala de eventos catastróficos, ocorrências históricas e fatos geográficos absurdamente mentirosos é prova de uma mente equilibrada e honesta,. Sei.

    Bem, vc não responde a NENHUMA de minhas perguntas. Portanto, meu caro costav@uai.com.br 187.20.141.177, vc está proibido de continuar postando.

    Não tende discutir onde vc só fala e não responde. Não que eu espere que vc passe a ser honesto, é claro.

    Joseph K respondeu:

    @Liomai,
    O ateísmo não é um sistema de pensamento honesto e lógico. Ele é arbitrário, puramente.
    Ah, tá, e o cristianismo é muito honesto e lógico, afinal ele não é arbitrário nem dogmático, tendo suas bases sobre fatos incotestes. Não? Ôpa, tiro no pé, trollzinho.
    Honesto é pedir que um ateu prove, logicamente, a posição dele ao MESMO TEMPO que VOCÊ vive em um conto de fadas de dogmas da Era do Ferro? Talvez no seu mundinho, para os outros isso se chama hipocrisia.
    Eu poderia ficar tirando um sarro, mostrando como suas falácias são ridículas mas isso cansa.
    Vou fazer um resuminho que até sua notocorda possa absorver.

    1- chega o troll, ofendendo as pessoas em seu primeiro comentário para, depois, ficar todo melindradinho por estar sendo surrado. Bateu, levou, agora não adianta chorar;

    2- o crentosco fica repetindo que não se pode provar que o deus dele, ou qualquer outro, não exista, por isso devemos aceitar suas existências. Tudo bem com isso, mas o que a mona não percebe é que isso vai contra a crençazinha dele que o deus dele é o único: a) o deusinho mimado existe e todos os outros não, então ele tem que provar que os outros não existem ou b) o deusinho mimado pode existir JUNTAMENTE com todos os outros, nesse caso teria que ir contra a fézinha dele que o deusinho dele é o único;

    3- muito engraçado é chamar alguém de “analfabeto bíblico” para, em seguida, ser demonstrado que o crentin[h]o não leu o próprio panfleto mágico: assim se revelam os crentoscos;

    4- aquela citação de Josefo DEPOIS de receber um link sobre o assunto quase me engasgou de tanto rir.

    Adeus, pequeno trollfanhoto, tenho altas esperanças que você consigar chegar a um artigo na Voz, afinal jã marcou presença no Pérolas Religiosas; você tem um padrão a manter!

    Que Buda te guie, apesar de seu ateísmo.

    Joseph K respondeu:

    @Liomai,
    PS: muito revelador que, depois de toda essa enrolação, você não tenha apresentado prova alguma que seu macho palestino existiu, só ficou com masturbação mental para que todos aceitassem sua vontade delirante como “verdade”: você tem que se ajoelhar e pedir por fé, assim se tornaria verdade.
    Patético. :roll:

  13. 13. Wolph disse:

    “O ateísmo não é um sistema de pensamento honesto e lógico. Ele é arbitrário, puramente.”

    Lógico é ACREDITAR sem PROVAS em um ser imaginário, que permite que outras comunidades adorem outros deuses e matem seus filhos por causa disto!!! Ilógico e arbitrário é tentar provar que algo que não existe, não existe. Por exemplo, prove que Alah não existe!,. Desonesto é punir uma pessoa eternamente por rejeitar lógicamente um deus pérfido e inferior como o bilbico.

    Administrador André respondeu:

    Se continuar a falar sozinho, sem usar o botão responder, será banido.

  14. 14. AdrianaLima disse:

    Acha mesmo que Jesus não existiu?Ou melhor existe?
    Bom ,gostaria de lhe fazer algumas perguntas, pode ser?

    Acha mesmo que,se Jesus não existisse pessoas morreriam até hoje por ele?Ou também acha que isso é mentira?
    Pessoas que ariscam sua vida para pregar a palavra de um homem que não passou de um mito!Acha mesmo isso….?
    Você diz que não foi achado provas sobre Jesus….bom ele era um homem pobre que viveu a 2011 anos atrás….quando você morrer, daqui a 2011 se você não tiver construido um grande Imperio com grandes pedras de ouro,não vão achar nada sobre você tbm,sabia?
    A diferença entre vocês dois é que Jeus vive no coração de cada cristão até os dias de hoje e sua palavra tbm,e principalmente na boca de pessoas como você
    que criam um site com a finalidade de falar de quem ?de quem?adivinha? JESUS…e você daqui a 2011 anos não vai passar de um nada.
    Triste neh?
    Se não fosse verdade…você não se daria o trabalho de fazer tudo isso,não acha?
    pense nisso…
    gostaria de pedir que deixasse meu depoimento,mais acho que ira exclui-lo ,afinal..a pessoas que gostam de falar o que pensam ,mais não gostam de ouvir o que os outros pensam.
    tenha uma Boa Noite!
    Fique com Deus
    e não esqueça que Jesus te Ama!

    Administrador André respondeu:

    Acha mesmo que Jesus não existiu?Ou melhor existe?

    Eu não acho. Tenho certeza.

    Bom ,gostaria de lhe fazer algumas perguntas, pode ser?

    Não tenho outra alternativa, né?

    Acha mesmo que,se Jesus não existisse pessoas morreriam até hoje por ele?Ou também acha que isso é mentira?

    1987: 32 discípulos da sacerdotisa Park Soon-Ja foram encontrados com a garganta destroçada. Uma autópsia revelou que eles beberam um veneno muito potente.

    1994: A Ordem do Templo Solar organiza um suicídio em massa. Não que fosse o primeiro, é claro.

    1997; A seita Heaven’s Gate promove um suicídio em massa também.

    Chega ou quer mais?

    Pessoas que ariscam sua vida para pregar a palavra de um homem que não passou de um mito!Acha mesmo isso….?

    Que nem os homens-bomba que se matam em nome do Islã e NÃO ACREDITAM no seu Jesus?

    Você diz que não foi achado provas sobre Jesus….bom ele era um homem pobre que viveu a 2011 anos atrás….quando você morrer, daqui a 2011 se você não tiver construido um grande Imperio com grandes pedras de ouro,não vão achar nada sobre você tbm,sabia?

    Engraçado, eu sei da vida de trabalhadores do Egito há 4000 anos. :)

    Ademais, Mateus disse que ele era famosíssimo, onde sábios e doutores dos 4 cantos do mundo vinham conversar com ele. Amnésia coletiva?

    A diferença entre vocês dois é que Jeus vive no coração de cada cristão até os dias de hoje e sua palavra tbm,e principalmente na boca de pessoas como você
    E eu existo de verdade, sem depender de histerias coletivas.

    que criam um site com a finalidade de falar de quem ?de quem?adivinha?

    De quaisquer mitos que idiotas como vc defendem sem uma provinha sequer.

    JESUS…e você daqui a 2011 anos não vai passar de um nada.

    Seu Jesus menos ainda.

    Triste neh?

    Não acho. Nunca enganei as pessoas dizendo ser o que não era.

    Se não fosse verdade…você não se daria o trabalho de fazer tudo isso,não acha?

    Mas aí é que está. Não é trabalho nenhum. Olha como é simples: Existem provas que Jesus existiu? Não? Ok, qdo trouxerem passaremos a creditar nele.

    Simples assim.

    pense nisso…

    Eu diria para vc pensar tb, mas vc não é capaz disso.

    gostaria de pedir que deixasse meu depoimento,mais acho que ira exclui-lo ,afinal..a pessoas que gostam de falar o que pensam ,mais não gostam de ouvir o que os outros pensam.

    Hoje é sexta-feira, dia de Sexta Insana. Tb já pus Voz dos Alienados. Vc escolheu um EXCELENTE dia para postar seu… incrível e profundo comentário. Volte sempre.

    tenha uma Boa Noite!

    Acredite, vc fez a alegria muitas pessoas aqui.

    Fique com Deus

    Ormus Mazda? Sim, ok. Manda um abraço para ele tb.

    voix69 respondeu:

    @AdrianaLima,

    Você acredita porque quer acreditar. Não existem evidências sobre a existência do Jesus bíblico. Ponto. Isso é um fato. Conviva com isso ou prove que ele existiu.

    Você cita 2011 anos de idade com uma precisão que faz parecer verdade. Se eu te disser que, analisando a lenda “Jesus, ele teria nascido +ou- 7anos AEC. Não que isso seja importante, já que ele não existiu mesmo.

  15. 15. Joelson Veras disse:

    Esse texto não tem nenhuma fonte confiavel. Crer ou não em Jesus é questão de fé. De acordo com vocês Jesus foi criado por um bando de pescadores inculto. Imagino eles num barco…Pedro olha para André seu irmão e diz: É André a pesca ta ruim acho que devemos inventar outra coisa para vivermos! André responde: O que vamos fazer então Pedro? só sabemos pescar! Olha André diz Pedro: Eu tive uma idéia que vai render alguns mihões. É? diz André. Sim! Afirma Pedro. Nós vamos criar um Cristo.
    http://www.google.com/m/search?client=ms-samsung&channel=sm

    Administrador André respondeu:

    Já ouviu falar no Messias Shabetai?

    GusC respondeu:

    @Joelson Veras, Esse texto não tem nenhuma fonte confiavel. Crer ou não em Jesus é questão de fé.

    Parei aí. Um comentário que começa com uma incoerência digna do Nobel das Incoerências não merece a devida atenção. O André deve liberar essas coisas só de sacanagem…

    Administrador André respondeu:

    Eu tenho que me divertir com alguma coisa.

  16. 16. Joelson Veras disse:

    Nós André criaremos um Messias! É parece meio absurdo. Há e eles nâo ficariam com os milhoes mas sim os espertos que vinriam após eles e se aproveitariam dos menos culto. Como sempre aconteceu na história. Sabe qual é o problema? No Éden Deus deu uma opção ao homem e ele optou errado.. Agora nós além de não assumir essa culpa tentamos por a culpa de nossas crueldades em Deus. Jesus prega o amor. Cristãos também e nos orgulhamos de que nos persigam pelo nome do Cristo ressureto. Que Deus lhe
    http://ceticismo.net/religiao/a-maior-farsa-de-todos-os-tempos/jesus-cristo-nunca-existiu/2/

    Administrador André respondeu:

    Jesus prega o amor mas mandou odiar os pais e executar quem não concordasse com ele.

    Nina respondeu:

    @Joelson Veras,

    A opção que o deus hebreu deu ao homem foi comer do fruto do conhecimento, não é isso? E, pelas lendas ele optou pelo conhecimento, comendo a dita maçã… Ou seja: devemos presumir que o deus hebreu quer ovelhinhas que simplesmente aceitem ser “guiadas” sem pensar?
    Lamento, mas isso vai contra a natureza humana e se o deus hebreu criou um ser dotado de raciocínio lógico apenas para vê-lo sofrer tendo que suprimir seus próprios instintos então essa divindade mais parece um menino malvado usando uma lupa para queimar formigas…

    Que Crom o acompanhe…

  17. 17. Joelson Veras disse:

    Onde está escrito que foi uma maçâ? A Bíblia está escrita em camadas é só pode compreeder ela quem tem o Espírito Santo. Literalmente a Biblia é loucura tanto que Paulo afirma que pregamos a loucura da pregação. Só entende coisas espirituais quem está no espírito. Outra coisa que não entendi é que não acreditam no exodo? O povo judeu comemora a pascoa porque então?

    Administrador André respondeu:

    Literalmente a Biblia é loucura tanto que Paulo afirma que pregamos a loucura da pregação. Só entende coisas espirituais quem está no espírito.

    Só entende loucuras quem é louco.

    Outra coisa que não entendi é que não acreditam no exodo? O povo judeu comemora a pascoa porque então?

    Pelo mesmo motivo que povos africanos cultuam suas divindades, ué. Logo, 13 de maio prova que Preto-Velho existe, que 20 de janeiro prova que São Sebastião veio aqui dar uma forcinha contra invasores, que 31 dwe outubro prova que Samhain existe, que qualquer festividade prova que suas religiões inerentes estão certas. Se elas estão certas, então o cristianismo está errado.

  18. 18. Joelson Veras disse:

    Nina onde diz maçã? Olha tenho lido a vinda de muitos Cristãos que vem e tentam provar a existência de Deus através de históriadores. É lógico que não se provará assim pois eles nem ao menos acreditam então não se daram ao trabalho de pesquisar com imparcialidade. Respeito suas opiniõe. Irmãos em Cristo é reprovavel toda essa ira contra a opinião dos adm devemos e temos a obrigação de responder em Amor. Ninguém converter, senão o Espírito Santo. E Até ele apenas convence.

    homemcinza respondeu:

    @Joelson Veras, Olha tenho lido a vinda de muitos Cristãos que vem e tentam provar a existência de Deus através de históriadores. É lógico que não se provará assim pois eles nem ao menos acreditam então não se daram ao trabalho de pesquisar com imparcialidade.
    Em que mundo você vive, Zé?
    Então você acha que nenhum historiador, arqueólogo, etc, queira provar a existência do Cristo? Nenhum historiador é cristão?
    Você acha que existe um complô para que isso não aconteça?
    Larga de ser ridículo. Seria a maior descoberta da humanidade e tenho certeza que vários pesquisadores gostariam de encontrar algo mas o fato é que dificilmente se encontrará, pois Jesus, se existiu, foi alguém simples que não fez muita diferença para aqueles que não o seguiam.
    De novo cito o exemplo de Inri Cristo: vc acredita nele, vc o segue? aposto que acha o cara um maluco, impostor não é? Então imagine que Jesus foi uma espécie de Inri Cristo que só era especial pra quem o seguia. Nada de super poderes. Estes superpoderes foram inventados por quem escreveu sobre ele, que é claro não foram fontes primárias. Gente que queria que ele parecesse especial. O resto é história.
    Aliás “nós” (ocidentais) só acreditamos nesta história porque ela foi enfiada durante séculos goela abaixo através do medo e da perseguição. E a maioria das pessoas ainda vai nessa onda por achar que se for contra vai ser castigada e não por amor!!!

    Finalizo dizendo que nenhum crente pode dizer que conhece sua religião se não conhecer a história da sua religião verdadeiramente. São apenas papagaios repetindo o que os pastores dizem.

  19. 19. Joelson Veras disse:

    Pois se ele converte-se alguém não teríamos livre arbítrio. Jesus pregou o amor em todos os seus sermões e não a morte André. Acredito que nesses assuntos estamos muito envolvido emocionalmente. Talvez (talvez) você tenha se decpicionado com algo e acredite que seja a culpa de Deus. Mas tem algo que eu aprendi com todas as suas postagens. Você acredita em Deus mas apenas não o aceita. Vocês não sâo Ateus querem provar pra si mesmo que Deus nâo existe. Vocês sâo a prova de ele existe.

    GusC respondeu:

    @Joelson Veras, você não acredita em deus, só pensa que acredita. Porque tem medo de ser punido caso não acredite.
    Fique tranquilo em não acreditar, te garanto que nada de mal vai acontecer.

  20. 20. Guilherme H disse:

    Jesus pregou o amor em todos os seus sermões e não a morte

    Nem sempre, Joelson. Em Mateus 10: 34-38, Jesus diz o seguinte:

    “Não pensem que eu vim trazer paz ao mundo. Não vim trazer paz, mas a espada. Eu vim para pôr os filhos contra os pais, as filhas contra as mães e as noras contra as sogras. E assim os piores inimigos de uma pessoa serão os seus próprios parentes.

    Quem ama o seu pai ou a sua mãe mais do que a mim não merece ser meu seguidor. Quem ama o seu filho ou a sua filha mais do que ama a mim não merece ser meu seguidor”

    Além disso, em Lucas 12:4-5, Jesus ainda diz para seus seguidores terem medo de Deus:

    “Eu afirmo a vocês, meus amigos: não tenham medo daqueles que matam o corpo, mas depois não podem fazer mais nada. Vou mostrar a vocês de quem devem ter medo: tenham medo de Deus, que, depois de matar o corpo, tem poder de jogar a pessoa no inferno. Sim, repito: tenham medo de Deus”.

    Além disso, olhe como Jesus coloca-se em uma parábola:

    Lucas 19:27 – E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.

    Talvez (talvez) você tenha se decpicionado com algo e acredite que seja a culpa de Deus.

    Isaías 45:7 – Eu sou o Criador da luz e da escuridão e mando bençãos e maldições; eu, o Senhor, faço tudo isso.

    Vocês não sâo Ateus querem provar pra si mesmo que Deus nâo existe.

    Maldito seja! Como pôde descobrir?

    Vocês sâo a prova de ele existe.

    Deve ser muito divertido ser um deus. A primeira coisa que eu criaria seria um monte de céticos e ateus (nem pense em confundir ceticismo com ateísmo) que duvidariam da minha existência. ;-)

  21. 21. Joelson Veras disse:

    Em Mateus 10 Jesus escolhe seus 12 Apóstolos. A seguir ele no verciculo 5 começa a dar instruções aos 12 escolidos. No vercículo 16 ela faz as admoestações das dificuldades que teriam por pregar a msg do Reino de Deus. verciculo 21 diz: Um irmão entregará á morte outro irmão, e o pai ao filho; filhos haverá que se levantarão contra os progenitores, e os matarão. 22: sereis odiados de todos por causa do meu nome; aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo. continua…

    Administrador André respondeu:

    Jesus mandou odiar os pais. Não esqueça isso. E quem perseguiu os cristãos? Os próprios cristãos. Vide o Cisma do Oriente, a Reforma e Contra-Reforma, Guerra dos 30 Anos, Inquisição, Cruzadas, Noite de São Bartolomeu etc.

  22. 22. Joelson Veras disse:

    No vercículo 24 vem os estímulos. E enfim no 34 vem as dificuldades de ser um Cristão. Então quando diz que veio trazer divisâo já está explicado no verc.21 que haveria essa divisão justamente porque uns acreditariam nele e em sua msg e outros nas mentiras do nosso inimigo que é Satanas a cobra falante do Edém. Já no verc. 40 ele diz as recompensas de quem recebe a sua palavra. QUEM VOS RECEBE, A MIM ME RECEBE; E QUEM ME RECEBE, RECEBE AQUELE QUE ME ENVIOU. continua…

    Administrador André respondeu:

    Chega de pregação.

    homemcinza respondeu:

    @Joelson Veras,No vercículo 24 vem os estímulos. E enfim no 34 vem as dificuldades de ser um Cristão…

    Papagaio de Pastor.

    Guilherme H respondeu:

    @Joelson Veras, caro energúmeno, não sei se você notou, mas Isaías 45:7 é bem claro sobre quem cria o mal, as divisões e as mentiras do seu inimigo imaginário. Um tanto quanto contraditório, não é verdade?

    GusC respondeu:

    @Joelson Veras, lugar de pregador é no varal.

  23. 23. ServodoSenhor disse:

    Jesus não existiu? Tudo bem é a opinião de vocês e deve ser respeitada. Mas segundo vocês ele foi inventado. Devemos nos perguntar ainda se seria possível que tal historia fosse apenas uma invenção? Pois sabemos que mentira tem “pernas curtas”. Olha o cara que “inventou” Jesus deve ser um grande gênio para “enganar” o mundo por mais de 2000 anos. Parabéns a ele mesmo. O cara é um gênio. Nem Leonardo Da Vinci tem tamanha sabedoria.

    Por que os Apóstolos inventariam um Messias como Jesus? Um Messias que iria completamente contra os conceitos de sua própria religião. Ora, eles já tinham suas religiões e pra que iriam inventar outra? Por que inventariam um messias que seria crucificado e conforme está escrito foi um escândalo para os judeus e loucura para os gregos? (1Cor 1:23) Por que não inventaram um Messias libertador político e líder forte como Moisés? Assim teriam tido o apoio de qualquer judeu em sua época. Como homens simples e sem cultura seriam capazes de inventar um Jesus com ensinamentos tão perfeitos e ao mesmo tempo tão contraditórios a sua própria religião e cultura? Como um mito que eles mesmos inventaram os levariam a enfrentar 250 anos de martírios e perseguições?

    Devemos levar em consideração que não somente os apóstolos e seguidores de Jesus afirmaram terem sido testemunha do Messias, mas também enfrentaram todo o império romano e morreram por aquilo que acreditavam.

    Agora respondam:

    Quem seria capaz de morrer por uma mentira que ele mesmo inventou?

    Algumas provas podem ter sido sim falsificadas, mas nem tudo é falso. Não temos apenas os evangelhos bíblicos, mas também os livros apócrifos. Muitas provas históricas da Jesus estão sendo descobertas a cada dia, como A inscrição de Pilatos, um ossuário em que cita Caifás e o ossuário de Tiago, o Justo. Existem muitas outras que não irei citar aqui, pois não adiantará nada, pois para os que não creem nada é verdadeiro.

    Administrador André respondeu:

    Jesus não existiu? Tudo bem é a opinião de vocês e deve ser respeitada. Mas segundo vocês ele foi inventado. Devemos nos perguntar ainda se seria possível que tal historia fosse apenas uma invenção?

    Enquanto existir gente ignorante, sim, é.

    Pois sabemos que mentira tem “pernas curtas”. Olha o cara que “inventou” Jesus deve ser um grande gênio para “enganar” o mundo por mais de 2000 anos. Parabéns a ele mesmo. O cara é um gênio. Nem Leonardo Da Vinci tem tamanha sabedoria.</i?

    Mandando matar quem pensasse diferente, é muito fácil. Mesmo porque, é isso que seu livro manda fazer: matar quem não pensa como vc.

    Por que os Apóstolos inventariam um Messias como Jesus? Um Messias que iria completamente contra os conceitos de sua própria religião.

    Tem gente que acha que Silas Malafaia é um cara muito legal. Tem gente que seguiu até mesmo Mussolini e outros psicopatas. Quando o maníaco do Kim Jong Il morreu, a histeria coletiva preocupou até mesmo os norte-coreanos. Quando um grupo de médicos fez um mutirão de atendimento oftalmológico, as pessoas só aceitavam tirar as bandagens da cirurgia se estivessem de frente ao retrato do sujeito, para que a primeira coisa que vissem fosse o rosto do Grande Líder. Explique isso, filhão.

    Ora, eles já tinham suas religiões e pra que iriam inventar outra?

    Eles não inventaram outra religião, seu idiota. Eles seguiam ujm rabino. Em nenhum trecho do evangelho Jesus disse que veio construir outra religião, pelo contrário, o relato evangélico é claro ao dizer “Não vim abolir as leis dos profetas, vim para cumprir”. Vai estudar a merda do seu livro, vai.

    Alguém chama o Saulo para debater comigo. Ele pelo menos sabe o que está escrito na Bíblia.

    Por que inventariam um messias que seria crucificado e conforme está escrito foi um escândalo para os judeus e loucura para os gregos?

    Está escrito na Bíblia, mas nenhum historiador dessa época confirma isso. ;)

    Por que não inventaram um Messias libertador político e líder forte como Moisés? Assim teriam tido o apoio de qualquer judeu em sua época.

    Por que nenhum historiador SÉRIO diz que os discípulos foram quem realmente escreveram os evangelhos, FILHOTA.

    Como homens simples e sem cultura seriam capazes de inventar um Jesus com ensinamentos tão perfeitos e ao mesmo tempo tão contraditórios a sua própria religião e cultura?

    Como escravos inventariam orixás se não fosse verdade, sofrendo mortes e torturas nas mãos da Igreja Católica? Como gente simples seria assassinada pela ICAR por acreditarem em divindades pagãs se não estivessem certas?

    Como um mito que eles mesmos inventaram os levariam a enfrentar 250 anos de martírios e perseguições?

    O que são 250 anos frente aos quase 1500 anos anos de assassinatos, pilhagens, morticínio, guerras, invasões, escravidões e selvageria proporcionada pelos próprios cristãos? Vc conhece alguém chamada Hipátia de Alexandria?

    Devemos levar em consideração que não somente os apóstolos e seguidores de Jesus afirmaram terem sido testemunha do Messias, mas também enfrentaram todo o império romano e morreram por aquilo que acreditavam.

    David Koresh, Jim Jones e o pessoal do Verdade Suprema também morreram pelo que acreditavam. JESUS! Kamikases se matavam em honra ao imperador, soldados russos enfrentaram a Waffen-SS desarmados e os próprio negros africanos se matavam para não serem escravizados pelos bons cristãos, enquanto a sanguinária Isabel de Castela iniciou a Inquisição. Show, não é?

    Quem seria capaz de morrer por uma mentira que ele mesmo inventou?

    Leia acima.

    Algumas provas podem ter sido sim falsificadas, mas nem tudo é falso. Não temos apenas os evangelhos bíblicos, mas também os livros apócrifos.

    Quais livros apócrifos? O que diz que Jesus era brigão, malvado e matava crianças? Ou que cruzes caminhavam pela Terra que nem os ents do Senhor dos Anéis? Livros apócrifos são tão legais que os pr;oprios religiosos não os aceitam. Judas era um cra legal e foi culpado injustamente.

    Muitas provas históricas da Jesus estão sendo descobertas a cada dia, como A inscrição de Pilatos, um ossuário em que cita Caifás e o ossuário de Tiago, o Justo.

    Encontrar o túmulo de Caifás é o mesmo que dizer que a existência do Empire State prova que um gorilão subiu nele.

    Existem muitas outras que não irei citar aqui, pois não adiantará nada, pois para os que não creem nada é verdadeiro.

    Engraçado que historiadores, escolásticos, cientistas etc (muitos deles cristãos) dizem o contrário. É sempre crentinho de orkut que diz isso. Interessante.

    El Residente respondeu:

    @André,

    “Algumas provas podem ter sido sim falsificadas, mas nem tudo é falso. Não temos apenas os evangelhos bíblicos, mas também os livros apócrifos.”

    Rapaz, eu nunca imaginei que veria esse argumento ser usado algum dia.

    “Existem muitas outras que não irei citar aqui, pois não adiantará nada, pois para os que não creem nada é verdadeiro.”

    É preciso crer para crer.

    krebys respondeu:

    @André,

    Sempre aparece um achando que tem a “verdade incontestável” e que todos irão aceitar essa verdade e acreditar nele…

    Poxa, tem “n” artigos, e deve ter centenas (ou milhares) de comentários que o cara poderia ler e revisar antes de postar besteira..

    krebys respondeu:

    @ServodoSenhor,

    Humm, ensinamentos perfeitos?

    Oh Wait.. eu vou la em Cidinha do Norte quebrar todas as banquinhas de santinhos.. afinal, eh um ensinamento perfeito que Jesus deu, neh?

  24. 24. rodolfoneves disse:

    Saudações Amigo.

    Perdoe-me minha humilde inteligência, mas fiquei intrigado com uma coisa, e gostaria de uma explicação: Você diz que Buda e Maomé existiram porque há referência aos mesmos por outros que comprovadamente existiram. Neste caso, Jesus Cristo ficaria de fora. Mas, então, me explica porque Maomé, no Alcorão faz referência a Cristo como “profeta menor”? Tudo bem que vão dizer que isso foi cerca de 600 anos depois, mas há referências a Cristo em muitas outras civilizações, até em algumas o encarando como alguém digamos, indesejável. Também há referências dele feitas pelo General Romano Flavio Josefo em suas incursões pela palestina. Há algumas feitas pelos druidas.

    Muitíssimo obrigado.

    Administrador André respondeu:

    Mas, então, me explica porque Maomé, no Alcorão faz referência a Cristo como “profeta menor”?

    Ah, então Jesus não era filho de Deus e sim uma pessoa comum?

    Tudo bem que vão dizer que isso foi cerca de 600 anos depois, mas há referências a Cristo em muitas outras civilizações, até em algumas o encarando como alguém digamos, indesejável.

    E aquele lance de todos os sábios do mundo vindo vê-lo e que livros do mundo inteiro não caberiam seus feitos? Cadê?

    Também há referências dele feitas pelo General Romano Flavio Josefo em suas incursões pela palestina

    Puta que pariu, como é burro! Ele acha que Flávio Josefo era um general romano! Putaquepariufutebolclube três vezes!

    Há algumas feitas pelos druidas.

    Não vou nem responder.

Deixe um comentário

Mas, antes, leia a nossa Política de Comentários. Obrigado por sua participação.

Você precisa estar logado para deixar um comentário.