jun 23

Bem-Vindos à Ciência

17 Comentários
Escrito por .
Bibliografias, Biografias, Biologia, Ceticismo, Ciência, Comportamento, Cultura, Engenharia, Exploração espacial, Filosofia, Fí­sica, Geologia, História, Literatura, Livro dos Por quês, Medicina, Mitos Desmascarados, Quí­mica, Tecnologia
Tags: , , ,

Eu conheço um lugar onde o Sol nunca se põe. É uma montanha que fica na Lua. É tão alta que, mesmo que a Lua gire, a luz do dia nunca se apaga. Eu conheço um lugar em que o Sol nunca brilha: Fica nas profundezas do oceano. Uma fenda na crosta onde substâncias químicas escapam e o calor faz com que a água quase atinja 100 ºC. Isso mataria uma pessoa instantaneamente, mas existem criaturas lá, extremófilos, que conseguem sobreviver. Eles se alimentam de enxofre que vem da fenda, metabolizando e excretando ácido sulfúrico.

Eu conheço um lugar onde a temperatura é de 15 milhões de graus e a pressão lá lhe esmagaria a um ponto microscópico. Este lugar é o núcleo do Sol.

Eu conheço um lugar onde campos magnéticos lhe "rasgariam" até átomos na superfície de uma estrela de nêutrons e também sei de um lugar onde a vida começou há bilhões de anos. Este lugar é aqui, na Terra, mas não sei se há outros lugares como o nosso. Eu quero saber, eu quero conhecer.

Eu sei tudo isso acima porque eu sou um cientista. A Ciência é um modo de descobrir as coisas, de testá-las e saber o que significa ser verdadeiro. É o que Richard Feynman descreveu como "um caminho pelo qual não nos fazemos de idiotas".

Nenhum astrólogo jamais previu a existência de Urano, Netuno ou Plutão. Nenhum astrólogo moderno teve uma mísera pista sobre Sedna, uma bola de gelo metade do tamanho de Plutão, que orbita mais longe ainda. Nenhum astrólogo previu os mais de 150 planetas conhecidos no momento que orbitam outros sóis. Nenhum médium, apesar de suas alegações, jamais ajudou a polícia a solucionar um crime, mas cientistas forenses fazem isso o tempo todo. Não foram os homeopatas que descobriram a cura para as doenças, mas a ciência médica erradicou a varíola e a poliomielite. Nenhum criacionista jamais descobriu algo sobre o código genético, Químicos fizeram isso. Biólogos molecular fizeram isso.

Todos estes profissionais usam a Física, Química, Matemática, Biologia, Astronomia, Engenharia etc. Todos eles usam a CIÊNCIA! Foram cientistas que nos deram computadores, telefones, video-games, foguetes, submarinos, ar-condicionados e eletrodomésticos em geral. A Ciência nos deu tudo isso, e não indivíduos com relações místicas com entidades que eles mesmos não sabem definir o que são.

Mas isso não é exclusividade desses profissionais, você também pode ter a emoção de descobrir as coisas, o sentimento visceral de fazer coisas que ninguém jamais fez, ver coisas que ninguém jamais viu, saber coisas que nenhuma outra pessoa tomou conhecimento.

Sem bolas de cristal, nem cartas de Tarot, nem horóscopos. Apenas seu cérebro e sua habilidade de pensar. Apenas a Ciência é necessária e é exatamente no meio dela, frente a um mundo maravilhosamente misterioso, que você se encontra.

A maravilha está em frente aos nossos olhos, só precisamos abri-los e olhar em volta. O mundo é tão sinistro e assustador, a escuridão de segredos não revelados nos intimida. Mas sempre teremos uma luz a guiar os nossos passos. E essa luz vem de uma imensa lanterna, construída por vários séculos e que ainda não está terminada. Essa lanterna é segurada por milhões de pessoas em todo o mundo, pessoas anônimas que garantiram que você não tenha dores de cabeça, possa levar seu carro até a casa de sua mãe para dizer que a ama, que você possa chegar às alturas de um prédio ou descer em profundezas abissais.

Ainda que você ande pelos vales escuros, você sabe que a lanterna estará sempre contigo, e essa lanterna é todo o conhecimento que estamos acumulando e acumularemos ainda mais.

Bem-vindos à Ciência.


Texto adaptado de uma palestra de Phil Plait, que foi magnificamente ilustrado por Zen Pencils.

Artigos relacionados:

  1. Os 1001 anos da esplendorosa ciência islâmica
  2. Grandes Nomes da Ciência: Menu
  3. Bem-vindos ao Antropoceno
  4. Como divulgar Ciência like a boss
  5. Grandes Nomes da Ciência: Carl Sagan


17 respostas para "Bem-Vindos à Ciência"

  1. 1. GusC disse:

    Mas a ciência “precisa” de religião…
    http://www.gazetadopovo.com.br/blog/tubodeensaio/

    Administrador André respondeu:

    Jornalista falando de ciência…

    batled respondeu:

    @André, infelizmente esse jornalista é daqui de Curitiba, e como ele mesmo diz, o blog dele não é nada imparcial.
    Falando do texto, achei muito bom. Meio poético até, hehe.

    Administrador André respondeu:

    Desculpe, achei o texto dele, como todos os outros, uma sonora merda.

    batled respondeu:

    @André, sim, são mesmo.

  2. 2. Karlos Junior disse:

    Excelente texto!! Não dava pra “embedar” os quadrinhos do Zen Pencils? Sobre ciência e jornalistas,…eu gosto dos artigos do Ulisses Capozzoli, mas não sei se ele é formado em alguma área, como cientista mesmo…

  3. 3. Guilherme H disse:

    “…o calor faz com que a água quase atinja 100 ºC. Isso mataria uma pessoa instantaneamente, mas existem criaturas lá, extremófilos, que conseguem sobreviver.”

    Sei que não está fora do assunto, mas as Archaeas são as pioneiras aqui na Terra, né? :|

    Guilherme H respondeu:

    @Guilherme H, desconsidere o “não”. :oops:

  4. 4. Breno Bernardes disse:

    Lindo texto.

  5. 5. Paramita disse:

    Primeiro, concordo com muitas das afirmações que foram abordadas a respeito da Ciência. Ela é, sem sombra de dúvidas, a melhor ferramenta atualmente dos seres humanos para saber a verdade e obter conhecimento e entendimento das coisas em sua volta. São inegáveis as contribuições, as descobertas, as invenções e soluções para as mais variadas questões e problemas da humanidade.

    Mas como em qualquer campo de estudos, existe uma limitação, mesmo para a (quase) Toda-Poderosa Ciência. E essa limitação que eu me refiro envolve as emoções humanas. Tais emoções humanas são a meu ver a causa principal dos maiores problemas da humanidade (violência, segregação racial, fome, desigualdade social, guerras, assassinatos, etc). E mesmo com todos os avanços notáveis da ciência estes problemas ainda não mudaram muito desde o ‘homem das cavernas’.

    É claro que isso tudo talvez se resuma a fase evolutiva humana, que talvez precisemos esperar mais uns 2.000 anos de evolução dos cérebros humanos para termos melhoras significativas das mazelas humanas nos diferenciando de uma vez por todas dos demais animais selvagens que agem puramente por instintos básicos.

    Foi por causa destes motivos que a humanidade se ancorou na religião como uma tentativa de acalmar seus medos, anseios e limitações, numa tentativa de educar as massas e condicioná-las num padrão de comportamento ideal. Claro que as religiões falharam ridiculamente nesse quesito(e em vários outros), causando mais problemas do que solucionando.

    Por isso acredito que ainda há algo mais que possa suprir as lacunas que faltam, algo superior do que temos atualmente, embora não consiga definir filosoficamente ou mensurar cientificamente. Seria isso o ‘verdadeiro Deus’? Não o Deus da bíblia humana ou de outros compêndios religiosos, mas o real. Talvez uma forma sobrenatural de energia polarizada consciente, que os cientistas suspeitam de ‘energia escura’, quem sabe? Claro que ~são somente conjecturas.

    São estes casos misteriosos que mesmo a Ciência tavez não possa nos elucidar.

    Administrador André respondeu:

    Mas como em qualquer campo de estudos, existe uma limitação, mesmo para a (quase) Toda-Poderosa Ciência. E essa limitação que eu me refiro envolve as emoções humanas. Tais emoções humanas são a meu ver a causa principal dos maiores problemas da humanidade

    Antropocentrismo tolo. Mesmo que toda a humanidade v´[a pro ralo, o Universo ainda estará aqui, belo e formoso, sem nem se dar conta que um dia existimos.

    E mesmo com todos os avanços notáveis da ciência estes problemas ainda não mudaram muito desde o ‘homem das cavernas’.

    E é problema dos cientistas se vc não se dá bem com seu vizinho. Ok.

    É claro que isso tudo talvez se resuma a fase evolutiva humana, que talvez precisemos esperar mais uns 2.000 anos de evolução dos cérebros humanos para termos melhoras significativas das mazelas humanas nos diferenciando de uma vez por todas dos demais animais selvagens que agem puramente por instintos básicos.

    Por que deveríamos? Ainda assim não tem nada a ver com a ciência.

    Foi por causa destes motivos que a humanidade se ancorou na religião como uma tentativa de acalmar seus medos, anseios e limitações, numa tentativa de educar as massas e condicioná-las num padrão de comportamento ideal.

    O pensamento religioso é a coisa mais natural. Vide o Culto à Carga.

    Claro que as religiões falharam ridiculamente nesse quesito(e em vários outros), causando mais problemas do que solucionando.

    Autocontradição.

    Por isso acredito que ainda há algo mais que possa suprir as lacunas que faltam, algo superior do que temos atualmente, embora não consiga definir filosoficamente ou mensurar cientificamente. Seria isso o ‘verdadeiro Deus’?

    De Ciência e briga de galo vc não entende nada.

  6. 6. reinaldo disse:

    Fiquei muito curioso com essa da montanha lunar. pode dizer o nome e a altura da mesma, para eu caçar mais dados pela internet?

    Administrador André respondeu:

    Desculpe, só agora que eu vi. Tome, dê uma olhadinha: http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_mountains_on_the_Moon

    reinaldo respondeu:

    @André,
    SEm Problema, eu já estava de cata-piolho na net mesmo, mas vou ler os artigos…..

  7. 7. Ale disse:

    O que a ciência tem de mais legal,é que ela nunca está errada.Ela própria se corrige,se novos fatos não corroboram uma determinada teoria cientifica.
    Um exemplo:A teoria da gravitação universal de Newton não conseguia explicar a precessão dos equinócios de Mercúrio,até que Einstein usou sua brilhante teoria da relatividade geral para explicar o fenômeno.Não por causa disso,deixamos de usar as leis de Newton rotineiramente.
    Ao contrário disso,as religiões vivem de dogmas,cujos quais não se podem ser questionados.
    Os conceitos religiosos me lembram muito uma frase do Zagalo:”Vocês vão ter que me engolir.”

  8. 8. Nihil Lemos disse:

    O que mais dizer da ciência? Ela é simplesmente dona de todo o conhecimento definido. Isso nas palavras do Bertland Russell. :)

  9. 9. Darwinteory disse:

    O que mais me pasma é que mesmo muitos religiosos se beneficiando das religiões, (remedios, energia, etc.) eles sempre falam, que a ciência não pode responder a todas as perguntas……….Realmente não pode (ainda) mas o seu deus não responde a nenhuma. O quanto que já crescemos depois que deixamos esses dogmas de lado, e mesmo assim muitos ainda tentam se agarrar a essa ilusão do cristianismo, realmente vai chegar um dia que a religião não vai ter para onde correr, e ai sim vamos ter mais e mais avanços cientificos e as pessoas vão poder se beneficiar com isso.

Deixe um comentário

Mas, antes, leia a nossa Política de Comentários. Obrigado por sua participação.

Você precisa estar logado para deixar um comentário.