abr 23

Hoje é dia 23 e é feriado aqui no Rio. Por quê? Porque é dia de São Jorge, o santo guerreiro, o Chuck Norris celestial, o santo mais badass da ICAR. Miguel não é santo, é arcanjo, caso não saibam.

Como sempre, vemos o perfeito exemplo de como as coisas são relativas e, como disse um amiguinho meu, não existe esse negócio de preto no branco (isso seria racismo? Como nascem os mulatos?). Afinal, você se negou ao feriado e foi trabalhar?

O fenômeno sociológico de hoje ilustra uma espécie de convergência filosófica. Enquanto temos o pessoal que fica enchendo o saco por causa da frase "Deus seja Louvado" nas notas de real, alegando que o país é laico, temos evangélicos relinchando que santos da Igreja Católica não são santos de verdade, pois o único santo é Jesus (não estou exagerando).

Digam se não é satanicamente delicioso ver dois grupos tão teoricamente antagônicos tendo uma opinião parecida E com um comportamento bem parecido?

Enquanto uns esbravejam sobre o laicismo, outros batem com as 4 patinhas no chão e reclamam que o Brasil é de Jesus (procure esta expressão no Google e morra de rir com os resultados) e que santos são demoníacos. Qual o resultado disso? Em feriados religiosos eles fazem:

a) Não reconhecem santos como nada, logo, vão trabalhar normalmente.

b) Santos são coisa do Diabo e temos que ficar firmes perante as bem-aventuranças de Jesus, indo trabalhar normalmente.

c) Fuck this shit! Vou curtir o feriado (falando mal da intervenção das religiões nos destinos políticos e reclamando que isso é ação de Lúcifer contra os filhos de Deus).

Vamos ser sinceros e admitir a hipocrisia de criticar crucifixos em tribunais e repartições públicas, mas bem ficar com a bunda em casa nos feriados religiosos, esperando um dia que adotemos o Sabbath, Rosh Hashanah, Ramadã, Lailat Al-Miraj e até o dia de 7 de janeiro (Natal Ortodoxo). Ou você é contra toda e qualquer decisão religiosa que influencie em como o governo (em nível federal, estadual ou municipal) é conduzido ou pare de falar besteira, pois tudo mundo adora feriados. Por outro lado, se as ovelhinhas do Senhor não reconhecem santos católicos, não deveriam ficar em casa durante os feriados, indo trabalhar e desenvolver a nação para Jesus (ou algum outro motivo retardado). Mas não, vão meter a Bíblia embaixo do sovaco e correrão pra primeira igreja, pois é o que somente sabem fazer (fora ir à praia e pra night (ou balada, dependendo de onde mora), pois até nisso são hipócritas).

Tudo isso, lateralmente, resulta em situações interessantes. por um lado, temos que dia 23 de abril É feriado na cidade do Rio, mas dia 1º de março, dia da fundação da cidade, NÃO É feriado. Dia 22 de abril NÃO É feriado nacional, apesar de ser a data de descobrimento do Brasil.

Ok, vocês falarão a mesma ladainha de sempre que o Brasil tem muito feriado, o que denota hipocrisia mais uma vez, pois ninguém se rebela, pelo contrário. Logo em janeiro estão com o calendário na mão marcando os dias em que haverá feriado e ficam putinhos quando um feriado cai no sábado e mais putinhos ainda se cair no domingo. Algum de vocês foi até o Congresso berrar por diminuição de feriados? Não, ninguém fez ou fará isso.

Agora, temos outro lado da moeda: Por causa DE QUE hoje é feriado?

Primeiro, o padroeiro da cidade do Rio não é São Jorge, é São Sebastião. Segundo, São Jorge não é mais santo da ICAR desde 1963,oque eu acho injusto.

O mito de Jorge da Capadócia rola desde o Império Romano. Ele foi canonizado em 494 E.C. (óbvio que da Era Comum. Duhhhh) pelo Papa Gelásio I. Só que depois a ICAR achou que as histórias a respeito de Jorjão era maluquice demais e rebaixaram o coitado pra 2ª Divisão (sim, corinthianos, seu santo padroeiro é da segunda divisão do campeonato celestial). POR QUE ainda veneram o sujeito, eu não sei. Se bem que temos Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora das Cabeças, Nossa Senhora de Lourdes e várias outras "Nossa Senhora", sendo que todas elas são a Virgem Maria.

Jorjão, o santo Chuck Norris ficou conhecido por salvar donzelas e matar dragões, mas isso não é coisa de gente normal no catecismo da ICAR. Cobras falantes e chuvaradas, sim. E, enquanto isso, preferem São Francisco de Assis, um santo hippie que conversava com bichos e tinha visões. Santa Clara, em quem o Santo Chico sempre chega junto (eu tentei não fazer esta piada. Juro!), também tinha visões além do alcance, sem precisar de nenhuma espada zoiúda. Aliás, é por causa dessas "visões" que Santa Clara foi nomeada Padroeira da Televisão (não estou inventando).

Analisemos. De um lado, um santo hiponga que andava rodeado de macho e uma guria (lembraram de alguém?) que é tido como perfeito exemplo de santo cristão (mas quase foi pra fogueira como bruxo). Do outro um guerreiro que luta pelo bem, contra o mal e espanta o temporal. Salva donzelas e tampa na porrada com dragões, salvando cidades. Quem é mais fodão, hein? O santinho hiponga, na opinião da ICAR.

Por uma segunda análise, observe que evangélicos rechaçam São Jorge, como uma figura demoníaca, sendo que este MATA dragões. Conclusão? Evangélicos veneram dragões, não se importam em matar donzelas indefesas e não estão nem aí se um lagartão destrói cidades, pelo visto.

O mundo é estranho. Se eu perguntar a boa parte das pessoas, fatalmente acharão que a da de fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro é, de fato, dia 20 de janeiro , sendo que este é apenas o dia do santo padroeiro, pois a fundação se deu em 1º de março de 1565.

De resto, curta seu feriado, mas pense duas vezes antes de criticar a falta de laicismo do Estado.


PS. Eu nunca consegui discernir a imagem de São Jorge na Lua, nem quando era pequeno.

PS2. Vocês já prestaram atenção que a palavra inglesa para "feriado" é "holiday", que significaria, a priori, "Dia Sagrado"?

PS3. Não podia deixar essa piadinha passar em branco.


22 respostas para "23 de abril, dia de São Jorge e da hipocrisia alheia"

  1. 1. Rodrigo Souza a.k.a. Sargento disse:

    Quem tem freela e provas pra corrigir não tem vida, quiçá feriado.

  2. 2. Apocalyptica disse:

    Eu adoro a hiprocrisia.

    Solicitaram que eu fizesse um levantamento dos feriados municipais nos 22 municipios ligados à nossa sede. Por mais que não pareça, é coisa difícil pra caramba. Prefeito, vereador, funcionários não sabem a diferença de feriados municipal, federal, estadual…

    Para minha surpresa descobri que a sexta-feira da paixão não é mais feriado aqui onde trabalho desde de 2006.

    Mandaram ficaram de bico calado caso contrário teremos que trabalhar e que 3 feriados municipais é muito pouco.

    Enquanto isso 3 municípios tiveram que trabalhar normalmente.

    Administrador André respondeu:

    Para minha surpresa descobri que a sexta-feira da paixão não é mais feriado aqui onde trabalho desde de 2006

    Não faz diferença, é feriado nacional.

    Apocalyptica respondeu:

    @André, Tenho medo de discordar de você, mas não é.

    Apocalyptica respondeu:

    @Apocalyptica,
    “Muitos, por causa disso, têm incluído a Sexta-Feira da Paixão entre os feriados nacionais. Entendemos que isso não é correto, pois embora a Lei Federal cite essa data, ela não a declara como feriado, uma vez que delega (impõe) isso ao município. Por isso, se não houver uma lei municipal declarando a Sexta-Feira da Paixão como feriado municipal essa data não será feriado naquele município.”

    Administrador André respondeu:

    MUITO obrigado. Só faltou o link: https://sites.google.com/site/feriadosnobrasil/Home/a-lesgislacao-sobre-os-feriados

    Apocalyptica respondeu:

    @André, É o mesmo entendimento do departamento jurídico.

    Serve a portaria Portaria nº 595, de 22 de dezembro de 2011?

    Administrador André respondeu:

    Claro! Aqui trabalhamos em divulgar conhecimento. Quanto mais fontes, melhor.

  3. 3. frateold disse:

    Viva os feriados pô! pobres e ricos curtem e acabou.
    Deveríamos adotar, também, os feriados judaico, mulçumano e chinês, tudo em prol da globalização. E já que adotamos o horário oficial de Brasília, deveríamos trabalhar de terça à quinta e matar a semana quando o feriado cair na quarta.
    Professores, perguntem aos seus alunos o que acham da proposta acima.
    Empresários, perguntem aos seus empregados.

  4. 4. frateold disse:

    Porra André, você (agora acentuado) fica mostrando onde tá a lei, aí um imbecilzinho de plantão lê, acha bacana e resolve tirar uns feriados do calendário daqui de Joinville….”faiz iço não”!

  5. 5. ANUBIS1313 disse:

    Que pena que não moro no Rio de Janeiro… plena segunda feira e nada de serviço… que beleza ! André deve ter adorado… menos um dia para aturar aluno !!!

  6. 6. Nihil Lemos disse:

    Santo Antônio, se não me engano, esteve em dois lugares ao mesmo tempo para salvar o pai da forca. Sei lá. A maioria dos santos tem uma história um tanto forçada, mas para quem acredita nos milagres de Jesus isso não é nada.

    Sobre os feriados… Os acho abençoado então melhor aproveitar :D Pena que moro num país de hereges e aqui não tem nenhum feriado religioso. :( Sinto falta deles. Ah, sim. “Deus seja louvado” nas notas de real? Símbolos religiosos em prédios públicos? Bem, nunca me importei com isso. No corredor da morte aqui no Japão temos altar budista antes da sala de execução. Que diferença faz?

    PS: não é PS2 e PS3. É PPS e PPPS ;)

    Administrador André respondeu:

    PS4. http://pt.wikipedia.org/wiki/Piada

    Nihil Lemos respondeu:

    @André, foi mal. As vezes eu não percebo esse tipo de piada… :oops:

    Mari. respondeu:

    @Nihil Lemos, HEREGE! Tudo bem que nesta golden week de abril e maio não há feriados religiosos, mas em agosto temos a semana do obon! Que desrespeito aos ancestrais D:

  7. 7. suruhito disse:

    Só uma correção: pela ICAR, Miguel é Overpower: Santo e Arcanjo
    http://marcioreiser.blogspot.com.br/2008/09/so-miguel-arcanjo.html

  8. 8. Klaus RD disse:

    André, o Natal ortodoxo não é comemorado no dia 6 de janeiro?

    Klaus RD respondeu:

    Ou eu estou equivocado, mas não foi no ano 353 que a ICAR comemorou pela última vez o Natal no dia 6 de janeiro, e a Igreja Ortodoxa manteve essa data?

  9. 9. Petres disse:

    Queria aproveitar este tópico que é mais recente para fazer uma sugestão:

    Já que vocês afirmam não existir nada de sobrenatural neste mundo, gostaria que o André avaliasse o vídeo http://www.youtube.com/watch?v=tIeW2UTmCAM e desse uma explicação científica de como uma pessoa que fala uma determinada língua possa pronunciar o nome como é pronunciado no vídeo com um sotaque tão perfeito.

    O sotaque no vídeo em questão é tipicamente brasileiro e facilita nossa visão do quanto é impressionante a pessoa falar inglês e pronunciar o nome desta forma.

    Peço por favor que avalie esta sugestão.

    Aguardo resposta.

  10. 10. AdministradorAndré disse:

    Aquia prova que o Super-Homem existe:


    Petres respondeu:

    @André, Parece que este vídeo te pertuba para você dá uma resposta tão nada a ver como esta.
    O que eu pedi foi para analisar o vídeo e dar uma explicação plausível.
    Ao meu ver, quando mostra um vídeo sobre o Super-Man, você quis dizer que o vídeo que eu mostrei é uma besteira qualquer, uma ilusão ou montagem.
    Que seja! Mas prove o contrário!

    Administrador André respondeu:

    Prove que o vídeo que eu coloquei é menos real do que o seu. Seu vídeo é apenas… um vídeo. Sem artigo científico, sem provas, sem evidências, sem nada que o sustente.

    A explicação plausível pro vídeo? Simples: fraude. Agora, se vc acredita em qualquer besteira que colocam no YouTube, a culpa não é minha nem dos neurônios que obviamente vc não tem.

Deixe um comentário

Mas, antes, leia a nossa Política de Comentários. Obrigado por sua participação.

Você precisa estar logado para deixar um comentário.