Grandes Nomes da Ciência: Carl Sagan

A volta da pareidolia ou "Corram da Coca-cola Satanista!"
Porradaria Divina: A Guerra entre os Deuses

carl-sagan.jpgSeu nome é paradigma entre os que prezam a Ciência. Ele é aquele que todos os divulgadores científicos gostariam de ser… que EU gostaria de ser. Carl Sagan foi aquele que divulgou a Ciência de modo nunca antes feito, com uma abrangência sem precedentes e ainda hoje é tido como uma referência. Hoje, dia 28 de setembro de 2010, é o dia que sua mais famosa obra, a série Cosmos, faz trinta anos e esta é a homenagem àquele que cativou tantas pessoas, as quais perceberam como o Universo é ao mesmo tempo lindo, mas ardiloso e selvagem ao mesmo tempo.

Há trinta anos, um garoto estava sentado em frente à televisão com seus pais e seu irmão. Havia sido noticiado uma nova série televisiva, mas o menino não sabia direito o que era e, talvez, nem se interessasse muito. Era um domingo, dia do Fantástico, que como show da vida só trazia morte e desgraça pelo mundo afora. Terminado o programa, a série começou com o barulho do oceano. Um homem caminhava, com uma tomada ao longe, que ia se aproximando lentamente. O homem tinha uma voz calma, parecia aquele tio querido que saiu para viajar por muito tempo e voltara com para nos contar muitas histórias. Ele começou dizendo:

O Cosmos é tudo o que existe, existiu ou existirá. A contemplação do Cosmos emociona-nos. Provoca-nos um arrepio, embarga-nos a voz, uma sensação suave, como uma recordação distante de cair de uma grande altura. Sabemos que nós estamos a nos aproximar do maior de todos os mistérios. O tamanho e a idade do Cosmos ultrapassam a comum compreensão humana. Perdida algures entre imensidão e eternidade, fica a nossa minúscula casa planetária, a Terra. Pela primeira vez temos o poder de decidir o nosso destino e o do nosso planeta. Esta é uma época de grande perigo. E, todavia, a nossa espécie é jovem, curiosa, corajosa e mostra-se prometedora.

Aquele homem, com um penteado engraçado apresentou o Universo e disse que estávamos apenas à beira do oceano cósmico, prontos para colocar o dedo na água um pouco mais e essa água era convidativa. E então, o homem fez um convite: para nos juntarmos a ele numa grande viagem em uma astronave, para conhecermos novos mundos, novas galáxias, novos conhecimentos, deixando para trás algumas crendices, fazendo clara separação do que é especulação dos fatos comprovados. O menino que assistia a tudo estava maravilhado com o que poderia ver e sim, aceitou o convite daquele homem que parecia um velho capitão de um imenso navio. O nome do navio é Conhecimento, e o capitão era Carl Sagan.

Carl Edward Sagan era uma pessoa diferente das demais. Ele era especial. Não no sentido que dão hoje. Hoje, “especial” são crianças com deficiência de alguma espécie. Eu não sei o que há de especial nisso, pois prefiro a definição mais antiga, onde “especial” era o indivíduo que se destacava dos outros. E, sim, Carl Sagan conseguia se distinguir. Seu amor pela Ciência era algo esplêndido e ele conseguia mostrar a poesia escondida em cada descoberta. Ele conseguia transmitir paixão no que falava e você acabava envolvido com aquilo, querendo saber mais e mais.

Nascido na cidade de Nova Iorque, em 9 de novembro de 1934, cujo pai era um imigrante russo (por sorte, muito antes de Macartismo) tio Carl Sagan enveredou para o mundo científico quando visitou com seus pais, em 1939, a Feira Mundial de Nova York, com uma exposição científica de primeira linha. Quando ele ganhou seu primeiro cartão de uma biblioteca pública, foi até lá, ele pediu à bibliotecária um livro sobre estrelas e ela lhe deu um sobre atores e atrizes de cinema. Explicando que não era aquilo que ele queria a bibliotecária o apresentou ao universo que cerca o Universo.

Tirou seu diploma de bacharelado em Ciência em 1955 o diploma de bacharel em 1955, obteve o equivalente ao nosso mestrado em Física em 1956 e o título de doutor em Astrofísica em 1960.Trabalhou no laboratório do dr. Hermann Joseph Muller, agraciado com o Prêmio Nobel de Fisiologia/Medicina de 1946.

Carl Sagan trabalhou no Observatório Astronômico Smithsonian, foi catedrático da Univesidade Harvard, tinha seu próprio laboratório na Universidade de Cornell, fez parte do programa Apollo, onde trabalhava diretamente com os astronautas, trabalhou no Jet Propulsion Laboratory, da NASA, departamento responsável pelas sondas-robôs como as sondas Pioneer e Voyager e foi um dos responsáveis pelo projeto SETI (Search for Extra-Terrestrial Intelligence, ou Busca por Inteligência Extraterrestre). Mas, para o menino em frente à TV, Carl Sagan era muito maior que isso tudo. Ele sabia contar histórias, sabia transformar a linguagem árida da Ciência em poesia. A cada semana, com a trilha sonora Heaven & Hell, do Vangelis, tio Carl Sagan contava-nos mais histórias. Falou sobre o incrível planeta vermelho e como Vênus, apesar do nome remetendo ao amor, tratava-se de um verdadeiro inferno, de tão quente, denso e com ácidos em suspensão na atmosfera.

A série transformou-se em livro, e muitosoutros seriam escritos. Em Dragões do Eden, Carl Sagan discute a origem da inteligência humana. Em O Mundo Assombrado pelos Demônios, Carl Sagan desmente e choca-se de frente com as pseudociências, como a astrologia, homeopatia e adivinhações. Ele argumentava como dois gêmeos idênticos poderiam ter destinos tão diferentes. O que dava poder à Astrologia? A Força Gravitacional? mas a força gravitacional que os médicos e enfermeiros exerciam eram maiores, já que a Gravidade é uma força extremamente fraca. É nesse livro que está o antológico caso do Dragão da Garagem.

Carl Sagan soube traduzir bem o significado do ceticismo e nos levou a pensar. Ele até mesmo ministrou cursos sobre pensamento crítico, ajudando as pessoas a se libertarem das tolices. Não falo de religião ou crendices, mas da tolice de aceitar o que cada um fala sem querer investigar os fatos ocultos. Pois, ceticismo, não tem a ver com religião ou ateísmo e sim na vontade de descobrir a verdade.

Carl Sagan foi um marco na História da Ciência e muitos hoje, 30 anos depois da série, se tornaram cientistas e pesquisadores por causa dele. O menino se tornou rapaz e este perguntou ao seu professor de Ciências se era possível alguém saber tudo. O professor disse que não, que aí estava a maravilha da Ciência, pois quanto mais se sabe, mais se descobre, mais se quer saber, mais mistérios aparecem. “É uma busca contínua”, disse o professor Leugim O rapaz queria saber mais e leu os livros e, uau!, quantas respostas! Mas havia perguntas também. Ele olhava para a imagem de Carl Sagan e via que ele também tinha curiosidade em saber cada vez mais. Via o amor que Carl Sagan tinha pelo planeta onde vivemos, a ponto de ser um fervoroso pacifista e completamente contrário à corrida armamentista, quando o mundo vivia sob nuvens negras de uma ameaça de guerra nuclear, onde toda a humanidade poderia ser extinta, mediante o chamado Inverno Nuclear. Para uma discussão mais aprofundada sobre isso, recomendo a série escrita pelo Kentaro Mori (O Apocalipse Inevitável), onde ele mostra como Carl Sagan conseguiu salvar o mundo de nós mesmos.

O rapaz queria ser como Carl Sagan, e só havia um meio: ele estudou, prestou vestibular, entrou para a Universidade, graduou-se, teve seus cursos, mestrado, doutorado etc. Durante este tempo todo, percebi que por mais que se saiba, menos se sabe. Ao invés de aceitar qualquer besteira que nos contam, estudamos para saber e conhecer, mas surge novas dúvidas, o que nos faz estudar mais e descobrir coisas inesperadas. Quem ficou na crença perdeu as descobertas, mas não fará falta, pois crédulos não se maravilham com descobertas, já que a preguiça mental impede de ver as coisas com clareza, ficando numa eterna miopia mental.

Eu sei que não sou Carl Sagan, e acho que não o serei. Tento dar o melhor em termos de explicação, mas ainda não adquiri midichlorians suficientes para traduzir a Ciência em sentimento, numa espécie de sinestesia do conhecimento. Ninguém conseguiu ser Carl Sagan e eu imagino que ninguém conseguirá, pois pessoas especiais aparecem com intervalos de séculos e não caindo do céu numa espaçonave vindo de outra galáxia, com um sol vermelho.

O mundo não é como gostaríamos que fosse. Se fosse justo, pessoas como Carl Sagan seriam imortais, mas não é assim que funciona. Sofrendo de esclerose lateral amiotrófica Síndrome mielodisplásica, os olhos de Carl Sagan se fecharam para este mundo em 20 de dezembro de 1996. Calmo e tranquilo, como sempre foi. O Universo não foi o mesmo desde a morte de Carl Sagan, mas graças à tecnologia, propiciada pelas descobertas científicas, temos registrado muitos de seus momentos. Um dos melhores momentos, ocorreu no dia 14 de fevereiro de 1990, durante a viagem da Voyager 1. Carl Sagan encheu o saco dos técnicos da NASA para que dessem uma ordem à sonda, para que ela virasse e tirasse uma foto da Terra a 6,4 bilhões de quilômetros de distância, mostrando-a como um “pálido ponto azul”. E é com a tecnologia que dispomos que podemos ouvir o próprio dr. Carl Edward Sagan, um dos Grandes Nomes da Ciência, dizer:


A volta da pareidolia ou "Corram da Coca-cola Satanista!"
Porradaria Divina: A Guerra entre os Deuses

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • alopes

    Talvez um dos posts mais bacanas, dentre todos.
    Ótima mensagem!

  • sednanref

    “Ceticismo, não tem a ver com Religião ou Ateísmo e sim na vontade de descobrir a Verdade.”

    Parabéns André
    Excelente post, deveria registrar essa frase.

    De vez em quando me vem um amigo chato me dizendo:
    “-Que estória essa de Ceticismo virou Ateu?”
    e já vem querendo me convencer com argumentos religiosos.
    Agora em vez de perder tempo explicando, (apesar de ser ateu mesmo hehe)
    vou citar sua frase.
    Abraços

  • Icarus

    ô André, estava inspirado hein? 😉

    Ficou muito bom o texto.

  • gustavo dos anjos

    Poxa, André, fico até admirado em ouvir que vc gostaria de ser um divulgador científico como o Sagan. Digo isso pq não é fácil ter a paciência que ele tinha com o público, digamos, menos instruído. Principalmente com os crentes. O que eu fico mais admirado é a capacidade do Sagan de ser firme e incisivo no seu posicionamento sem agredir nem um pouco o pensamento divergente do dele. Isso é um dom muito difícil de se ter.

    Sem querer cutucar sua postura mais – deixa eu pensar – agressiva com o público crente, mas acho que todos devíamos aprender um pouco com o comportamento do Sagan no que se refere a passar uma mensagem sem necessariamente ser desrespeitoso com os que não pensam da mesma forma.

    Sou um grande fã do Sagan. Ótimo post para homenageá-lo

    Administrador André respondeu:

    Bem, ele não teve blog cético visitado por crente miguxo.

  • MXuinguel

    Olá!

    Gosto muito da série “Grandes Nomes da Ciência” e este post, em especial, foi um dos que mais me tocou. O vídeo é comovente, foi uma excelelente escolha!
    Carl Sagan, sem sombra de dúvida, foi uma figura cativante ímpar dentre vários dos promotores da ciência. Nutro por ele a mesma admiração que o autor do artigo. Infelizmente, só tive contato mais aprofundado com seu pensamento apenas recentemente. Faltam apenas algumas poucas páginas para eu terminar de ler “O mundo assombrado pelos demônios” (realmente, agradabilíssima leitura!) e tenho diversos outros na fila para serem lidos – a maioria obtida no garimpo de textos e comentários aqui mesmo do cetnet. São raridades nas livrarias, algumas tentativas de encomenda até fracassam.
    Faço coro àqueles que pedem aos Senhores do Cetnet que disponibilizem sugestões e resenhas de livros como estes citados neste artigo. Eu diria que esta bibliografia é necessária na formação de cidadãos conscientes e livres.

    Obrigado pelo post!
    Sagan merece essa cortesia. 🙂

  • marcelusmedius

    Carl Sagan conseguiu nos mostrar que a ciencia pode ser muito mais bonita e cativante que qualquer religiao. Mas voce nao fica muito atras Andre(foi um elogio). Seu blog faz muita diferenca a acho que a maioria dos seus leitores tem, em suas postagens praticamente diarias, momentos maravilhosos ao porte de cosmos, mas com humor.

  • Altius

    Não sei nem bem o que dizer de Sagan,a passividade, a sabedoria, a mensagem de respeito e do quanto somos insignificantes diante do universo, o incentivo a pesquisa, o pensamento cético… A série cosmos faz parte de minha infância também, garanto com toda sinceridade que me influencio, o gosto por ciência, que mais tarde se acalmou programando computadores de 8 bits!
    Vejam “Pálido Ponto Azul”, é um resumo claro do quanto ganhamos ao abraçar a ciência e pensamento inteligente, e também do quanto perdemos com morte de Carl Sagan! Certamente é um titânico nome da ciência!

  • Brisola

    O texto e o vídeo ficaram muito bons mesmo. Deus poderia ser mais legal conosco (para não dizer justo) e, no mínimo, dar-nos as esferas do dragão para ao menos haver a possibilidade de ressucitar Sagan.
    Triste saber que tem gente que vai dizer que ele foi pro inferno ainda.

    marcelusmedius respondeu:

    @Brisolaseria o primeiro ato de bondade de Jave’i(Javelho para os cultos). Mas certamente as bolotas seriam roubadas por um crente maluco pra ressucitar um guru louco qualquer.

    Brisola respondeu:

    @marcelusmedius, Sem chance dos crentes roubarem as sete esferas do dragão (a não ser que a localização delas esteja numa das sete cartas enviadas às sete igrejas, agora que percebi, João copiou Akira Toriyama), porque para isso eles precisariam do radar do dragão e eles não têm conhecimento para construir um (teologia não dá base pra isso).
    Voltando ao Sagan, comecei a ler “O mundo assombrado pelos demônios” por causa desse artigo e até agora a leitura está bastante interessante.
    Parece-me que o pensamento cético é o único remédio contra a armadilha mental, ou doença, causada pela fé.

  • Pena que as palavras de Sagan dificilmente cheguem aos ouvidos dos crentes. É tão engraçado a maneira como Sagan consegue provar que não é necessário deuses ou criaturas de outro mundo para que possamos viver em paz, que tenhamos amor e respeito pelo planeta em que vivemos, planeta do qual somos partes. Mas não, a maioria das pessoas ainda crê que o amor e respeito são presentes divinos e aqueles que não possuem a crença nestes deuses não receberam estes dons, quando historicamente as maiores atrocidades foram executadas por pessoas que receberam este dom divino.

    Eu sou um fã incondicional dele (embora adore o seu artigo na desciclopédia :-)), e o Mundo Assombrado por Demônios foi um dos dos livros que mais me ajudou na compreensão do universo, nem tanto no sentido científico da coisa, pois ainda sou uma ameba em ciências como química e física, mas na parte abstrata, “não-material” da existência, mas sem apelar para o metafísico. De lá para cá já li várias obras dele, sendo que o romance Contato é o meu favorito. E olha que eu não gosto de romances 🙂

    @André, quem sabe vc pode um dia se tornar tão famoso quanto. Ok, nem tanto, mas se vcs senhores do cet.net publicarem alguns textos do site na forma de um livro impresso, teríamos certamente uma grande obra de referência para pessoas interessadas em conhecer mais sobre o universo em que vivem.

    marcelusmedius respondeu:

    @leandrosansilva, Tenho orgulho em dizer q, quando eu era crente foi Sagan q me resgatou ate a razao. Acho q aquelas palavras tranquilas e profundas alcancam muito alem da razao pura tocando os coracoes e nos mostrando oque e’ realmente divino.

  • gustavo dos anjos

    Vendo esse vídeo indicado no post fiquei com uma vontade louca de rever a série Cosmos. 5 anos atrás tive a felicidade de poder comprar em DVD toda a série em uma promoção dessas de revistas vendidas em bancas de jornal. Baratinho. E é um belo presente para qualquer um, diga-se de passagem.

    E por falar em presente, o livro “Mundo assombrado pelos demônios” é o presente preferido para eu dar a alguem. Pena q nem todo lêem.

  • Oliveira

    Excelente texto!
    Filme emocionante!
    Simplesmente fodástico!

    Pra quem, como eu, ainda não conhecia a série Cosmos, aqui vai o link pro primeiro episódio legendado e o guia de episódios:


    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_epis%C3%B3dios_de_Cosmos

    Sem mais bajulação, tenho que assistir Cosmos.

  • Fabrício

    Não é por nada não, mas se tratando de Carl Sagan, o certo seria O grande nome da ciência.

    E falando em Carl Sagan, segundo o site Gizmodo a Pioneer 10 parece estar retornando ao sistema solar. 😐

    Será que ela alcançou algum tipo de vida inteligente e agora está voltando com informações?

    Queria que o Carl tivesse conosco agora.

    leandrosansilva respondeu:

    @Fabrício,
    Possivelmente já atravessou o universo todo e agora está indo. Talvez volte com algum filmezinho do Hitler… (ah, quem leu Contato sabe do que se trata) 🙂

    2012 está quase aí. Talvez essa seja a prova da existência de Nibiru… hauahau

  • “Com base em seus três casamentos bem sucedidos, Sagan escreveu sua autobiografia matrimonial O Mundo Assombrado pelos Demônios. Essa obra tornou-se um tipo de bíblia ou profissão de fé de todos os nerds estraga-prazeres que insistem em provar que Deus, Monstro do Lago Ness, Pé-Grande, Armas de Destruição em Massa no Iraque, Políticos Honestos e reconhecimento pela Fifa da Copa Rio vencida pelo Palmeiras como Campeonato Mundial não existem. ”
    Fonte: Desciclopédia

  • wilianbc

    Senão for o maior nome da Ciência, pode ser considerado o maior entusiasta. Um homem que queria a verdade dos fatos acima de tudo. Um homem que elegeu a ciência como ferramenta para cumprir esse objetivo. Você pode sentir no seu jeito de falar o seu amor pelo método científico e ao mesmo tempo a contemplação pelo Universo que habitamos. Realmente uma honra poder viver nesse tempo quando estamos de fato descobrindo novos mundos. Parabéns André pelo magnífico blog.

  • Wallacy

    Devo dizer que também pretende rever Cosmos…

    Apesar de gostar das atuais (O Universo), acredito que Cosmos ainda é insuperavel.

    Spy respondeu:

    @Wallacy,
    O Universo, do History Channel, é uma diarréia sensacionalista pintada de Ciência. Não recomendo nem em dia de chuva.

    Wallacy respondeu:

    @Spy,

    A primeira temporada não é de todo mal, comprei inclusive os DVDs. O problema são as que vieram depois, além de repetir sempre a mesma coisa, fazem analogias tão bestas que nem um crente explicando como javé fez a gravidade funcionar faria.

    Joseph K respondeu:

    @Spy,
    Putz, e agora? Tá chovendo pacas, por aqui. 🙄

  • Behaviorista

    Quando assisti Cosmos pela primeira vez, já possuia certo fascinio pela ciência, desde pequeno assitia programas da TV cultura como: Fantástico Mundo de Beackman, Olho Vivo, X-Tudo, etc… Meu sonho sempre foi ser um ciêntista. Fui ver Cosmos estando na faculdade e essa série foi muito importante como determinante para minha escolha de abordagem teorica (Curso Psicologia mas detesto Psicologia) o Behaviorismo Radical e minha ciência a Análise Experimental do Comportamento.

    Criei um blog para divulgação ciêntifica
    http://funcionalanalise.blogspot.com/

    E pretendo daqui pra frente pra onde for ser um divulgador desse que é o comportamento mais fantastico do homem, o fazer ciência.

    Abraços está de parabens com seu blog.

  • Breno Bernardes
  • acabando de ler O mundo Assombrado pelos Demônios. Ótimo.

  • Pingback: Livres Pensadores.org » Textos do Blog » Sagan Day()

  • Pingback: Feliz dia de Carl Sagan » Ceticismo.net()

  • Thiago

    Carl Sagan. Esse é um nome que faz muita falta e nos deixa muitas saudades. Ainda me lembro da série Cosmos, que me fez pensar,quando criança, juntos de tantas séries científicas ( quando a tv aberta ainda passava coisas que valiam a pena) que eu seria um físico; no entanto, vi que minha vocação é a área de humanas.

    Mesmo assim, Carl ainda me exerceu grande influência em suas obras, dessa vez, na formentação do meu ceticismo. Deixo aqui para vcs um link da obra ” O Mundo Assombrado pelos Demônios” totalmente digitalizada no maior capricho pelo AngelH : http://www.youblisher.com/p/10478-O-mundo-Assombrado-pelos-Demonios-Carl-Sagan-byAngelH/

    Um grande abraço a todos.

  • Bob

    Descobri quem era Carl Sagan a pouco tempo atrás, através do ‘Feliz dia de Carl Sagan’. Fiquei meio indignado quando li “Se você não conhece tio carl e nunca leu sua obra ou sequer viu a série Cosmos, sua vida não tem sentido.”. Depois deixei de besteira e fui procurar saber quem era ele. Então comecei a ver Cosmos. Hoje lendo todo artigo de novo vejo que não é exagero nenhum falar que a vida de alguém que não o conhece não tem sentido.
    Carl Sagan, um nome que deveria ser mais conhecido. Muito bom o artigo

  • crazenough

    Grande Mestre Carl Sagan!
    Sua história com o programa Cosmos foi bem similar à minha.
    Lembro-me até hoje dos programas dominicais.
    Foi um convite ao conhecimento. Sou grato à ele até hoje.

    Acho que o único erro foi na causa de sua morte.
    Sagan morreu de leucemia.
    Quem tem a Esclerose Amiotrófica Lateral é Stephen Hawking.

    Administrador André respondeu:

    Na verdade, foi por síndrome mielodisplásica. Não sei o que deu no meu retardo mental para confundir as doenças. Valeu.

  • Pingback: Decifra-me ou te devoro: A Mensagem de Arecibo » Ceticismo.net()

  • Carl.

    Ola, sempre tive estrema admiração pelo trabalho realizado por Sagan, seu legado é algo indiscutível, tenho livros e tudo mais, mas eu perdi os vídeos que tinha da serie 😥 , e agora pelo you tube parece que houve uma mudança nos vídeos que La eram disponibilizados, por conta de direitos autorais e tal, e parece que os vídeos agora são todos dublado (o que é uma merda) eu queria saber se existe algum site ou sei La alguma forma de eu adquirir(pirateando na cara dura) toda a serie cosmos,mas na versão legendada….por favor é muito importante pra mim se alguém aí manjar dos sites de dowloads e puder me ajudar agradeço…. 😉
    tanks

    Administrador André respondeu:

    Aqui temos alguém que começou a usar a Internet não tem nem 2 dias. 😉

    Nihil Lemos respondeu:

    @Carl., Sugiro que use as palavras na barra de busca no Google: Cosmo Carl Sagan Legendado Download

    Vai lá que você consegue 😉

  • Carl.

    éh… pronto, achei ! :mrgreen:

    Administrador André respondeu:

    Próximo passo: Aprender para que serve MSN e Orkut.

    Nihil Lemos respondeu:

    @André, O Orkut com certeza ele sabe. Ele até se registrou aqui. O bicho vai pegar é no Facebook. 😛

    Nihil Lemos respondeu:

    @Carl., Isso garoto! Sabia que você ia conseguir. Espere só você conhecer os compartilhadores de arquivos torrent. Você vai se esbaldar. Por ora, aconselho a curtir Cosmos. Mas recomendo principalmente os livros do “Tio Carl”. Se não tiver dinheiro para comprar um você pode conseguí-los em formato PDF no Google. Digite o título do livro e mais PDF e pronto.

    Divirta-se 😉

  • Carl.

    Eu tenho O Mundo Assombrado… estou querendo comprar “Cosmos” ,na real eu ja vi a série toda, só queria baixá-la para ter no pc novamente…ahh Orkut eu não gosto(o que deveria ser um modo de encontrar pessoas que você nem da mais a mínima e adicioná-las só para passar uma pseudo-popularidade,se tornou um bacanal de imbecilidades de todo tipo)MSN uso bastante e facebook fiz um a algumas semanas 😀 .. Parece uma versão “azul” do Orkut, rsrs mas como tudo q é novo parece mais legal to achando bacaninha por enquanto..rsrsrsrs…..valeus aí
    PS: já baixei tudo!! 😎

  • Pingback: Como a TV pode fazer a diferenca no Ensino » Ceticismo.net()

  • Pingback: Carl Sagan Day 2011 #SaganDay | Livres Pensadores.org()

  • Denner

    Que seja tão bom quanto o original!

  • Carl,le Sceptique

    Perfeito esta série,é realmente incrível.
    Carl Sagan é o que eu posso chamar de um herói para mim,a simplicidade e humildade dele, e o jeito de como ele vê o Universo é simplesmente maravilhoso.
    Aprendi muito com ele e ainda aprendo,espero que mais pessoas venham a conhecer o nome dele e os feitos dele.