mai 12

Aparelho de teletransporte estará pronto em 2010

19 Comentários
Escrito por .
Astronomia, Ciência, Comportamento, Comunicações, Filosofia, Fí­sica, História, Informática, Literatura, Matemática, Mídia, Mitos Desmascarados, Tecnologia
Tags: , , ,

Pesquisadores espanhóis estão trabalhando em um projeto da Agência Espacial Européia (ESA) sobre teletransporte quântico, que consiste no envio de um manual de instruções para reconstruir objetos idênticos em lugares distantes. O chamado transceptor, que estará pronto em junho de 2010, é o protótipo de um sistema que seria instalado no módulo Columbus da Estação Espacial Internacional (ISS) e enviaria fótons entrelaçados a duas estações terrestres.

As estações nas quais serão realizadas os testes, situadas a 1,4 mil km de distância uma da outra, estão localizadas nas regiões espanholas de Tenerife e Almería.

José Capmany, membro do Grupo de Comunicações Ópticas e Quânticas da Universidade Politécnica de Valência (UPV), explicou que o projeto consiste em uma série de experimentos que pretendem investigar o comportamento dos fenômenos quânticos no espaço.

Capmany assinalou que um dos fenômenos mais fascinantes a serem estudados no âmbito deste projeto é o teletransporte. “Deslocar indivíduos de um planeta a outro em um instante continua sendo ficção científica; no entanto, os cientistas acham possível transmitir o estado quântico de partículas microscópicas de um ponto do espaço a outro afastado do primeiro”, afirmou.

O transceptor quântico terá dimensões pequenas (uma caixa de não mais de 20 cm de largura), peso limitado (menos de 3 kg) e baixo consumo (menos de 15 watts).

Artigos relacionados:

  1. Teletransporte: Um sonho impossível?
  2. Feliz 2010!
  3. 25 de maio: Feliz Dia dos Nerds
  4. Céu com duas Luas? Marte e Lua juntos? BOATO!
  5. ENEM 2010 e as trapalhadas educacionais


19 respostas para "Aparelho de teletransporte estará pronto em 2010"

  1. 1. Fátima disse:

    Abbadon,
    Boa-tarde!

    A notícia-tema de tua postagem me fez recordar o filme ‘A Mosca’ (eca!).

  2. 2. Canedo disse:

    “Consiste no envio de um manual de instruções para reconstruir objetos idênticos em lugares distantes.”

    Isso não seria algo como criar um clone?
    Se eu entrar nessa máquina, será criado um “Eu” com minhas memórias, minhas experiências, e talz, mas não será mais “eu”, eu irei morrer, mas este outro eu ficará no meu lugar, ou seja, ele pensará que sou eu, saberá de todas as minhas experiências, como se fosse ele que tivesse vivido, mas na realidade não foi ele.

    Meio confuso, não consegui passar para o papel o que meu pensamento criou, mas entendeu minha idéia?

  3. 3. ExoMor disse:

    Eu entendi Canedo, e realmente faz sentido, vc quer dizer q o q passasse pelo transceptor, seria desintegrado e seria recriado em outro local, para coisas sem vida, isso seria extremamente útil, mas já para seres vivos, n seria válido, pois seria feita uma cópia nossa, enquanto nós, deixaríamos de existir.

  4. 4. Sorete disse:

    Não pensem em “seres vivos” ou “coisas sem vida”, pensem “aglomerado de moléculas”. Que moléculas são e o que elas estão fazendo é o que as torna “vivas”.
    Hipotéticamente*, a pessoa ‘teletransportada’ continuará existindo no ponto final, todas as moléculas do cérebro dela continuarão nas mesmas posições e momento linear, apenas não serão as mesmas partículas (moléculas). Do ponto de vista atômico isso não importa.
    Se toda informação chegar corretamente no ponto final, será idêntico ao ponto inicial. Já se houver degradação, daí sim… Pode causar câncer ou outros danos celulares, ou pequenos lapsos de memória se a degradação acontecer numa rede neural / neurônio.

    *Sim, isso é pensar muito alto, um fóton nem se compara a um átomo (com todas suas partículas e momentum), quanto mais a algo gigantesco como uma mosca.

  5. 5. Jorge disse:

    Eu sempre pensei a mesma coisa, imagina se um suicida experimenta a máquina :???:
    Mas e se haver uma ligação entre as duas mentes antes de seu corpo se desintegrar. Talvez se você tivesse consciência de que esse “eu” estivesse no outro lugar, você realmente estaria transportado, já que imagino eu que o conceito de “eu” nada mais é do que uma idéia, ou um dado, transferível (ou mesmo copiável).

    Acho que não fui muito claro, deixa eu tentar me explicar novamente:
    Imagine que quando terminasse a “cópia” você controlasse as duas mentes, e dai você se concentra em apenas uma e para de exercer suas funções no outro corpo, como se você não quisesse mais mexer um braço. Dai decepam-no.

    Ou fica em dois lugares ao mesmo tempo (três, seja quantas pessoas você quiser) :shock:
    Bastaria que seu cérebro tivesse um meio de comunicação, assim como os computadores tem a internet, ou os cérebros tivessem acesso à internet.

    É, acho que eu ando vendo muita ficção ciêntifica

  6. 6. Thiago disse:

    Isso matematicamente e fisicamente esta correto. Agora sobre o “eu” morrer, entrariam conceitos mais complexos na discussão, tendendo ao teísmo até
    abraços

    Canedo respondeu:

    Não thiago, não vejo isso como teísmo.

    Vou fazer uma comparação idiota.
    Pense que somos um livro, que nossa memória são os escritos no livro.
    A medida que iremos vivendo, escreveríamos mais páginas do livro.
    Agora, a máquina de teletransporte iria scanear o livro, enviar para outra máquina que iria imprimir o livro IDENTICAMENTE ao original. As páginas seriam as mesmas, a capa, as ilustrações, tudo. O livro-cópia, pensará que é o originalç, mesmo sendo uma cópia, pois as páginas escritas, as sensações serão iguais a do livro original, mas ele não será o livro original, pensará que é, mas não é.
    O livro original seria perdido, e uma cópia identica seria feita.

    Vejo isto como lógica, não como teísmo, pois no teísmo o que importa é a resposta final, e não como ela foi chegada, no teísmo as coisas são (ou pelo menos querem fazer pensarmos) que são porque são, que não há explicação.

    Agora, mudando de assunto, uma vez li um artigo, que até publiquei em meu blog, sobre um ser que vivia no interior da terra. Não que eu acredite no ser, achei aquilo a coisa mais idiota que eu já escutei na minha vida, mas em uma das respostas que este ser deu, ele disse “Vocês não podem nos compreender, somos mais inteligentes que vocês”.
    Comecei a refletir sobre esta frase, como seria um cérebro mais inteligente que o nosso, como ele veria o mundo.

    Acho que seria um bom temo para o titio andré pesquisar e relatar, já que nestes assuntos o considero como rei.

    Abraços

  7. 7. José Frajtag disse:

    Um “teletransporte” real é inviável!* O que haverá, se houver, será um sistema que recriará como foi dito objetos iguais aos que forem postos na máquina, em outro lugar, que teria de ter a matéria prima necessária e máquinas industriais para a sua feitura. Nunca haverá o transporte e sim uma cópia como um “xerox”, que por mais perfeito, nunca será o original. Comparo com um xerox, por exemplo da carta de Pero Vaz Caminha, que será apenas uma cópia e ponto! Se uma pessoa fosse passivel de ser copiada ou clonada de forma identica à do original seria apenas a cópia do “hardware” ou seja, do seu corpo, pois as suas memórias são totalmente impossiveis de ser copiadas. Isso não é e nunca será possível, graças a Deus! Se por absurdo fosse, coitados de nós, pois poderiam “roubar” tudo o que cada um de nós aprendeu ao longo de uma vida. Um clone de Hitler, ainda bem, jamais será Hitler. Pode vir a ser um pintor de paredes ou um palhaço ou um debil mental!
    *Já foi calculado que o transporte REAL de um átomo apenas, consumiria uma energia equivalente a tudo o que o homem produziu em muitos anos.

  8. 8. Sorete disse:

    O número de gente que não entende física nuclear e biologia molecular é cada vez maior, assim como o número de gente que acredita em consciênciologia ou projeciologia.

    Mas até fico feliz de que um punhado dessas pessoas lê um blog como este, a procura de verdades verdadeiras, mesmo que inicialmente incompreensíveis.

  9. 9. danielson luiz norato disse:

    sobre esse assunto isso e loucura .OS cientistas sao loucos.PORQUE a verdade se relata na biblia de deus. O homen quer chegar alem da verdade.ALERTAM SE VOCEIS QUE ESTAO CEGOS ESPIRITUALMENTE

    Abbadon respondeu:

    Os cientistas preferem chegar à verdade, por meio de fatos e evidencias.

    Os religiosos, cada um deles, alegar ter a “verdade” e todas elas se contradizem mutuamente.

    E a Biblia nao é expressao de verdade.

    Logo, quem é que esta cego ?

    Preciso responder…? rs

    mirtes respondeu:

    se os cientistas são loucos, por que você usa coisas criadas por eles, como por exemplo computador, televisão, rádio, automóveis, toma água tratada, come comia industrialisada.

    que insistência paranóica essa de alguns crentes, em achar que a ciência é coisa do diabo, esquecendo que eles se beneficiam dela, de forma direta!

    Se não fosse, por ela ainda estaríamos na idade média, achando que doenças são causadas por demônios maléficos, por exemplo! (ops tem crente que ainda acredita nisso) :mrgreen:

  10. 10. danielson luiz norato disse:

    EU SOU DA IGREJA PENTECOSTAL DEUS E AMOR.E PROVO A VOCEIS QUE ISSO NAO PASSA DE UMA GRANDE MENTIRA.SINTONIZE NA EMISSORA AM DE RADIO E PROCURE O PROGRAMA A VOZ DA LIBERTAÇAO. QUE DEUS O ABENÇOE.

    Abbadon respondeu:

    Porque vc mesmo nao prova com as suas proprias palavras ?

    Nao estamos nem um pouco interessados em ouvir lixo na radio.

    E enquanto vc nao provar o contrario com as SUAS proprias palavras, de maneira solida, convincente, verificavel e comprovada, vc é o mentiroso aqui.

    Que Pallas Atena te abencoe com um neuronio.

    mirtes respondeu:

    ironia mode on

    Rádio? Mas rádio, foi criado, por cientistas, inventores, pesquisadores, e essa gente é demoníaca, logo o rádio é demoníaco, nenhum crente que se preze, deveria ouvir, e divulgar uma emissora de rádio!

    Ironia mode off.

  11. 11. Canedo disse:

    “É galera, eu sintonizei a tal rádio, e me libertei, o diabo saiu do meu corpo, verdade, o amor de Deus me provou que eu estava errado o tempo todo.
    Me redimi, não vou mais queimar no fogo do inferno ao contrário de vcs ateus!”

    Tá bom!
    André, ou algum outro “cientista louco”, para fins de exemplifcação, vamos supor que o diabo exista. Qual o efeito que uma onde sonora teria sobre ele?
    1-Diabo não existe
    2-Ondas sonoras custam a espantar mosquitos, acha que vai espantar diabo?

    Administrador André respondeu:

    Aqueles aparelho Polishop que dizem que espantam mosquitos são… bem, são produtos Polishop.

  12. 12. Wesley B. Cardoso disse:

    Alô Pessoal… Acho que essa discussão está tomando um rumo não muito científico. Minha dica é verem o artigo que eu escrevi para tentar explicar o que é teletransporte quântico…

    Agora não entendi a surpresa do artigo acima? Maquinas de teletransporte experimental já existem desde 1997. Veja mais em: http://www.tecnosapiens.com.br/2008/09/o-que-e-o-teletransporte-quantico/ e http://www.tecnosapiens.com.br/2009/04/mais-sobre-teletransporte-quantico-e-emaranhamento-o-que-einstein-tem-a-ver-com-isso/

    Administrador André respondeu:

    Tá. E qual foi o resultado, hein?

Deixe um comentário

Mas, antes, leia a nossa Política de Comentários. Obrigado por sua participação.

Você precisa estar logado para deixar um comentário.